Autor: João Paulo Martins



Baixar 0.67 Mb.
Página6/8
Encontro19.07.2016
Tamanho0.67 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8

Autor: Elisângela Jaqueline Magalhães

Data: 30/07/2007

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Antônio Augusto Neves

Resumo: Objetivou-se com esse trabalho avaliar a capacidade sortiva do herbicida ametryn em frações de um latossolo Vermelho- amarelo distrófico da região de Viçosa, MG, misturadas com diferentes teores de matéria orgânica. Após a coleta das amostras feitas na camada superficial, horizonte A, fez-se a caracterização física, química e mineralógica do solo e separação das frações do solo em silte/areia e argila. Após isso, a essas frações do solo misturou-se um vermicomposto (matéria orgânica nas proporções de 0, 5, 15 e 30 %). Essa mistura foi incubada por 90 dias em temperatura ambiente. A sorção do ametryn nesse material foi avaliada aos 0, 30, 60 e 90 dias de incubação. Para se realizar a extração do ametryn das frações de solo + matéria orgânica utilizou-se a técnica de Extração Líquido-Líquido com partição em Baixa Temperatura (ELL-PBT), o qual foi otimizada e validada pelos parâmetros de seletividade, linearidade, limite de detecção e quantificação e precisão. A extração do ametryn foi realizada com acetonitrila e acetato de etila apresentando rendimento em torno de 99 %. Nos ensaios de sorção foi utilizado o método “batch equilibrium”, conduzido em condições controladas de laboratório. Para isso, 10,0 mL das soluções em NaCl 0,100 mol L-1, contendo 10;0; 30;0; 50,0; 80,0; 100,0; 120,0 e 150,0 μg mL-1 de ametryn, foram adicionadas em frascos de centrífuga contendo 1,0 g da matriz, permanecendo sob agitação horizontal a 27 ºC até atingir o tempo de equilíbrio. Após centrifugação o ametryn foi extraído do sobrenadante pela técnica de ELLPBT, sendo a quantificação do ametryn feita por cromatografia gasosa, com detector por ionização em chama (CG-FID). Verificou-se elevada sorção de ametryn em todas as frações de solo estudadas. A fração silte/areia apresentou maior capacidade sortiva com relação ao solo e à fração argila. Esse efeito foi atribuído ao alto teor de matéria orgânica (19,31 %) encontrado nessa fração, uma vez que a mesma não foi retirada durante o processo de separação. Não se observou diferença na sorção do ametryn com adição de matéria orgânica. Este fato pode ser explicado alto teor de matéria orgânica nativa e argila presente no solo. Todavia, nas frações silte/areia e argila quando se adicionou matéria orgânica verificou-se efeito positivo no aumento da sorção. Esse efeito foi mais pronunciado para a proporção de 30 % de vermicomposto adicionado. A redução da afinidade de sorção do ametryn com o tempo de incubação pode ser atribuída à rápida decomposição da matéria orgânica devido às condições ambientais favoráveis. Observou-se redução da afinidade da sorção do ametryn no solo e em suas frações misturadas a matéria orgânica após incubação das amostras em condições de umidade próxima a saturação.

Título: Remoção de cálcio de efluentes de máquina de papel por precipitação/coprecipitação.

Autor: José Carlos Leandro de Sousa

Data: 21/12/2007

Nível: Mestrado

Bolsa:

Orientador: César Reis



Resumo: Nas fábricas integradas de celulose e papel, o efluente gerado pela máquina de papel pode ser considerado um efluente setorial, denominado de água branca, devido à concentração elevada de cálcio. Neste trabalho foram realizados experimentos para compreender o comportamento do efluente em função do pH e para desenvolver métodos de remoção de cálcio da água branca, objetivando o reuso da água e a recuperação de cálcio. Titulações potenciométricas foram realizadas com HCl 0,022 mol L-1 e com NaOH 0,025 mol L-1 padronizados, após ajuste de pH do efluente em 12,0 e 2,0 respectivamente, às quais indicaram pontos de inflexão referentes à carbonato, bicarbonato e caulim, componentes com capacidade de interação com o cálcio solúvel. Os métodos de remoção de cálcio consistiram de coprecipitação/ adsorção com hidróxidos de ferro (III), alumínio e de manganês (IV), na ausência/presença de ácido húmico (extraído de húmus) e de argila fosfatada (extraída de latossolo perférrico e modificada com fosfato dibásico de sódio), além da precipitação na presença de oxalato de sódio. Os resultados apontaram que em baixas concentrações de sulfato férrico, sulfato de alumínio e ácido húmico, a remoção de cálcio é baixa (5,9 a 12,7 %). Já em baixas concentrações de sulfato férrico e de alumínio, mas na presença de ácido húmico 0,0025 % m/v, as porcentagens de remoção aumentaram (17,2 a 18,8 %). Nos ensaios de adsorção na presença de Fe(OH)3 e Al(OH)3, notou-se que o aumento da concentração de sulfato férrico, possibilitou um ligeiro aumento da remoção de cálcio (16,5 a 31 %), no caso do sulfato de alumínio as porcentagens de remoção foram indiferentes (próximas a 10 %). A utilização de sulfato de manganês foi inviável, já que este aumentou a concentração de cálcio no sobrenadante em pH = 10. Neste mesmo valor de pH, a presença de ácido húmico foi desfavorável, pois as substâncias húmicas interagem com o carbonato de cálcio precipitado, interferindo no crescimento do cristal. Os planejamentos experimentais realizados indicaram que ocorrem interações entre os componentes utilizados e o cálcio do efluente. Em relação à precipitação de Ca2+ na presença de oxalato, observou-se a possibilidade de remoção de porcentagens satisfatórias (75% a 87%), mantendo-se o efluente com condutividade e pH praticamente inalterados, a desvantagem é o oxalato residual, que pode ser removido num tratamento biológico, por exemplo, juntamente com a matéria orgânica presente.

Título: Processos oxidativos avançados para tratamento de efluentes de indústria de celulose Kraft branqueada.

Autor: Teresa Cristina Fonseca da Silva

Data: 16/02/2007

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Carlos Roberto Bellato

Resumo: Neste trabalho, foram otimizados e comparados os processos foto-Fenton, H2O2/UV, TiO2/UV e H2O2/TiO2/UV com objetivo de obter remoções na matéria orgânica de efluentes de indústria de celulose kraft branqueada. Esses processos foram aplicados antes e após o tratamento biológico dos efluentes. Inicialmente, foram estudadas as melhores condições de pH para se aplicar os processos. Para os experimentos que combinavam o uso de reagentes, como o processo foto-Fenton e H2O2/TiO2/UV, foi construída uma superfície de resposta buscando obter as melhores proporções entre as concentrações dos reagentes dentro e fora da região experimental. A eficiência dos processos realizados foi monitorada pelas análises de DQO, cor e COT. Para o efluente coletado antes do tratamento biológico, análises de DBO5 foram efetuadas no(s) ponto(s) experimentais de melhor eficiência atingidos pelos Processos Oxidativos Avançados (POA´s), com objetivo de verificar possível tratabilidade biológica (relação DBO5/DQO) nesses efluentes. Os tratamentos realizados mostraram que o pH ótimo para o tratamento dos efluentes foi 3,0 para os processos foto-Fenton, H2O2/UV e H2O2/TiO2/UV e 8,0 para o tratamento TiO2/UV. Apesar disso, o pH de trabalho escolhido foi 8,0 para todos os tratamentos, com exceção do tratamento foto-Fenton, cujo pH de trabalho foi 3,0. Dentre os processos estudados, aquele que apresentou o experimento com maior remoção de DQO e COT foi o tratamento foto-Fenton, cujas concentrações de H2O2 e Fe2+ foi de 700: 3,8 (mg L-1). O processo H2O2/UV apresentou altas porcentagens de remoção de DQO, cor e COT para os experimentos que utilizaram concentrações de H2O2 a 500 mg L-1. A fotocatálise heterogênea (TiO2/UV) foi o tratamento que provocou a menor redução da matéria orgânica, mesmo quando elevadas concentrações de TiO2 (1000 mg L-1) foram usadas. O tratamento que combina a fotocatálise heterogênea com peróxido de hidrogênio (H2O2/TiO2/UV) pode ser considerado vantajoso em relação ao processo H2O2/UV quando pequenas quantidades de H2O2 são utilizadas. Quanto à tratabilidade biológica, não foi verificado aumento na mesma após a realização dos processos oxidativos avançados. Além disso, para o efluente coletado antes do tratamento biológico, os tratamentos executados foram menos eficientes que para o efluente coletado após o tratamento biológico. Como tratamento terciário, os processos oxidativos avançados que utilizavam elevadas concentrações de H2O2 atingiram remoções de DQO na faixa de 60 – 70%, remoção de 100% da cor e, para COT, os valores de remoção atingiram a faixa de 70 a 90%.

Título: Composição e atividade antifúngica de extratos de Chenopodium ambrosioides L.

Autor: Carolina Marangon Jardim

Data: 23/02/2006

Nível: Mestrado



Bolsa:

Orientador: Gulab Newandram Jham



Resumo: O óleo essencial, obtido por hidrodestilação (rendimento de 0,3%), e o extrato hexânico, adquirido por maceração (rendimento de 1,1%), de partes aéreas de Chenopodium ambrosioides L., avaliados pela metodologia “poison food” (0,3; 0,1; 0,05 e 0,3; 0,2; 0,1%; respectivamente), apresentaram atividade antifúngica contra os fitopatógenos Aspergillus flavus, A. glaucus, A. niger, A. ochraceous, Colletotrichum gloesporioides, C. musae, Fusarium oxysporum e F. semitectum. Exímia atividade antifúngica, variando de 70 a 100%, foi observada em concentração de até 0,2 e 0,1%, para o extrato hexânico e o óleo essencial, respectivamente, dependendo do fungo avaliado. Utilizando cromatografia gasosa com detector de ionização em chama (CG/DIC) e cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massas (CG/EM), aliados ao cálculo do índice de retenção de Kováts (KI), estabeleceu-se a composição do extrato e do óleo essencial. No óleo essencial treze compostos foram identificados, correspondendo a 90,22% da sua constituição, sendo os principais: (Z)-ascaridol (61,43%), (E)-ascaridol (18,62%), carvacrol (3,87%), p-cimeno (2,05%) e -terpineno (0,85%). Os componentes do extrato hexânico são: -terpineno (11,24%), p-cymeno (6,05%), álcool benzílico (0,38%), (Z)-ascaridol (53,98%), carvacrol (2,27%), (E)-ascaridol (17,25%), correspondendo a 91,17% da sua constituição. Após fracionamento por cromatografia em camada delgada (CCD) (eluição com diclorometano:acetato de etila, 9:1 v/v), bioensaio utilizando a técnica CCD Bioautografia revelou a fração antifúngica do extrato hexânico e do óleo essencial. Uma única fração ativa foi obtida para ambas as amostras, apresentando coeficiente de retenção (Rf) equivalente a 0,89 e largura longitudinal (Wb) de 5,0 cm, sendo os compostos identificados por análise em CG/DIC, CG/EM e cálculo do KI. A fração ativa do extrato hexânico é composta por (Z)-ascaridol (53,98%), (E)-ascaridol (17,25%), -terpineno (11,24%) e p-cimeno (6,05%) e a do óleo essencial constitui-se por p-cimeno (25,40%), (Z)-ascaridol (44,35%) e (E)-ascaridol (30,25%). Análise, por CG/DIC, da estabilidade do extrato hexânico e do óleo essencial, após o armazenamento dos mesmos por 90 dias, a 4 e 25 oC, apontou decomposição dos compostos -terpineno, p-cimeno, (Z)-ascaridol e (E)-ascaridol nas amostras. As decomposições foram mais acentuadas quando as amostras foram estocadas a 25 oC. A quantificação de ergosterol, principal esteróide constituinte da membrana celular fúngica, por CG/EM, utilizando modo MSI (Monitoramento Seletivo de Íons), em amostras de ração de suínos armazenadas, tratadas com extrato hexânico (0,2%) e óleo essencial (0,1%), apontou a atividade da espécie C. ambrosioides no controle do crescimento fúngico. Frente aos resultados alcançados nota-se o potencial antifúngico do óleo essencial e do extrato hexânico de C. ambrosioides, enfatizando os compostos ascaridol (isômeros Z e E), -terpineno e p-cimeno, que, após estudos sistemáticos, são compostos viáveis a comercialização como agentes no controle de fungos de armazenamento.

Título: Caracterização de ligninas de Eucalyptus spp. pela técnica de pirólise associada à cromatografia gasosa e à espectometria de massas.

Autor: Vanessa Lopes Silva

Data: 28/08/2006

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Luiz Cláudio de Almeida Barbosa

Título: Composição e atividade antifúngica do óleo essencial de hortelã-pimenta (Mentha piperita L.).

Autor: Marcelo Moreira Freire

Data: 23/02/2006

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Gulab Newandram Jham

Título: Caracterização potenciométrica simultânea em fluxo, de espécies aniônicas, empregando análise das componentes principais e redes neurais artificiais.

Autor: Nayara Penoni

Data: 20/02/2006

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Efraim Lázaro Reis

Resumo: Foi montado um sistema potenciométrico composto por 6 eletrodos seletivos à íons (ISE) de brometo, iodeto, nitrato, nitrito, sulfeto e cianeto. Os seis eletrodos foram colocados em linha, permitindo fazer determinações potenciométricas em fluxo contínuo. As variáveis, o controle de fluxo e a estabilização das leituras foram verificados através de um programa computacional desenvolvido em linguagem Delphi. Com a utilização deste sistema, foram desenvolvidas técnicas instrumentais de calibração, através da quimiometria, capazes de separar as respostas dos diferentes íons. As técnicas de análise multivariada utilizadas foram a análise das componentes principais (PCA) e as redes neurais artificiais. Com o uso do planejamento experimental cúbico de rede “simplex lattice” foi possível obter 63 misturas contendo os seis ânions descritos com concentrações que variaram entre 10-2 mol L-1 a 1,33x10-3 mol L-1, outras 3 misturas foram utilizadas para validação. Foram ainda coletadas 8 amostras de águas em diferentes ambientes. Estas ficaram separadas em um grupo no gráfico da PCA, o que parece indicar a presença de íons diferentes dos seis que foram analisados. As demais misturas foram separadas pela PCA de acordo com a concentração e com os interferentes, sendo que a PC1 explicou 79,09% da variância e a PC2 explicou 10,28% da variância. A arquitetura das redes neurais artificiais foi otimizada, tendo sido obtidos os menores erros quadrado médio de previsão (RMSEP). A arquitetura utilizada foi composta por três camadas, sendo a camada de entrada com 6 neurônios, a intermediária com 13 neurônios e a de saída com 6 neurônios. Foram utilizadas como função de transferências para a camada intermediária a tangente sigmoidal e na camada de saída a linear. O erro estimado pela rede neural foi da ordem de 10-3, o que mostra uma considerável interferência dos ânions, ocasionando uma previsão inadequada pela rede. As amostras de água coletadas não puderam ser submetidas à previsão pela rede neural artificial, pois as concentrações dos ânions podem ter valores que extrapolam o intervalo de treinamento da rede neural artificial.

Título: Estudo das forças motrizes que regem a participação dos complexos [Fe(CN)5NO]2- e [Cr(CN) 5NO]3- em SAB`s formados por poli(óxido de etileno) e sulfatos.

Autor: Kelly Roberta Francisco

Data: 24/02/2006

Nível: Mestrado

Bolsa:

Orientador: Luis Henrique Mendes da Silva



Título: Composição química e atividade biológica do óleo essencial da pimenta-rosa (Schinus terebinthifolius Raddi).

Autor: Alan Dumont Clemente

Data: 13/01/2006

Nível: Mestrado

Bolsa:

Orientador: Luiz Cláudio de Almeida Barbosa



Título: Caracterização de açúcar mascavo aplicando análise das componentes principais a dados espectométricos.

Autor: Ricardo Natalino

Data: 28/04/2006

Nível: Mestrado

Bolsa:

Orientador:Efraim Lázaro Reis



Título: Efeito hidrofóbico de macromoléculas sobre a partição de cianocomplexos em sistemas aquosos bifásicos.

Autor: Jorge Amim Júnior

Data: 24/02/2006

Nível: Mestrado

Bolsa:

Orientador: Luis Henrique Mendes da Silva



Título: Métodos de quantificação de grupos carboxílicos e carbonílicos em polpa de celulose kraft branqueada.

Autor: Cristiano de Melo Cazal

Data: 31/07/2006

Nível: Mestrado

Bolsa:

Orientador: Célia Regina Álvares Maltha



Título: Estudo potenciométrico de reações oscilantes para a determinação de ácido ascórbico, por perturbação do padrão de oscilação.

Autor: Patrícia Xavier Baliza

Data: 21/07/2006

Nível: Mestrado

Bolsa:

Orientador: Efraim Lázaro Reis



Resumo: Neste trabalho, é proposta a determinação de ácido ascórbico em amostras de medicamentos, utilizando-se um sistema potenciométrico, desenvolvido no laboratório que permitiu o estudo de reações oscilantes. Esse método baseia-se na determinação de ácido ascórbico utilizando como princípio o efeito desta substância no padrão de oscilação da reação de Belousov-Zhabotinskii. As condições experimentais como temperatura e concentrações dos reagentes, foram otimizadas. O sistema era constituído de um microcomputador interfaceado a um potenciômetro, e uma cela de parede dupla, para a termostatização, utilizando-se eletrodos de platina como indicador e referência de Ag/AgCl. Os reagentes foram adicionados à cela através de tubos de polietileno, propulsionados por uma bomba peristáltica, e o ácido ascórbico foi injetado com uma micro-pipeta de 100 μL. Um planejamento fatorial 24, onde as concentrações dos reagentes bromato de potássio, sulfato de cério(IV), ácido malônico e ácido sulfúrico foram as variáveis estudadas no planejamento montado para o estudo das condições experimentais a serem otimizadas. Em seguida foi feito um estudo de variação de concentração para cada reagente separadamente, estabelecendo-se as melhores concentrações de trabalho. Foi feito também um estudo da temperatura adequada para se obter o melhor padrão de oscilação caracterizado pela maior amplitude. Após estabelecido as melhores condições de trabalho, foi realizado o estudo de substâncias interferentes no sistema oscilante. A metodologia para a determinação de ácido ascórbico resultou em um procedimento simples, onde a montagem do sistema pode ser reutilizada em outros estudos, e de baixo custo, pois a quantidade de reagentes utilizada é mínima. O método foi aplicado com sucesso para a determinação de ácido ascórbico em medicamentos.
Título: Síntese e caracterização de complexos de Cobre (II) e Estanho (IV) com ligantes (N, S) e (N,N) ambidentados.

Autor: Rafael Cesar Russo Chagas

Data: 29/07/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:

Orientador: José Roberto da Silveira Maia



Título: Otimização e validação da técnica microextração em fase sólida para determinação de Trihalometanos em água.

Autor: Telma Chaves Leles

Data: 31/03/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:

Orientador: Maria Eliana Lopes Ribeiro de Queiroz



Resumo:

Título: Isolamento de tetranortriterpenóides de sementes de Azadirachta indica (Nim) e avaliação da atividade nematicida sobre Heterodera glycines.

Autor: Júlio César Teixeira da Silva

Data: 21/01/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Gulab Newandram Jham

Título: Caracterização potenciométrica de ácidos húmicos utilizando análise das componentes principais.

Autor: Rita Aparecida Dutra Fonseca

Data: 30/03/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Efraim Lázaro Reis

Título: Contaminação por mercúrio e arsênio em ribeirões do Quadrilátero Ferrífero – MG, em áreas de mineração e atividades garimpeiras.

Autor: Wallace Ernesto Sant’anna Ramos

Data: 28/07/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Carlos Roberto Bellato

Título: Otimização de metodologia para determinação de molibdênio.

Autor: Carlos Eduardo Oliveira Andrade

Data: 28/02/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: César Reis

Título: Extração seqüencial de fósforo e metais pesados em latossolo vermelho-amarelo a partir da aplicação de lodo de esgoto.

Autor: Cristiane da Silva Barra

Data: 28/02/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Carlos Roberto Bellato

Título: Influência da composição química da polpa Kraft branqueada pelas seqüências ODHT(PO)D e ODHT(PO)DP no processo de reversão de alvura.

Autor: Patrícia Fontes Pinheiro

Data: 18/07/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Luiz Cláudio de Almeida Barbosa

Título: Determinação de dissulfoton em amostras de água empregando cromatografia em fase gasosa e voltametria de onda quadrada.

Autor: Adalberto Oliveira de Souza

Data: 29/07/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Maria Eliana Lopes Ribeiro de Queiroz

Título: Otimização e validação da extração simultânea de piretróides em água e solo e análise por cromatografia gasosa.

Autor: Heulla Pereira Vieira

Data: 28/02/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Antônio Augusto Neves

Título: Determinação de constituintes químicos em polpas Kraft branqueadas e revertidas.

Autor: Marco Antônio Bandeira Azevedo

Data: 16/06/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Célia Regina Álvares Maltha

Título: Caracterização de antifúngicos em óleo essencial de noz-moscada (Myristica fragans).

Autor: Vânia Maria Moreira Valente

Data: 30/09/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Gulab Newandram Jham

Título: Síntese e avaliação da atividade herbicida de derivados da alfa-santonina.

Autor: William Argolo Saliba

Data: 30/09/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Elson Santiago de Alvarenga

Título: Identificação de constituintes químicos potencialmente envolvidos na reversão de alvura de polpa Kraft branqueada pelas seqüências OZDHT(PO)D e OZ/EDP.

Autor: Lincon Almeida Vilas Boas

Data: 18/07/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Luiz Cláudio de Almeida Barbosa

Título: Extração de metais utilizando o sistema aquoso bifásico formado por copolímero tribloco e Na2SO4 na presença de diferentes extratantes.

Autor: Fernanda Jürgensen Paggioli

Data: 16/02/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Luis Henrique Mendes da Silva

Título: Planejamento experimental de misturas de óxidos de ferro, caulinita e matéria orgânica na modelagem do fenômeno de adsorção de fósforo.

Autor: Alfredo Duarte

Data: 14/01/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: César Reis

Título: Avaliação da aplicação combinada dos processos foto-fenton e biológico no tratamento de efluentes de indústria de celulose Kraft branqueada.

Autor: Márcio Dias Rabelo

Data: 29/07/2005

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Carlos Roberto Bellato

Título: Caracterização de extrativos e de “Pitch” envolvidos na fabricação de polpa de celulose de Eucalyptus sp.

Autor: Mariluze Peixoto Cruz

Data: 26/08/2004

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Luiz Cláudio de Almeida Barbosa

Título: Estudo termodinâmico da partição de lactoproteínas em sistemas aquosos bifásicos formados por copolímeros blocos.

Autor: Anderson Fuzer Mesquita

Data: 12/02/2004

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Luis Henrique Mendes da Silva

Título: Extração de deltametrina e cipermetrina de leite e análise por cromatografia gasosa.

Autor: Simone Machado Goulart

Data: 19/03/2004

Nível: Mestrado

Bolsa:


Orientador: Maria Eliana Lopes Ribeiro de Queiroz

Título: Síntese, caracterização e avaliação da atividade fungicida de complexos de zinco (II) com ditiocarbimatos de sulfonamidas.

1   2   3   4   5   6   7   8


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal