, Ph. D. (Universidade de Yale, eua), livre-docente, professor adjunto e professor titular pela usp



Baixar 481.36 Kb.
Página4/4
Encontro24.07.2016
Tamanho481.36 Kb.
1   2   3   4

diferentes, pois:

P

P2 >1

Q2 < Q1

Em outras palavras, no caso da demanda 1, que é mais horizontal, o

acréscimo de preço de mercado foi menor e a redução da quantidade foi maior

que no caso da demanda 2, que é mais vertical. Sendo o aumento de preço a

parcelado imposto paga pelo consumidor, pode-se concluir que esta será maior

no caso 2 que no caso 1.

Podemos analisar rigorosamente o que determina tais diferenças. Vamos

chamar Q1Q0

de Q



∆ =Q Q1Q0

131


Já vimos que a elasticidade- preço da demanda no ponto de equilíbrio inicial é:

η = ∆ ⋅


Q P0

D



P' Q0




e a elsticidade-preço da oferta é:
= ∆ ⋅


P 1

E

O



Q P



0

logo P∆ = ∆ ⋅Q

0



P' Q0

P 1

Q0ηD

P' = ∆ ⋅

QQ

0




portanto,

0EO


P 1


1

∆ ⋅

Q

0



P=

∆ + ∆P P'


P 1

Q0ηD

P 1

=
1

ηD
1

Q

0

Q

η

+ ∆Q



0

Q0EO

ηD

+

EO

P


=
1

ηD

0 D

=

EO



∆ + ∆P P'

E

O

+ η


D

E

O

+ η


D



Ou poderíamos dizer que:
P I EO

η ⋅DEO



EO+ ηD

Assim, a parcela do imposto paga pelo consumidor (e analogamente do

produtor) dependerá das elasticidades-preço da oferta e da demanda do bem.

É interessante o leitor examinar os casos a seguir:

I - oferta infinitamente elástica;

II - oferta totalmente inelástica;

III - demanda infinitamente elástica;

IV - demanda totalmente inelástica.

3.14.2. Imposto ad valorem
Este imposto incindirá sobre o valor das vendas. O imposto a ser pago

representa uma porcentagem da receita total do produtor. Em outras palavras,

poderíamos dizer que o preço efetivamente recebido pelo produtor é uma

parcela do preço de mercado. Caso vigore um imposto de 10%, o que o produtor

recebe é na verdade 90% do preço de mercado. Em termos gerais, se o imposto

for t%, o produtor receberá (1 - t)%.

132


Usando a mesma terminologia já apresentada: P' = ( 1 - t) P

Qual a repercussão do imposto ad valorem? É fácil verificar, observando

a oferta com e sem imposto, que as alterações aparecem no coeficiente angular

da curva. Ele diminui, ou seja, a curva de oferta se toma mais vertical.

Com a alteração da oferta vão modificar-se preço e quantidade de equilíbrio do

mercado. O preço aumenta e a quantidade se reduz.

133

Da mesma forma que no caso do imposto específico, costuma-se chamar

o aumento de preço de parcela paga pelo consumidor
∆ = − P' P0
sendo o restante do imposto pago pelo produtor
P' P0P'
Como no caso do imposto específico, as parecias pagas pelo consumidor

e pelo produtor dependerão das elasticidades-preço da oferta e da demanda do

produto.

Bibliografia Básica

ALLEN, R. G. D. Análise matemática para economistas. Fundo de Cultura,

1965.v.l,cap.5.
MUSGRAVE, R. A. Teoria das finanças públicas. 1974. v. 1, cap. 13.
SIMONSEN, M. H. Teoria microeconômica. Fundação Getúlio Vargas, 1968.
LIPSEY, R. G. An introduction to positive economics. 2. ed. Weidenfeld and

Nicolson, 1966.

134
1   2   3   4


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal