Á minha irmã, que sempre me apoiou. Aos meus verdadeiros amigos, que estiveram sempre do meu lado. Á minha namorada, por ser quem é…



Baixar 376.4 Kb.
Página1/11
Encontro30.07.2016
Tamanho376.4 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11



Aos meus pais, a quem devo tudo, por todo o amor e sacrifício.

Á minha irmã, que sempre me apoiou.

Aos meus verdadeiros amigos, que estiveram sempre do meu lado.

Á minha namorada, por ser quem é…

AGRADECIMENTOS

Quero agradecer ao Major de Infantaria Velez pelas orientações e correcções efectuadas durante a execução do trabalho, tendo um papel de extrema importância para a sua realização.

A todos os Oficiais que demonstraram disponibilidade para conceder entrevistas, dando um contributo de grande valor ao trabalho.

Ao meu curso de Infantaria, pelas “pequenas” ajudas que foram dando.


Índice Geral




Índice Geral iii

Índice de Figuras vii

Índice de Tabelas vii

ÍNDICE DE Gráficos vii

Lista de Abreviaturas e Siglas viii

Resumo ix

Abstract x

Introdução 1

Parte I – Enquadramento e Conceptualização 4

Capítulo I – Operações de Resposta a Crises 4

1. Tipos de Operações de Resposta a Crises 5

1.1. Operações de Apoio à Paz 5

1.2. Outras Operações e Tarefas de Respostas a Crises 5

1.3. Princípios das Operações de Resposta a Crises 6

1.4. Definição de Manutenção de Paz e De Imposição de Paz 7

1.4.1. Manutenção da Paz 7

1.4.2.Imposição da Paz 8

1.5. Princípios das Operações de Apoio à Paz 8

1.5.1. Limitação do Uso da Força 8

1.5.2. Consentimento 9

2. Regras de Empenhamento 10

2.1. Legítima defesa 11

Capitulo II – Unidades de Escalão Batalhão 12

1. BI/ BrigInt 12

1.1. Orgânica 12

1.1. Armamento (Morteiros) 12

1. BIMec/ Brig Mec 13

2.1.1. Orgânica 13

2.1.2. Armamento (Morteiros) 13

2. BIPQ/ BRR 13

3.1. Batalhão de Infantaria Pára-Quedista 13

3.1.1. Orgânica 13

3.1.2. Armamento (Morteiros) 14

Capitulo III – Morteiros 15

1. Destino dos Morteiros 15

1. Características dos morteiros 16

2. Modalidades de Tiro 16

3. Classificação dos Morteiros 16

4. Tipos de Morteiros 16

5.1. Batalhão de Infantaria/ Brigada de Intervenção 17

5.1.1. Morteiro 120mm Tampela 17

5.2. Batalhão de Infantaria Mecanizado/ Brigada Mecanizada 17

5.2.1. Morteiro Médio 81mm FBP 17

5.2.2. Morteiro Pesado 107mm M30 17

5.3. Batalhão de Infantaria Pára-Quedista/ Brigada de Reacção Rápida 17

5.3.1. Morteiro Tampela 60mm 18

5.3.2. Morteiro 81mm L16A2 18

5. Morteiros, do Passado ao Futuro 18

Capitulo IV – Participação Portuguesa em Operações de Apoio à Paz 20

1. Bósnia Herzegovina 20

1. Kosovo 21

2. Timor 21

Parte II – Metodologia e Procedimentos 23

1. Problema e Hipóteses 23

1. População 23

2. Amostra 24

3. Material e Procedimentos 24

4.1. Técnicas Documentais 25

4.2. Técnicas Não Documentais 25

4. Procedimentos 25

5.1. Recolha de Dados 25

5.2. Tratamento de Dados 25

5. Apresentação dos Resultados 25

6.1. As FND possuíam organicamente um Pelotão de Morteiros Pesados? 26

6.2. Em que tipos de OAP actuaram as FND? 26

6.3. As ROE permitiam utilização de Morteiros? 27

6.4. Qual o emprego táctico que os Pelotões de Morteiros tiveram? 27

6.5. Que emprego táctico pode ter o Pelotão de Morteiros neste tipo de Missões? 28

6.6. Que outros meios de Apoio de Fogos estariam ao dispor das FND? 29

6.7. Missão das FND nos Teatros de Operações? 29

6.7.1. Bósnia Herzegovina 30

6.7.2. Kosovo 30

6.7.3. Timor-Leste 30

Conclusões 32

Referências Bibliográficas 37

1. LIVROS E MANUAIS: 37

1. PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS: 38

2. INTERNET: 38

Apêndice a – Entrevistas 1

ANEXO A - Capítulo VI da Carta das Nações Unidas 1

ANEXO B - Capítulo VII da Carta das Nações Unidas 1

Anexo H – Imagens dos Morteiros 1




Índice de Figuras




Figura 1: Operações de Resposta a Crises. 5

10


Figura 2: Espectro das Operações. 10


Índice de Tabelas




Tabela 1: Classificação dos morteiros. 16


ÍNDICE DE Gráficos




Gráfico 1: Missões das UEB Portuguesas. 22

Gráfico 3: Número de Pelotões de Morteiros das FND. 26

Gráfico 4: Emprego Táctico do Pelotão de Morteiros. 28

Gráfico 5: Emprego Táctico dos Morteiros. 29




Lista de Abreviaturas e Siglas


Agr – Agrupamento

BAAT – Batalhão de Apoio e Aeroterrestre

BI – Batalhão de Infantaria

BIMec – Batalhão de Infantaria Mecanizada

BIPQ – Batalhão de Infantaria Pára-Quedista

BrigInt – Brigada de intervenção

BrigMecBrigada Mecanizada

BRR – Brigada de Reacção Rápida

CCS – Companhia de Comando e Serviços

CRO – Crisis Response Operations (Operações de Resposta à Crise)

EME – Estado-Maior do Exército

EUFOR – European Union Force (Força da União Europeia)

FND – Forças Nacionais Destacadas

IFOR - Implementation Force

KFORKosovo Force

MNB – Multinational Brigade (Brigada Multinacional)

NATO – North Atlantic Treaty Organization (OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte)

NU – Nações Unidas

OAv – Observador Avançado

ONG – Organização Não Governamental

PSF – Peace Support Force

PSO – Peace Support Operations (Operações de Apoio à Paz)

QRF – Quick Response Force (Força de Resposta Rápida)

ROE – Rules of Engagement (Regras de Empenhamento)

SFORStabilization Force

TACRES – Tactical Reserve (Reserva Táctica)

TO – Teatro de Operações

UEB – Unidade de Escalão Batalhão

UEC – Unidade de Escalão Companhia



Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal