Amores e sonhos da flora. Afrodisíacos e alucinógenos na botânica e na farmácia, São Paulo, Xamã Editora, 2002, 240 pp



Baixar 2.57 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho2.57 Kb.
Amores e sonhos da flora. Afrodisíacos e alucinógenos na botânica e na farmácia, São Paulo, Xamã Editora, 2002, 240 pp
Resumo:
Originalmente apresentada como uma tese de doutoramento na USP em 1997, este livro rastreia a construção social das noções desenvolvidas na Era Moderna acerca do uso de diferentes plantas. A botânica e a farmácia nascem, então, como ciências inextricavelmente ligadas, cuja motivação principal é a busca de novas drogas. Seus usos, além da cura de doenças ou lesões, também visavam aos domínios do sexo, do sonho, do transe, da alucinação, da morte e do prazer. Recebiam, assim, especial atenção as plantas consideradas afrodisíacas, anafrodisíacas e alucinógenas.


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal