AdministraçÃo geral sumário



Baixar 1 Mb.
Página19/34
Encontro18.07.2016
Tamanho1 Mb.
1   ...   15   16   17   18   19   20   21   22   ...   34

8.2. Planejamento tático


Enquanto o planejamento estratégico envolve toda a organização, o planejamento tático envolve uma determinada unidade organizacional: um departamento ou divisão. Enquanto o primeiro se estende ao longo prazo, o planejamento tático se estende pelo médio prazo, geralmente o exercício de um ano. Enquanto o primeiro é desenvolvido pelo nível institucional, o planejamento tático é desenvolvido pelo nível intermediário. Na verdade, o planejamento estratégico é desdobrado em vários planejamentos táticos, enquanto estes se desdobram em planos operacionais para sua realização.

Assim, o planejamento tático é o planejamento focado no médio prazo e que enfatiza as atividades correntes das várias unidades ou departamentos da organização. O médio prazo é definido como o período que se estende por um ano. O administrador utiliza o planejamento tático para delinear o que as várias partes da organização, como departamentos ou divisões, devem fazer para que a organização alcance sucesso no decorrer do período de um ano de seu exercício.

Os planos táticos geralmente são desenvolvidos para as áreas de produção, marketing, pessoal, finanças e contabilidade. Para ajustar-se ao planejamento tático, o exercício contábil da organização e os planos de produção, de vendas, de investimentos, etc. abrangem geralmente o período anual.

Os planos táticos geralmente envolvem:

a) Planos de produção: Envolvendo métodos e tecnologias necessárias para as pessoas em seu trabalho, arranjo físico do trabalho e equipamentos como suportes para as atividades e tarefas.

b) Planos financeiros: Envolvendo captação e aplicação do dinheiro necessário para suportar as várias operações da organização.

C) Planos de marketing: Envolvendo os requisitos de vender e distribuir bens e serviços no mercado e atender ao cliente.

d) Planos de recursos humanos: Envolvendo recrutamento, seleção e treinamento das pessoas nas várias atividades dentro da organização. Recentemente as organizações estão também se preocupando com a aquisição de competências essenciais para o negócio através da gestão do conhecimento corporativo.

Contudo, os planos táticos podem também se referir à tecnologia utilizada pela organização (tecnologia da informação, tecnologia de produção, etc.), investimentos, obtenção de recursos, etc.

Políticas

As políticas constituem exemplos de planos táticos que funcionam como guias gerais de ação. Elas funcionam como guias gerais de ação. Elas funcionam como orientações para a tomada de decisão. Geralmente refletem um objetivo e orienta as pessoas em direção a esses objetivos em situações que requeiram algum julgamento. As políticas servem para que as pessoas façam escolhas semelhantes ao se defrontarem com situações similares. As políticas constituem afirmações genéricas baseadas nos objetivos organizacionais e visam oferecer rumo para as pessoas dentro da organização.

As políticas definem limites ou fronteiras dentro dos quais as pessoas podem tomar suas decisões. Nesse sentido, as políticas reduzem o grau de liberdade para a tomada de decisão das pessoas. As organizações definem uma variedade de políticas como de recursos humanos, de vendas, de produção, de crédito, etc. Cada uma dessas políticas geralmente é desdobrada em políticas mais detalhadas. As políticas de recursos humanos são divididas em políticas de seleção, de remuneração, de benefícios, de treinamento, de segurança, de saúde, etc. As políticas de vendas são divididas em políticas de atendimento ao cliente, de pós-vendas, de assistência técnica, de garantia, etc. Em cada política, a organização especifica como os funcionários deverão se comportar frente ao seu conteúdo.

8.3. Planejamento Operacional


O Planejamento operacional é focalizado para o curto prazo e abrange cada uma das tarefas ou operações individualmente. Preocupa-se com o “que fazer” e com o “como fazer” as atividades quotidianas da organização.

Refere-se especificamente às tarefas e operações realizadas no nível operacional. O planejamento operacional está voltado para a otimização e maximização de resultados, enquanto o planejamento tático está voltado para a busca de resultados satisfatórios.

O planejamento operacional é constituído de uma infinidade de planos operacionais que proliferam nas diversas áreas e funções dentro das organizações. Cada plano pode consistir em muitos subplanos com diferentes graus de detalhamento. No fundo, os planos operacionais cuidam da administração da rotina para assegurar que todos executem as tarefas e operações de acordo com os procedimentos estabelecidos pela organização, a fim de que esta possa alcançar os seus objetivos.


Os planos operacionais estão voltados para a eficiência (ênfase nos meios), pois a eficácia (ênfase nos fins) é problema dos níveis institucional e intermediário da organização.

Apesar de serem heterogêneos e diversificados, os planos operacionais podem ser classificados em quatro tipos, a saber:



I) Procedimentos: São os planos operacionais relacionados com métodos.

O procedimento é uma seqüência de etapas ou passos que devem ser rigorosamente seguidos para a execução de um plano. Os procedimentos constituem guias para a ação e são mais específicos do que as políticas. São guias para fazer.

Os procedimentos são geralmente transformados em rotinas e expressos na forma de fluxogramas. Fluxogramas são gráficos que representam o fluxo ou a seqüência de procedimentos ou rotinas.

O diagrama denominado fluxograma permite uma visão completa do fluxo, de maneira clara e precisa, facilitando a análise.







É um tipo de diagrama, e pode ser entendido como uma representação esquemática de um processo, muitas vezes feita através de gráficos que ilustram de forma descomplicada a transição de informações entre os elementos que o compõem. Podemos entendê-lo, na prática, como a documentação dos passos necessários para a execução de um processo qualquer. É uma das Sete Ferramentas da Qualidade. Muito utilizada em fábricas e indústrias para a organização de produtos e processos.

II) Orçamentos: São os planos operacionais relacionados com dinheiro dentro de um determinado período de tempo. Também são denominados budgets. São gráficos de dupla entrada: nas linhas estão os itens orçamentários e nas colunas os períodos de tempo, em dias, semanas, meses ou anos. No nível operacional, os orçamentos tem geralmente a extensão de um ano, correspondendo ao exercício fiscal da organização. São exemplos de orçamento no nível operacional: Fluxo de caixa, orçamentos departamentais de despesas, os de reparo e manutenção de máquinas e equipamentos, etc.

III) Programas (ou programações). São planos operacionais relacionados com tempo. Constituem em planos que correlacionam duas variáveis: tempo e atividades que devem ser realizadas ou executadas.

Os programas podem ser de vários tipos, Os mais importantes são o cronograma, o gráfico de Gantt e o Pert.

O programa mais simples é denominado cronograma: um gráfico de dupla entrada em que linhas configuram as atividades ou tarefas a serem executadas, e as colunas definem os períodos, geralmente dias, semanas ou meses.

Gráfico de Gantt é um tipo de plano operacional igual ao cronograma simples, em que as colunas são predeterminadas em semanas, dispensando a utilização de calendário para sua execução.

PERT (Program Evaluation Review Technique) É bastante utilizado em atividades de produção e projetos de pesquisa e desenvolvimento. O modelo PERT é um sistema lógico baseado em cinco elementos principais: uma rede básica, a alocação de recursos, considerações de tempo e de espaço, a rede de caminhos e o caminho crítico. A rede básica é um diagrama de passos seqüenciais que devem ser executados a fim de realizar um projeto ou tarefa. A rede consiste em três componentes: eventos, atividades e relações. Eventos representam os pontos de decisão ou cumprimento de alguma tarefa (são os círculos do PERT com número dentro deles). As atividades ocorrem entre os eventos e constituem esforços físicos ou mentais requeridos para completar um evento e são representadas por flechas com números. As relações entre as tarefas básicas são indicadas pela seqüência desejada de eventos e de atividades na rede.

IV) Regulamentos: São os planos operacionais relacionados com o comportamento solicitado às pessoas. Especificam como as pessoas devem se comportar em determinadas situações. São diferentes das políticas pelo fato de serem bastante específicos.

1   ...   15   16   17   18   19   20   21   22   ...   34


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal