1011 m ordomia cristã como a mordomia cristã nos ajuda a andar com deus



Baixar 23.16 Kb.
Encontro19.07.2016
Tamanho23.16 Kb.


1011
M ORDOMIA CRISTÃ


COMO A MORDOMIA CRISTÃ NOS AJUDA A ANDAR COM DEUS

Pr. Alberto Ribeiro de Souza



I - Introdução
“A Mordomia Cristã ocupa vasto e importante lugar na vida e serviço de todo cristão. Os princípios de fé envolvidos no assunto, e nossa compreensão deles tornam-se continuamente mais claros, e essa clareza revela mais e mais sabedoria, amor e graça de Deus.”

“A Mordomia Cristã ajudará a ter uma experiência cristã mais profunda e mais plena. Se ele cumprir os requisitos práticos da doutrina da Mordomia Cristã, toda a sua vida com Cristo, terá cada vez mais sentido.” Um Sacrifício Vivo, pág. 7

A mordomia ajuda-nos a andar com Deus porque ela nos orienta nas quatro áreas da vida: a mordomia do corpo, talentos, tempo e bens.



Ainda mais: A mordomia cristã ajuda-nos a desenvolver um caráter à semelhança do caráter de Cristo.

“E o caráter formado segundo a semelhança divina é o único tesouro que deste mundo podemos levar para o futuro... Que importância tem pois, nesta vida o desenvolvimento do caráter.” Parábolas de Jesus, pág. 332
II - O que significa andar com Jesus
1. Andar junto com alguém significa muito...

  1. Uma pessoa só andará junto com outra se ambas tiverem alguma coisa em comum. Precisa haver afinidade de pensamentos, de princípios e de interesse.

  2. A própria Bíblia pergunta: “Andarão dois juntos se não houver entre eles acordo?” Amós 3:3

  3. Para que duas pessoas andem juntas precisa haver entre elas um grande respeito mútuo. Se uma desrespeitar os direitos da outra, a harmonia desse companheirismo será desfeita. Brotará a desconfiança e virá inevitavelmente, a destruição.

  4. Para que duas pessoas andem juntas precisa haver entre elas amor. O amor aplaina as asperezas do caminho; o amor perdoa as ofensas; o amor une e envolve as pessoas como um manto de felicidade. Vemos hoje tantos casamentos desfeitos porque acabou entre os cônjuges o respeito e o amor. Por isso não conseguem mais andar juntos.

  5. Muitas vezes andar juntos significa sacrifício e abnegação. Vemos pessoas caridosas que cuidam de inválidos, doentes contagiosos ou agressivos. São pessoas que possuem uma grande dose de abnegação e amor.


2. Andar com Deus significa muito mais.

  1. A presença de Deus traz-nos segurança, paz e conforto. A pessoa que durante a vida andou com Deus, quando sente a aproximação da morte está tranqüila e segura, pois a presença de Deus está com ela.

  2. Uma criança, segurando a mão de seu pai, poderá andar no escuro ou em lugares perigosos sem sentir nenhum medo, pois o contato da mão forte do pai vai fazê-la sentir-se segura.

  3. Andar com Deus significa entregar nossa vida incondicionalmente aos Seus cuidados. Significa confiar em sua direção; significa entregar a Ele nosso medos, nossas incertezas, nossas mazelas, nossas dúvidas.

  4. Andar com Deus significa não sentir medo nem do presente nem do futuro. É deitar e adormecer como o salmista: “Em paz me deito e logo pego no sono, porque o Senhor, só Tu me fazes repousar seguro.” Salmo 4:8


3. Sem Deus sucumbiremos

  1. Sansão foi criado e educado para livrar Israel dos midianitas. Porém, afastou-se de Deus e se transformou num palhaço nas mãos daqueles que ele deveria derrotar.

  2. Saul afastou-se de Deus e viu seu exército ser derrotado; viu seus filhos morrerem e ele próprio teve um terrível fim. Como a história do primeiro rei de Israel teria sido diferente se ele tivesse andado com Deus até o fim de sua vida!

  3. Judas andou tanto com Jesus! Poderia ter seu nome gravado na galeria dos apóstolos; porém, a cobiça e a ambição que enchiam seu coração, levaram-no a um caminho sem volta, e, finalmente, ao suicídio. Não andar com Deus é catastrófico, é suicídio moral e espiritual.


III - A importância e a necessidade de andar com Deus
1. Andar com Deus traz descanso e libertação:

  1. Mateus 11:28. Neste mundo de tanta correria atrás do sustento, atrás do conforto, da riqueza, do prazer, as pessoas vivem estressadas e irritadiças. Muitos estão buscando no suicídio o que não encontram na vida, pois apesar de toda a correria em que vivem, não encontram o tão almejado sossego; a tão procurada paz de espírito. O mais triste é que adolescentes e crianças, no alvorecer de suas vida já estão cansados, desorientados e, não encontrando uma razão para viver, estão sendo levados ao suicídio.

É triste a constatação de que clínicas psiquiátricas, presídios e falsas casas de culto estão apinhadas de seres humanos desiludidos, porque buscam de maneira errada o caminho da paz e da verdadeira alegria.

Seria tão fácil apenas atender ao doce chamado: “Vinde a Mim... e Eu darei descanso para as vossas almas atribuladas!”


2. Andar com Deus transforma:

  1. O grande apóstolo Paulo, quando ainda Saulo de Tarso, vivia preso às tradições judaicas; era rude, arrogante e tremendo perseguidor dos fiéis.

  2. Saulo era temido pelos cristãos, mas no caminho para Damasco, Jesus vai ao seu encontro e com voz amorável o chama: “Saulo, Saulo, por que me persegues?” Saulo pergunta: “Quem és Senhor? - Eu sou Jesus a quem tu persegues.” Atos 9:4-5. Oh, que maravilha de encontro! Saulo começa um novo relacionamento, uma nova amizade. Abandona a hipocrisia em que vivia e é transformado no maior dos pregadores da salvação que Jesus oferece.

  3. Sim, Paulo começou a andar com Deus de maneira fiel e sincera e até o fim da história terrestre seu nome será lembrado como o grande apóstolo dos gentios, porque ele aceitou andar com Deus. Andar com Deus transforma!


3. Andar com Deus traz recompensa:

  1. Enoque andou com Deus e Ele o levou para o Céu sem ver a morte. Gên. 5:21-24

  2. Noé andou com Deus e foi salvo do dilúvio juntamente com sua família. Gên. 6:9; Gên. 7:1

  3. Davi, desde menino, pastoreava as ovelhas de seu pai, andava com Deus; compunha belas melodias em louvor os Seu Criador, e Deus o fez rei em Israel! Passou por duras provas. Caiu em grande pecado, mas pelo fato de sempre ter andado com Deus, teve forças e fé para recorrer à mão de Seu grande Amigo e ser socorrido e perdoado. Salmo 116:9

  4. Deus recompensará Seu povo, quando este se voltar para Ele. “Se o Meu povo que se chama pelo Meu nome, se humilhar, orar e Me buscar e se converter dos seus maus caminhos, então Eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra.” II Crônicas 7:14


IV - A contribuição da mordomia cristã no processo do crescimento cristão
1. A Mordomia Cristã enche-nos da graça de Deus:

“O espírito de liberalidade é o espírito do Céu. “Dar para atender as necessidades dos santos e para o avanço do reino de Deus, é pregar sermões práticos, que testificam que os que dão, não receberão a graça de Deus em vão.” CSM, pág. 19 e 29


2. A Mordomia Cristã nos ajuda a crescer espiritualmente:

“Quando um cristão devolve o dízimo regular e sistematicamente, promove abnegação e desarraiga o egoísmo de seu coração. Assim, o ato de dizimar chega a ser uma benção, pois ajuda a crescer espiritualmente.” CSM, pág. 67


3. A Mordomia Cristã ajuda-nos a ter parte na terminação da Obra:

“O plano divino do sistema do dízimo é belo em sua simplicidade e eqüidade. Todos dele podem lançar mão com fé e ânimo, pois é divino em sua origem. Nele se alinham a simplicidade e a utilidade, e não exige profundidade de saber, compreendê-lo e executá-lo. Todos podem sentir que lhes é possível ter parte em promover a preciosa obra da salvação.” CSM, pág. 73


4. A Mordomia Cristã ajuda-nos a colocar Deus em primeiro lugar:

O cristão tem muitas obrigações, as quais deve desempenhar com determinação e sabedoria, com sua família, seu emprego, seus amigos, seus parentes, etc. Porém, se quiser sair-se bem em todas elas, deve colocar Deus em primeiro lugar.

Diz a Bíblia: “Buscai primeiro o reino de Deus e a Sua justiça e todas as coisas vos serão acrescentadas.” Mateus 6:33

“Não devemos consagrar o que resta de nossas rendas, depois que todas as nossas necessidades reais ou imaginárias tenham sido satisfeitas; mas antes de qualquer parte ser gasta, devemos por de parte aquilo que Deus especificou como Seu.” CSM, pág. 81


5. A Mordomia Cristã ajuda-nos a vencer o egoísmo:
O egoísmo é abominável aos olhos de Deus. Ele afasta do homem o amor por seu semelhante, a benevolência e a compaixão. O egoísmo é um câncer que corrói a alma. Daremos várias citações do Espírito de profecia que bem nos mostram os malefícios do egoísmo no coração do homem.

  1. “Constante, abnegada beneficência é o remédio de Deus para os pecados gangrenosos do egoísmo e da cobiça.” T. III, pág. 548

  2. “Mas, enquanto a igreja permitir que o egoísmo faça desaparecer a bondosa simpatia e o amor, e o interesse terno e atencioso por seus irmãos, cada virtude será corroída.” T. III, pág. 519

  3. “É o amor egoísta do mundo que corrompe a fé dos professos seguidores de Cristo, tornando-os débeis em força moral.” TS I, pág. 405


V - Conclusão
Não podemos separar a vida espiritual da vida material. Jesus ensina-nos isto em Mateus 6:19-24. O tesouro e o coração andam juntos. “Se alguém pensa servir a Deus no espírito sem O glorificar no corpo, com os seus bens, a verdade é que não está servindo a Deus nem em espírito e nem no corpo, mas praticando uma caricatura de vida cristã. Deus quer adoradores em espírito e em verdade. São João 4:24... A relação do cristão com o mundo material reflete o que está no seu coração.” Crescimento na Graça de Dar, pág. 26




www.4tons.com

Pr. Marcelo Augusto de Carvalho


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal