1 – os princípios eternos do caráter de deus. 2 – como deus agiu para com as heresias de satanáS



Baixar 183.83 Kb.
Página1/4
Encontro05.08.2016
Tamanho183.83 Kb.
  1   2   3   4
DISCIPLINA ECLESIÁSTICA

I – A AUTORIDADE DA IGREJA
II – REAÇÃO E MANEIRA DE AGIR DIANTE DO NOVO

1 – OS PRINCÍPIOS ETERNOS DO CARÁTER DE DEUS.

2 – COMO DEUS AGIU PARA COM AS HERESIAS DE SATANÁS

3 – QUEM IMPÕE, AINDA QUE SEJA A VERDADE, ESTÁ A USAR OS MÉTODOS DE SATANÁS.

4 – COMO SABER SE A NOVA LUZ É VERDADEIRA OU FALSA? DEIXAR A NOVA LUZ SER CONFRONTADA COM TODA A VERDADE. A ESCOLHA CONSCIENTE, ESCLARECIDA.
III – HERESIA OU NOVA LUZ?

1 – A NOVA LUZ, A VERDADE PECULIAR, A VERDADE PRESENTE: DE INÍCIO ACANHADO, DEFENDIDA POR POUCOS E TENDO A OPOSIÇÃO DA MAIORIA.

2 – UM EXEMPLO DE “IGNORANTES”: OS DISCÍPULOS DE CRISTO

3 – OUTRO EXEMPLO, COM A REFORMA DE LUTERO: O CLERO “ESCLARECIDO” E A MASSA “IGNORANTE”

4 – A CORAGEM DO SINCERO ANTE AQUELES QUE QUEREM IMPEDI-LO DE PENSAR

5 – HOJE: MONUMENTOS AOS “IGNORANTES” E “HEREGES” DO PASSADO

6 – ÚLTIMOS DIAS: COM QUEM ESTARÁ A VERDADE? COM A MAIORIA?
IV – DESLIGANDO O MEMBRO DA IGREJA

1 – O JOIO E O TRIGO NA IGREJA

2 – QUANDO A IGREJA DESLIGA O MEMBRO FALTOSO COM AUTORIDADE DIVINA

3 – O PERIGO DE DESLIGAR O TRIGO JUNTO COM O JOIO

4 – O EXEMPLO DA AÇÃO DE DEUS PARA COM SATANÁS

5 – O EXEMPLO DA AÇÃO DE CRISTO PARA COM JUDAS

6 – MÉTODO DE SATANÁS: EXTIRPAR OS HEREGES

7 – OS MÉTODOS DE CRISTO SÃO DIFERENTES DOS MÉTODOS DE SATANÁS
V – UM EXEMPLO DE ESPÍRITO DE CRISTO

1 – O EXEMPLO DE LUTERO AO LIDAR COM A INTOLERÂNCIA E O FANATISMO
VI – A FALSA BASE DA AUTORIDADE IMPOSTA PELA FORÇA

1 – CARÁTER DEMONIZADO: REBELDIA LATENTE

2 – O FUTURO DOS LÍDERES DOMINADORES PELA FORÇA E PELO ENGANO
VII – DEUS E AS HERESIAS

1 – DEVE-SE CRESCER, AVANÇAR, EVOLUIR NO CONHECIMENTO DAS ESCRITURAS

2 – A IGREJA DORMENTE, SEM SABER DAR RAZÃO DE SUA FÉ. DEUS E A DIVERGÊNCIA DE OPINIÕES.

3 – COMO DEUS VÊ O SURGIMENTO DE HERESIA ENTRE SEU POVO

4 – COMO DEFENDER A VERDADE: COM HONESTIDADE

5 – BUSCAR A VERDADE COM TODA PROFUNDIDADE

6 – O SURGIMENTO DE HERESIA ENTRE SEU POVO: INSTRUMENTO DE DEUS
VIII – O MANUAL DA IGREJA E A EXCLUSÃO DE MEMBROS
IX – CONCLUSÃO

1 - VESTUÁRIO E ADORNOS: MOTIVO PARA DISCIPLINA NA IGREJA

2 – DESACREDITAR DAS VISÕES DE EGW (DOUTRINA Nº 17 DA IASD) NÃO É MOTIVO PARA CORTE DA IGREJA

3 – A RESPONSABILIDADE DA LIDERAÇA: COMO TRATAR A NOVA LUZ

I – A AUTORIDADE DA IGREJA
A Igreja foi Divinamente instituída. Possui Autoridade Divina para agir, inclusive defendendo-se, com a exclusão de membros do seu seio, se isso for necessário. Isso é fato, é indiscutível!
São vários os textos bíblicos, bastante conhecidos, que nos ensinam essas verdades.
São vários os textos dos Testemunhos do Espírito de Profecia que nos confirmam, ampliam e esclarecem essas verdades. Para ficar com alguns:

  • Testemunhos Para A Igreja, vol. 3 {35/414-434} – “Independência Individual”. Parte desse texto encontra-se em Testemunhos Seletos, vol. 1 {74/390-396} – “A Autoridade da Igreja”

  • Testemunhos Para A Igreja, vol. 3 {36/434-459} – “Unidade na Igreja”

  • Testemunhos Seletos, vol.2 {05/33-39} – “Agentes de Satanás”

  • Obreiros Evangélicos {106/498-503} - “Disciplina da Igreja”. Parte desse texto encontra-se em Testemunhos Seletos, vol.3 {34/200-204}

São também esclarecedoras as seguintes compilações:



  • Mensagens Escolhidas, vol. 3 {01/16-19} – “O Que É A Igreja?”

  • Mensagens Escolhidas, vol. 3 {02/20-22} – “Unidade Na Igreja”

  • Mensagens Escolhidas, vol. 3 {03/23-26} – “Ação Independente”

Mas,


  • Estão as regras bíblicas e dos Testemunhos sendo seguidas?

  • Pode-se usar essa autoridade para exclusão de membros em qualquer situação?

  • Podem-se cometer erros e abusos nas aplicações das mesmas?

  • Qualquer aplicação dessa autoridade que a igreja faça possui o respaldo Divino?

Ultimamente a Igreja tem excluído muitos membros por motivo de trazerem heresias para o seio da mesma. Em muitos casos essa exclusão tem sido abusiva, não sendo cumprindo sequer o que o Manual da Igreja recomenda. São verdadeiras execuções sumárias, sem direito de defesa. Noutros casos, os membros fanáticos perseguem aos hereges sem sequer avaliarem seus pontos de vista.


IMPORTANTÍSSIMO: ao lidarmos com o termo HEREGE ou HERESIA, tenhamos muito cuidado, pois muito ou quase tudo o que hoje, como IASD cremos, já foi ou ainda é considerado heresia pela cristandade. Portanto, AVALIEMOS com todo cuidado a heresia, pois pode ser NOVA LUZ. Se a rejeitarmos, ainda que sinceramente, como tivemos a oportunidade de estudá-la e aceitá-la, estaremos sem desculpas e seremos condenados.
Patriarcas e Profetas {3/55/2}

Eva creu realmente nas palavras de Satanás, mas a sua crença não a salvou da pena do pecado. Descreu das palavras de Deus, e isto foi o que a levou à queda. No Juízo, os homens não serão condenados porque conscienciosamente creram na mentira, mas porque não acreditaram na verdade, porque negligenciaram a oportunidade de aprender o que é a verdade. Apesar do sofisma de Satanás indicando o contrário, é sempre desastroso desobedecer a Deus. Devemos aplicar o coração a conhecer o que é a verdade. Todas as lições que Deus fez com que fossem registradas em Sua Palavra, são para a nossa advertência e instrução. São dadas para nos salvar do engano. Da negligência às mesmas resultará ruína a nós mesmos. O que quer que contradiga a Palavra de Deus, podemos estar certos de que procede de Satanás.
Oremos pedindo que Deus nos dê porção dobrada do Seu Espírito Santo para que possamos compreender Suas Palavras e Vontade e dirijamo-nos à Bíblia e aos Testemunhos em busca das repostas!
DOIS TEXTOS PARA PENSAR:

O Grande Conflito {16/293/2a}

A doutrina de que Deus confiara à igreja o direito de reger a consciência e de definir e punir a heresia, é um dos erros papais mais profundamente arraigados.


O Grande Conflito {16/289/2b}

O princípio mesmo da grande apostasia consistiu em procurar fazer da autoridade da igreja um suplemento da autoridade de Deus. Roma começou por ordenar o que Deus não tinha proibido, e acabou por proibir o que Ele havia explicitamente ordenado.


II – REAÇÃO E MANEIRA DE AGIR DIANTE DO NOVO
_ “Quando em minha igreja surge alguém com uma idéia doutrinária nova, diferente do “credo oficial” da Igreja, e por tabela também diferente do meu credo (ainda que na maioria das vezes eu nem compreenda plenamente as doutrinas desse “credo”, nem saiba defender direito cada uma delas), como devo agir?”

_ “Escorraço esse “herege” sem perder tempo para ouvi-lo? (Afinal, nossos teólogos, doutores, PHDs e demais especialistas no assunto já estudaram profundamente o assunto e já definiram a doutrina correta: vou segui-los).”

_ “Denuncio-o como agitador e “perturbador de Israel” à liderança da igreja?”

_ “Mesmo que não o tenha ouvido e estudado os pontos apresentados, se a Comissão da igreja decidiu excluí-lo do rol dos membros, voto com a Comissão; afinal, o pastor e a Comissão devem ter ouvido com atenção ao “herege”, estudado com ele cada ponto doutrinário apresentado, pesado tudo à exaustão pela Palavra e sabe o que está fazendo (ainda que isso seja chamado de fé por procuração).”

_ “Com o irmão, vou à Bíblia com muita oração, amor e paciência tentar convencê-lo do seu erro e salvá-lo.”

_ “E se ele estiver certo, tratar-se realmente da Verdade, for uma Nova Luz?”

_ “Rejeito, afinal toda a Igreja está rejeitando. A Igreja não está conseguindo apresentar argumentos convincentes, mas é a maioria: como pode estar errada e só esta pessoa estar certa? Não deve tudo ser submetido ao pensamento geral?”

_ “Aceito a Nova Luz, para qual não estou encontrando contradição com a Palavra, contrariando a maioria que não quer nem ouvir falar do assunto e está coagindo esse irmão de várias formas?”
Na realidade existem duas maneiras de reagir e agir: uma correta, outra incorreta; uma Divina, outra satânica.
Minha reação vai depender de alguns fatores:

  • Qual o espírito que me dirige: o Santo Espírito de Deus, ou o espírito iníquo.

  • Minha sinceridade: desejo realmente ser salvo, ou agradar a meus irmãos.

  • Desejo realmente fazer a vontade de Deus ou a minha vontade.

Neste tópico veremos qual a maneira correta de agirmos (ou reagirmos) ao surgir no seio de nossa igreja uma heresia (ou suposta heresia). Aprendamos com o único Mestre confiável.


1 – OS PRINCÍPIOS ETERNOS DO CARÁTER DE DEUS.

Cristo Triunfante – MM 2002 {13/1}

Os princípios do caráter de Deus eram o fundamento da educação mantida constantemente diante dos anjos celestiais. Esses princípios eram bondade, misericórdia e amor. A luz manifesta devia ser reconhecida e livremente aceita por todos os que ocupavam um cargo de confiança e autoridade. Deviam aceitar os princípios divinos e convencer a todos os que se encontravam a serviço de Deus, mediante a apresentação da verdade, justiça e bondade, de que esse era o único poder a ser usado. Nunca deveria ser adotada a força. ...
A base do governo divino, mesmo antes do pecado, sempre foi o Amor, jamais a força; o convencimento, jamais a coação.
A teoria de Deus confere com sua prática? Isso mesmo depois da rebelião?
2 – COMO DEUS AGIU PARA COM AS HERESIAS DE SATANÁS

Cristo Triunfante – MM 2002 {13/3}

As declarações de Satanás contra o governo de Deus, e sua defesa daqueles que se colocaram ao seu lado, constituíam uma constante acusação contra Deus. Essas murmurações e queixas eram infundadas.1 Ainda assim, permitiu Deus que Satanás pusesse em prática suas teorias.2 Poderia ter lidado com Satanás e todos os seus simpatizantes tão facilmente como alguém que pega uma pedrinha e a joga ao chão. Mas com isso teria aberto um precedente para a violência dos seres humanos, tão abundantemente revelada em nosso mundo, mediante princípios do uso da força.3


1 Claramente PARA DEUS, a autoridade máxima do universo, Lúcifer está errado. É um verdadeiro herege. Mas, até aqui, quem mais tem certeza disso?

2 Deus permitiu; deu liberdade; não usou a coação. Não abateu a Lúcifer e suas idéias heréticas no nascedouro. Porquê?

3 Deus teria justificado a violência. Como não o fez, para nenhuma criatura existe a “violência justa”, a “guerra justa”. Não confundir JUÍZOS (Israel x Cananeus) com a violência prematura: Deus também destruirá a Satanás. “Mas, na IASD ninguém está espancando ou matando os hereges; só cortando da comunhão...” Veremos outro tipo de violência à frente.
O Desejado De Todas As Nações {79/759/1}

Deus poderia haver destruído Satanás e seus adeptos tão facilmente, como se pode atirar um seixo à terra; assim não fez, porém. A rebelião não seria vencida pela força. Poder compulsor só se encontra sob o governo de Satanás.4 Os princípios do Senhor não são dessa ordem. Sua autoridade baseia-se na bondade, na misericórdia e no amor; e a apresentação desses princípios é o meio a ser empregado. O governo de Deus é moral, e verdade e amor devem ser o poder predominante.


4 PODER COMPULSOR. Em qualquer forma que se apresente, É SATÂNICO, não Divino. Quando, como igreja impomos algo, mesmo em nome da Verdade e para defendê-la, nosso governo passa a ser o GOVERNO DE SATANÁS!
O Desejado De Todas As Nações {79/759/2}

Era desígnio divino colocar as coisas numa base de segurança eterna,5 sendo decidido nos conselhos celestiais que se concedesse tempo a Satanás para desenvolver os seus princípios,6 o fundamento de seu sistema de governo. Pretendera serem os mesmos superiores aos princípios divinos. Deu-se tempo para que os princípios de Satanás operassem,6 a fim de serem vistos pelo Universo celestial.7


5 Este é o principal motivo da maneira de Deus agir: a conquista pelo Amor possui base sólida, é eterna. De outra maneira a rebelião não é extirpada, permanece latente, prestes a estourar. Sempre e sempre, assim que tiver uma oportunidade, o oprimido tentará obter a liberdade.

6 Deus permitiu; deu liberdade; deu TEMPO. Não usou a coação. Não abateu a Lúcifer e suas idéias heréticas no nascedouro.

7 Para serem vistos, estudados, avaliados, pesados CONHECIDOS!
Cristo Triunfante – MM 2002 {13/5}

Decidiu-se nos conselhos do Céu que seriam adotados princípios segundo os quais não se destruiria imediatamente o poder de Satanás, pois era propósito de Deus colocar as coisas sobre uma base eterna de segurança.8 Dever-se-ia conceder tempo para que Satanás desenvolvesse os princípios que constituiriam o fundamento de seu governo.9 ... A ordem de Deus devia ser contrastada com a nova ordem, segundo as maquinações de Satanás. Deviam revelar-se os corruptores princípios do governo de Satanás. Os princípios de justiça, expressos na lei de Deus, deviam ser demonstrados como imutáveis, eternos, perfeitos.10


8 A conquista pelo Amor possui base sólida, é eterna.

9 Deus deu TEMPO.

10 Duas ideologias no campo de batalha. A tomada de decisão, a escolha de uma delas pelos expectadores é consciente, esclarecida! O método Divino é dar liberdade para essa escolha; Satanás, ao contrário, QUER IMPOR a aceitação de suas idéias. Ele é o tirano; para ele todo mundo deveria ser “vaca de presépio”. Qual dos dois métodos você mais aprecia? Qual dos dois métodos você tem usado?
_ “Mas agora a Verdade já está claramente revelada e as heresias também. Não é o caso de termos autoridade para impor a aceitação das Verdades e extirpar os hereges e suas heresias? Afinal, se os deixarmos agir livremente, como um câncer eles irão carcomer e atrapalhar a obra de Deus. Amputemos esse membro doente antes que contamine toda a congregação!”.
Vejamos que respostas Deus nos dá.
3 – QUEM IMPÕE, AINDA QUE SEJA A VERDADE, ESTÁ A USAR OS MÉTODOS DE SATANÁS.

Cristo Triunfante – MM 2002 {13/2a}

Esses princípios devem ser o grande fundamento da educação em qualquer administração sobre a Terra. As normas dadas por Deus11 devem ser observadas e respeitadas em cada igreja. Deus ordenou isto.11 Seu governo deve ser moral. Nada deve ser feito compulsoriamente. A verdade deve ser o poder predominante.
11 ORDEM de Deus. A Autoridade da igreja baseia-se na ORDEM Divina. Esta é a ORDEM, e nenhuma outra; ou será que Deus é contraditório?
Cristo Triunfante – MM 2002 {13/4}

Os princípios do Senhor não são dessa natureza. O poder de compelir será encontrado sob o governo de Satanás.12 Deus não age dessa maneira. De forma alguma encorajaria Ele qualquer ser humano a colocar-se como Deus sobre outro ser humano para causar-lhe sofrimento mental ou físico.13 Esse princípio é inteiramente uma criação de Satanás.14 ...
12 O PODER COMPULSOR, em qualquer forma que se apresente, É SATÂNICO. Se a igreja impõe algo, mesmo para defender a Deus, seu governo passa a ser o GOVERNO DE SATANÁS! Deixa de seguir a ORDEM de Deus; logo, sua AUTORIDADE deixa de ser Divina para se demoníaca!

13 Ver comentário 3. Eis aqui outro tipo de violência além da violência física: violência que causa sofrimento MENTAL. Quantos irmãos sinceros, por suas novas convicções heréticas (ou não) só faltaram enlouquecer devido às ameaças, cochichos, retaliações, etc.?

14 INTEIRAMENTE, TOTALMENTE uma criação de Satanás, fazendo parte de SEU GOVERNO. Quem o usa? Obviamente que somente os adeptos do demônio!...
Cristo Triunfante – MM 2002 {13/6a}

Quando aqueles que se encontram a serviço de Deus15 recorrem à acusação, estão adotando os princípios de Satanás para expulsar Satanás. Isso nunca funcionará. Satanás vai operar.16 Ele está trabalhando na mente humana por meio de seus tortuosos princípios. Estes serão adotados e executados por aqueles que alegam17 ser leais e fiéis ao governo de Deus.


15 Os adeptos de Deus!

16 Se eu adotar os métodos de Satanás, não importa minha profissão de fé, cargo ou posição na obra (membro leigo, pastor distrital, pastor departamental, presidente de Missão/Associação, União, Divisão ou CG), estarei sendo INSTRUMENTO DE SATANÁS. É ele quem vai operar em mim. Já não serei tomado pelo Espírito Santo, mas possuído pelo espírito maligno; já não mais poderei dizer: “Cristo vive em mim”...

17 Os adeptos de Deus são considerados como apostatados. Agora só ALEGAM. Deus não mais os reconhece como Seus representantes!
4 – COMO SABER SE A NOVA LUZ É VERDADEIRA OU FALSA? DEIXAR A NOVA LUZ SER CONFRONTADA COM TODA A VERDADE. A ESCOLHA CONSCIENTE, ESCLARECIDA.

Cristo Triunfante – MM 2002 {13/6b}

Como saberemos que são infiéis, desleais? "Pelos seus frutos os conhecereis."


Muito interessante a questão dos frutos. A maneira de agir conta muito. No futuro, muitos sinceros aceitarão a mensagem de que o Sábado é o verdadeiro dia de guarda em lugar do domingo, somente observando como os dois lados agem. Os papistas e protestantes estarão perseguindo. Esses sinceros sabem que Deus não coage e quem o faz é do lado do Diabo. Quais têm sido nossos frutos, irmãos?
Cristo Triunfante – MM 2002 {13/7}

O Senhor viu o uso que Satanás estava fazendo de seu poder, e diante dele colocou a verdade em contraste com a falsidade. ... O Senhor permitiu que Satanás fosse avante e demonstrasse os seus princípios.


Cristo Triunfante – MM 2002 {13/8}

Deus vê que o mesmo modo de agir está sendo seguido ao redor do mundo. Homens e mulheres chegam ao ponto onde a estrada se bifurca: é escolher entre o certo e o errado. Milhares e milhares se revestem daquilo que supõem ser um disfarce impenetrável, e escolhem o erro. ... Deus não força ninguém. Permite que todos sejam livres para escolher. Mas diz: "Pelos seus frutos os conhecereis". Deus não considerará sábios aqueles que não souberem distinguir entre um espinheiro e uma árvore que produz azeitonas.


Observemos se não temos agido como um espinheiro, ao passo que as palavras do outro têm sido macias como o azeite. Se o irmão está com a Verdade e o outro está com a heresia, o irmão será responsabilizado por desviar outros da Verdade por se utilizar dos métodos satânicos.
O Desejado De Todas As Nações {01/22/1a}

A Terra obscureceu-se devido à má compreensão de Deus. Para que as tristes sombras se pudessem iluminar, para que o mundo pudesse volver ao Criador, era preciso que se derribasse o poder enganador de Satanás. Isso não se podia fazer pela força. O exercício da força é contrário aos princípios do governo de Deus; Ele deseja unicamente o serviço de amor; e o amor não se pode impor; não pode ser conquistado pela força ou pela autoridade. Só o amor desperta o amor. Conhecer a Deus é amá-Lo; Seu caráter deve ser manifestado em contraste com o de Satanás.


Reação e maneira de agir são diferentes: minha reação pode ser de espanto, mas minha maneira de agir deve ser totalmente racional.
Deixemos a Verdade brilhar. Ela espancará todas as trevas ao redor!
III – HERESIA OU NOVA LUZ?
Tudo o que é novo, tudo o que surge de diferente, uma nova doutrina, a princípio defendida por bem poucas pessoas, geralmente sem títulos e “sem nome” na Igreja, é sempre heresia?
Como surgiram as Verdades que cremos hoje: como Verdades Absolutas, cridas por todos ou... Como HERESIAS?
Quem foram as pessoas que a princípio as defenderam: grandes teólogos, PHDs e demais renomados especialistas ou... quase anônimos?
Qual a reação inicial a essas doutrinas: aceitas com louvor ou... denunciadas como nocivas?
Qual a reação inicial a essas pessoas: laureadas ou... proscritas e perseguidas?
E a ação final (na época) com relação a tudo isso?
HOJE PODERÁ SER DIFERENTE OU... COMO NO PASSADO A HISTÓRIA SE REPETE?

1 – A NOVA LUZ, A VERDADE PECULIAR, A VERDADE PRESENTE: DE INÍCIO ACANHADO, DEFENDIDA POR POUCOS E TENDO A OPOSIÇÃO DA MAIORIA.

Parábolas De Jesus {05/78/2b}

Para Sua igreja, em cada geração, Deus tem uma verdade peculiar e um serviço especial. A verdade, oculta aos sábios e entendidos deste mundo, é revelada às criancinhas e aos humildes. Exige sacrifício próprio. Há combates para se ferirem e vitórias para serem conquistadas. De início seus adeptos são poucos. Pelos grandes do mundo e por uma igreja de espírito mundano são repelidos e desprezados.



  • Vede João Batista, o precursor de Cristo, sozinho censurando o orgulho e formalismo do povo judeu!

  • Vede os primeiros defensores do evangelho na Europa!

  • Obscura e desanimadora parecia a missão de Paulo e Silas, os dois fazedores de tendas, quando, com os companheiros, embarcavam em Trôade para Filipos!

  • Vede o "idoso Paulo", pregando a Cristo, acorrentado na cidadela dos Césares.

  • Vede as pequenas comunidades de escravos e camponeses em conflito com o paganismo de Roma Imperial.

  • Vede Martinho Lutero, resistindo àquela poderosa igreja que é a obra-prima da sabedoria deste mundo. Vede-o mantendo a Palavra de Deus contra o imperador e o papa, declarando: "Aqui estou; não posso proceder doutra forma. Deus me auxilie!"

  • Vede João Wesley pregando a Cristo e Sua justiça em meio do formalismo, sensualidade e incredulidade.

  • Vede alguém que, doendo-lhe a miséria do paganismo, roga o privilégio de lhes levar a mensagem do amor de Cristo. Ouvi a resposta do eclesiasticismo: "Sente-se, moço. Quando Deus quiser converter os pagãos, fá-lo-á sem o meu nem o seu auxílio."

De um lado, velhos, sozinhos, pessoas comuns, de humilde profissão, prisioneiros (“bandidos”), “fanáticos”; do outro, grandes teólogos, pastores, bispos, cardeais, reis, imperadores e papas! Quem estava com a Verdade?




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal