AdministraçÃo geral sumário



Baixar 1 Mb.
Página30/34
Encontro18.07.2016
Tamanho1 Mb.
1   ...   26   27   28   29   30   31   32   33   34

24. Integração da dimensão tecnológica com a dimensão cultural, política e organizacional

À medida em que a tecnologia se confunde com os produtos e serviços gerados por uma organização, permitindo inovação, melhoria na qualidade e novas abordagens de relacionamento com seu público-alvo (o cliente), administrá-la deve tornar-se o foco central de toda sua estratégia.

Entretanto, para muitas organizações, ainda existe um hiato muito grande entre estratégias e uso de tecnologia, principalmente com relação à tecnologia da informação.

A tecnologia consiste no saber fazer, aplicação sistemática de conhecimentos científicos e de conhecimentos originados pela experiência e pela tradição à produção de bens/produtos/insumos e à prestação de serviços.

A gestão da tecnologia - saber escolher e saber usar - constitui o processo decisório destinado à introdução planejada de novas tecnologias e à manutenção em funcionamento de determinadas, compreendendo: prospecção, avaliação, disseminação, absorção, monitoramento e administração do uso das tecnologias, funções que, no caso da tecnologia da informação, devem ser desempenhadas por uma unidade competente da organização, a fim de que negócio, estratégias e objetivos organizacionais tenham plena sintonia com a tecnologia e, em especial, com a tecnologia da informação.



A importância da Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) no estabelecimento de novos negócios e manutenção dos existentes, associada à crescente competitividade entre as organizações, tem exigido das empresas grande dedicação nas questões de disponibilidade e continuidade dos serviços como diferencial competitivo. Vale registrar que o gerenciamento de serviços de TIC ganhou notoriedade nas últimas décadas, abandonando a participação secundária no estabelecimento e manutenção dos negócios. Muitas empresas que atuam no segmento de TIC adotaram iniciativas para melhorar a qualidade dos serviços disponibilizados para seus clientes e usuários.


Segundo Baker, "a Tecnologia da Informação (TI) é o conjunto de recursos não humanos dedicados ao armazenamento, processamento e comunicação da informação, e a maneira como esses recursos estão organizados num sistema capaz de executar um conjunto de tarefas".

A TI não se restringe a equipamentos (hardware), programas (software) e comunicação de dados. Existem tecnologias relativas ao planejamento de informática, ao desenvolvimento de sistemas, ao suporte ao software, aos processos de produção e operação, ao suporte de hardware.




Governo eletrônicoi
As novas tecnologias da informática estão produzindo profundos impactos nas organizações em geral. A administração pública não está alheia a estas transformações. O processo de informatização já é uma realidade, embora com ritmos e avanços ainda bastante diferenciados, em toda a administração federal. Atualmente, praticamente todos os órgãos da Administração Pública Federal são gestores ou usuários de sistemas de informação. Ao mesmo tempo em que tem tido continuidade a aquisição de equipamentos e programas, a reforma administrativa prioriza também a aplicação da informatização ao processo de gestão e a reorientação dos sistemas de informação e bancos de dados já existentes, de forma a que atendam também a necessidades gerenciais.

Ou seja, não se trata de informatizar as rotinas estabelecidas, mas de redefinir processos e procedimentos, tendo em vista a plena exploração das potencialidades abertas pelas tecnologias de informação.

A utilização da informática na administração federal teve início em meados da década de 60 e levou à criação de sistemas informatizados, geridos por diversos órgãos e desenvolvidos para atenderem às necessidades específicas de cada um. Assim, não foram estabelecidos mecanismos que permitissem a permutação de dados e informações de uso comum. O resultado foi a multiplicidade e a redundância da coleta de dados, que oneram o processo de tratamento da informação e geram inconsistências. Assim, a administração federal não dispõe de sistemas de informação integrados. Da mesma forma, a aquisição de equipamentos e sua organização em redes locais foi realizada de forma isolada, atendendo às peculiaridades de cada área ou órgão, permitindo a criação de verdadeiras ilhas de excelência, mas inviabilizando a intercomunicabilidade entre os diversos órgãos e setores do Governo.

Nesse sentido, a política de informatização no âmbito da administração federal está voltada para:

. a aquisição de equipamentos e programas de forma planejada, assegurando padrões mínimos de atualização tecnológica e a criação de condições para a compatibilidade e intercomunicabilidade entre os sistemas, programas e equipamentos, mediante normatização, sob responsabilidade do MARE;

. o desenvolvimento da convergência e da integração entre as bases de dados e sistemas de informações existentes, de forma a racionalizar e tornar compatível entre si a informação armazenada, evitando duplicações e contradições entre os sistemas;

. a implantação de rede interna que permita a comunicação e transmissão de dados entre os técnicos e dirigentes que disponham de microcomputadores, alcançando todos os órgãos da administração federal;

. a utilização da .Internet. para ampliar o acesso a informações sobre as políticas, projetos e ações do Governo, assim como sobre a tramitação de demandas dirigidas aos órgãos públicos ou de interesse do cidadão, tais como processos, licitações, concursos, etc.



25. Questões



01. (COPS – SEAP/PR – Administrador – 2007) Para a compreensão das pessoas é indispensável observar o comportamento delas, dar-lhes oportunidades de exporem seus pensamentos, sentimentos e ações, no relacionamento com seus semelhantes.

Com base no texto acima, quais técnicas de Relacionamento Humano são necessárias para um bom entendimento na equipe de trabalho?

a) Saber ouvir e aplicar técnicas de relacionamento interpessoal, sempre que o caso merecer urgência.

b) Ser flexível em alguns momentos do relacionamento em equipe.

c) Equilíbrio emocional nas questões que envolvem o conhecimento de cada membro de equipe e de seus subordinados.

d) Compreender os outros como a si mesmo, priorizando as questões que envolvam as chefias e seus subordinados.

e) Saber ouvir, conhecimento de si mesmo, melhor compreensão dos outros, boa convivência grupal, desenvolvimento de aptidões para um relacionamento ameno com as pessoas e equilíbrio entre razão e emoção.


02. (NCE/UFRJ – CEPEL – Assessor Adm e Finan – 2006) - Uma característica das equipes autodirigidas ou auto administradas é:

(A) questões como liderança são relativamente difíceis;

(B) questões como tomada de decisão são relativamente simples;

(C) responsabilidade por realizar o trabalho e por administrar a si mesma;

(D) grupo híbrido de indivíduos especializados em diversas áreas e oriundos de um único departamento;

(E) grupo híbrido de indivíduos especializados em diversas áreas e oriundos de diversos departamentos.



03. (NCE/UFRJ – CEPEL – Assessor Adm e Finan – 2006) Uma característica das equipes interfuncionais é:

(A) questões como liderança são relativamente difíceis;

(B) questões como tomada de decisão são relativamente simples;

(C) responsabilidade por realizar o trabalho e por administrar a si mesma;

(D) grupo híbrido de indivíduos especializados em diversas áreas e que são oriundos de diversos departamentos;

(E) grupo híbrido de indivíduos especializados em diversas áreas e que são oriundos de um único departamento.


04. (NCE/UFRJ – AGU – Administrador – 2006) Atualmente, importantes mudanças e novos paradigmas estão transformando o contexto das organizações. Dessa forma, as atuais organizações estão inseridas em um ambiente:

(A) globalizado, marcado pela importância dos cargos e das funções, e hierarquizado;

(B) globalizado, marcado por mudanças, contudo mantendo uma mesma estrutura organizacional;

(C) informatizado, marcado pela globalização tecnológica e pela consolidação da inserção digital para todos;

(D) globalizado, marcado por mudanças tecnológicas, sociais, pela ênfase no cliente, na qualidade e nas alianças estratégicas;

(E) informatizado, marcado pela ênfase nos serviços e na estrutura da industrialização.


05. (UPENET – Prefeitura de Recife – Administrador –2006) Quanto aos cinco estilos de gestão de conflitos nas organizações, envolvendo a Assertividade e a

Cooperação, indique a afirmativa INCORRETA.

A) O Estilo de Acomodação indica um elevado grau de cooperação com ausência de Assertividade.

B) O Estilo de Competição reflete a Assertividade total.

C) O Estilo de Abstenção reflete uma postura cooperativa.

D) O Estilo de Transigência demonstra uma moderada porção de Assertividade e de Cooperação.

E) O Estilo de Colaboração reflete um alto grau de Assertividade.


06. (NCE/UFRJ – AGU – Administrador – 2006) A tecnologia da informação aplicada às organizações permite aperfeiçoamento das formas de trabalho e também a introdução de novas formas e processos, trazendo como conseqüência(s):

(A) coordenação dos processos à distância e diminuição da análise da informação;

(B) monitoração menos rigorosa da situação dos processos e coordenação entre tarefas, processos e pessoas;

(C) automação dos fluxos de trabalho, diminuindo o trabalho humano;

(D) coordenação entre tarefas e processos, reduzindo a captação on-line da informação;

(E) aumento da acessibilidade e diminuição dos sistemas de apoio à decisão.



07. Um sistema de informações é um processo de transformação de dados em informações. Quando esse processo está voltado para a geração de informações que são necessárias e utilizadas no processo decisório da empresa diz-se que é um sistema de informações gerenciais. Qual das alternativas abaixo contém informações?

A. Número de empregados; custo da matéria-prima; quantidade produzida.

B. Número de empregados; custo da matéria-prima; capacidade de produção.

C. Produtividade por empregado; quantidade produzida; custo das vendas.

D. Produtividade por empregado; custo das vendas; capacidade de produção.

08. (Consulplan – CEAGESP- Analista O&M – 2006) A discussão sobre ética na administração tem sua origem na opinião de que as organizações têm responsabilidades sociais. Isto significa dizer que as organizações:

A) Utilizam recursos da sociedade e devem cumprir seus papéis com a mesma, aumentando a riqueza da sociedade.

B) Utilizam recursos da sociedade e, como são riquezas naturais, não precisam devolver nem compensar a sociedade pela utilização do mesmo.

C) Necessitam preocupar-se unicamente com seus objetivos, sem levar em consideração a sua relação com a sociedade.

D) Lutam para defender seu ambiente de tarefa, enfatizando suas preocupações com seus mercados: consumidor, fornecedor e concorrente.

E) Devem se preocupar com seus custos somente financeiros, pois são os mesmos que fazem parte da suas formações de preços.


09. ( ESAF – MPOG/ENAP – Técnico de nível superior – 2006) Selecione a opção correta.

a) As quatro etapas principais do processo decisório são: identificação do problema, diagnóstico, apresentação de alternativas de solução e decisão.

b) Pela delegação de atribuições, decisões podem ser tomadas pelo nível estratégico da organização.

c) Decisões estratégicas compreendem a definição de meios e recursos para execução de atividades.

d) Por delegação se entende o processo de centralização das atividades de vendas e finanças.

e) Decisões estratégicas devem ser tomadas no nível operacional da organização.


10. (FCC – ARCE – Analista de Regulação – 2006) Quando o conflito é trivial, quando os ânimos estão exaltados e é preciso tempo para esfriá-los, ou quando a potencial perturbação provocada por uma ação mais enérgica representar um custo maior que os benefícios da resolução, a estratégia gerencial a ser adotada é

a) a colaboração

b) a acomodação

c) a imposição

d) o acordo

e) a abstenção


11. (CESPE/UNB – SEAD/PGEPA – Técnico em Procuradoria) Acerca do processo decisório, assinale a opção correta.

a) Decisão é a escolha entre alternativas para resolver problemas ou aproveitar oportunidades. O processo decisório tem início no diagnóstico, momento em que se procura entender o problema, suas causas e conseqüências.

b) A vantagem da utilização de técnicas como árvore de decisões no processo decisório é que ela permite que se tome a decisão automaticamente.

c) O resultado da avaliação da probabilidade das conseqüências das decisões a serem tomadas é chamado incerteza.

d) Se, ao constatar que um produto foi entregue com defeito, o responsável pelo setor de material convoca o fornecedor para efetuar a substituição, é correto afirmar que, nessa situação, ocorreu uma decisão do tipo programada.

1   ...   26   27   28   29   30   31   32   33   34


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal