1 Série: 3ª do Ensino Médio Turmas: “A”, “B” e “C” Ano letivo: 2011 planejamento anual I – apresentaçÃO



Baixar 37.06 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho37.06 Kb.


COLÉGIO ESTADUAL “JOÃO XXIII”
Disciplina: História Profº Givaldo Santos de Jesus1

Série: 3ª do Ensino Médio - Turmas: “A”, “B” e “C” Ano letivo: 2011


PLANEJAMENTO ANUAL

I – APRESENTAÇÃO:
A disciplina História na 3ª Série do Ensino Médio permite aos alunos, o estudo das ações humanas estabelecendo uma relação do passado com o presente e um olhar para o futuro. Os objetivos gerais são baseados nos princípios norteadores estabelecidos pelos PCN’s (Parâmetros Curriculares Nacionais) para o ensino de História no nível Médio. Espera-se que ao longo desta série os alunos possam ampliar a compreensão de sua realidade, relacionando-a com outras realidades históricas; abrir a discussão do conhecimento histórico possibilitando o debate e questionamentos das relações econômicas, políticas, sociais e culturais em diferentes tempos e espaços. Dessa forma, espera-se que a disciplina História colabore na construção da cidadania e que leve os alunos a pensarem de forma autônoma e crítica, a sociedade global em que estão inseridos, além de prepará-los para o vestibular.
II – OBJETIVOS:

2.1 - OBJETIVOS GERAIS: O ensino de História na 3ª Série do Ensino Médio atende à necessidade de desenvolver competências intelectuais quanto à tarefa de formar cidadãos para uma vida solidária e democrática, trabalhando além do conteúdo programático de História, temáticas importantes como: Letramento, Direitos humanos; Meio ambiente; Diversidade cultural e étnico-racial, e Saúde e prevenção na escola. Nesse sentido, apresentam-se como objetivos gerais:

- Compreender as características da sociedade atual, identificando as relações sociais e econômicas, os regimes políticos, as questões ambientais, comparando-as com as características de outros tempos e lugares;

- Valorizar o patrimônio sociocultural e respeitar as diferenças entre as pessoas, os grupos e os povos, considerando-as um elemento importante da vida democrática;

- Desenvolver uma atitude de solidariedade e compromisso social, valorizando a justiça e os direitos fundamentais do ser humano;

- Desenvolver a competência leitora, aprendendo a observar, interpretar e emitir opiniões sobre diferentes tipos de textos, contínuos ou descontínuos.

- Entender a importância da pesquisa como instrumento para o conhecimento do passado e o entendimento do presente;

- Construir e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para a compreensão de fenômenos naturais, de processos histórico-geográficos, da produção tecnológica e das manifestações artísticas;

- Construir a identidade pessoal e social na dimensão histórica, a partir do reconhecimento do papel do indivíduo nos processos históricos simultaneamente como sujeito e como produto dos mesmos;

- Conhecer e valorizar a pluralidade do patrimônio sociocultural brasileiro, bem como aspectos socioculturais de outros povos e nações, posicionando-se contra qualquer discriminação baseada em diferenças culturais, de classe social, de crenças, de sexo, de etnia ou outras características individuais;

- Compreender que a saúde é um direito de todos e uma dimensão essencial do crescimento e desenvolvimento do ser humano.
2.2 – OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Os objetivos específicos do ensino de História nesta série atende à necessidade de desenvolver habilidades e competências intelectuais quanto à tarefa de formar cidadãos para uma vida solidária e democrática. Nesse sentido, apresentam-se como objetivos:

- Construir uma idéia clara dos acontecimentos e de sua sucessão no tempo;

- Localizar os acontecimentos no tempo e relacioná-los segundo critérios de anterioridade, posterioridade e simultaneidade;

- Questionar a realidade atual, identificando os principais problemas e apresentando propostas de solução, considerando seus próprios limites e possibilidades;

- Utilizar fontes históricas em suas pesquisas escolares;

- Desenvolver iniciativas e autonomia na realização de trabalhos individuais e coletivos;

- Valorizar a paz como forma de solução dos conflitos.

- Aperfeiçoar o uso das tecnologias como ferramentas importantes para o processo ensino-aprendizagem;

- Compreender a cidadania como um processo em construção através da participação social e política, exercendo direitos e deveres, e adotando no dia-a-dia atitudes de solidariedade e repúdio às injustiças;

III – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DA UFS:

* PRIMEIRO BIMESTRE:

- A Primeira Guerra Mundial e seus reflexos no Brasil;

- Revolução Russa;

- A Questão Social na República Velha;

- A Cultura na República Velha;

- O Movimento Tenentista no Brasil e em Sergipe;

* Objetivos:

- Identificar os fatores que levaram à Primeira Guerra Mundial e situar no tempo os principais acontecimentos do conflito;

- Destacar as circunstâncias que favoreceram a primeira revolução socialista no mundo e caracterizar o regime implantado na União Soviética;

- Caracterizar o processo de transição da monarquia para a república no Brasil, destacando os fatores principais da crise do regime monárquico;

- Identificar as características do regime republicano implantado no Brasil em 1889;

- Conhecer os conflitos políticos, econômicos e sociais durante a República Velha no Brasil;

- Analisar os fatores que desencadearam as tensões sociais no campo;

- Apontar as características das tensões sociais na zona urbana;

- Conhecer a atuação do Movimento Tenentista em Sergipe.


* SEGUNDO BIMESTRE:

- A Crise do Capitalismo e o Período Entre-guerras;

- Os Regimes Totalitários Europeus e Latino-americanos;

- A Segunda Guerra Mundial;

- A Era Vargas. Sergipe sob o domínio dos Interventores (1930-1945);

- Descolonização da Ásia e da África;

* Objetivos:

- Caracterizar o período entre-guerras, destacando a importância do Tratado de Versalhes e da crise econômica de 1929 para a vitória do nazismo na Alemanha;

- Compreender a importância dos direitos humanos em contraposição à experiência européia dos totalitarismos; defender a democracia e os princípios universais da justiça, da tolerância e da solidariedade;

- Reconhecer os principais acontecimentos da Segunda Guerra Mundial e destacar os resultados do conflito na configuração do mundo bipolar;

- Desenvolver uma atitude de repúdio às guerras e de outras violências, e de valorização do diálogo, da tolerância, da paz e da justiça.

- Identificar as principais características do contexto histórico que possibilitou a vitória do movimento de 1930 no Brasil;

- Caracterizar o Estado Novo do ponto de vista político, econômico e social e compreender o contexto em que esse regime foi instalado;

- Destacar alguns elementos da produção cultural da Era Vargas, inserindo-a no contexto geral da época;

- Caracterizar a Guerra Fria em seus diversos aspectos (político, produção cultural, ciência, esportes e vida cotidiana);

- Perceber os fatores que definem e problematizam a descolonização da África e da Ásia.


* TERCEIRO BIMESTRE:

- A Redemocratização (1945-1964) e o Desenvolvimentismo;

- Os Governos Militares e a Política Econômica e Social;

- Movimentos Sociais na América Latina;

- Sergipe sob o Regime Militar;

- A Crise do Regime Militar: a Abertura e o Movimento Sindical no Brasil;

* Objetivos:

- Perceber as mudanças ocorridas no Brasil durante a redemocratização e o desenvolvimentismo;

- Identificar e ordenar os principais acontecimentos políticos do Brasil entre 1945 e 1988;

- Apontar as principais características do segundo governo de Getúlio Vargas;

- Identificar o avanço do capitalismo durante o governo de JK;

- Citar os principais acontecimentos dos governos de Jânio Quadros e João Goulart;

- Analisar as características dos movimentos sociais na América Latina;

- Caracterizar o regime implantado no Brasil em 1964;

- Analisar as principais produções culturais do Brasil do período da ditadura militar, relacionando-as com as condições da época;

- Apontar os governos militares de 1964 a 1985 no Brasil e em Sergipe;

- Analisar os fatores da crise do regime militar no Brasil e em Sergipe;

- Identificar a participação dos movimentos sociais na luta contra a ditadura militar no Brasil e em Sergipe.


* QUARTO BIMESTRE:

- Movimentos Sociais e Culturais no Brasil nas décadas de 60 e 80;

- Sociedade e Cultura em Sergipe Contemporâneo;

- A Crise do Socialismo, as Lutas Inter étnicas na Europa e no Oriente Médio;

- A Globalização e seus efeitos.

* Objetivos:

- Analisar a atuação dos movimentos sociais e as principais produções culturais do Brasil nas décadas de 60 e 80;

- Identificar as características da sociedade e da cultura em Sergipe contemporâneo;

- Compreender o contexto econômico, político, social e cultural brasileiro na Nova República;

- Reconhecer as mudanças ocorridas a partir da queda dos regimes socialistas, da nova configuração política do Leste europeu e da União Soviética;

- Destacar os principais fatores do conflito entre israelenses e palestinos e conhecer os principais itens da iniciativa de Genebra;

- Questionar a realidade socioeconômica do Brasil atual;

- Caracterizar a nova ordem mundial, destacando o papel exercido pelos Estados Unidos e os fatores que sustentam a hegemonia norte-americana;

- Compreender a Cronologia da história política recente do Brasil e inseri-la no contexto das mudanças internacionais;

- Identificar as principais características do processo de globalização;

IV – METODOLOGIA:
O processo de ensino-aprendizagem será desenvolvido a partir das experiências e do conhecimento prévio dos alunos para chegar à sistematização do conhecimento científico. O trabalho privilegiará aulas expositivas e a prática dialógica, levando em conta o contexto em que estão inseridos os alunos, a produção historiográfica referente ao conteúdo programático e o professor que proporcionará a exposição do conteúdo e o debate de forma articulada entre a História econômica, política, social e cultural, possibilitando o surgimento de vozes de grupos e classes sociais antes silenciadas e relacionando a História com as demais ciências Humanas. O conhecimento histórico deve ser trabalhado de forma que desenvolva nos alunos a autonomia intelectual e o pensamento crítico, bases importantes da formação da cidadania, preparando os alunos para viver em sociedade e para o vestibular.

Conhecer o passado nos permite compreender melhor a realidade em que vivemos. Para facilitar este estudo empregaremos diferentes linguagens: o cinema, a música, a televisão, a internet, etc. O professor deve ser autônomo em seu planejamento, utilizando textos, imagens, livros didáticos e paradidáticos, ou seja, atividades correspondentes ao cotidiano dos alunos e aos objetivos de trabalho estimulando o conhecimento de novas realidades e a produção de textos, pesquisas históricas, murais explicativos, entre outros.



IV – PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS:

- Aulas expositivas;

- Aulas multimídias (filmes históricos, documentários, TV escola, slides, sites de pesquisa, blogs, músicas, dentre outros);

- Utilização do livro didático adotado pela escola como texto base;

- Leitura de textos complementares através de autores diversos;

- Organização de exposições e debates;

- Simulados, exercícios e pesquisas;

- Trabalhos individuais, em dupla ou em grupos;

- Trabalhos com a compreensão/interpretação de textos históricos e outros;

- Painel de curiosidades;

- Palestras, debates e dramatizações;

- Trabalhar com temas transversais e interdisciplinares;

- Análise de músicas;

- Confecção de painéis e cartazes;

- Júri-simulado: julgamento de Hitler e Getúlio Vargas;

- Filmes e documentários: O Cangaceiro; A Era Vargas; A Vida é Bela; O que é isso Companheiro; Lamarka; Carandiru; Cidade de Deus; Escritores da liberdade; Vista minha pele.


V – RECURSOS DIDÁTICOS:

- Quadro, pincel e apagador;

- Apostilas, resumos, dicionários;

- Textos complementares;

- Retroprojetor e transparências;

- Tv e vídeo, equipamentos de som, data-show;

- Livros didáticos, paradidáticos e revistas;

- Utilização de mapas, globos e materiais concretos;

- Acervo da biblioteca pública municipal e biblioteca da escola.

- Computador, internet (sites de pesquisa) – Laboratório de informática;

- Jogos educativos, entre outros.
VII – PROJETOS:

1. Direitos Humanos: É hora de refletir e agir – O projeto visa desenvolver atividades pedagógicas que proporcionem mudanças de postura de alunos e professores na direção de uma educação voltada para os direitos humanos e de inclusão social e cultural.

2. Diagnóstico Ambiental de Ribeirópolis-SE – Diagnosticar as áreas ambientais degradadas e vulneráveis no município de Ribeirópolis-Se, a fim de conhecer melhor o meio ambiente e trabalhar a Educação Ambiental de forma global e local, propondo mudanças de comportamento, usando os recursos naturais de forma equilibrada e correta.

3. Saúde e prevenção na escola – O projeto visa compreender que a saúde é um direito de todos e uma dimensão essencial do crescimento e desenvolvimento do ser humano.

4. Relações étnico-raciais – O projeto visa construir uma identidade pessoal e social na dimensão histórica, valorizando a diversidade dos povos e nações, posicionando-se contra qualquer forma de discriminação baseada em diferenças culturais, de classe social, de crenças, de gênero e de etnia.
5. Excursão com projeto definido e autorização dos pais:

* Excursão para Estância – Tem como objetivo facilitar o processo ensino-aprendizagem através das disciplinas História e Geografia de forma interdisciplinar, mostrando na prática a teoria trabalhada em sala de aula, combatendo a evasão, a repetência e promovendo mudanças de postura na direção de uma educação menos excludente.



VIII – ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES PEDAGÓGICAS:

O acompanhamento e avaliação visam identificar o desenvolvimento das atividades planejadas durante as aulas e o desenvolvimento das atividades propostas. A avaliação deve abranger não apenas as atividades, mas também a própria estratégia, sem com tudo perder de vista a meta a ser alcançada. Através da avaliação qualitativa podemos identificar os acertos a as insuficiências, norteando e reconstruindo as atividades de forma que atinjam os objetivos propostos. Dessa forma, a avaliação representa um momento de reflexão sobre a prática das atividades, servindo de indicadores para o bom desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem e para a construção de uma escola melhor e menos excludente.



IX – AVALIAÇÃO DO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM:
No processo de avaliação é importante considerar o conhecimento prévio dos alunos e relacioná-los com as mudanças que ocorreram no processo de ensino e aprendizagem. Deve-se identificar a apreensão dos conteúdos, conceitos, procedimentos e atitudes dos alunos comparando o antes, o durante e o depois. A avaliação deve também contemplar uma auto-avaliação do docente refletindo sobre as intervenções didáticas e os seus resultados possibilitando o replanejamento ou não das atividades. Os instrumentos de avaliação serão: participação oral dos alunos durante as aulas; atividades extraclasse; produções individuais, em dupla ou em grupos; provas de v ou f, múltipla escolha, dissertativas, simulados, entre outras.

X – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
ARRUDA, José Jobson de A e PILETT, Nelson. Toda a História: História Geral e do Brasil. 8ª ed. São Paulo: Ática, 1999.
BRASIL, Ministério da Educação/Secretaria de Educação Média e Tecnologia. Parâmetros

Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação, 1999.


BRASIL, Ministério da Educação/Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana. Brasília: Ministério da Educação, 2005.
COTRIM, Gilberto. História Global: Geral e do Brasil. São Paulo: Saraiva, 1999.
CORRÊA, Antônio Wanderley de Melo e ANJOS, Marcos Vinícius dos. História de Sergipe para Vestibulares e outros concursos. Aracaju: Infographic’s Gráfica e Editora, 2003.
FIGUEIRA, Divalte Garcia. História: Série Novo Ensino Médio. Vol. Único. São Paulo: Ática. 2002.
MELLO, Leonel Itaussu Almeida e COSTA, Luís César Amad. História Antiga e Medieval. São Paulo: Scipione, 1999.
___________________________________. História Moderna e Contemporânea. São Paulo: Scipione, 1999.

____________________________________, História do Brasil. São Paulo: Scipione, 1999.


MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/Secretaria da Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Orientações e Ações para a Educação das Relações Étnico-raciais. Brasília: SECAD, 2006.
PETTA, Nicolina Luiza de. e OJEDA, Eduardo Aparício Baez. História: Uma Abordagem Integrada. 1ª ed. Vol. Único. São Paulo: Moderna, 2001.

SANTOS, Lenalda Andrade e OLIVA, Terezinha Alves. Para Conhecer a História de Sergipe. Aracaju: Opção Gráfica, 1998.


SERIACOPI, Gislaine Campos Azevedo e SERIACOPI, Reinaldo. História: Volume Único. 1ª Ed. São Paulo: Ática, 2007. (Livro adotado pela escola).
VICENTINO, Cláudio e DORIGO, Giannpaolo. História Geral e do Brasil. Vol. Único. São Paulo: Scipione, 2001. (Série Parâmetros).



1 Graduado em História, Especialista em Educação e Gestão, e Mestre em Geografia Agrária pela Universidade Federal de Sergipe.


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal