Ata da viª reunião do conselho deliberativo da tec-campos



Baixar 15.64 Kb.
Encontro21.07.2016
Tamanho15.64 Kb.






ATA DA VIª REUNIÃO DO CONSELHO DELIBERATIVO DA TEC-CAMPOS.
Aos seis dias do mês de maio do ano de dois mil e nove, às dezessete horas e trinta minutos, reuniu-se o Conselho Deliberativo da Tec-Campos, na sala de reuniões da TEC CAMPOS, para a sua sexta reunião, estando presentes os membros do Conselho Deliberativo da TEC CAMPOS: Professor Roberto Moraes Pessanha – Presidente do Conselho e Representante do IFF-Campos; Senhora Margot Paes - Representando a FUNDENOR; Senhor Maurício Barcellos, Representando a FENORTE/TECNORTE; Senhor Said Sérgio Martins Auatt – Representante da Fundação CEFET-Campos e os convidados: Professor Almy Junior Cordeiro de Carvalho – Reitor da UENF ; Prof. Ronaldo Pinheiro Paranhos – Diretor Presidente do Conselho Diretor da TEC CAMPOS; Senhores Helio Gomes e André Uébe Mansur- Representantes do IFF-Campos, Senhor José Elimar Runseki Representante da Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes – FUNDECAM; Senhor Adailto Alves Rangel – Representante da ACIC, e a Senhora Adriana de Campos Crespo – Gerente da TEC CAMPOS, que secretariou a reunião. Pauta: 01- Aprovação da Ata anterior; 02 - Prestação de contas do exercício anterior e respectivo Relatório Anual de atividades desenvolvidas pela TEC CAMPOS; 03- Aprovar o orçamento, o programa de investimentos e estabelecer diretrizes e metas do exercício seguinte, com base na proposta do Conselho Diretor; 04 – Outros assuntos. O Prof. Roberto Moraes deu início à reunião e apresentou documento informando que, a partir desta data, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense – IFF como instituição parceira da constituição e do funcionamento da TEC CAMPOS será representada pelo próprio Prof. Roberto Moraes – Pró-reitor de Extensão, no Conselho Deliberativo em substituição da Reitora Profa. Cibele Monteiro; pelo Sr. Helio Gomes Filho – Assessor da Reitoria como membro do Conselho Diretor, em substituição ao Professor Jefferson Azevedo e pelo Sr. André Uébe Mansur – Diretor Administrativo, em substituição a Sra. Carla Nogueira Patrão de Aquino. Sendo que o Sr. Helio Gomes, a partir desta data, responderá pela a função de Diretor Financeiro da TEC CAMPOS, em substituição a Sra.Carla Nogueira Patrão de Aquino. Ainda com a palavra, o Prof. Roberto reafirmou o interesse do IFF em participar com expectativa que a TEC CAMPOS traga boas novas para região, enfatizando que o IFF tem a função e o objetivo de ampliação da cultura empreendedora e que atua em projetos de inovação. O Prof. Almy reafirmou o interesse da UENF pela TEC CAMPOS, acha que a mesma seja instrumento de crescimento da região. Disse ter colocado isso em pauta, constantemente, junto a Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes, bem como na pauta da BioFábrica, que acredita não funcionar sem “incubar”. Acredita também na necessidade de ampliar o espaço da Incubadora, com a perspectiva de Agência de Inovação Tecnológica e vê esse um bom momento para fazer isso junto às instituições de Campos. A UENF acredita no projeto da Incubadora, mas acha que está lento para as demandas que se tem hoje. Finalizou enfatizando o reconhecimento do Prof. Ronaldo Paranhos que construiu uma rede importante entre a Universidade, Incubadora e Instituições voltadas para o desenvolvimento da região. Dando seguimento a reunião, colocou-se em discussão o item 01 – Aprovação da ata anterior, sem alterações a ata foi aprovada por unanimidade. Após, o Prof. Roberto passou a palavra ao Prof. Paranhos para dar prosseguimento a pauta da reunião. Item 02Prestação de contas do exercício anterior e respectivo Relatório Anual de atividades desenvolvidas pela TEC CAMPOS. Foi apresentado quadro demonstrativo (doc. anexo) das atividades desenvolvidas na TEC CAMPOS em 2008, que em suma comentou sobre a consolidação da TEC CAMPOS e como resultado informou que a Incubadora iniciou-se com sete (07) projetos e hoje tem onze (11) CNPJ dentro da Incubadora, constatando que a Incubadora progrediu consideravelmente no ano de 2008, porém, comentou que manter as empresas é tão difícil quanto ou mais difícil do que criar empresas. Hoje, diante dos objetivos de cada uma, há diversidades e será necessário ter o apoio dos parceiros para supri-las. Colocado em discussão, aprovado por unanimidade. Em seguida, apresentou quadro demonstrativo (doc. anexo) das atividades a serem desenvolvidas na TEC CAMPOS em 2009. Dentre as atividades fez referência à transferência da data de seleção de projetos-idéias para atender o Programa de Pré-Incubação para setembro de 2009 visando fomentar mais junto as Universidades. No que tange as missões do Planejamento Estratégico da TEC CAMPOS, pediu reforço junto às instituições responsáveis para dar continuidade ao que foi definido, a saber: a UENF responsável pela elaboração de um programa de captação de recursos, convênios com Prefeituras; o IFF responsável pela elaboração e implantação do Sistema de Gestão na TEC CAMPOS; a FUNDENOR responsável pela disseminação da cultura empreendedora e de inovação no ambiente acadêmico e empresarial; a FENORTE/TECNORTE responsável pela criação de canal de comunicação da TEC CAMPOS, criação e manutenção de Boletim mensal, homepage da Incubadora e o SEBRAE pela Capacitação de Pessoal. Colocado em discussão, aprovado por unanimidade. Item 03- Aprovar o orçamento, o programa de investimentos e estabelecer diretrizes e metas do exercício seguinte, com base na proposta do Conselho Diretor, O Prof. Paranhos, apresentou quadro demonstrativo (doc. anexo) dos recursos previsto para TEC CAMPOS em 2009. Diante do que foi apresentado comentou da necessidade ainda de manter convênio com a UENF, uma vez que a Incubadora não paga água, luz, telefone, nem espaço físico. Com a FENORTE, mantêm convênio para suprir bolsistas, visando atender o quesito mão de obra da Incubadora, mas de acordo com informações obtidas não há definição quanto aos pedidos de bolsas solicitados, via projeto Balcão, para este ano. Com o IFF não há convênio formalizado, no entanto o Instituto dá suporte na liberação de material como papel, café e copos descartáveis para água e café. No momento, está sendo agilizado toda documentação para o estabelecimento de convênio com a Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes, no valor de R$ 140.000,00, recurso aprovado em 2008, previsto no orçamento da antiga Secretaria de Indústria e Comércio, hoje Secretaria de Desenvolvimento Econômico e de Petróleo, que possibilitará a implementação de ações para o desenvolvimento da TEC CAMPOS, pagamento de pessoal e, ainda, desenvolver Programa de Capacitação, diagnóstico e acompanhamento para empreendedores e empresários que visam financiamento junto ao FUNDECAM. Ainda dentro do assunto de “recursos a realizar em 2009”, Prof. Paranhos fez referência ao recebimento de mensalidades dos Programas de Incubação e de Associadas oferecidos na TEC CAMPOS, para pagamento de despesas variáveis. Acreditando, desta forma, que no final de 2010 a Incubadora poderá vir a ser auto-sustentável. Para finalizar, disse que tudo indica que a formalização do convênio com a PMCG, juntamente com a liberação do recurso, somente seja no mês de junho de 2009, desta forma, vê dificuldade em pagar pessoal e pleiteou aos parceiros, em especial a Fundação CEFET, colaboração para realizar o pagamento em primeiro de junho/2009, no valor de R$ 3.600,00 (três mil e seiscentos reais), incluindo os encargos sociais. O Prof. Paranhos esclareceu que dentre as instituições parceiras somente a Fundação CEFET e a ACIC ainda não custearam esta despesa pela TEC CAMPOS. Agradeceu a todos os parceiros que pagaram até o presente momento, como a PMCG, o SEBRAE e a FUNDENOR. O Prof. Almy acha que deve-se criar uma maneira de sustentabilidade da TEC CAMPOS, na tentativa de evitar que o Prof. Paranhos venha sempre pedir perante aos parceiros uma ajuda. Propôs a criação de uma contribuição semestral ou anual, talvez no valor de R$ 5 ou 10 mil, a ser assumida pelas instituições parceiras e fundadoras da TEC CAMPOS. Comentou ainda que a Incubadora não deve ficar dependendo da Prefeitura. Sendo assim, acha que sua proposta resolveria, em parte o problema de sustentabilidade de recursos humanos da TEC CAMPOS. O Prof. Roberto concorda que talvez seja cobrada uma taxa semestral. O Prof. Paranhos vê a proposta como forma de equacionar o ano, mas precisa da definição de uma instituição parceira para se responsabilizar pelo pagamento de pessoal no mês de junho próximo. O Sr. Elimar pediu a palavra por não estar se sentido bem e gostaria de se ausentar após sua fala, em seguida, justificou a ausência do Dr. Luiz Eduardo Crespo, Presidente do FUNDECAM e informou que segundo o Conselho Gestor do FUNDECAM já havia sido aprovado a proposta de estabelecimento de convênio da TEC CAMPOS com a PMCG e que já se encontrava à disposição da Secretaria de Desenvolvimento. Quanto à questão de recursos disse não ter muito a acrescentar, mas que a intenção é de que muito em breve deve se iniciar o processo de capacitação para captação de micro finanças e micro créditos junto ao FUNDECAM. O Sr. André disse que poderiam levar adiante a proposta do Prof. Almy ou buscar um rateio entre as instituições para atender a demanda de junho próximo. A Sra. Margot acha que deve-se fazer uma Carta Consulta junto às instituições através da proposta apresentada. O Sr. Adailto concordou e indagou porque a CDL não faz parte das instituições parceiras da TEC CAMPOS. Tratando-se de uma Instituição importante na região, sugeriu que a convidassem para integrar ao grupo. O Prof. Paranhos esclareceu que foi criado o consórcio para que nenhuma instituição ficasse de fora, mas como precisavam começar iniciaram com a parceria das que já estavam firmadas, porém a formatação da TEC CAMPOS permite que outras novas instituições agreguem ao projeto. Após as discussões ficou definido que a TEC CAMPOS encaminharia uma carta consulta às instituições parceiras e fundadoras da TEC CAMPOS, propondo a criação de uma contribuição semestral ou anual. Às dezenove horas o Prof. Roberto encerrou a reunião e, Eu, Adriana de Campos Crespo, secretária ad hoc, lavrei a presente ata.



Professor Roberto Moraes Pessanha

Presidente do Conselho



Adriana de Campos Crespo

Gerente da TEC CAMPOS, secretária ad hoc




©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal