1. Unidade Curricular: 1 Área científica: 31 4– Economia



Baixar 39.64 Kb.
Encontro04.08.2016
Tamanho39.64 Kb.


INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA

ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA



Licenciatura em Engenharia Alimentar Ref.ª 1322004
Descritor da Unidade Curricular
Economia Agro-Alimentar


1. Unidade Curricular:

1.1 Área científica: 31 4– Economia

1.2 Tipo (Duração): semestral     

1.3 Ano/Semestre: 2/4

1.4 Tempo de trabalho (horas) (1): 80

Horas de Contacto (2)

Projectos

Trabalhos no terreno

Estudo

Avaliação

Total

T

TP

PL

TC

S

E

OT

O

-

51

-

-

-

-

17

-

-

-

10

2

80




  1. “ O número total de horas do estudante, incluindo todas as formas de trabalho previstas, designadamente as horas de contacto e as horas dedicadas a estágios, projectos, trabalhos no terreno, estudo e avaliação”

  2. Indicar para cada actividade [usando a codificação constante na alínea e) do nº 3.4 das normas) o número de horas totais; “o número de horas de contacto totais distribuídas segundo o tipo de actividade adoptada [ensino teórico (T), teórico-prático (TP) prático e laboratorial (PL), trabalho de campo (TC), seminário (S), estágio (E), orientação tutorial (OT), outra (O)]”


1.5 Créditos ECTS: 3 (três)

2. Requisitos e Precedências

Não tem.


3. Contexto

A unidade curricular de Economia Agro-alimentar, ao abordar os princípios e fundamentos básicos da teoria económica visa contribuir para o desenvolvimento do raciocínio económico dos alunos e para a sua capacidade de análise e interpretação dos fenómenos económicos que influenciam as fileiras agro-alimentares, bem como sensibilizá-los para a importância desses conhecimentos na tomada de decisão.



4. Competências

O estudante que complete com sucesso esta unidade curricular, terá desenvolvido as seguintes competências:



  1. Conhece os conceitos e as metodologias mais usadas pela ciência económica

  2. Compreende as redes de relações entre os agentes económicos, os organismos reguladores e o sector alimentar

  3. Compreende os mecanismos de formação de preços em economia de mercado

  4. Compreende as especificidades do sector agro-alimentar

5. Conteúdos e Metodologias de Ensino

Para a concretização dos objectivos da unidade curricular e a aquisição pelos estudantes das competências previstas, o processo de ensino aprendizagem assenta na articulação de diversas metodologias:

1. Na exposição oral;

2. Na resolução de aplicações práticas (exercícios; análise de textos; estudos de caso);

3. Em actividades de pesquisa orientada pelo docente, a realizar durante o tempo de contacto.

6. Resultados de Aprendizagem

Explicitam-se abaixo, por cada uma das competências consideradas, os resultados de aprendizagem sobre os quais incidirá a avaliação do seu domínio.



Competência 1:

  1. Enuncia os problemas fundamentais que se colocam à Ecoomia;

  2. Descreve as principais metodologias usadas na ciência económica;

  3. Aplica os conceitos de custo de oportunidade, de disposição a pagar e a receber;

  4. Explica o conceito de fronteira de possibilidades de produção.

Competência 2:

  1. Descreve o circuito económico e e as relações entre os diversos agentes;

  2. Calcula e interpreta indicadores de produtividade e de rendibilidade das empresas;

  3. Descreve as funções do Estado e dos organismos reguladores

  4. Explica os efeitos das políticas macroeconómicos no sector alimentar

Competência 3:

  1. Explica os conceitos de oferta e procura;

  2. Identifica as determinantes da oferta e da procura e o efeito sobre o mercado de alterações na sua estrutura;

  3. Determina e interpreta os valores das elasticidades da procura e da oferta;

  4. Determina preços e quantidades de equilíbrio em concorrência perfeita e explica as consequências de imperfeições de mercado sobre esse equilíbrio.

Competência 4:

  1. Descreve as principais fileiras agro-alimentares portiuguesas e as suas estratégias de desenvolvimento.

  2. Analisa a evolução do sector alimentar nos países industrializados, do lado da oferta e da procura.

7. Organização Modular de Avaliação

Módulo 1: Agentes e circuitos económicos

Objectivos: Este módulo avalia os resultados de aprendizagem referentes às competências 1 e 2

Peso: 40%.

Avaliação: Componentes a classificar e instrumentos de avaliação: 1) trabalhos práticos realizados individualmente ou em grupo pelos alunos no tempo de contacto (40%); 2) teste escrito (60%).

Módulo 2: Mercado

Objectivos: Este módulo avalia os resultados de aprendizagem referentes à competência 3

Peso: 30%.

Avaliação: Componentes a classificar e instrumentos de avaliação: 1) trabalhos práticos realizados individualmente pelos alunos n0 tempo de contacto (40%); 2) teste escrito (60%).

Módulo 3: Fileiras agro-alimentares

Objectivos: Este módulo avalia os resultados de aprendizagem referentes à competência 4

Peso: 30%.

Avaliação: Componentes a classificar e instrumentos de avaliação: pesquisa, a realizar em grupo, no tempo de contacto, com elaboração de relatório escrito (60%) e apresentação oral (40%).

8. Avaliação em Exame:

Exame escrito



9. Condições para aproveitamento na UC:

Um aluno fica aprovado quando tenha cumprido o valor mínimo de presenças nas aulas (75% para cada tipo de aula), obtido uma média ponderada das classificações dos módulos igual ou superior a 9,5 valores e uma classificação em cada um dos módulos igual ou superior a 8,0 (oito) valores. Em cada ano lectivo, um aluno que não obtenha aprovação durante o período de leccionação pode ter acesso a uma reavaliação, por módulo, havendo duas chamadas, em época prevista no calendário académico. Um aluno tem acesso a reavaliação quando a soma dos pesos dos módulos com classificação igual ou superior a 8,0 valores corresponda ao mínimo de 33% e tenha cumprido o valor mínimo de presenças nas aulas.

A avaliação em exame, em época normal ou de recurso, contempla os alunos a quem, por força de lei, não possa ser exigida a presença nas aulas e a melhoria de classificação.

10. Bibliografia:

ANDRADE, J.– Introdução à Economia. Lisboa: Minerva, 1998.

FRANK, R.– Microeconomia e Comportamento. Lisboa: Mc Graw Hill, 1997.

FRANK, R. e BERNANKE, B. – Princípios de Economia. Lisboa: Mc Graw Hill, 2003.

LAGRANGE, L. – La commercialisation dês produits agricoles et alimentaires. Paris: Lavoisier, 1995.

MALASSIS, L. e GHERSI, G. (coord.) – Initiation al’Economie Agro-Alimentaire. Paris: Hatier, 1992.

SAMUELSON, P. e NORDHAUS, W. – Economia. 16 ª ed. Lisboa: Mc Graw Hill, 1999.

O(s) Regente(s) O Director de Curso

_______________________ __________________________




Bencanta - 3040 COIMBRA - Telef. (239)80 29 40 - Fax (239)813612

Cont. N.º 600 014 304


[ Introdução à Profissão I] Pág. de


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal