Cabeça: Brasil e Fundação Clinton firmam acordo em hiv/Aids



Baixar 4.92 Kb.
Encontro23.07.2016
Tamanho4.92 Kb.
Ministério da Saúde

Secretaria de Vigilância em Saúde



Cabeça: Brasil e Fundação Clinton firmam acordo em HIV/Aids.



O Ministério da Saúde e a Fundação Clinton assinam um acordo que inclui o Brasil nos consórcios da entidade para compra de anti-retrovirais a preços baixos. A Fundação dará apoio técnico para que o governo brasileiro consiga reduzir os preços dos medicamentos contra a aids e das matérias primas para a produção das drogas. O acordo também prevê que o Brasil poderá adquirir testes de diagnóstico e de monitoramento. A parceria foi oficializada nesta quinta-feira pelo ministro Saraiva Felipe e pelo diretor da Iniciativa em HIV/Aids da Fundação Clinton, Ira Magaziner (lê-se Aira Magazainer). O representante da Fundação destacou o papel de liderança do Brasil na oferta de tratamento e assistência às pessoas que vivem com HIV/aids. Hoje, cerca de 160 mil pacientes têm acesso gratuito a 17 drogas contra a aids - oito nacionais e nove importadas. Somente em 2005, o Brasil investirá R$ 1 bilhão na compra de anti-retrovirais. Esse valor representa 25% do orçamento do Ministério da Saúde destinado à compra de medicamentos.


De Brasília, Magda Fernanda



Programa Nacional de DST e Aids


Assessoria de Comunicação

Av. W3 Norte, SEPN 511, Bloco C, Térreo

70.750-543 Brasilia-DF

(61) 448-8091



: imprensa@aids.gov.br


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal