Aníbal Lima, Violino



Baixar 4.21 Kb.
Encontro22.07.2016
Tamanho4.21 Kb.
Aníbal Lima, Violino
Oriundo duma família de músicos amadores, nasceu em Lamego no dia 1 de Outubro de 1952. Com 9 anos de idade, iniciou os seus estudos musicais na Fundação Musical dos Amigos das Crianças em Lisboa. Em 1968/69 frequentou os cursos internacionais de Música da Costa do Sol, nas classes de violino e música de câmara orientadas por Sandor Vegh. Em 1971, concluiu o Curso Superior de Violino do Conservatório Nacional de Lisboa, na classe do Professor Herbert Zils. No Ano Seguinte foi atribuído ao Quarteto de Cordas de Lisboa, do qual foi membro fundador, o 1º Prémio no Concurso Guilhermina Suggia. Em 1977, depois de ocupar durante alguns anos, o lugar de chefe de naipe dos segundos violinos da Orquestra Gulbenkian, obteve uma bolsa de estudo do governo soviético que lhe permitiu estudar com o professor Alexander Stanko no conservatório de Odessa, tendo sido mais tarde convidado a participar num programa de televisão Ucraniana em homenagem a este pedagogo. Em 1978, foi admitido no conservatório de Tchaikovsky de Moscovo, na classe de Sergei Kravechenco (assistente de Leonid Kogan), diplomando-se em 1980. Em 1983, obteve o segundo prémio no concurso internacional de Villa Lobos. Como solista efectuou concertos em Portugal, França, Luxemburgo, Marrocos, China, Macau, Tailândia, Dinamarca, nos Festivais Internacionais da Costa do Estoril, Capuchos, Algarve e Pamplona e com as principais orquestras portuguesas. Em 1988, gravou o concerto em Ré menor para violino e orquestra de Mendelssohn e em 1993 a integral das sonatas para violino e piano de Grieg, com a pianista Anne Kasa. É membro fundador do trio Artis conjuntamente com o Paulo Gaio Lima e António Rosado. Com a Orquestra Sousa Carvalho da qual foi fundador e director artístico efectuou inúmeros concertos, gravando ainda um disco intitulado Cabaret. Foi concertino da Orquestra da Fundação Calouste Gulbenkian no período de 1982/2003. Desempenha ainda as funções de professor na Escola Superior de Música de Lisboa e na Academia Nacional Superior de Orquestra desde o ano lectivo 1998/1999. Em 2005 é convidado pela Universidade Católica do Porto a leccionar a cadeira de violino. Nestas funções tem desempenhado um papel importante contando até ao momento, com onze alunos laureados no Concurso Jovens Músicos


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal