A história de israel no antigo testamento



Baixar 2.27 Mb.
Página1/37
Encontro19.07.2016
Tamanho2.27 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   37






A HISTÓRIA DE ISRAEL

NO ANTIGO TESTAMENTO

Samuel J. Schultz

Um exame completo da História

e Literatura do Antigo Testamento

Tradução: Daniela Raffo


w
ww.semeadoresdapalavra.net

Nossos e-books são disponibilizados gratuitamente, com a única finalidade de oferecer leitura edificante a todos aqueles que não tem condições econômicas para comprar.

Se você é financeiramente privilegiado, então utilize nosso acervo apenas para avaliação, e, se gostar, abençoe autores, editoras e livrarias, adquirindo os livros.



Semeadores da Palavra e-books evangélicos

Tradução do e-book Habla el Antiguo Testamento, do espanhol para o português realizada por Daniela Raffo,

Terminada em sexta-feira, 16 de maio de 2008, 00:42:24

NOTA DA TRADUTORA:

Todas as citações bíblicas foram extraídas das versões:

ACF: Almeida Corrigida e Revisada, Fiel ao Texto Original

PJFA: João Ferreira de Almeida Atualizada

NVI:Nova Versão Internacional

Esses textos aparecerão em itálico. Os textos bíblicos que não estão em itálico nem com a indicação de sua fonte, foram traduzidos diretamente do texto original espanhol.

Leia Nota da Tradutora na última página.



ÍNDICE


• Prefácio 5

• Introdução 6

• Capítulo 1: O período dos princípios 9

• Capítulo 2: A Idade Patriarcal 13

Esquema 1: Civilizações dos tempos patriarcais * 13

Mapa 1: O mundo antigo 14

• Capítulo 3: A emancipação de Israel 24

Esquema 2: O calendário Anual 29

Mapa 2: A rota do Êxodo 30

• Capítulo 4: A religião de Israel 31

• Capítulo 5: Preparação para a nacionalidade 40

Esquema 3: Estabelecimento de Israel em Canaã 46

• Capítulo 6: A ocupação de Canaã 48

Mapa 3: A conquista de Canaã 52

Mapa 4: As divisões tribais 56

• Capítulo 7: Tempos de transição 61

• Capítulo 8: União de Israel sob Davi e Salomão 67

Mapa 5: Palestina em tempos de 2 Samuel e 1 Crônicas 67

Esquema 4: Monarquia na Palestina 80

• Capítulo 9: O reino dividido 81

• Capítulo 10: A secessão setentrional 88

Mapa 6: O Reino Dividido 88

• Capítulo 11: Os realistas do sul 95

• Capítulo 12: Revolução, recuperação e ruína 99

• Capítulo 13: Judá sobrevive ao imperialismo assírio 103

Mapa 7: O Império Assírio (cerca de 700 a.C.) 108

Mapa 8: O reino de Josias (cerca de 625 a.C.) 112

• Capítulo 14: O desvanecimento das esperanças dos reis davídicos 113

• Capítulo 15: Os judeus entre as nações 118

Esquema 5: Tempos do Exílio 118

Mapa 9: Império Persa 123

Mapa 10: Palestina depois do Exílio – cerca de 450 ac 130

• Capítulo 16: A boa mão de Deus 131

• Capítulo 17: Interpretação da vida 142

• Capítulo 18: Isaias e sua mensagem 152

Esquema 6: Tempos de Isaias 152

• Capítulo 19: Jeremias, um homem de fortaleza 164

Esquema 7: Tempos de Jeremias 164

• Capítulo 20: Ezequiel, a atalaia de Israel 175

Esquema 8: Tempos de Ezequiel 175

• Capítulo 21: Daniel, homem de estado y profeta 185

• Capítulo 22: Em tempos de prosperidade 191

• Capítulo 23: As nações estrangeiras nas profecias 198

• Capítulo 24: Depois do exílio 202




• Prefácio

A Bíblia vive hoje. O Deus que falou e agiu em tempos passados, confronta os homens desta geração com a palavra escrita que tem sido preservada no Antigo Testamento. Nosso conhecimento das antigas culturas em que este documento teve sua origem, tem sido grandemente incrementado mediante descobertas arqueológicas e as crescentes fronteiras ampliadas da erudição bíblica. A preparação desta visão geral, destinada a introduzir o estudante das artes liberais e o leitor laico na história e na literatura do Antigo Testamento, foi impulsionada por mais de uma década de experiências nas salas de aula. Neste volume tento oferecer um bosquejo de todo o Antigo Testamento à luz dos progressos contemporâneos.

Em meus estudos de graduação estive exposto a um amplo campo de interpretação do Antigo Testamento, sob o doutor H. Pfeiffer na Universidade de Harvard, igual que os doutores Allan A. MacRae e R. Laird Harris, do Faith Teological Seminary. A tais homens me liga uma dívida de gratidão por um entendimento crítico dos problemas básicos com que se enfrenta o erudito do Antigo Testamento. Não é sem a consciência do conflito do pensamento religioso contemporâneo a respeito da autoridade das Escrituras que a visão bíblica da revelação e autoridade se projeta como a base para uma adequada compreensão do Antigo Testamento (ver Introdução). Dado que esta análise está baseada na forma literária do Antigo Testamento como tem sido transmitido até nós, as questões de autoridade estão ocasionalmente anotadas e os fatos pertinentes de crítica literária se mencionam de passagem.

Incluem-se mapas para ajuda do leitor numa integração cronológica do desenvolvimento do Antigo Testamento. As datas dos períodos mais antigos estão ainda sujeitas a revisão.

Qualquer dado acontecido antes dos tempos davídicos deve ser considerado como aproximado. Para o Reino Dividido consegui o esquema de Ewin H. Thiele. Já que os nomes dos reis de Judá e Israel constituem um problema para o leitor médio, dei as variantes utilizadas neste livro.

Os mapas foram desenhados para ajudar o leitor a uma melhor compreensão dos fatores geográficos que afetaram a história contemporânea. As fronteiras mudaram freqüentemente. As cidades foram destruídas e voltas a reconstruir de acordo com a variável fortuna dos reinos que floresceram e declinaram.

É um prazer render tributo de agradecimento ao doutor Dwight Wayne Young, da Universidade de Brandeis, pela leitura deste manuscrito em sua totalidade e sua contribuição de ajuda crítica no conjunto da obra. Também desejo expressar meu agradecimento ao doutor Burton Goddard e William Lane da Gordon Divinity School, assim como ao doutor John Graybill, do Barrington Bible College, quem leu as anteriores versões. Desejo agradecer de modo especial a meu amigo George F. Bennet, cujo interesse e conselho foram uma fonte contínua de estímulo.

Desejo igualmente expressar meu agradecimento à administração do Wheaton College por conceder-me tempo para completar o manuscrito, à Associação de Alunos do Wheaton Hingham, Massachusetts, por proporcionar-me facilidades para pesquisar e escrever. Estou agradecido pelo interesse e o estímulo de meus colegas do Departamento de Bíblia e Filosofia do Wheaton College, especialmente ao doutor Kenneth S. Kantzer, que assumiu responsabilidades presidenciais em minha ausência.

A Elaine Noon lhe estou agradecido por sua exatidão e cuidado ao datilografar todo o manuscrito. De igual forma tem sido altamente valiosa a ajuda dos bibliotecários de Andover, Harvard e Zion. Estou em dívida de gratidão igualmente com Carl Lindgren, do Scripture Press, pelos mapas incluídos no presente volume.

Acima de tudo, este projeto não teria podido executar-se sem a voluntária cooperação de minha família. Minha esposa, Eyla June, leu e releu palavra por palavra todo o trabalho, brindando-me sua inapreciável crítica, enquanto Linda e David aceitaram bondosamente as mudanças que este empenho impus sobre nossa vida familiar.


S. J. S.
Wheaton College, Weathon, Illinois, janeiro de 1960




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   37


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal