AdministraçÃo geral sumário



Baixar 1 Mb.
Página16/34
Encontro18.07.2016
Tamanho1 Mb.
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   34

6.2. TEORIA MATEMÁTICA DA ORGANIZAÇÃO (Pesquisa Operacional)


A matemática aplicada à Administração preocupou-se com a criação de modelos matemáticos capazes de proporcionar soluções para problemas empresariais/administrativos, que auxiliassem o processo decisório (definição do problema, levantamento das possíveis alternativas e escolha).

Modelo

Os modelos são simulações e servem para representar simplificações da realidade. Eis sua vantagem: manipular simuladamente complexas e difíceis situações reais através de simplificações da realidade, tratando e considerando antecipadamente as principais variáveis a um custo menor.



Técnicas de Pesquisa Operacional

A – Teoria dos jogos; propõe uma formulação matemática para análise de conflitos (oposição de forças, interesses ou pessoas), que origina uma ação dramática. Os conflitos são chamados jogos, que envolvem a disputa interesses entre dois ou mais internientes, onde cada parceiro tem uma variedade de ações possíveis, delimitadas pelas regras do jogo.

A teoria dos jogos é aplicável em análises de concorrência em mercados competitivos, como por exemplo:

1 – na disputa de clientes ou consumidores quando há forte competição;

2 – na disputa de recursos financeiros no mercado de capitais ou no mercado financeiro;

3 – na disputa de recursos de produção no mercado de fornecedores ou de matérias-primas etc.

B Teoria das filas: refere-se a otimização de arranjos em condições de aglomeração e de espera, cuidando dos pontos de estrangulamento e dos tempos de espera verificados em algum ponto do serviço.

C – Teoria dos grafos: são técnicas de planejamento e programação por redes; identifica áreas críticas, coordenando e sincronizando as atividades, objetivando uma relação ótima entre os fatores.


CRÍTICA:
1 – Verifica-se que sua aplicação é voltada para os níveis organizacionais próximos à esfera da execução e relacionada com as operações e tarefas.

RESUMO:
1 – A Teoria Matemática é uma abordagem recente no campo da Administração. Há um enorme potencial dos modelos matemáticos de atuação.

2 – A Pesquisa Operacional é uma das alternativas de métodos quantitativos de enorme aplicação dentro da Administração, por meio de variáveis técnicas, como a Teoria dos Jogos, Teoria das Filas e Teoria dos Grafos.

3 – A Administração de Operações atualmente está voltada para as organizações de manufatura e de serviços, utilizando intensamente a contribuição da tecnologia (Informática) e da matemática.


Dica: Palavras-chaves importantes sobre a Teoria Matemática da Organização: Processo Operacional(PO), Processo decisório, Teoria dos Jogos, Teoria das filas, Teoria dos Grafos.

6.3. TEORIA DOS SISTEMAS

Entendemos sistemas como um conjunto de elementos interdependentes e interagentes ou um grupo de unidades combinadas que formam um todo organizado. O ser humano é um sistema que consiste em um número de órgãos e membros que funcionam de modo coordenado. Similarmente, a organização é um sistema que consiste em um número de partes interagentes.




Na realidade, sistema é “um todo organizado ou complexo; um conjunto ou combinação de coisas ou partes, formando um todo complexo ou unitário”.



Tipologia

São classificadas quanto:

A – À interação: abertos ou fechados, em função de seu intercâmbio com o ambiente;

B – À constituição: concretos (equipamentos, maquinarias, coisas reais, denominados hardware) e abstratos (conceitos, idéias, denominados software), e;

C – À natureza: sistemas vivos (organismos) e sistemas organizados (organizações).

Dica: O sistema aberto é o que melhor permite uma análise ao mesmo tempo profunda e ampla das organizações.



Sistemas Vivos

(organismos)

Sistemas Organizados

(organizações)

* Nascem, herdam seus traços estruturais.

* São organizados, adquirem sua estrutura em estágios.

* Morrem, seu tempo de vida é limitado.

* Podem ser reorganizados, têm uma vida limitada, podem ser ressurgidos.

* Têm um ciclo de vida predeterminado

* Não têm ciclo de vida definido.

* São concretos – o sistema pode ser descrito em termos físicos e químicos.

* São abstratos – o sistema pode ser descrito em termos psicológicos e sociológicos.

* São complexos – parasitismo e simbiose são excepcionais.

* São incompletos – dependem de cooperação com outras organizações – suas partes componentes são intercambiáveis e geralmente distribuíveis.

* Doença é definida como um distúrbio no processo vital.

* Problema é definido como um desvio nas normas sociais.

(Sumário das principais diferenças entre sistemas vivos e organizados - retirada do livro do Prof. CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração).

As organizações são abordadas como sistemas abertos, pois o seu comportamento é probabilístico; e não determinístico, as organizações fazem parte de uma sociedade maior, constituídas de partes menores, onde, na realidade, existe uma interdependência entre as partes das organizações.

A organização precisa alcançar uma homeostase ou estado firme, possuem fronteiras ou limites mais ou menos definidos e caracterizam-se pela morfogênese.

Dentre os modelos que explicam a organização como um sistema aberto destacamos:

a) Modelo de Katz e Kahn: A organização é vista como um sistema aberto com as seguintes características: Importação (entradas), Transformação (processamento), exportação (saídas), os sistemas são ciclos de eventos que se repetem, entopia negativa, informação como insumo, retroação negativa e processo de codificação, estado firme e homeostase dinâmica e diferenciação.

b) Modelo de Tavistock: A organização é um sistema societário estruturado sobre dois subsistemas: subsistema técnico e subsistema social.

CRÍTICAS

1 – A Teoria de Sistemas trouxe uma fantástica ampliação na visão dos problemas organizacionais em contraposição à antiga abordagem do sistema fechado. Seu caráter integrativo e abstrato e a possibilidade de compreensão dos efeitos sinergísticos de organização são realmente surpreendentes. Apesar do enorme impulso, a Teoria de Sistemas ainda carece de melhor sistematização e detalhamento, pois sua aplicação prática é ainda incipiente.

RESUMO

1 – A Teoria de Sistemas é uma decorrência da Teoria Geral de Sistemas desenvolvida por Von Bertalanffy e que se espalhou por todas as ciências, influenciando notavelmente a Administração.



2 – A abordagem sistêmica contrapõe-se à micro-abordagem do sistema fechado.

3 – O conceito de sistemas é complexo: para sua compreensão, torna-se necessário o conhecimento de algumas características dos sistemas – propósito, globalismo, entropia e homeostasia – bem como dos tipos possíveis e dos parâmetros dos sistemas: entrada, processo, saída, retroação e ambiente.

Dica: Palavras-chaves importantes sobre a Teoria dos Sistemas: Sistemas abertos, sistemas concretos e abstratos, sistemas vivos (organismos) e sistemas organizados (organizações), Modelo de Katz e Kahn, Modelo de Tavistock.

1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   34


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal