Animadores das redes temáticas funções e Perfil Cada Rede Temática deverá dispor de: Um



Baixar 13.04 Kb.
Encontro04.08.2016
Tamanho13.04 Kb.




ANIMADORES DAS REDES TEMÁTICAS - Funções e Perfil


Cada Rede Temática deverá dispor de:

  • Um(a) “animador(a)” com fortes competências pessoais e relacionais, que assegure a participação de todos, facilite a interacção e a dinâmica do grupo, fomente a autonomia dos participantes, e detenha competências técnicas no domínio da rede, capazes de assegurar a qualidade dos conteúdos do debate, estabelecer o “corpo” de conhecimento comum que permite trabalhar em conjunto e concentrar as energias do grupo em temas cada vez mais avançados.


São funções do(a) animador(a):

  1. facultar informação sobre os progressos verificados no campo do conhecimento em questão e respectivos desenvolvimentos esperados; disponibilizar bibliografia e práticas de referência;

  2. preparar documentos de trabalho que suportem e incentivem a discussão e as actividades da Rede; elaborar sínteses técnicas do debate na Rede que realcem o seu valor acrescentado e tenham em conta o contributo dos princípios EQUAL;

  3. orientar e apoiar os participantes na identificação de produtos e práticas bem sucedidas e transferíveis, e na validação dos resultados dos projectos;

  4. sistematizar as soluções a que se chegar, redigir artigos e documentos técnicos que apoiem a disseminação e transferência de resultados;

  5. identificar e, eventualmente, contactar/mobilizar as entidades e organizações que possam vir a beneficiar da disseminação de boas práticas;

  6. identificar pessoas-recurso e actores-chave capazes de trazer valor acrescentado à RT e mobilizá-los para a sua participação na Rede;

  7. animar os encontros da RT, intervir em workshops e eventos públicos, com eventual preparação de intervenções que permitam evidenciar boas práticas, facilitar a sua incorporação nas políticas ou por terceiros, e disseminar os resultados dos projectos e da RT;

  8. identificar temas-chave da política nacional e europeia, bem como de áreas potenciais de acção e de debate, e promover a articulação entre os resultados dos projectos e da RT, e as políticas; neste âmbito, o(a) animador(a) pode ser chamado a participar no Grupo de Trabalho para o Mainstreaming a criar no âmbito da Comissão de Acompanhamento do Programa EQUAL;

  9. participar no trabalho em rede virtual e na gestão de uma base de dados de conhecimento que possa ser progressivamente gerado pela RT e que importe disseminar;

  10. participar em reuniões e encontros que, no respectivo domínio temático, ocorram a nível europeu no âmbito da Iniciativa EQUAL, bem como a desenvolver actividades de interface entre os Grupos Temáticos Europeus e as Redes Temáticas nacionais.


Perfil de competências do(a) “animador(a)” da Rede Temática

O(A) “animador(a)” de uma Rede Temática deve deter as seguintes competências técnicas, pessoais e relacionais:



  1. conhecimento e domínio técnico das questões subjacentes à Rede Temática e sua permanente actualização, nomeadamente nas áreas abrangidas pela estratégia europeia para o emprego e pelas políticas sociais de emprego e formação a nível nacional;

  2. capacidade de facultar o acesso à informação e conhecimento relevantes na área temática em questão;

  3. capacidade de análise e de síntese e experiência de redacção de documentos e artigos técnicos;

  4. capacidade de apoiar os participantes na RT a identificar, caracterizar e avaliar os produtos e as práticas resultantes dos projectos;

  5. capacidade de utilizar as novas tecnologias de informação e comunicação e animar redes virtuais:

  6. elevada responsabilidade e autonomia;

  7. flexibilidade, criatividade e espírito de iniciativa;

  8. capacidade de integração em grupos e de compreensão dos contextos em que actuam;

  9. capacidade de animar reuniões, estimular dinâmicas de grupo e interacção dos participantes, incentivar o debate e a partilha de conhecimento;

  10. domínio do inglês e/ou francês.



Uma rede de animadores

Os(as) animadores das diferentes Redes Temáticas reunirão periodicamente com o Gabinete de Gestão EQUAL (em principio cada dois/três meses) para partilha de problemas e soluções, afinar metodologias de trabalho em rede, troca de suportes de trabalho, definir intervenções conjuntas, etc., podendo constituir-se como uma “rede” de partilha com valor acrescentado para os próprios animadores, para as RT e para o Gabinete de Gestão EQUAL.



As RT podem ainda recorrer aos peritos externos cujo contributo seja essencial em momentos críticos, como é o da validação de produtos.



©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal