15° Campeonato Municipal de Bocha 2014



Baixar 34.88 Kb.
Encontro25.07.2016
Tamanho34.88 Kb.

15° Campeonato Municipal de Bocha

2014





Regulamento Geral


CAPÍTULO I



DISPOSIÇÕES PRELIMINARES



Art. 1º - Este Regulamento é o conjunto das disposições que regem o 15º CAMPEONATO MUNICIPAL DE BOCHA 2014, os quais não têm qualquer vinculação com as entidades diretivas do desporto estadual e nacional, e obriga aos que com ele tenham relações a sua total obediência.
Art. 2º - São considerados conhecedores dos Regulamentos Geral e Técnico, do Código de Justiça Desportiva e das disposições constitucionais que tratam do desporto em geral todas as pessoas físicas e jurídicas vinculadas ao Campeonato, que, assim sendo, se submeterão sem reservas a todas as suas determinações e disposições e às conseqüências que, pelo não cumprimento, deles possa emanar.
Art. 3º - É de competência da Fundação Municipal de Desportos a Coordenação Geral do Campeonato.
Art. 4º - A interpretação deste Regulamento e seu fiel cumprimento ficarão sob a responsabilidade da FMD e do Conselho de Julgamento, quando necessário.

CAPÍTULO II

DAS FINALIDADES


Art. 5º - O Campeonato é promovido pela Fundação Municipal de Desportos de Rio do Sul, com o apoio da Prefeitura Municipal e dos proprietários das canchas de bocha no município de Rio do Sul.
Art. 6º - O Campeonato tem como finalidade desenvolver o intercâmbio entre os praticantes da bocha, proporcionar boas relações entre dirigentes, técnicos e atletas, estabelecer uma união entre as comunidades, exaltar a prática desportiva como instrumento imprescindível para a formação da personalidade, fazendo surgir novos valores no panorama desportivo.

CAPÍTULO III



DO REGISTRO DO ATLETA E RESPONSÁVEL
Art. 7º - O registro será feito pelo responsável da equipe com o nome completo do atleta e respectiva assinatura, bem como o número da identidade conforme ficha de inscrição fornecida pela FMD.

Parágrafo 1º - Somente poderá participar do campeonato o atleta que está domiciliado em Rio do Sul ou possuir empresa ou atividade profissional no município de Rio do Sul (SC).
Parágrafo 2º - Para efeito do que consta no parágrafo anterior, a cancha deverá apresentar documentação devidamente registrada em cartório de títulos e documentos e cadastrada na Prefeitura deste município até 31 de dezembro de 2013.
Parágrafo 3º - Para o atleta que reside em outro município e trabalha em Rio do Sul, será exigida quando necessário, a carteira profissional assinada pela respectiva empresa.
Parágrafo 4º - Será cancelada a inscrição da cancha e do atleta que não preencher os requisitos exigidos nos parágrafos anteriores.
Parágrafo 5º - O atleta que não reside, mas trabalha em Rio do Sul e que já iniciou o Campeonato e posteriormente for demitido, ele poderá continuar jogando sem prejudicar sua equipe.

Art. 8º - O responsável ou atleta que falsificar ou permitir falsificação de qualquer documento ou assinatura que dele deva constar exigido para registro sofrerá a pena de eliminação.
Art. 9º - Cada equipe poderá inscrever no mínimo seis e o máximo dez atletas, sendo que, não completando o número estabelecido neste artigo, poderá fazê-lo até o final do 1º Turno da 1ª Fase.

Parágrafo único – No caso de eventual acidente com um ou mais atletas (comprovado com atestado médico), a equipe poderá inscrever outro em seu lugar, mesmo que tenha 10 atletas inscritos, desde que este não tenha jogado por nenhuma outra equipe. O atleta substituído não poderá mais participar do campeonato.

CAPÍTULO IV
DA PARTICIPAÇÃO DO ATLETA, TÉCNICO E DIRIGENTE
Art. 10º - São condições fundamentais para que atletas e dirigentes participem dos Jogos:


  1. Não estar cumprindo pena imposta pelo Conselho de Julgamento ou Coordenação Geral dos Jogos;




  1. Apresentar obrigatoriamente a sua carteira de identidade ou carteira de motorista com foto.



CAPÍTULO V

DO CAMPEONATO




Art. 11º - A bocha é considerada modalidade coletiva e cada equipe deverá disputar obrigatoriamente com três duplas no sistema Rafa ou na Russa, sendo permitido a substituição de apenas um atleta em cada partida realizada.

Parágrafo 1º – No caso do não comparecimento das três duplas fica considerado o WxO e perderá o cheque caução, devendo deixar com a organização outro cheque no valor de R$ 300,00. O placar da partida será de 3 a 0, sendo 12 a 0, 12 a 0 e 12 a 0.

Parágrafo 2º - Na falta de uma ou duas duplas, não será considerado WxO e sim cobrado o cheque caução referente a cada partida no valor de R$100,00.
Art. 12º - Antes do início de cada jogo, o responsável pela equipe da casa (mandatária do jogo) deverá fornecer à mesa anotadora a escalação de suas equipes antes do visitante, designando, ao mesmo tempo, o capitão para entendimento com mesa e juízes, mediante apresentação dos documentos conforme art. 10º letra C, sem a qual o atleta ficará sem condições de jogo.
Parágrafo 1º - A cancha deverá ficar a disposição da equipe visitante no período de 19:00 a 19:30 horas, para que a mesma possa fazer o reconhecimento da cancha.

Parágrafo 2º – Fica estabelecido que a equipe visitante seja a iniciante, inclusive escolhendo a cor da bocha sendo que não será permitido a mudança da cor durante as demais partidas.
Parágrafo 3º - Fica estabelecido que para a realização das partidas não haja a necessidade da cancha possuir riscos.
Parágrafo 4º - O atleta poderá jogar descalço.
Parágrafo 5º - O atleta não poderá fumar dentro da cancha.
Art. 13º - Na área de jogo será permitida a presença dos atletas os quais deverão permanecer durante os lançamentos dentro das linhas demarcatórias.

Parágrafo único - Outras pessoas para orientar ou sob qualquer pretexto não poderão adentrar a pista durante os lançamentos.
Art. 14º - Fica estabelecido que o tempo máximo para lançamento entre cada bocha a ser jogada não poderá exceder a um minuto, tempo este que será observado pelo árbitro da partida.
Parágrafo 1º – O árbitro será sempre indicado pela equipe visitante e o proprietário da cancha mandante ficará como responsável pela ordem, coordenação e execução da partida.

Parágrafo 2º - Nas jogadas que requeiram consultas ao técnico ou ao árbitro, a seu critério, o árbitro poderá conceder mais tempo para a realização da jogada, desde que não seja cometido abuso, ou seja, retardamento proposital.
Parágrafo 3º - Os atletas inscritos e não escalados serão considerados reservas.
Art. 15º - As partidas serão disputadas em até 12 pontos em todas as fases da competição.
Art. 16º - Os riscos do meio da cancha e do fundo deverão ser respeitados e o risco do arremesso da bocha deverá ter os quatro metros, independente do seu tamanho.
Art. 17º - Cada cancha participante poderá inscrever duas ou mais equipes com atletas diferentes em cada uma delas.
Art. 18º - A cancha que possuir duas pistas terá que estabelecer em qual delas a sua equipe jogará.

Parágrafo único – Durante o período de classificação, ou seja, por chaves, as equipes da mesma cancha não podem se enfrentar.
Art. 19º - As partidas serão realizadas as quartas e quintas-feiras, ficando a Fundação Municipal de Desportos com a responsabilidade da marcação das datas e a confecção da tabela.

Parágrafo 1º. – Havendo acordo entre as equipes poderá ser realizados jogos em qualquer dia da semana, desde que o mesmo não venha prejudicar outras equipes perante a aprovação da FMD.
Parágrafo 2º - O Campeonato começará no dia 18 de Março de 2014, terça-feira.
Art. 20º - Cada equipe deverá depositar um cheque caução no valor de R$ 300,00 (trezentos reais) na Tesouraria da Fundação Municipal de Desportos e será de responsabilidade de cada equipe a retirado do cheque no final do evento.
Art. 21º - As equipes mandantes ficam com a obrigatoriedade de entregar a súmula do jogo no Departamento Técnico da Fundação Municipal de Desportos no máximo até às 16:00 horas do dia posterior ao dia da realização da partida ou caso feriado no primeiro dia útil. Este horário fica definido até mudar o horário do expediente da Fundação.
Parágrafo 1º - A primeira via da súmula é a que terá validade e que será entregue na FMD. Ao final da partida deverá ser assinado pelos dois responsáveis das equipes.
Parágrafo 2° - O não cumprimento do artigo 21 terá como punição a perda de 1 ponto na tabela de classificação.

Parágrafo 3º - Caso fique comprovado à alteração do resultado do jogo, será aplicado as seguintes penalidades:

  1. Perda do cheque caução das duas equipes;

  2. Eliminação das equipes no campeonato;

  3. Exclusão da participação no próximo campeonato dos envolvidos.


Art. 22º - Será disputado paralelamente ao Campeonato Municipal de Bocha um torneio de Bocha Raffa Vollo.
Parágrafo 1º - Cada equipe participante do torneio será beneficiada com um ponto na classificação geral do campeonato municipal de bocha, desde que a mesma inicie e termine o torneio sem nenhum W.O.
Parágrafo 2º - Cada equipe poderá inscrever até 10 atletas, desde que os mesmo estejam inscritos no campeonato municipal de bocha, sendo que no mínimo três atletas deverão participar do torneio.
Parágrafo 3º - As partidas serão disputadas no Pavilhão Municipal de Bocha Euclides Paulo Pompílio, sendo realizadas sempre aos sábados com datas a serem definidas pela FMD Rio do Sul.
Parágrafo 4º - A fórmula de disputa será definido pela FDM Rio do Sul.
Parágrafo 5° - A premiação será: troféu e medalha para os três primeiros colocados.

CAPÍTULO VI

DAS PENALIDADES
Art. 23º - O Conselho de Julgamento se baseará no Código de Justiça Desportiva e neste Regulamento Geral para dirimir dúvidas existentes ou qualquer protesto encaminhado durante o evento.

Parágrafo único – O conselho de julgamento será assim formado:
Presidente: Dr. Miguel Angelo Ferrari

Procurador: Roberto Ferreira Jr

Secretario: Vanderlei Zimmermann

Membros: Sérgio Luis Schlemper

Ivo Victor Forbici Jr

Eduardo Marzall



Art. 24º - A equipe que infringir os itens referentes ao artigo 20 perderá o valor depositado, conforme segue:


  1. Desistência do Campeonato – R$ 300,00;

  2. Ausência de uma ou mais duplas (caracterizando o WxO na partida) – R$ 100,00 por dupla.

  3. Caso haja ausências que ultrapassem o valor de R$ 300,00 a equipe deverá depositar novamente o mesmo valor de R$ 300,00;

  4. Agressão a árbitros, adversários ou pessoas ligadas a Organização – R$ 300,00.


CAPÍTULO VII

DA PREMIAÇÃO
Art. 25º - A Fundação Municipal de Desportos irá distribuir para os três primeiros colocados troféu e medalhas e mais:

1° Lugar – R$ 2.000,00

2° Lugar – R$ 1.500,00

3° Lugar – R$ 1.000,00



4° Lugar – R$ 500,00
Parágrafo Único – A FMD fornecerá um jogo de bocha a cada equipe participante do campeonato para que seja usado durante a competição.
Art. 26º - Não será cobrado taxa de inscrição para a participação no Campeonato.
Art. 27º - Os casos omissos no presente Regulamento Geral serão resolvidos pela Fundação Municipal de Desportos e se necessário pelo Conselho de Julgamento.
RIO DO SUL, 11 de março de 2014.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal