1. atividade de leitura



Baixar 258.68 Kb.
Página3/4
Encontro29.07.2016
Tamanho258.68 Kb.
1   2   3   4

14. ATIVIDADE DE TRAVA-LÍNGUA

  1. Foco: leitura, ortografia, consciência fonológica.

  2. Objetivos: Identificar a correspondência entre as palavras regulares e suas grafias com R e RR, grafando-as corretamente.

  3. Material utilizado: folha avulsa, contendo vários trava-línguas, para cada aluno.

  4. Etapas: A professora inicia a aula com uma investigação para saber se a turma sabe o que é trava-língua e se podem dar exemplos. Então, ela escreve no quadro os exemplos dados e outros trazidos por ela, lendo-os pausadamente para as crianças. Depois, ela pede que a turma leia as frases. Então, ela propõe que a turma leia novamente, mas bem rápido, sem travar a língua. Esta leitura será feita por toda a turma, um de cada vez, podendo o aluno escolher a trava-língua que quiser falar. Após esta leitura, a professora pede que as crianças registrem as frases no caderno. Questionamentos possíveis: Por que temos dificuldades para falar estas frases? Podemos criar outras trava-línguas? Quais as letras que mais se repetem?(aqui, a professora mostra um trava-língua por vez) E nas palavras com estas letras, quais os sons que aparecem? Podemos separar as palavras pelo som que ela faz?(aqui, a professora pode fazer esta proposta). Os trava-línguas trazidos pela professora devem ter o som do R forte e fraco repetido, para poder ser explorado o uso do R e RR com os alunos. Aqueles apresentados pelos alunos, se conterem sons do R, também serão utilizados. Os outros serão registrados no diário da professora para serem explorados em outros momentos. Após o questionamento, a professora irá propor atividades que façam o aluno perceber que o som das palavras varia quando as falamos oralmente e também na sua grafia.

  5. Intervenções pedagógicas: as intervenções se darão a partir da observação no momento da leitura realizada pelas crianças e durante a realização das atividades pelas mesmas. Ao ler os trava-línguas, a criança deve perceber as diferenças de sons que surgem nas palavras escritas com R, relacionando estas diferenças com as diversas formas de utilização do R.

  1. Sugestão de trava língua para serem utilizados pela professora:




Aranha, tatanha

aranha, tatinha.


Tatu é que arranha
a tua casinha.

A aranha arranha a rã.
A rã arranha a aranha.
Nem a aranha arranha a rã.
Nem a rã arranha a aranha.



É preto o prato do pato preto!



Pôr o rabo de barro num burro sem rabo!


Em rápido rapto, um rápido rato raptou três ratos sem deixar rastros.

Atrás da porta torta tem uma porca morta.



A lontra prendeu a
Tromba do monstro de pedra
E a prenda de prata
De Pedro, o pedreiro.



Três tigres tristes para três pratos de trigo.
Três pratos de trigo para três tigres tristes.

Essa trava é uma trova prá te entravar. Entravar com uma trova é uma trava de lascar!

O rato roeu a roupa do rei do Roma.
Rainha raivosa rasgou o resto.





  1. Leia com atenção e completa as palavras usando R ou RR quando necessário:

CA......OÇO HON.....A

CA..... OÇA MO......O

CO.....EIO GUE.......A

A.....ANHA SE.....OTE

HO....TA CO......IDA

FE......IADO BA.....ATA

TORNEI.....A BU......O

BA.......O P......ATO

CA.....INHO PO......CA

......ATO ......AINHA


  1. Quais das palavras escritas acima poderiam ser escritas tanto com R ou RR? Escreva-as abaixo:

_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



  1. Pesquise e escreva outras palavras em que isso seria possível:

_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


15. ATIVIDADE DE TEXTO DESORDENADO:


  1. Foco: leitura e produção textual

  2. Objetivo: Compreensão das partes e do todo do texto; seqüência das ações; coerência

  3. Materiais utilizados: Texto entregue com os parágrafos desordenados ao aluno; cartaz com o texto; figuras da imagem; cola; tesoura; caderno.

  4. Etapas: Motivação: a professora inicia a aula contando a história utilizando apenas as imagens e de forma desordenada, para que a criança perceba a incoerência do que está sendo contado e a organize da forma que acha correta. Depois, a professora apresenta o texto escrito em papel pardo ou cartaz para que possa ser fixado na parede, tendo o cuidado de fazer os parágrafos individualmente, para que possam ser alterados, conforme a combinação que turma achar mais conveniente. Após fixar o texto, a professora lerá a história pausadamente, a fim de fazer com que o aluno reflita sobre a ordem dos acontecimentos. Então, a professora questionará a turma: O que acharam do texto? A forma como foi contada a história está correta? Pode ser feita uma alteração desta ordem? Como vocês acham que pode ser feita?

Desta forma, as crianças perceberão que a história está invertida e que não acompanha a ordem dos acontecimentos. Então, a professora distribuirá uma folha avulsa com o texto desordenado e pedirá que a turma recorte os parágrafos e os coloquem em ordem. Após esta etapa, a professora irá pedir que as crianças leiam o texto, agora já ordenado. A leitura será feita da seguinte maneira: um aluno, escolhido aleatoriamente, lerá o seu texto. A turma deverá decidir se a forma escolhida é a mais correta ou se o texto pode ser ordenado de outra forma, que também deve ser apresentada para a turma. Quando a turma chegar a um consenso, o texto do cartaz será alterado e os parágrafos da folha avulsa serão colados ordenadamente no caderno.

  1. Intervenções pedagógicas: Através da observação individual e questionamentos, a professora desafia a criança a perceber que o texto está desordenado.



  1. Texto:

Chapeuzinho Vermelho

Era uma vez uma menina conhecida como Chapeuzinho Vermelho. Um dia sua bondosa mãe pediu que ela levasse uma cesta de doces para a sua avó que estava adoentada e morava do outro lado do bosque. Caminhando pelo bosque a menina encontrou o lobo:

- Aonde vai Chapeuzinho? - Perguntou o lobo.

- Na casa da vovó levar uma cesta de doces. - Respondeu Chapeuzinho.

- Muito bem, boa menina, por que não leva flores também?

Enquanto Chapeuzinho colhia as flores o lobo correu para a casa da vovó. Bateu a porta e imitando a voz de Chapeuzinho Vermelho pediu para entrar. Assim que entrou, o lobo malvado deu um pulo e devorou a pobre vovó inteirinha, depois colocou a touca, os óculos e se cobriu, esperando Chapeuzinho.

Quando Chapeuzinho chegou o lobo pediu para a netinha querida chegar mais perto.

- Vovó que orelhas grandes! - Disse Chapeuzinho.

- É para te ouvir melhor. - Disse o lobo.

- Que olhos enormes Vovó!

- É para te ver melhor.

- Que nariz comprido!

- É para te cheirar.

- E essa boca vovozinha, que grande!

- É pra te devorar!

Então, o terrível lobo pulou da cama e correu para pegar a assustada menina. Um corajoso lenhador que passava perto da casa ouviu o barulho e foi ver o que era. O lobo medroso tentou fugir, mas o lenhador atirou e matou o lobo mau. Chapeuzinho apareceu e disse que o lobo havia engolido sua querida vovó. O lenhador gentil abriu a barriga do lobo e tirou a velhinha sã e salva.

Texto adaptado – autor desconhecido


  1. Texto desordenado

Texto adaptado – autor desconhecido




Enquanto Chapeuzinho colhia as flores o lobo correu para a casa da vovó. Bateu a porta e imitando a voz de Chapeuzinho Vermelho pediu para entrar. Assim que entrou deu um pulo e devorou a vovó inteirinha, depois colocou a touca, os óculos e se cobriu, esperando Chapeuzinho.




- Aonde vai Chapeuzinho? - Perguntou o lobo.

- Na casa da vovó levar uma cesta de doces. - Respondeu Chapeuzinho.

- Muito bem boa menina, por que não leva flores também?





Então, o lobo pulou da cama e correu para pegar Chapeuzinho. Um lenhador que passava perto da casa ouviu o barulho e foi ver o que era. O lobo tentou fugir, mas o lenhador atirou e matou o lobo. Chapeuzinho apareceu e disse que o lobo havia engolido a vovó. O lenhador abriu a barriga do lobo e tirou a vovó sã e salva.




Quando Chapeuzinho chegou o lobo pediu para ela chegar mais perto.

- Vovó que orelhas grandes! - Disse Chapeuzinho.

- É para te ouvir melhor. - Disse o lobo.

- Que olhos enormes Vovó!

- É para te ver melhor.

- Que nariz comprido!

- É para te cheirar.

- E essa boca vovozinha, que grande!

- É pra te devorar!




Era uma vez uma menina conhecida como Chapeuzinho Vermelho. Um dia sua mãe pediu que ela levasse uma cesta de doces para a sua avó que morava do outro lado do bosque. Caminhando pelo bosque a menina encontrou o lobo:





Chapeuzinho Vermelho




  1. Imagens desordenadas:

Chapeuzinho Vermelho
























16. COMPLETANDO AS FRASES:

  1. Foco: sintaxe e semântica

  2. Objetivo: Trabalhar com adjetivos, fazendo com que a criança complete a frase, a partir de palavras soltas, dando um sentido ao texto.

  3. Materiais utilizados:

  4. Etapas: A professora irá lembrar o texto do Chapeuzinho Vermelho, utilizando figuras. Quem são os personagens que aparecem na história? Qual deles é o mais malvado? Quem é o mais velho? O que faz um lenhador? Por que Chapeuzinho estava sozinha na floresta? A quem ela levaria doces? Então, irá propor à turma que procure no texto que eles têm no caderno palavras que dão características aos personagens. Pede aos alunos que registrem estas palavras designando o personagem a qual cada característica pertence. Após, a professora escreverá no quadro uma atividade onde os alunos deverão escolher, dentre várias qualidades, uma que acreditam se encaixar com o personagem. Os alunos registrarão esta atividade no caderno e, em grupo de até quatro alunos, irão realizá-la. Quando a tarefa estiver terminada, os grupos apresentarão a sua frase construída para a turma. Se houver alguma frase diferente, esta será registrada por todos no caderno.

  5. Intervenções pedagógicas: A professora observará os grupos, auxiliando quando não souberem o significado de alguma palavra.


  1. Procura, na caixinha de palavras, aquela que melhor se relaciona com o texto e complete-o:



corajoso – pobre – vermelha – malvado – rica – distraída – tonto – mal – perverso – grande – esperto – alegre – tenebroso – velha – habilidoso – enorme – falecido – bondosa – pequeno – inteligente – bonito – feio

Então, o lobo__________ pulou da cama e correu para pegar a ____________Chapeuzinho. Um ____________lenhador que passava perto da casa______________ ouviu o ____________barulho e foi ver o que era. O lobo ___________tentou fugir, mas o ___________lenhador atirou e matou o _____________lobo. A _____________Chapeuzinho apareceu e disse que o lobo_____________ havia engolido a __________vovó. O __________lenhador abriu a ____________barriga do ____________lobo e tirou a ___________vovó sã e salva.




  1. Escreve no caderno palavras que caracterizam as palavras da história Chapeuzinho Vermelho:

Chapeuzinho:____________________________________________________

Lobo:___________________________________________________________

Vovó:___________________________________________________________

Lenhador:_______________________________________________________

Mãe:___________________________________________________________

Orelhas:________________________________________________________

Olhos:__________________________________________________________

Nariz:___________________________________________________________



Boca:___________________________________________________________

17. ATIVIDADE DE SARVALAPO:

  1. Foco: Leitura, análise.

  2. Objetivo: Ler pequenos textos utilizando estratégias de seleção, predição e inferência.

  3. Material utilizado: fichas com sarvalapos, caderno para registro das descobertas.

  4. Etapas: A professora inicia a aula explicando aos alunos o que são sarvalapos: são palavras (substantivos) que designam o texto escrito nas fichas. Então, ela divide a turma em dois grupos e distribui a cada grupo fichas, em números iguais, contendo sarvalapos. Os grupos terão que, a partir das pistas apresentadas, descobrirem os sarvalapos que possuem. Em um segundo momento, os grupos fazem um jogo, perguntando um ao outro o que são os sarvalapos. As respostas serão registradas no quadro para saber qual grupo acertou mais. Os grupos também podem inventar novos sarvalapos ou dificultar aqueles trazidos pela professora. Ao final, todos devem registrar no caderno os sarvalapos apresentados.

  5. Intervenções pedagógicas: A professora deve observar a criação individual e coletiva dos alunos, questionando sobre os sarvalapos. Quando alguma característica criada pelos alunos não condizer com o substantivo, a professora deverá questionar o grupo para que eles reflitam sobre a escolha feita.



  1. Exemplos de fichas contendo sarvalapos:































15. Adoro assistir TV sentada em um sarvalapo. Existem sarvalapos de vários tamanhos, cores e materiais. O meu é de chenile, mas já tive um sarvalapo de couro. Já vi até um sarvalapo feito de garrafas PET.

Sarvalapo é _____________



16. Possuir sarvalapos é uma característica das pessoas. As mulheres cuidam muito de seus sarvalapos alisando-os, encrespando-os e fazendo-os mudar de cor. Os homens usam seus sarvalapos geralmente curtos, porém alguns preferem compridos. As pessoas costumam lavar seus sarvalapos todos os dias, mas há muitos que só lavam quando estão muito sujos. Estes geralmente possuem hóspedes em seus sarvalapos.

O sarvalapo é: ____________



18. EMPREGO DO X E CH

  1. Foco: ortografia, irregularidades contextuais.

  2. Objetivos: trabalhar o som do X em função do contexto em que aparece a relação letra-som.

  3. Material utilizado: Texto, em folha avulsa, para ser completado.

  4. Etapas: Motivação: A professora inicia uma conversação investigando com os alunos palavras que possuem o som do X. Durante a investigação, a professora questiona os alunos para saber que letras usamos nestas palavras para formar este som e que os levem a perceber que o uso de X e CH nestas palavras é uma irregularidade. As palavras serão escritas no quadro para futuro registro no caderno. Após a investigação, a professora apresentará para a turma um texto maluco, onde faltam letras e que deve ser completado com as letras que fazem o som do X (X e CH). Ela distribuirá a folha aos alunos e fará uma leitura coletiva, tomando o cuidado para ler exatamente como está escrito. Após a leitura, a professora questionará a turma para saber o que falta no texto. O que está acontecendo com o texto? O que está faltando? Qual o som que completa as palavras? Que letras podemos usar para fazer este som? Quando as crianças perceberem que o texto está incompleto, a professora pedirá que eles o completem. Quando todos tiverem com o texto terminado será feita uma leitura coletiva e as correções devidas, sempre incentivando o aluno a refletir sobre as escolhas feitas. Ao final da atividade, a professora pedirá que as crianças façam o registro das palavras no caderno, separando-as em duas colunas, usando como referência as letras X e CH. Para memorização desta irregularidade, a professora pode pedir aos alunos que complementem esta tabela com outras palavras que deverão ser procuradas utilizando um didionário.

  5. Intervenções pedagógicas: a professora fará o papel de desiquilibrador, questionando os alunos, mas sempre no sentido de perguntar e nunca dando as respostas, que devem ser buscadas na interação entre a criança e o objeto língua.




  1. Use Ch ou X para completar as palavras do texto:

Fomos até a __ácara do Sr. Ale__andre para comprar __u__u, __icória, amei__a e algumas ervas para fazer __á.

Ao __egarmos, encontramos o __acareiro trabalhando duro com sua en__ada, reme__endo a terra para um novo canteiro de repolho ro__o.

En__emos duas cai__as com as nossas compras e voltamos rapidinho para a casa, pois logo iria __over.

__eios de pressa, vasculhamos as bolsas, mas não encontramos as __aves. Deu até vontade de __orar, pensamos que poderíamos tê-las perdido. O jeito foi voltar à __ácara. __egamos junto com a __uva e fomos abrigados no __armoso __alé do Sr. Ale__andre para não ficarmos en__arcados. E, para nossa surpresa, lá estavam as nossas __aves, que foram a__adas debai__o de um ca__o de uvas.



  1. Agora, escreve na coluna correta as palavras que você escreveu no texto:

Palavras com X

Palavras com CH









  1. Preenche os espaços vazios usando X ou CH. Depois, escreve as palavras na coluna certa:





Palavras com X

Palavras com CH






1   2   3   4


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal