A melhor descoberta da vida capataz incapaz



Baixar 17.31 Kb.
Encontro06.08.2016
Tamanho17.31 Kb.

CAPATAZ INCAPAZ



Marcelo Augusto de Carvalho

LAVRADORES MAUS. Mat. 21. 33-43. Quanto vale seu orgulho? Nossa posição ideal: aos pés de Deus.
- Cena: dirigida aos principais dirigentes de Israel, pronunciada no templo, na Terça-feira da semana da paixão.

- Pai de família: Deus.

- Uma vinha: Israel. Perto de onde Jesus estava pregando, à entrada do templo, havia uma magnífica e grande vide, lavrada em ouro e prata, que representava Israel.

- Cercou-a: os princípios da lei de Deus. A obediência a tais protege nossa vida contra toda iniqüidade.

- Lagar: são cavados na rocha viva, para que os frutos da vide pudessem ser amassados.

- Arrendou-a: o aluguel de um campo poderia ser pago em dinheiro ou com uma porção da própria produção conseguida.

- Lavradores: os sacerdotes.

- Seus servos: os profetas. Os sacerdotes haviam sido designados como cuidadores da vinha do Senhor e os profetas eram os representantes escolhidos de Deus- seus servos.

- Seus frutos: mandou pedir sua parte na colheita.

- Israel deveria produzir os frutos de caráter para assim revelar ao mundo os princípios do reino dos céus. Revelado em suas vidas, logo as demais nações vizinhas, imitando-os, revelariam também estas características do Criador.

- Israel falhou no acordo. Na verdade, as outras nações nunca tiveram um exemplo vivo de fidelidade à Jeová. Os judeus consideravam os pagãos imensos pecadores, mas esta era a visão que Deus tinha deles mesmos. Eram piores do que os ímpios porque não viviam a luz que receberam. Na verdade, eles eram muito culpados pela imensa depravação moral do mundo. Eles eram os causadores da impiedade pela omissão na pregação evangélica.
* Hoje nos assustamos com a condição moral do mundo. Isto não acontece por nossa culpa?

Temos vivido e pregado o evangelho como deveríamos? Será que os ímpios não são assim por nossa causa? - tomando seus servos: mataram o primeiro grupo, e alguns do segundo grupo.

- Jesus falou claramente da forma como os judeus trataram seus servos, os profetas. Eles não só negaram-se a pagar o dono da terra (serem cristãos autênticos, e pregarem o evangelho aos vizinhos), mas também mataram os profetas, seus servos, e ainda agiram como se fossem donos legítimos da vinha.

- Por último mandou o filho: ao não aceitarem Jesus como o Messias, rejeitaram então o último oferecimento da misericórdia de Deus por eles.

- Nesta passagem Jesus não reconhece nenhuma outra chance para Israel no futuro. Se rejeitassem a Cristo, como estavam já fazendo, deixariam de ser Seu povo.

- Este é o herdeiro: Jesus é o herdeiro de todas as coisas, e somos co-herdeiros com Ele.

- Matemo-lo: neste exato momento o Sinédrio estava buscando um meio para matarem a Jesus. Várias vezes haviam reunindo-se fariseus e sacerdotes durante os meses passados, e até no Sábado anterior, e naquela manhã com este fim.

- Quando vier o senhor: os arrendatários não respeitavam a nada, a não ser o senhor da vinha.

- Responderam: dará morte horrível a estes miseráveis. Os sacerdotes e fariseus confessaram sua culpa e escreveram ou ditaram sua própria sentença. - o apelo de Cristo a eles: caiam sobre a pedra de esquina.

- Nunca lestes? Entre os espias enviados haviam escribas, cujo dever era estudar e ensinar as Escrituras.

- Pedra: os rabinos reconheciam que esta passagem referia-se ao Messias.

- Angular: nela se apóiam os muros que se unem em ângulo. É a mais importante do edifício. Jesus é esta pedra.

- Vos será tirado: no breve futuro, Israel deixaria de ser o meio principal de Deus para salvar o mundo. Não teriam mais o privilégio de serem o povo escolhido do Senhor.

- Entregue a um povo: a Igreja Cristã.

- Cai sobre esta pedra: submete-se a Cristo. Isto era o que precisavam os dirigentes judaicos, mas se negavam a fazê-lo.

- Quando renegamos nosso orgulho, ficamos aparentemente no fundo do poço para o conceito do mundo, mas no momento mais glorioso de nossa vida, segundo o conceito do Céu. Começamos agora realmente a viver. Assim podemos realmente produzir os frutos que são direito Seu.

- Sobre quem ela cair: como castigo. Este estava para cair sobre Israel e seus líderes, perversos, impenitentes, essencialmente orgulhosos.

- Reduzido a pó: era o que ocorreria com o templo de Jerusalém, a cidade amada dos judeus, com sua orgulhosa e arrogante religião de salvação pelas obras, e com seu orgulho por serem o povo escolhido por Jeová.
* Quando não aceitamos a Jesus, nosso orgulho constitui nossa perdição. Nossa vida como um todo- planos, caráter, dinheiro, status, fama, posição, saúde, família, emprego- mais cedo ou mais tarde se reduzem em pó. Além da perdição eterna.

- Entenderam: a aplicação era tão clara que nem precisava explicação.

- Buscassem prendê-lo: os dirigentes judaicos entendiam que Jesus estava desafiando sua autoridade. Com muita dificuldade puderam-se conter para que não levassem a cabo seus malévolos planos naquele momento mesmo. (imagine- desafiando sua autoridade - Deus estava ali. Poderiam ser eles maiores do que o grande "Eu sou"?).

- Temiam o povo: a popularidade Jesus o favorecia. Em cada debate entre Cristo e os fariseus e escribas o povo sentia cada vez menos respeito por aqueles e cada vez mais amor e consideração por este novo Mestre.


* Será que meu orgulho (meus planos pessoais para com minha vida, minha Igreja, meu mundo) não tem sido mais valorizados do que os planos de Deus para com tudo que se relaciona comigo? O que valorizo mais: o direto "Assim diz o Senhor" ou o " Eu acho melhor assim"?
* Será que meu orgulho hoje não tem também destruído alguns dos servos de Deus- o pastor, os anciãos, os humildes irmãos de igreja, meus filhos, minha mulher?
PENSE NISTO


  • Não pretendas que as coisas sejam como desejas. Deseja-as como são. Epicleto.

  • Engolir o orgulho raramente produz indigestão. Anônimo.

  • É a humildade que faz homens serem como anjos. Agostinho.

  • Os altivos cumes das colinas deixam a chuva esvair-se; os humildes vales são ricamente regados. Agostinho.

  • Deus pensa mais no homem que pensa menos em si. J Blanchard.

  • Se você lançar-se aos pés de Cristo, ele irá tomá-lo em seus braços. W Bridge.

  • Se aprendêssemos a humildade, ela poderia poupar-nos da humilhação. Vance Havner.

  • As melhores amizades de Deus são homens humildes. R Leighton.

  • Todos os tronos de Deus são alcançados descendo-se as escadas. G C Morgan.

  • A melhor maneira de veres a luz divina é apagar tua própria vela. Francis Quarles.

  • A maneira correta de crescer é crescer menos a teus próprios olhos T watson.

  • As partes mais baixas da terra são quentes e férteis; as montanhas imponentes são frias e estéreis. Spiros Zodhiates.

  • Se você conhecer hebraico, grego e latim, não os coloque onde Pilatos os colocou; sobre a cabeça de Cristo; coloque-os aos pés dele. Anônimo.

Pr. MARCELO AUGUSTO DE CARVALHO 1998 SP



www.4tons.com



Pr. Marcelo Augusto de Carvalho


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal