Artes visuais // abril-maio 2013 Entre forças e conflitos iminentes



Baixar 14.45 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho14.45 Kb.





ARTES VISUAIS // ABRIL-MAIO 2013

Entre forças e conflitos iminentes

Seis novas esculturas de Túlio Pinto produzem frações de inusitado equilíbrio, ampliando a percepção dos sentidos

Ground, nona exposição individual de Túlio Pinto, convida a uma experiência de interrupção da gravidade. O escultor recorre ao diálogo entre materiais de naturezas distintas para construir instantes de um equilíbrio pouco provável. Densidade e peso deparam-se com leveza e fragilidade em encontros quase abruptos, gerando instantes de inusitada harmonia.


Em seis novas peças, materiais como aço, vidro, areia e granito são combinados de maneiras diversas, nas quais se manifesta uma crescente tensão.  A equação proporciona um mergulho em uma zona de iminência, na qual fragmentos de um conflito evidente entre forças são congelados. “São confrontos acessados a partir da experiência pessoal de quem os observa”, diz o artista.
O vidro, presente em quase todas as novas peças, empresta às mesmas um aguçado componente de leveza. “A transparência permite que tudo pareça mais leve do que é”, descreve Túlio, que emprega o vidro para criar "bases invisíveis" nos novos trabalhos, removendo deles uma dimensão e ampliando desta forma a percepção dos sentidos.
As peças de vidro soprado empregados na série Cumplicidade # 2 foram produzidas em uma tradicional fábrica de São Paulo pouco antes de a mesma fechar suas portas definitivamente.  “É curioso que essas peças tenham sido a última atividade que aconteceu em um lugar com mais de cem anos de história e assim passem a carregar consigo não somente a poética do trabalho, mas também toda história de um lugar", observa.
Em cartaz até maio na Baró Galeria, Ground é uma metáfora de relações, cuidadosamente construída por Túlio Pinto. Ainda neste ano, o artista realiza em maio o projeto CEP - Corpo, Espaço e Percurso ( Rede Nacional Funarte) no estado do Rio Grande do Norte, e em julho expõe no Santander Cultural de Porto Alegre, com curadoria de Clarissa Diniz. Durante os meses de agosto, setembro e outubro deste ano realiza ainda residência no EAC (Espacio de Arte Contemporáneo) em Montevideo.


SERVIÇO
Exposição Ground (Tulio Pinto)

Quando: 27/4 a 25/5

Onde: Baró Galeria, rua Barra Funda, 216, Barra Funda, zona oeste, São Paulo

Visitação gratuita: 11h às 19h (terça a sexta); 11h às 18h (sábados)

Telefone: (11) 3666-6489

www.barogaleria.com



ENTREVISTAS E IMAGENS
Tatiana Diniz

Assessoria de Imprensa/PR

55 11 953839717

imprensabarogaleria@gmail.com



VISUAL ARTS APRIL-MAY 2013


Between forces and imminent conflicts

Six new sculptures by Tulio Pinto produce fractions of unexpected balance, broadening senses perception

Ground, Tulio Pinto’s 9th solo exhibition, invites for an experience in which gravity is interrupted. The sculptor assembles materials of opponent natures to build up instants of unlikely balance. Density and weight come across lightness and fragility in almost abrupt encounters, generating instants of unexpected harmony.
In six new pieces, materials such as steel, glass, sand and granite are combined in different ways, so that a crescent tension is constantly present. The equation allows for an immersion within a zone of imminence, in which fragments of evident conflict are frozen. “These conflicts are accessed based on the observer’s personal experience”, says the artist.
Glass, present in nearly all new artworks, gives an outstanding component of lightness to the pieces. “Transparency permits that anything appears lighter than it is”, describes Tulio, who applies glass to create “invisible basis” in the new artworks, removing a dimension from them and therefore broadening the senses perception.
Pieces made with artisanal glass that compose the series Cumplicidade # 2 have been produced in a traditional factory of Sao Paulo just before it definitely closed its doors. “It is interesting that this pieces were the last activity to happen in a place with more than a century of history and therefore they carry not only the poetics of the artwork but also the history of this place”, he observes.
On at Baró Gallery until May, Ground is a metaphor of relationships, carefully built up by Tulio Pinto. This year, the artist also participates of project CEP - Corpo, Espaço e Percurso (Funarte) in the Estate of Rio Grande do Norte in May, and in July he does exhibits in Santander Cultural in Porto Alegre, with curatorship by Clarissa Diniz. During August, September and October, he takes part in the residency programme of EAC (Espacio de Arte Contemporáneo) in Montevideo.


SUMMARY
Exhibition: Ground (Tulio Pinto)

When: 27thApril - 25th May

Where: Baró Gallery, rua Barra Funda, 216, Barra Funda, Sao Paulo, Brazil

Free admission: 11.00 am to 7.00 pm (Tuesday to Friday); 11.00 am to 6.00 pm (Saturdays)

Where: Baró Gallery, rua Barra Funda, 216, Sao Paulo, Brazil

Phone: 55 11 3666-6489

www.barogaleria.com

INTERVIEWS AND IMAGES: 
Tatiana Diniz

Assessoria de Imprensa/PR

55 11 953839717

imprensabarogaleria@gmail.com









Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal