A exposição Usina do Gasômetro 80 Anos



Baixar 7.55 Kb.
Encontro28.07.2016
Tamanho7.55 Kb.
Exposição

A exposição Usina do Gasômetro 80 Anos é uma realização da prefeitura, pela Secretaria Municipal da Cultura (SMC), e do jornal Correio do Povo, com apoio institucional da Procempa, Carris e Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov). Também são apoiadores: Impresul, Fibraplac, Fundação Bienal do Mercosul, Superintendência de Portos e Hidrovias, Museu do Carvão, Secretaria de Estado da Cultura, Bazar Bahia, Executar, TVE, FM Cultura 107,7, Rádio Guaíba, TV Record-RS, Concept, Paim Comunicação, Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo e NG Visual.



Divisão espacial

O pavimento térreo retrata a trajetória da edificação, que é um marco urbano de Porto Alegre. Este percurso expositivo é dividido em cinco setores. O primeiro setor conta a história da Usina do Gasômetro na concepção inicial do edifício, quando funcionava como Usina de Energia. Além de textos e fotos da época, há uma mostra de objetos referentes àquele período. No segundo setor, é contada a história do período de abandono. O terceiro setor mostra o período da recuperação e transformação em centro educacional. O quarto setor relembra o momento em que a Usina se tornou um espaço cultural do trabalho. No último, um grande painel curvo contará a história da Usina do Gasômetro como centro cultural, do seu início, em 1991 até hoje, relatando os principais eventos ocorridos e demonstrando as atividades realizadas pelos seus núcleos.

No mezanino (2° andar), a proposta é realizar um resgate histórico dos principais eventos ocorridos no mundo, no Brasil e em Porto Alegre ao longo dos últimos 80 anos, buscando inserir a Usina do Gasômetro nesses diferentes contextos. Uma linha do tempo unifica os painéis, que trazem textos e imagens históricas divididas por décadas (anos 20 até o novo milênio), além de nichos temáticos que mostrarão elementos (objetos, músicas, imagens em movimento, etc.) desses períodos. Nos anos 60, por exemplo, é lembrada a campanha da Legalidade, com a metralhadora de Leonel Brizola. A mostra é finalizada com apontamentos a respeito do futuro da Usina do Gasômetro. A principal fonte de pesquisa histórica para a exposição foi o arquivo do jornal Correio do Povo, parceiro da mostra e do projeto Usina das Artes, desenvolvido pela Secretaria Municipal da Cultura.

Transformações

Nem tudo foram flores na trajetória da Usina do Gasômetro, que passou por um longo período de abandono (1974-1986) após a desativação. Primeiro vieram os saques das máquinas, turbinas, marcadores, tijolos refratários importados, todos vendidos como sucatas. O prédio acabou servindo de abrigo a sem tetos, ficando, aos poucos, completamente degradado. Chegou-se a cogitar sua demolição para a construção de uma avenida. No entanto, falou mais alto o grande valor histórico e arquitetônico do local, quando diversos setores da sociedade se manifestaram veementemente pela preservação. Assim, o prédio em concreto armado de linhas neoclássicas foi tombado em 1982 como Patrimônio Histórico e Cultural do município e, no ano seguinte, do estado. A partir daí, o poder público começou a elaborar projetos na intenção de definir o destino da Usina.



Em 1986, no governo do prefeito Alceu Collares, foi iniciada a recuperação da Usina. Assim, começaram as obras para transformá-la numa escola de formação de mão-de-obra. Em 1989, já com Olívio Dutra na prefeitura, um novo projeto é realizado. Após uma grande reforma, a Usina passa a sediar o espaço cultural do trabalho. No ano de 1991, o espaço é transformado em um Centro Cultural. Um dos primeiros eventos foi a Feira Latino-Americana de Artesanato. A partir de 1994, mais obras são realizadas. A Usina passa a abrigar novos espaços, como a Sala de Cinema P. F. Gastal, a Galeria Iberê Camargo e o Memorial da Usina.

Em 2005, foi criado o projeto Usina das Artes, que segue a pleno vapor. O objetivo é o fomento continuado aos grupos de artes dramáticas de Porto Alegre, com a proposta de “território cultural”, dinamizando o funcionamento do Centro Cultural Usina do Gasômetro. Até o momento, foram realizadas mais de sete mil atividades por mais de 60 grupos de teatro, dança e música.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal