4 de dezembro Terça-feira, primeira semana do Advento



Baixar 16.19 Kb.
Encontro30.07.2016
Tamanho16.19 Kb.
4 de dezembro

Terça-feira, primeira semana do Advento


Convite à oração




Vinde, ó Deus, em meu auxílio;

-- Socorrei-me sem demora!


Glória ao Pai, ao Filho, e ao Espírito Santo;

-- Como era no princípio, agora e sempre. Amém.




Leitura do dia

Lucas 10, 21-24



Por favor, utilize uma versão da Bíblia que você usa normalmente quando reza.



Uma história de Davao

Eu gostaria de partilhar com vocês uma experiência pessoal que fiz em uma pequena cidade das montanhas de Buda. A cidade, chamada Kahusayan, está situada na região nordeste das Filipinas. Eu estava ali para uma experiência de inserção concreta, para viver com as pessoas pobres. Kahusayan foi o lugar onde a Palavra de Deus, expressa no Evangelho de São Lucas 10,21-24, me alfinetou de maneira muito pungente.
Quando ali cheguei, logo que desci do ônibus fui acolhido por dois casais de habitantes do vilarejo de Kahusayan. Nós deveríamos caminhar por uma hora e meia, e eles insistiram para carregar a minha bagagem. Nós atravessamos o mesmo rio muitas vezes e as pontes me pareciam tão frágeis que eu fiquei realmente com medo. Finalmente chegamos à casa de Pedro e Rosália, onde fiquei durante toda a semana. Fiquei realmente surpreso porque eu não falava a língua bizayan e eles também não sabiam falar inglês, mas no fim de tudo nós todos fizemos um grande esforço, eu para aprender algumas palavras de bizayan, e eles para aprender o inglês.
Pedro não era apenas o homem da casa, mas ele era também o ministro leigo do vilarejo, cuidando das celebrações dos domingos. Naquela semana ele tinha a responsabilidade de fazer a pregação da Palavra de Deus. Ele passava uma grande parte de suas noites preparando suas homilias, desde que não havia padre no vilarejo, e no domingo que eu estava ali, Pedro me convidou a participar da sua homilia. Eu não apenas deveria preparar a homilia, mas também rezei para que o Senhor pusesse em meus lábios as palavras que ele gostaria que eu dissesse ao povo. Graças a Deus havia ali uma jovem que conhecia o inglês muito bem e ela era a minha intérprete.

Apenas agora eu comecei a entender o que significava a expressão «as pessoas pobres nos evangelizam». A homilia de Pedro era sobre o amor de Deus presente nas montanhas de Kahusayan e no quotidiano das pessoas. As palavras de Pedro podiam facilmente entrar em seus corações, porque ele era um deles.
Porque era tão fácil para eles permanecer em contato com Deus? Certamente por causa de sua simplicidade! Sim, meu Deus, agora eu compreendo quando você disse: «Eu te agradeço, Pai, porque escondeste essas coisas aos sábios... e as revelaste aos pobres». Senhor Jesus Cristo, neste tempo de Advento, eu rezo para que você venha em nossos corações da maneira natural como parece que vem em meio às pessoas pobres de Kahusayan.
Marana tha! Vem, Jesus, vem!
Ir. Hugo Rivera Herrera

México, Província México Ocidental

Davao – Primeira sessão





A compreensão de uma «história» e a narrativa da história

A história humana é inimaginável sem histórias. A própria vida tem a estrutura de uma narrativa. A história é mediadora da vida e de seus significados. A narrativa das histórias nos vem tão naturalmente que nem refletimos de maneira suficiente sobre aquilo que elas realmente significam para as nossas vidas. Nos últimos anos, estudiosos redescobriram o papel da narrativa em suas respectivas disciplinas. A teologia e a espiritualidade se beneficiaram com este chamado «retorno à história»1. A missão também pode ser enriquecida por este novo enfoque.



Gostaríamos agora de dedicar um pouco de tempo para refletirmos sobre a história e a narrativa da história. Minha apresentação estará muito longe de ser exaustiva, mas será como um convite para uma reflexão e uma discussão mais aprofundadas, permanecendo apenas naqueles aspectos que podem conduzir a uma melhor compreensão da missão, enquanto narrativa da história de Jesus




Dom Luis Antonio G. Tagle

Bispo de Imus, Filipinas

Congresso missionário da Ásia

Chiang Mai, Tailândia

19 de outubro de 2006



De “Missão na Ásia: contando a história de Jesus”




Senhor, nosso Deus acolhe favoravelmente nossas súplicas e concede-nos tua ajuda nas tribulações para que, reanimados com a vinda de teu Filho, não nos manchemos no pecado. Por nosso Senhor Jesus Cristo.
Oração final


1 Dentre outros exemplos, ver Michael L. Cook, S.J., Christology as Narrative Quest, Collegeville 1997.





©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal