7533 c onferências públicas os 7 selos do apocalipse daniel Belvedere



Baixar 24.61 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho24.61 Kb.


7533
C ONFERÊNCIAS PÚBLICAS


OS 7 SELOS DO APOCALIPSE

Daniel Belvedere

INTRODUÇÃO:


1. Muitas vezes ouvimos falar de:

  1. Os 7 selos do Apocalipse.

  2. Os 7 cavalos do Apocalipse.

  3. Os 4 cavaleiros do Apocalipse.

2. As três coisas integram a mesma profecia.

  1. Os 4 cavalos, com seus respectivos cavaleiros, aparecem nos 4 primeiros selos.

3. Que representam os 7 selos.

  1. Evidentemente representam a história da igreja em suas diversas etapas.

  2. Como no final do 6g selo é descrita a segunda vinda do Senhor, é evidente que os selos do Apocalipse cobrem a história da igreja desde sua fundação até a segunda vinda de Cristo.

I. O PRIMEIRO SELO – Apocalipse 6:1-2.

(Nota: Se tiver diapositivos dos cavalos, utilize-os.)
1. Por meio de símbolos mostrar a história da primeira etapa da igreja.

* Deus utiliza ajudas audiovisuais.



  1. Cavalo branco: Símbolo da pureza.

  2. Cavaleiro com arco: Símbolo de luta.

  3. Coroa, mais a frase "saiu vencendo e para vencer": Vitória.

  4. Em resumo: Seria uma etapa de lutas e vitórias e ao mesmo tempo de pureza.

  5. É a época dos apóstolos: 31-100 D.C.

2. Para entender o sentido das lutas da igreja, far-nos-á bem ter bem esclarecidos os objetivos que o Senhor teve ao estabelecer a igreja:

  1. Foi fundada para que pregasse. S. Marcos 16:15,16.

  2. Para que fosse coluna e apoio da verdade.

3. Por isso suportaram as lutas que vieram:

  1. Eles haviam recebido a doutrina pura (cavalo branco) e não estavam dispostos a deixá-la manchar.

  2. Eles receberam o encargo de pregar, e o fizeram embora lhes custasse a vida.

4. Se quisermos saber qual é a verdadeira doutrina, devemos buscá-la na época da igreja apostólica, a do cavalo branco.

5. O que lhes custou manter pura a doutrinal

(Nota: resuma os incidentes que serão citados a seguir, lendo os textos chaves. Se tiver diapositivos adequados, use-os; ficarão bem.)


  1. Atos 4:1-3, 18-20, 24-30; 5:17-20, 26-29.

  2. Atos 6:8; 7:60 (o apedrejamento de Estevão)

6. Mas houve vitórias!

  1. Pentecostes, 3.000 batizados em um dia.

  2. A conversão de Saulo.

  3. O evangelho pregado em todo o mundo conhecido. Colossenses 1:6, 23.

II. O SEGUNDO SELO – Apocalipse 6: 3,4.


1. Cavalo vermelho, espada, poder para matar.

a) É a igreja das catacumbas.

Desde a morte de S. João, o último apóstolo, até o ano 313 quando foi assinado o edito de tolerância.

2. Durante esse período se desatam as 10 perseguições gerais do império Romano contra o cristianismo.



  1. Os cristãos morriam, mártires, no circo romano, devorados pelas feras, queimados vivos, etc.

  2. Muitos dos que presenciavam o espetáculo para se divertirem, terminavam convertendo-se.

  3. Para salvar suas vidas, muitos se refugiavam nas catacumbas, que era galerias subterrâneas utilizadas como cemitérios.

3. Já está operando o "mistério de iniquidade" na igreja, mas há algo que o freia.

4. Manter a verdade no alto custou muito sangue dos mártires.


III. O TERCEIRO SELO – Apocalipse 6: 5,6.
1. Lamentavelmente, as coisas começam a mudar de cor.

  1. A igreja que enfrentou lutas para manter a brancura doutrinariamente;

  2. A igreja que entregou o sangue de seus mártires durante o cavalo vermelho.

  3. Agora é representada pela antítese do branco: um cavalo negro.

  4. Morrem muitas doutrinas. A doutrina suja-se.

  5. Abrange o período de 313-538.

2. Já S. Paulo profetizou algo sobre isto.

a) Atos 20:27-31.

Depois de sua morte se lançaria a perder a igreja...

b) 2 Tessalonincenses 2: 3-6.

- Em seu momento surgiria o anticristo dentro da igreja.

- Operaria até a segunda vinda do Senhor.

c) 2 Timóteo 4:1-4.

- Apartaram o ouvido da verdade.

- Voltaram-se às fábulas.


  1. Não explica isto porque foi deixado o sábado bíblico e adotado o domingo que não é bíblico?

3. S. Pedro também o profetizou. 2 Pedro 2: 1-3.

4. Por isso dizíamos que as coisas mudariam de cor.



  1. Da pureza do cavalo branco

  2. As perseguições do cavalo vermelho.

  3. A igreja passou à apostasia do cavalo negro.

5. O cavaleiro tem uma balança.

  1. Onde se usa a balança? No comércio, armazéns, etc.

  2. Comercialização e materialismo na Igreja.

6
1.º 2.º 3.º

Branco Vermelho Negro ________________________________________





. No ano 313 Constantino assinou o Edito de Milão, dando liberdade de culto aos cristãos, disse estar convertido, mas introduziu muito paganismo na igreja.
7. No dia 7 de março de 321, Constantino dita lei dominical mais antiga que se conhece.

8. Muitos cristãos não aceitaram a mudança e começa a tristeza: a massa dos cristãos, os quais se desbarataram doutrinariamente, persegue aos que ficaram fiéis.


IV. O QUARTO SELO – Apocalipse 6: 7-8.
1. Cavalo amarelo anêmico (jelós)

  1. Cor do temor e da morte.

  2. Símbolo de uma aflição espantosa, sofrida durante a inquisição.

  3. Cavaleiro tinha por nome Morte e o sepulcro o seguia.

2. Vai desde 538, quando o edito do imperador Justiniano entra em vigência, condenando até com a pena de morte os que não acataram a doutrina do bispo de Roma, até 1517.

3. Os nominalmente cristãos se tornam mais agressivos em perseguir aos realmente cristãos.

a) É a época da inquisição.
V. O QUINTO SELO – Apocalipse 6:9-11.

1. Símbolo: Almas dos mártires debaixo do altar.



  1. Altar de bronze do Santuário hebreu: era conhecido por S. João e pelos estudiosos da Bíblia de agora também.

  2. Mártires podem ser considerados como sacrifícios apresentados a Deus.

  3. A vida no sangue - Levítico 17:11.

  4. Sangue das vítimas ... ao pé do altar. Levítico 4:7.

2. Roupas brancas.

a) Manto longo como sinal de distinção.

- Apesar da morte ignominiosa são reconhecidos por Deus como vencedores.

3. "Um pouco de tempo".

4. Período: 1517 - 1755.
C



ONCLUSÃO:

1
1.º 2.º 3.º 4.º 5.º Branco Vermelho Negro Amarelo Mártires

­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­_______________________________________________

. O que vimos até aqui move sentimentos em contraste:


  1. Emociona ver a fé e a fidelidade dos cristãos dos cavalos branco e vermelho; a sacrificada fidelidade dos cristãos da minoria, os quais se mantiveram fiéis embora a maioria se desbaratou doutrinariamente.

  2. Apenas ver que a massa da cristandade, como já havia sido profetizado, se haja extraviado da verdade.

2. Deus nos ajude a adotar a fé dos mártires.

a) Aceitar somente a doutrina da época pura:

A era apostólica, a do cavalo branco.

b) E a firmeza da época das catacumbas.



  1. Amanhã veremos o 6º selo e o tempo do fim.






www.4tons.com

Pr. Marcelo Augusto de Carvalho


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal