1. missãO 8 visão de futuro “turismo e lazer odivelas 2010” 9



Baixar 470.51 Kb.
Página12/13
Encontro29.07.2016
Tamanho470.51 Kb.
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   13


Investimento directo total previsto ........................ 60.350.000


Projecto

(P 1.1)
Roteiro Histórico

Descrição

Produto que consiste na visita ao Concelho com suporte numa edição em livro, mapa com percurso, sinalização indicativa e informativa e placas interpretativas nos locais.

Este roteiro segue uma lógica histórica mas pode também sugerir eventos temáticos, por exemplo sobre figuras ligadas à literatura ou ao teatro como Padre

António Vieira, Almeida Garrett ou Gil Vicente (sendo o cenário indicado o Convento de Odivelas).

Com um sentido mais lúdico e menos erudito, é possível também organizar produtos para as escolas do tipo “Caça ao Tesouro” ou, para o segmento familiar, produtos do tipo “Rallye Paper”.



Localização

Extensiva aos sítios e monumentos.

Enquadramento Estratégico

Eixo 1 – Valorização da História e Património Cultural.

Objectivos/Justificação

Valorização da imagem interna e externa do Concelho.

Segmento-alvo

População escolar e famílias.

Promotor

Município de Odivelas – Divisão de Turismo

Estimativa de Investimento

100.000 €

Condições de Viabilidade

Cabimento no Plano de Actividades da Divisão de Turismo.

Horizonte Temporal

2002.

Articulação com outros projectos/acções

Parque Temático Histórico



Projecto Acção

(P 1.2)

Parque Temático Histórico

Descrição

Criação de um parque temático com encenação do roteiro histórico que marca a génese e evolução do território que hoje é o concelho de Odivelas combinando um mix de suportes multimédia do tipo realidade virtual, hologramas, recriação robotizada com os sítios e memórias ainda visíveis.

Localização

O parque será polinucleado, com as seguintes localizações para os pólos principais:

  • À entrada de Odivelas, junto ao interface, no Parque Urbano do Rio da Costa, um edifício multifuncional com cerca de 1000 m2 com funções de pólo de animação, com sala de exposições e auditório, que pode acolher o primeiro pólo com exposição utilizando os multimédia mais avançados para encenar a totalidade do roteiro histórico, com a vantagem de existir uma ligação pedonal ao Largo D. Dinis que será o segundo pólo;

  • No Largo D. Dinis, desenvolvia-se no cenário autêntico a época medieval, podendo usar-se meios mais naturais, por exemplo à semelhança da Feira Medieval acrescentando-lhe conteúdos interpretativos;

  • Na Pontinha marcava-se a saída no museu do Posto de Comando do MFA.



Enquadramento Estratégico

Eixo 1 – Valorização da História e Património Cultural.

Este é o principal projecto-âncora da estratégia proposta.



Objectivos/Justificação

Valorização da imagem interna e externa do Concelho.

Desenvolvimento de conteúdos e de usos de novas tecnologias de informação.

Ensino e formação em novas tecnologias de informação.

Qualificação da Quinta da Memória.



Segmento-alvo

População escolar, jovens e famílias.

Promotor

Município de Odivelas, com possível associação a outras instituições e recurso a patrocínios ou parcerias com empresas de novas tecnologias.

Estimativa de Investimento

1.500.000 €

Condições de Viabilidade

Possível apoio financeiro do Programa Operacional Regional de Lisboa e Vale do Tejo complementado com investimento municipal, privado e patrocínios.

O centro multimédia proposto tem condições de viabilidade económica autónoma.



Horizonte Temporal

2005

Articulação com outros projectos/acções

Roteiro histórico.

Qualificação da gastronomia e restaurantes.

Criação de infraestruturas turísticas.

1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   13


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal