É tempo de aprender novas estratégias politica social em comunidades tradicionais ágrafas ser, conviver, conhecer e fazer


A geografia e sua pertinência para o estudo da diversidade



Baixar 237.37 Kb.
Página3/3
Encontro29.07.2016
Tamanho237.37 Kb.
1   2   3

.VAZ. Ademir Divino A geografia e sua pertinência para o estudo da diversidade Cultural- um olhar sobre um territorio cigano. UEG. http://www.geografia.fflch.usp.br/publicacoes/rdg/RDG_19/07-A_GEOGRAFIA.pdf . Acessado em 02-07-2010


FRASER, A; História do Povo Cigano. Tradução. Lisboa. Editorial Teorema. 1998.

NUNES. O. O povo Cigano. Porto. Livraria Apostolado da Imprensa. 1981.

Questionário a ser aplicado sobre a Oralidade e Identidade

Instruções para preenchimento do questionário:


  • Só responda o que souber; não pergunte a outra pessoa;

  • Se não quiser ou não souber, pode deixar em branco; não é necessário responder a todas as perguntas;

  • Se souber e quiser dar mais respostas e exemplos em cada item – o que é imensamente proveitoso para o trabalho – utilize o espaço final ou os versos das páginas;

  • As respostas deverão ser baseadas no conhecimento de cada um e não em sua crença. Assim é que, por exemplo, mesmo que você não acredite que sapato emborcado traz má sorte, mas conhece tão superstição, deve anotá-la;



  1. Nome:

  2. Idade:

  3. Escolaridade (até que ano estudou):

  4. Escolaridade dos pais (ou de quem o criou):

  5. Profissão:

  6. Profissão dos pais:

  7. Religião:

  8. Naturalidade (onde nasceu):

  9. Procedência (onde foi criado):

  10. Estado, cidade e bairro em que mora:

  11. Ancestralidade estrangeira (algum parente que nasceu fora do Brasil):

( ) Sim ( ) Não Qual

Grau de parentesco:



  1. Conviveu com parentes até que grau:

( ) Pais ( ) Avós ( ) Bisavós

  1. Deixe-nos cinco provérbios:

  2. Conhece alguma superstição/crendice relacionada a alimentação quanto a:

Combinação de alimentos -

Preparo de alimentos -

Horário de ingestão de alimentos -

Relação entre doença e ingestão de determinado alimento -

Comportamento à mesa -

Temperatura dos alimentos -



  1. Superstição e crendice relacionadas a:

Menstruação -

Gravidez –

Morte -


  1. Alimentos que considera "carregado" ou "ramoso":

  2. Alimentos ou substâncias consideradas afrodisíacas:

  3. Conhece alguma superstição/crendice/tabu envolvendo:

Vassoura -

Tesoura -

Agulha -

Alfinete -

Chapéu -

Talher -

Guarda-chuva -

Espelho -

Lenço -

Sapato -

Janela -

Fogo -


Chuva -

Sal -


Açúcar -

Farinha -

Dente -

Casa -


Casamento -

Namoro -

Viuvez -


  1. Conhece alguma mezinha (remédio caseiro) chá medicinal (folhas, raízes ou frutos) melador/lambedor, etc:

Qual?

Serve para:

Receita:

Freqüência com que usa:

(Caso conheça outras e queira colaborar com mais, favor anotar no final do questionário)


  1. Surpreende-se alguma vez evitando ou provocando situações por superstição? (Ex desvirando sandálias e sapatos; batendo três vezes na madeira para afastar má sorte etc)

  2. Já fez adivinhações por ocasião de festas juninas?

( ) Sim ( ) Não

Qual (quais)? (Mesmo que não tenha feito anote alguma que acaso conheça)



  1. Conhece o significado de:

Jogar arroz nos noivos após o casamento -

Trocar alianças -

Acender fogueiras no São João -


  1. Alguma proibição na infância que incutia medo:

  2. Acredita que algum número pode trazer sorte ou azar:

  3. Possui algum amuleto ou talismã:

( ) Sim ( ) Não Qual?

  1. Dedica devoção especial a algum santo:

( ) Sim ( ) Não Qual?

  1. Acompanha procissões?

( ) Sim ( ) Não Qual?

  1. Pede a bênção a pais, avós, tios, padrinhos e abençoa filhos, netos, sobrinhos afilhados?

  2. Já fez algum voto ou promessa? Para que santo e qual o motivo? Alcançou a graça pedida?

  3. Conhece santos e orações que ajudam em situações como:

Encontrar objeto perdido -

Arranjar marido -

Curar engasgo -

Curar feridas -

Resolver questões financeiras -

Para parar a chuva ou fazer chover -

Algum outro problema -
Local e data de preenchimento do questionário:

ANEXOS


Abelha... Cigano tem três nomes: um que a mãe sopra quando ele nasce no ouvido e só ela sabe, outro que o grupo o reconhece, geralmente um apelido e aquele que é registrado na sociedade civil, o nome gadjo.


Aula com a presença da Dra Ana Teresa, Presidenta da ABMCJ( associação das Mulheres de Carreira Jurídica)



Março de 2011


Dona Judite , a matriarca do Clã na porta da Escola .

Daniel na Escola

Entrega do Certificado José Garcia de promoção Cultural




Guilherme


Gilberto


Sara

Aluisio Direitos Humanos

A Oralidade através de Dona Judite


Dona Judite e o café da Tarde




Palestra na UNP: entre a amnésia e a vontade de nada esquecer; a presença da comunidade no debate acadêmico


Palestra na UNP: entre a amnésia e a vontade de nada esquecer; a presença da comunidade no debate acadêmico



Antonio Charuto( Francisco Fernandes)



Aula Inaugural: Aluisio Matias ( Direitos Humanos)



Aula ... a diversidade das diferenças







Aula com presença das Ciganas

Abril 2011



Aulas em circulo ... sem pontas nem dobras



O debate da Oralidade com Dona Judite







Final da aula, com as ciganas ! a amorosidade!


Palestra na UNP: Os Espaços Ciganos no RN. Abril de 2011. Presença da Comunidade




Atividade de Intervenção na Academia sobre a temática Cigana – Abril 2011



A caixa de Pandora dos Ciganos


Pode abrir a caixa sem medo ...



O lanche da Escola, cuidado pela educando-cigana Georgia


Dona Judite abriu a caixa e disse: eu vejo eu e vc e muita felicidade! O que de verdade precisamos para a tal felicidade?







A kalin Daniela





Janaina e Carnaúba


Compartilhe com seus amigos:
1   2   3


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal