Amigos e servidores da palavra



Baixar 6.98 Kb.
Encontro01.08.2016
Tamanho6.98 Kb.
AMIGOS E SERVIDORES DA PALAVRA
Casa di preghiera San Biagio – www.sanbiagio.org info@sanbiagio.org
25 de março de 2013 – Anunciação do Senhor
DA PALAVRA DO DIA
“Tu não quiseste vítima nem oferenda, mas preparaste-me um corpo.”

Hb, 10, 5



Como viver esta Palavra?
Depois de muitas tentativas mais ou menos fracassadas, no seu desejo de firmar aliança Deus escolhe, no dia da anunciação, uma estrada totalmente outra!

Não foram necessários anciãos respeitáveis e nem mesmo juízes sábios ou profetas, como Noé, Abraão, Elias, Eliseu ou Moisés. Deus passa por cima de tudo o que usara antes. Não serão homens autorizados, nem holocaustos de carneiros e de touros, nem prescrições legais inscritas indelevelmente na pedra, ou circuncisões da carne, que irão sancionar a nova aliança.

A novidade passará pela revelação de que Deus não é Um e basta, mas é relação, aliança contínua, vital. Deus tem um Filho que ele ama loucamente: é a sua Palavra. E esse Filho lhe corresponde com igual amor. Deus está disposto a colocar tudo isso em risco. E então, prepara um corpo para seu Filho; um corpo que possa caminhar, falar, escolher! E o envia.

O Filho dá seu consenso, parte e assume corpo; aquele corpo preparado não é de super-herói. Nasce de uma palavra acolhida por uma outra pessoa: Maria, uma mulher que, graças a seu corpo, permite que nela Deus tome forma, nasça e cresça.



Uma história infinita que se encerra num espaço infinitamente pequeno. Minúsculo. Uma pequena brecha pela qual Deus entra na história e lhe dá novo rumo!

Senhor, o mistério da encarnação continua a deixar-nos espantados imensamente felizes, porque com o corpo de teu Filho selaste a tua aliança eterna conosco. Nele, nós com o nosso corpo queremos prolongar a cada dia o teu mistério de salvação e levar-te a quem ainda não te conhece… Graças ao nosso corpo “Quer comamos, quer bebamos, quer vivamos, quer morramos, estamos no Senhor" (1 Cor 10, 31)”.
A voz de um monge
Viver a condição humana é viver a corporeidade. E, para o cristão, viver a obediência a Deus significa passar através da obediência ao próprio corpo.

Luciano Manicardi, monge de Bose


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal