1 Arte e pesquisa com pessoas com deficiência



Baixar 14.56 Kb.
Encontro19.07.2016
Tamanho14.56 Kb.


Livros Novos


Esta seção apresenta alguns livros publicados nos últimos anos e que podem contribuir com os pesquisadores que trabalham com a temática da inserção de pessoas com deficiência nos diversos espaços sociais.
1 Arte e pesquisa com pessoas com deficiência
O livro Exercícios de ver e não ver: arte e pesquisa COM pessoas com deficiência visual, organizado por Márcia Moraes e Virgínia Kastrup e publicado pela Editora Nau em 2010, mais do que constituir uma mera coletânea de textos sobre deficiência visual, inaugura uma nova abordagem na psicologia brasileira e abre um novo campo de problemas teóricos, metodológicos e políticos na pesquisa em deficiência visual, que começam agora a ser enfrentados. Nesse campo novo, a questão da falta e da negatividade cede lugar a um conhecimento positivo sobre a maneira de viver e conhecer da pessoa com deficiência visual. Os textos que compõem o livro tratam da articulação entre arte e cegueira, abordando diferentes temas e domínios da arte – oficinas de expressão e experimentação corporal, artes plásticas, acessibilidade a museus e literatura – que interessam a pesquisadores, professores, profissionais e alunos tanto da área de artes quanto da de deficiência visual.
2 Relato de experiência e intervenção
O livro Um outro olhar: uma história real de superação no trabalho e na vida, publicado pela Editora Gente em 2010, relata a história de um executivo que perde a visão aos 29 anos depois de levar um tiro em Belo Horizonte. A produção do livro foi um projeto de Luiz Gustavo Lamac, autor que conta a sua história de ressignificação do ato de olhar o mundo e o trabalho depois de perder a visão em uma época de plenas possibilidades; e de Terezinha Sette, especialista em Psicologia Organizacional e do Trabalho, que relata sua experiência de intervenção com ele e com a empresa. O livro traz uma contribuição importante, principalmente para alunos de Psicologia e profissionais que atuam em Psicologia Organizacional e do Trabalho, pois explicita uma bem-sucedida experiência de readaptação, indicando possibilidades de estratégias de atuação, referências metodológicas e teóricas que podem vir a ser utilizadas em outras ações de integração ou reintegração de pessoas com deficiência no mundo do trabalho. É um livro que concretiza a possibilidade de articulação do pensamento (conhecimento), da emoção e da ação, tornando a leitura prazerosa e prenhe de reflexões e de sugestões de atuação.
3 Pessoa com deficiência visual e representação espacial
O livro A experiência como fator determinante na representação espacial da pessoa com deficiência visual, de autoria de Sílvia Elena Ventorini, publicado pela Editora da UNESP em 2009, é resultado da investigação sobre a organização espacial de alunos com deficiência visual. O fundamento teórico dos cincos capítulos é composto por importantes investigações na área da Psicologia da Cegueira. O primeiro capítulo traz esclarecimentos sobre a cegueira e a baixa visão. O segundo, aspectos dos desenvolvimentos motor e cognitivo de pessoas com deficiência visual. O terceiro apresenta o papel da linguagem falada no desenvolvimento da criança cega e considerações sobre o verbalismo. O quarto trata de conceitos específicos sobre a representação espacial e a linguagem gráfica tátil. E o quinto relata a experiência da autora e as análises das representações espaciais (desenhos) elaboradas por educandos que participaram da pesquisa. As conclusões indicam que os mapas mentais dos alunos trazem as marcas de suas relações particulares e coletivas. A leitura do livro estimula reflexões sobre o papel dos fatores sociais e culturais no surgimento das variáveis que envolvem os sujeitos com deficiência visual.
4 Pessoas com deficiência e trabalho
O livro Trabalho e pessoas com deficiência: pesquisas, práticas e instrumentos de diagnóstico, organizado por Maria Nivalda de Carvalho-Freitas e Antônio Luiz Marques, publicado pela Editora Juruá em 2009, é resultado de um conjunto de investigações desenvolvidas por pesquisadores de sete diferentes Estados brasileiros. Ele é composto por três partes. A primeira, denominada pesquisas, é constituída por 11 capítulos e tem como foco de investigação a relação entre trabalho e pessoas com deficiência, trazendo elementos importantes para a compreensão dessa relação. A segunda parte, nomeada como práticas de inclusão, é constituída por quatro capítulos e apresenta experiências bem-sucedidas de inclusão de pessoas com deficiência, que podem servir de referência para outras organizações. A terceira parte, denominada perspectivas de análise e instrumentos de diagnóstico, formada por quatro capítulos, apresenta a fundamentação teórica e instrumentos de análise que podem auxiliar no processo de diagnóstico tanto da receptividade de pessoas com deficiência por gestores e colegas de trabalho como para avaliar as condições de trabalho dessas pessoas, além da satisfação das pessoas com deficiência que já se encontram inseridas nas organizações. É um livro que traz contribuições valiosas para os interessados na inserção de pessoas com deficiência no mundo do trabalho.
5 Preconceito, estereótipo e discriminação
O Handbook of prejudice, stereotyping, and discrimination, organizado por Todd D. Nelson e publicado pela Psychology Press em 2009, faz um mapeamento do estado da arte das pesquisas no campo do preconceito, principalmente de origem americana. O livro é composto por 26 capítulos elaborados por pesquisadores considerados líderes de subáreas específicas do campo de estudos sobre o preconceito, por exemplo, de estudos intergrupais, raciais, relativos à sexualidade, ao envelhecimento, baseados na identidade social, na teoria de administração do terror etc. O livro busca suprir uma lacuna nas publicações da Psicologia Social, identificando as principais teorias e os referenciais teóricos utilizados nas pesquisas sobre preconceito, estereótipo e discriminação, além de indicar possibilidades de novas pesquisas no campo. É um livro recente e que permite aos pesquisadores brasileiros, que trabalham com a temática da inserção de pessoas com deficiência, identificar aproximações e distanciamentos de suas investigações com pesquisas produzidas em outros países, contribuindo para uma compreensão mais ampla do campo analisado.



Pesquisas e Práticas Psicossociais 6(1), São João del-Rei, janeiro/julho 2011



Catálogo: portal2-repositorio -> File -> revistalapip
revistalapip -> Relacionamentos Amorosos na Pós-Modernidade: Análise de Consultas Apresentadas em sites de Agenciamento Amoroso Love Relationships in Postmodernity: Analysis of Consultations Presented in Love-Consultancy Websites
revistalapip -> A produção Bibliográfica Brasileira Recente sobre a Assistência em Saúde Mental Infanto-juvenil: Levantamento Exploratório1 The Recent Brazilian Bibliographical Production about Child and Adolescent Mental Health Assistance
revistalapip -> A imagem Corporal na Criança e as Novidades do Brincar pela Internet: um Ensaio Teórico Children’s Body Image and the Novelties of Playing on the Internet: a Theoretical Essay
revistalapip -> Gênero, Masculinidades, Juventudes e Uso de Drogas: Contribuições Teóricas para a Elaboração de Estratégias em Educação em Saúde Gender, Masculinities, Youth and Drug Use
revistalapip -> Psicologia Social: sobre Desigualdades e Enfrentamentos
revistalapip -> Relações Raciais No Brasil e a construção Da Identidade Da Pessoa Negra Racial Relations In Brazil And The Construction Of The Identity Of The Black Person Las Relaciones Raciales En Brasil y la Construcción De La Identidad De La Persona Negro Categoria de
revistalapip -> A inserção Social através de Práticas de Educação Física como Medidas Interventivas para Pacientes Psicóticos e Neuróticos Graves do caps de São João del-Rei/
revistalapip -> Contribuições de Bourdieu ao tema do desenvolvimento adolescente em contexto institucional socioeducativo Bourdieu’s contributions to the theme of adolescent development within the socio-educational institutional context
revistalapip -> Consumo e Subjetividade: uma Análise do Encantamento Narcísico na Publicidade de Coloração Capilar Consumption and Subjectivity: An Analysis of the Narcissistic Enchantment in Hair-Dye Publicity Consommation et Subjectivité
revistalapip -> Arquivo e Memória sobre a Roda dos Expostos do Rio de Janeiro Archive and Memory about the Wheel of the Exposed in Rio de Janeiro


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal