Administração Contabilidade



Baixar 16.87 Kb.
Encontro23.07.2016
Tamanho16.87 Kb.

Finanças

X

Administração




Contabilidade




Eventos




Anefac Campinas




Anefac Rio de Janeiro




Troféu Transparência




Congresso Anefac




Profissional do Ano




Colaboração




Institucional





Cliente: Anefac

Data: 14/10/2013

Mídia/ Veículo: Web/ Diário do Grande ABC

Inserção/ Editoria: Matéria/ Economia

Entrevistado:

Antecipação do IR é opção para dívidas

Para quem está com dívidas de juros altos, como cartão de crédito e cheque especial, e depende do dinheiro da restituição do IR (Imposto de Renda) para amortizá-las, mas ainda não teve o nome contemplado em nenhum dos cinco lotes de restituição, a antecipação desse dinheiro pode ser uma saída.

De acordo com levantamento feito pelo Diário, os seis maiores bancos antecipam a restituição com juros que variam de 1,57% (Caixa Econômica Federal) até 2,99% (HSBC) ao mês. Na média, as taxas são mais competitivas que as da antecipação do 13º salário, que oscilam entre 1,99% (Santander) e 3,09% (Bradesco) ao mês –

E ambas as modalidades de crédito têm juros menores que os do empréstimo pessoal comum que, segundo a Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade), está na média de 3,12% ao mês. Para se ter ideia, o cheque especial tem taxas médias de 7,83% ao mês, e o cartão de crédito, de 9,37% ao mês.

Antes de tomar a decisão de solicitar a antecipação, seja do IR ou do 13º, porém, é fundamental avaliar se vale a pena fazer nova dívida, alerta o professor de Economia do Mackenzie Milton Pignatari. “Se você tem alguma dívida em que os juros são maiores do que os da antecipação, vale a pena, porém em outros casos não compensa. Por exemplo, se a intenção é comprar um automóvel, não vale a pena, já que os juros são baixos (ficam em média 1,64%, segundo a Anefac)”, declara.

Se a opção for por antecipar o IR, Pignatari orienta que o contribuinte acesse o site da Receita Federal para verificar se não há pendências e, assim, evitar de fazer o empréstimo caso tenha caído na malha fina e, consequentemente, não receber o dinheiro até dezembro.

Por meio do e-CAC é possível verificar se há algum impedimento. Para isso, são necessários os números dos recibos de entrega da declaração dos dois últimos anos.

Ainda neste ano serão liberados mais dois lotes de restituição.

No caso de antecipar o 13º, apesar de algumas instituições terem juros maiores que os da operação com o dinheiro do IR, os valores a receber são geralmente maiores, o que varia conforme o tamanho da dívida e da necessidade do dinheiro.

CAUTELA - O professor de Contabilidade Tributária da Fipecafi (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras) Paulo Henrique Pegas chama a atenção para outras alternativas em vez de um novo empréstimo. “Se você tiver qualquer recurso aplicado, como uma poupança, compensa sacar essa quantia e repor depois, quando for liberado o valor do IR”, aconselha.

Na avaliação do professor de economia da FIA (Fundação Instituto de Administração) Carlos Honorato toda antecipação pede cuidados. “Antes de usar esse dinheiro agora, é importante lembrar que, no começo do ano, há o vencimento de contas como o IPTU, o IPVA e outras despesas, então vale a pena esperar um pouquinho.”

http://www.dgabc.com.br/Noticia/488074/antecipacao-do-ir-e-opcao-para-dividas?referencia=minuto-a-minuto-topo

______________________________________________________________


 
Catálogo: Arquivos -> 2013
2013 -> Termodinâmica (Ita 2003)
2013 -> PrestaçÃo de contas da presidenta da república – pcpr 2013 informaçÕes adicionais
2013 -> Matriz curricular do curso de história – EaD – 2º/2010
2013 -> Serviço público federal ministério da educaçÃo instituto federal de educaçÃO, ciência e tecnologia farroupilha
2013 -> A história da construção do conceito de logaritmo
2013 -> Dez anos da Lei 10. 639/2003 impasses, desafios e realizações
2013 -> Histórico evolutivo do sistema de informaçÃo de custos do governo federal apresentação
2013 -> Convênio que entre si celebram o estado de goiáS, por intermédio da secretaria de estado da cultura – secult e a associaçÃo dos amigos de santa cruz
2013 -> Plantas medicinais cultivadas no viveiro municipal de vitória critério de uso, preparo e indicaçÕES


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal