A voz da profecia certo ou errado



Baixar 13.26 Kb.
Encontro01.08.2016
Tamanho13.26 Kb.

CERTO OU ERRADO

Pr Neumoel Stina

Você já tomou uma decisão que parecia estar totalmente certa? E depois se deu conta de que tomou a decisão errada? Já teve dúvidas ao tomar alguma decisão? Já ficou arrependido por ter tomado uma decisão errada?

O título da palestra de hoje é: CERTO OU ERRADO.

Nossas atitudes influenciam nossa vida de maneira espantosa. Um minuto de escolha errada pode fazer diferença para o resto da vida.

Vamos voltar no tempo e analisar alguns fatos que marcaram a história da humanidade.

Adão, e Eva, nossos primeiros pais, tiveram uma escolha errada em suas vidas. Eva achava que a serpente poderia estar falando a verdade, e se isso acontecesse, ela seria como a serpente declarou: “Conhecedora do bem e do mal”. Gênesis 3:5 up.

Mal sabia ela o fim que teria. Seu esposo, Adão, também tomou uma atitude desleal para com Deus, pois duvidou de Sua palavra. Uma escolha errada que desencadeou o mal para a humanidade toda.

A Palavra de Deus sempre nos alertou com respeito a isso. Deus teve um cuidado especial para com a humanidade alertando sobre a vida, alertando sobre o que é certo e o que é errado.

A Bíblia declara: “Há caminho que ao homem parece direito, mas ao fim dá em caminhos de morte”. Provérbios 14:12.

Como poderia Adão saber sobre o que aconteceria? Como poderia ele prever tal situação? Será que eles não perceberam o erro que iriam cometer? Ninguém os avisara?

Deus havia dado as instruções para o casal, mas eles não executaram como Deus havia ordenado. Deus havia dito o que aconteceria, mas eles por um instante acharam que aquilo não seria perigoso ou não os mataria, isto porque estavam sob influência do inimigo, pai da mentira e criador do pecado.

Pela primeira vez colocaram o seu próprio entendimento em primeiro lugar. Nós, seres humanos, temos a mania de achar o que é ou o que não é melhor para a nossa vida.

Porém, só Deus sabe o que é melhor para a vida de todos os homens e mulheres. Nada está além de seu conhecimento. Mas Adão e Eva haviam duvidado do amor de Deus por eles, achando que o Senhor estava mentindo.

Jonas também tomou uma atitude contrária à ordem dada por Deus. Deus mandou Jonas seguir e pregar o arrependimento em Nínive, e sobre a destruição da cidade se o povo não se arrependesse de seus pecados.

Por um momento, ele hesitou e tentou fugir. Jonas achou que seria a atitude certa. Mas Deus havia ordenado que ele pregasse. Jonas teve medo de que o povo não o aceitasse e quisesse a sua morte.

Mas Deus tinha um plano para ele e a cidade de Nínive. Deus tinha um propósito para os habitantes daquela cidade que estava tomada pelo mal do pecado desde que se voltassem para Ele, Deus os aceitaria e os salvaria.

Jonas tomou uma embarcação para fugir e covardemente se escondeu no porão do navio. Esta história está registrada no livro de Jonas.

Aconteceu, porém uma grande tempestade na viagem de Jonas. Lançaram a sorte e Jonas foi lançado ao mar e foi engolido por um peixe muito grande.

E lá dentro na barriga do peixe, em desespero Jonas clamou por misericórdia. Ele reconheceu a vontade de Deus e que somente a Deus pertence à salvação.

Depois de três dias e três noites o grande peixe vomitou Jonas em uma praia. Então obedecendo a Deus, ele foi a Nínive e pregou do amor perdoador de Deus.

Os ninivitas creram em Deus e se arrependeram amargamente de seus pecados.

Deus não se alegra na morte, mas no arrependimento. “Há maior alegria no céu por um pecador, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento” Lucas 15:7.

Algumas atitudes, no entanto, tomam outro rumo. A história de Jó é marcante. Ele foi ferido fisicamente por Satanás, porque Satanás queria provar a Deus que não poderia haver sequer um justo na face da terra.

Quando Jó escolheu estar do lado de Deus estava ele ansiando por manter a comunhão que ele tinha com o Pai.

Mesmo estando na situação de desespero, onde perdeu todos os filhos, todos os pertences à própria saúde, ele escolheu tomar a atitude que lhe parecia correta, ficar do lado de Deus.

A diferença entre Jó e os homens de hoje, é que ele tinha um contado íntimo com o Senhor, e a maioria de nós, mantemos um contato superficial com Deus ou então nenhum contato com Deus.

As atitudes que tomamos podem nos levar ao erro se pensarmos com nossa própria vontade. Devemos experimentar o conforto que nos dão as atitudes tomadas com o auxílio Divino.

A vida terá outro significado se pedirmos a Deus que nos ilumine antes de tomarmos qualquer atitude em nossa vida.

“Quanto ao mais, irmãos, regozijai-vos, sede perfeitos, sede consolados, sede de um mesmo parecer, vivei em paz; e o Deus de amor e de paz será convosco”. II Coríntios 13:11

Nós temos um mapa que nos diz como devemos agir e tomar nossas decisões. A Bíblia está repleta de exemplos que nos ajudam a tomar atitudes para o bem próprio e dos nossos semelhantes. A Bíblia é a Palavra de Deus.

“Em paz também me deito, logo pego no sono porque só tu, Senhor, me fazes repousar seguro”. Salmos 4: 4 a 6 e 8.

Apenas Deus pode nos dar a segurança por meio de Seu Santo Espírito. Erga sua voz ao céu e peça a Deus em cada decisão que você tiver que fazer, e você verá que Ele é o Deus que guia nossos passos e só Ele nos faz andar em segurança.

Que hoje você escolha pedir o auxílio de Deus em todas as suas atitudes e que o Pai tenha misericórdia de você e o ajude e o guie em todos os seus caminhos.






www.4tons.com

Pr. Marcelo Augusto de Carvalho


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal