A formaçÃo de professores rurais no vale do paraíba e quilombolas no vale do ribeira



Baixar 6.74 Kb.
Encontro24.07.2016
Tamanho6.74 Kb.




A FORMAÇÃO DE PROFESSORES RURAIS NO VALE DO PARAÍBA E QUILOMBOLAS NO VALE DO RIBEIRA
Timoni, J. L1.; Guanaes, M.3 ;Guanaes, S2 ;Lima, A, S.; Pisciotta, K.2;Portilho, W. ; Pires, A .;Raelle, E.;Robim,; Silva, A N.2; M.J.1; Soares, P. V.2, M2 Souza, B3.; Starzynski, R.1Tabanez, ; M.F.1;
Neste artigo apresenta-se o relato da experiência que está sendo vivenciada no projeto “Metodologia de Cursos de Educação Ambiental frente aos Parâmetros Curriculares Nacionais nos Vales do Paraíba e Ribeira – SP”, desenvolvido por Fundação Florestal e Instituto Florestal da Secretaria de Meio Ambiente de São Paulo e financiado pelo Programa de Políticas Públicas da FAPESP. O objetivo do projeto é responder a questão de pesquisa: Que contribuições metodológicas alternativas de cursos de formação continuada de professores sobre educação ambiental – que tenham como eixo os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e os conceitos de conservação e recuperação florestal e como foco as especificidades regionais – oferecem para aprendizagens de alunos e de professores dos Vales do Paraíba e do Ribeira? Tem como participantes os professores de 1ª a 4ª séries do ensino fundamental de Cunha, Vale do Paraíba e de comunidades tradicionais quilombolas em Eldorado, Iporanga, Cananéia, Iguape e Itaoca, no Vale do Ribeira. A metodologia considera os processos de desenvolvimento profissional e de formação continuada do professor, como construção do conhecimento próprio da docência, é de natureza qualitativa e assume características de pesquisa-ação. Entre os instrumentos de coleta de dados estão: observação, questionários, diários de campo, diários reflexivos dos pesquisadores e dos professores, entrevistas, documentos, cadernos dos alunos, projetos dos professores, materiais didáticos existentes e construídos pelos professores. As atividades já realizadas foram: Visitas às diretorias de ensino e às comunidades quilombolas; Cursos; Elaboração e desenvolvimento dos projetos dos professores ; Seminário final de apresentação e avaliação no Vale do Paraíba; Oficinas de Elaboração de material didático. Os resultados obtidos indicam que os professores e dirigentes estão interessados e motivados em contribuir e participar da pesquisa para definição de metodologias de programas de formação continuada de professores visando a implantação de educação ambiental no currículo do ensino fundamental, a partir dos temas transversais estabelecidos nos PCN. TIMONI, J.L., TABANEZ, M.F., STARZYNSKI, R., ROBIM, M.J., SILVA, A.N., SOARES, P.V., PORTILHO, W.G., PISCIOTTA, K.R., SOARES, S.M.G., 2003 .Metodologia de cursos de educação ambiental frente aos Parâmetros Curriculares Nacionais nos Vales do Paraíba e Ribeira – SP – Relatório parcial.

Instituto Florestal, 1 Fundação Florestal, 2 Bolsistas FAPESP, 3



©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal