Abreu, Capistrano de



Baixar 10.18 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho10.18 Kb.

HISTÓRIA

01. Leia o trecho a seguir:



De couro era a porta das cabanas, o rude leito aplicado no chão duro, e mais tarde a cama para os partos; de couro todas as cordas, a borracha para carregar água, o mocó ou alforje para levar comida, a maca para guardar roupa, a mochila para milhar cavalo, a peia para prendê-lo em viagem, as bainhas de faca, as broacas e surrões, a roupa de entrar no mato, os banguês para curtume ou para apurar sal; para os açudes, o material de aterro era levado em couros puxados por juntas de bois que calcavam a terra com seu peso; em couro pisava-se tabaco para o nariz.

(ABREU, Capistrano de. Capítulos de história colonial. Belo Horizonte: Itatiaia, 1978. p.153.)

Com base no texto acima, que se refere a uma importante atividade econômica do período colonial, e também em seus conhecimentos, responda:

a) Qual é essa atividade?

b) Em que região da colônia ela se tornou mais expressiva?

c) Qual a relação de trabalho predominante nessa atividade?


02. A Revolução Russa de 1917 significou a formação do primeiro Estado Socialista do mundo, provocando uma ruptura no sistema capitalista mundial e influenciando os movimentos revolucionários no pós-guerra e a divisão do mundo em Socialismo e Capitalismo, com os conseqüentes conflitos de interesses.

a) Cite duas condições existentes na Rússia czarista que contribuíram para a eclosão da Revolução de 1917.

b) O que eram os soviets e qual o seu papel no processo revolucionário?
03. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, entre 10 de novembro de 2002 e 11 de julho de 2003, foram registrados, em 30 países diferentes, 8.437 casos de SARS (Severe Acute Respiratory Syndrome), ou “pneumonia asiática”, uma pneumonia atípica e de etiologia desconhecida, que causou 813 mortes. A partir dessas informações, responda:

a) Qual a relação entre a ocorrência da “pneumonia asiática” e o fenômeno da globalização?

b) Indique duas outras facetas do fenômeno da globalização, UMA de caráter econômico e OUTRA de caráter cultural.
04. Zeus, temendo a destruição total de nossa espécie, enviou Hermes para dar aos homens as qualidades do respeito ao próximo e do senso de justiça, de modo a trazer a ordem a nossas cidades e criar laços de amizade e união. Hermes perguntou a Zeus de que forma devia distribuir estes dons entre os homens: “devo distribuir estes dons de modo desigual, como nas artes? Devo distribuir a justiça e o respeito para alguns, ou para todos?” “A todos”, disse Zeus. “Deixe que todos tenham sua parte. Não poderá haver cidades se apenas uns poucos partilharem estas virtudes, como nas artes”.

(PLATÃO. Protágoras, 322 c-d).

a) Por meio da narrativa mítica, a passagem acima afirma um dos princípios fundamentais da democracia. Qual é este princípio?

b) Indique DUAS DIFERENÇAS fundamentais entre a Democracia Grega, do século V a.C., e as Democracias Liberais, do século XX.


05. Na noite de 14 de julho de 1789, em Paris, Luís XVI recebeu do duque de La Rochefoucauld-Liancourt a notícia da queda da Bastilha e da deserção das tropas reais frente ao ataque popular. O famoso diálogo que se travou entre o rei e seu mensageiro é breve e revelador. O rei, segundo consta, exclamou: “Isto é uma revolta”; e Liancourt corrigiu-o: “Não, Senhor, isto é uma revolução”.

(Adaptado de: ARENDT, Hannah. Da Revolução. São Paulo: Ática; Brasília: Editora da UNB, 1988, p. 38.)

Com base nesse diálogo e nos seus conhecimentos sobre a Revolução Francesa, responda:

a) Por que os populares investiram contra a Bastilha?



b) Diferencie, do ponto de vista conceitual, “revolta” e “revolução”.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal