Cabeça e Pescoço 1 a incidência na qual visibilizamos melhor os seios etmoidais é



Baixar 274.88 Kb.
Página1/4
Encontro27.07.2016
Tamanho274.88 Kb.
  1   2   3   4
COLÉGIO BRASILEIRO DE RADIOLOGIA

V EXAME ANUAL PARA RESIDENTES/ESTÁGIARIOS

EM DIAGNÓSTICO POR IMAGEM REALIZADO ???liquid paper
Cabeça e Pescoço
1) A incidência na qual visibilizamos melhor os seios etmoidais é:


  1. Watters;

  2. Caldwell;

  3. Lateral;

  4. Occipitosubmentoniana;

  5. Zanca.


2) O aumento na região do rinofaringe posterior pode ser causado por, EXCETO:


  1. Hipertrofia de adenóide;

  2. Linfoma, leucemia;

  3. Encefalocele;

  4. Cisto de Thornwaldt;

  5. Nenhuma das anteriores.


3) Em relação aos nódulos tireoidianos, é CORRETO:


  1. A presença de halo hipo/anecóico é altamente sugestivo de lesão maligna;

  2. A presença de múltiplos nódulos praticamente exclui a possibilidade de malignidade;

  3. Tumores malignos são usualmente hipoecóicos, embora muitos nódulos benignos também o sejam;

  4. Nódulos malignos tireoideanos são quase sempre de contornos bem definidos;

  5. Calcificação no interior do nódulo é patognomônico de maliguidade nos nódulos tireoideanos.


4) Assinale a afirmação CORRETA:


  1. A maioria dos tumores de laringe são carcinomas.

  2. Angiofibroma juvenil é mais freqüente no sexo feminino com média de idade de 18 anos;

  3. Laringocele é bilateral em 50% dos casos;

  4. As fossas ptérigo-palatinas não se comunicam com a fossa infratemporal e com as órbitas;

  5. Todas as alternativas anteriores são corretas.


5) São achados da Otoesclerose:


  1. Hiperdensidade mastóidea e de orelha média;

  2. Hipodensidade em fissura antefenestra e espessamento da platina do estribo;

  3. Lise de tegmen e do esporão;

  4. Hipersinal em aqueduto do vestíbulo em T1.


6) No colesteatoma qual a primeira estrutura anatômica geralmente a ser destruída?


  1. Mastóide.

  2. Estribo.

  3. Canais semicirculares.

  4. Janela oval.

  5. Esporão da parede lateral do atiço (Chaussé).


7) Sobre as estruturas contidas no forame jugular, além da veia jugular interna, é CORRETO afirmar:


  1. Nervo facial e artéria estilomastoidea;

  2. Nervos hipoglosso e vago;

  3. Artérias mastóidea e occipital posterior;

  4. Artérias glomofaríngeo, vago e acessório;

  5. Artéria estilomas, óidea e veias retromandibulares.


8) todas as variações anatômicas abaixo são causas de estreitamento óstio-meatal, EXCETO:


  1. Concha bulhosa;

  2. Célula de Haller;

  3. Aeração do processo uncinado;

  4. Curvatura paradoxal da concha nasal;

  5. Infradesnivelato da lâmina crivosa.


9) No que se refere às laringoceles, pode-se AFIRMAR:


  1. Laringoceles resultam de obstrução funcional ou mecânica do sáculo do ventrículo laríngeo;

  2. Quando existe obstrução mecânica do ventrículo laríngeo pode-se formar cisto de retenção de glândula salivar menor;

  3. Obstrução mecânica do ventrículo laríngeo é a principal causa de laringocele;

  4. As laringoceles mistas localizam-se internamente à membrana tiro-hioidea;

  5. As laringoceles estão sempre preenchidas por ar.


10) todas as afirmativas concernentes ao angiofibroma juvenil estão corretas, EXCETO:


  1. Geralmente existe comprometimento da fossa ptérigo-palatina em paciente com angiofibroma juvenil;

  2. O angiofibroma juvenil tem origem no forame esfeno-palatino;

  3. O principal suprimento vascular do angiofibroma juvenil vem da artéria maxilar interna;

  4. Pacientes com angiofibroma juvenil, operados e irradiados não apresentam recorrência;

  5. Angiofibroma juvenil deve ser pesquisado em pacientes adolescentes do sexo masculino, com obstrução nasal e epistaxe.


QUESTÕES COM IMAGENS – CABEÇA E PESCOÇO

As questões 11, 12 e 13, referem-se à figura abaixo.





11) A lesão demonstrada na figura acima (tomografia computadorizada sem contraste), sugere o diagnostico:


  1. Neoplasia maligna de base de língua;

  2. Glândula salivar ectópica;

  3. Cisto congênito;

  4. Tiróide ectópica;

  5. Rânula.


12) O método de escolha na avaliação inicial da glândula tiróide é a:


  1. Radiografia simples;

  2. Ultra-sonografia;

  3. Tomografia computadorizada;

  4. Ressonância magnética;

  5. Nenhuma das anteriores.


13) calcificações psamomatosas são mais freqüentemente encontradas no:


  1. Carcinoma papilífero da tireóide;

  2. Carcinoma folicular da tireóide;

  3. Carcinoma medular da tireóide;

  4. Carcinoma indiferenciado da tireóide;

  5. NDA.


As questões 14 e 15, referem-se à figura abaixo.




14) Paciente de 40 anos masculino com queixa de otorréia e surdez. Esta tomografia computadorizada dos ossos temporais no plano coronal evidencia:


  1. Otite externa maligna;

  2. Otite média colesteatomatosa;

  3. Otite média não colesteatomatosa;

  4. Otite média epitimpânica;

  5. Otite média hipotimpânica.


15) são causas de velamento da cavidade timpânica. EXCETO:


  1. Adenoma;

  2. Otite média colesteatomatosa;

  3. Otite média não colesteatomatosa;

  4. Otite média aguda;

  5. Otorragia.



Digestivo

16) Todas as afirmativas concernentes ao portador de SIDA estão corretas, EXCETO:


  1. A inflamação alitiásica da vesícula biliar pode ocorrer;

  2. Podem apresentar quadro clinico semelhante à colecistite aguda litiásica, mesmo sem a detecção de cálculo vesicular;

  3. Espessamento exuberante da parede vesicular é encontrado na grande maioria dos casos;

  4. Liquido pen-vesicular pode estar presente;

  5. Pode haver dilatação do ducto hepático comum (por estenose papilar).


17) São complicações do transplante hepático, EXCETO:


  1. Trombose da artéria hepática;

  2. Trombose da veia porta;

  3. Abscessos micóticos;

  4. Fígado policístico;

  5. Aerobilia.


18) Constituem cerca de 90% das causas de pancreatites agudas:


  1. Parotidite e hepatite B;

  2. SIDA e litíase biliar;

  3. Alcoolismo e dislipidemias;

  4. Litíase biliar e neoplasias pancreáticas;

  5. Alcoolismo e litíase biliar.



19) O espessamento de pregas de mucosa do estomago é comum em varias enfermidades, com EXCEÇÃO em:


  1. Linfoma;

  2. Esclerodermia;

  3. Gastrites;

  4. Adenocarcinoma gástrico;

  5. Enfermidade de Menètrier.


20) Todas as afirmativas abaixo são causas de cirrose, EXCETO:


  1. Hemocromatose;

  2. Infecção viral;

  3. Alcoolismo;

  4. Colangite esclerosante;

  5. Colecistite crônica.


21) Todos os seguintes sinais são altamente sugestivos d perfuração intestinal na tomografia computadorizada, EXCETO:


  1. Espessamento focal da parede intestinal;

  2. Espessamento difuso da parede intestinal;

  3. Liquido entre alças;

  4. Estravazamento de contraste oral;

  5. Ar no recesso retal.


22) Todas as afirmativas concernentes ao estudo dinâmico do fígado através da tomografia computadorizada estão corretas, EXCETO:


  1. O retardo usual para a fase arterial é de 15-20 segundos;

  2. Na fase arterial a veia porta pode estar opacificada;

  3. Na fase porta há opacificação das veias supra-hepáticas;

  4. O retardo usual para a fase portal é de 50-60 segundos;

  5. As lesões neoplásicas primárias ou secundárias são nutridas preferencialmente pela veia porta.


23) Ruptura traumática do duodeno, perfuração do cólon descendente, carbúnculo renal e enfisema mediastinal têm em comum a possibilidade de causar:


  1. Obstrução intestinal alta;

  2. Pneumoperitônio;

  3. Enfisema retro-peritoneal;

  4. Sangramento retro-peritoneal;

  5. NDA.


24) O sinal da “dupla bolha” pode ser encontrado nas seguintes condições, EXCETO:


  1. Pâncreas anular;

  2. Íleo meconial;

  3. Atresia duodenal;

  4. Má-rotação intestinal;

  5. Estenose duodenal.


25) O seios de Rokitanski-Aschhoff caracterizam na vesícula biliar:


  1. Adenomiomatose;

  2. Cálculos;

  3. Hidropsia;

  4. Colecistrite;

  5. Empiema.

26) Em relação à anatomia da cavidade abdominal podemos afirmar, EXCETO:


  1. O grande omento origina-se na grande curvatura gástrica e estende-se caudalmente sobre os órgãos abdominais e à tomografia computadorizada têm densidade de gordura;

  2. A retrocavidade dos epíplons não apresenta nenhuma comunicação com a grande cavidade;

  3. A pequena cavidade das epíplons é identificada à tomografia computadorizada como espaço entre o estômago e o pâncreas;

  4. O pâncreas, cólons ascendente e descendente e a maior parte do duodeno localizam-se no espaço pararrenal anterior.

  5. A cabeça pancreática situa-se, em geral, anteriormente à desembocadura da veia renal esquerda na veia cava inferior.


QUESTÕES COM IMAGENS – DIGESTIVO

As questões 27 e 28, referem-se à figura abaixo.




27) Considere os achados das figuras e assinale o diagnóstico CORRETO:


  1. Cistos hepáticos simples;

  2. Neoplasia metastática;

  3. Hepatocarcinoma multi-focal;

  4. Equinococose;

  5. Linfoma.


28) Considere os achados das figuras e assinale verdadeiro (A) ou falso (B) e correlacione com a alternativa CORRETA:


  1. Os abscessos piogênicos hepáticos têm como causa a colangite ascendente, trauma, flebite portal e cirurgia.

  2. O linfoma hepático é geralmente multi-focal e é primário no órgão;

  3. À presença de calcificação não é freqüente nos hepatocarcinomas;

  4. Lesões metastáticas hepáticas hipovascularizadas tendem a se apresentar como nódulos hipodensos à TC.

  5. Na doença policística renal do tipo adulto a presença de cistos hepáticos ocorre em 20% dos casos.




  1. A, B, A, A, B;

  2. A, A, B, A, A;

  3. B, A, B, B, A;

  4. A, B, B, A, B;

  5. B, B, A, A, A.


As questões 29 e 30, referem-se à figura abaixo.




29) As figuras se referem a uma paciente feminina, 27 anos, com dor abdominal epigástrica e febre. Qual o diagnóstico CORRETO?


  1. Cisto renal infectado;

  2. Pancreatite aguda;

  3. Sinais de espessamento do antro gástrico sugerindo gastrite;

  4. Abscesso hepático;

  5. Colecistite aguda.


30) Com relação aos abscessos hepáticos amebianos é CORRTO afirmar:


  1. Na maioria dos casos eles são múltiplos;

  2. A presença de gás no interior dos mesmos sugere o diagnóstico;

  3. As margens dos mesmos são regulares;

  4. Septaçoes internas são observadas em cerca de 30%;

  5. Todas as alternativas estão corretas.


31) as figuras abaixo se referem a paciente feminina, 71 anos, apresentando massa palpável em fossa ilíaca direita. Não há relato de sangramento intestinal apresenta menopausa há 20 anos. Qual é o diagnóstico CORRETO?


  1. Lesão expansiva no cólon sigmóide sugestiva de adenocarcinoma.

  2. Neoplasia estromal ovariana com infiltração do cólon sigmóide;

  3. Abscesso pen-colônico por diverticulite;

  4. Tumor estromal gastro-intestinal (GIST);

  5. Hipótese de tumor de Krukemberg deve ser considerada.



Neurorradiologia

32) Na espectroscopia de prótons encefálica, a hipótese de neoplasia de alto grau pode ser sugerida na seguinte condição:


  1. Elevação de colina, redução de NAA, pico elevado de lipides e glicina;

  2. Redução de colina e elevação de NAA e mioinositol;

  3. Redução de colina, de NAA e de glicina;

  4. Elevação de colina e NAA;

  5. Colina e NAA sem alteração.


33) Fendas simétricas no parênquima cerebral ligando o sistema ventricular ao espaço sub-aracnóide, cujos bordos têm características de sinal ou densidade semelhantes às da cortical, sugerem o diagnóstico de:


  1. Esquizencefalia;

  2. Holoprosencefalia semilobar;

  3. Holoprosencefalia alobar;

  4. Heterotopia de substância cinzenta;

  5. Leucomalácia periventricular.


34) Sobre os núcleos da base todas as afirmativas são verdadeiras, EXCETO:


  1. O claustrum localiza-se entre as cápsulas extrema e externa;

  2. O corpo amigdalóide localiza-se na extremidade da cauda do núcleo caudado e faz parte do sistema límbico;

  3. O corpo estriado é constituído pelo núcleo caudado e putamem: e o núcleo lenticular pelo putamem e globo pálido;

  4. O comprometimento das estruturas dos núcleos da base causa transtornos da sensibilidade;

  5. Calcificações nos globos pálidos são comuns após os 40 anos de idade.


35) A síndrome de Dandy-Walker caracteriza-se principalmente por:


  1. Hipoplasia do vermis cerebelar, dilatação cística do 4º ventrículo e elevação do tentório;

  2. Hipoplasia dos hemisférios cerebelares associados a cistos de aracnóide;

  3. Cisto aracnóideo entre o cerebelo e o lobo occipital e dilatação do 4º ventrículo;

  4. Hipoplasia dos hemisférios cerebelares, dilatação do 4º ventrículo, tentório normo posicionado;

  5. Ectopia das tonsilas cerebelares e 4º ventrículo filiforme.


36) Quanto à malformação de Chiari, todas estão corretas, EXCETO:


  1. No Chiari I, observa-se deslocamento inferior das tonsilas cerebelares em cerca de 6mm abaixo do forame magno;

  2. No Chiari I, observa-se ectopia das tonsilas, obliteração da cisterna magna e mielomeningocele;

  3. No Chiari II, observa-se deslocamento caudal do IV ventrículo, do bulbo, do vermis e mielomeningocele;

  4. O Chiari III, caracteriza-se pela presença de disrafismo occipito/cervical;

  5. No Chiari III, o corpo caloso pode ser disgenético e existir hidrocefalia concomitante.


37) São afirmativas verdadeiras quanto a Esclerose tuberosa ou doença de Bourneville, EXCETO:


  1. Astrocitoma subependimário de células gigantes são geralmente situados próximos aos forames de Monro;

  2. Presença de túberes corticais e subcorticais;

  3. Presença de bandas glióticas em substância branca;

  4. Associa-se com neurinomas do acústico bilateralmente;

  5. Pode associar-se a angiomilipoma renal e mixoma cardíaco.


38) Uma destas estruturas passa no interior do seio cavernoso:


  1. Nervo óculo-motor;

  2. Nervo troclear;

  3. Nervo abducente;

  4. Nervo trigêmeo;

  5. Nervo facial.


39) Considerando as seguintes afirmações:


  1. Oligodendrogliomas são mais comuns na fossa posterior;

  2. A presença de calcificações é incomum nos oligodendrogliomas;

  3. Oligodendrogliomas são tumores localmente agressivos, porém não eviam metástases para o SNC (medula/meninges);




  1. Apenas a afirmativa I é verdadeira;

  2. As afirmativas I e II são verdadeiras;

  3. Apenas a afirmativa III é verdadeira;

  4. Nenhuma das alternativas é verdadeira;

  5. Todas são verdadeiras.


40) Na esclerose tuberosa, qual o critério diagnóstico para que um nódulo subependimário seja suspeito de astrocitoma subependimário de células gigantes?


  1. Topografia;

  2. Calcificação;

  3. Unilateralidade;

  4. Crescimento durante exames de controle;

  5. Hipersinal em T1.


41) Na hemimegalencefalia unilateral observa-se, EXCETO:


  1. Aumento de um hemisfério cerebral;

  2. Não pode ser focal, somente difusa;

  3. Associa-se a anomalia da migração neuronal;

  4. A substância branca subjacente à paquigiria muitas vezes é anormalmente espessa;

  5. O ventrículo lateral ipsilateral é alargado.


QUESTÕES COM IMAGENS – NEURORRADIOLOGIA
Paciente de sexo masculino, 34 anos.
42) Considerando o RX de crânio e a TC apresentadas, qual o diagnóstico mais provável?






  1. Meningioma intra-ósseo;

  2. Hiperparatiroidismo;

  3. Anemia falciforme;

  4. Osteopetrose;

  5. Acromegalia.


43) Qual o diagnóstico mais provável?






  1. Hemangioma;

  2. Discite;

  3. Metástase;

  4. Linfoma;

  5. Melanoma.


44) Qual das patologias relacionadas NÃO têm associação com os achados desta tomografia computadorizada?






  1. Doença de Fahr;

  2. Hipoparatiroidismo;

  3. Hiperparatiroidismo;

  4. Pseudohipoparatiroidismo;

  5. Doença de Wilson.

Paciente de 33 anos, sexo feminino, com confusão mental.


45) Qual o diagnóstico mais provável deste caso?






  1. Acidente vascular cerebral nos territórios das artérias cerebrais médias;

  2. Encefalite herpética;

  3. Embolia gordurosa;

  4. Toxoplasmose;

  5. Esclerose mesial temporal.

Paciente masculino, 13 anos de idade, apresentando crises convulsivas há sete meses.


46) Assinale a alternativa CORRETA sobre os achados de imagem e o provável diagnóstico.






  1. Focos de desmielinização, esclerose múltipla;

  2. Nódulos compatíveis com toxoplasmose;

  3. Hamartomas periventriculares e subcortical; esclerose tuberosa;

  4. Nódulos periventriculares compatíveis com citomegavírus;

  5. Metástases.


PEDIATRIA

47) Com relação a utilização de tomografia computadorizada e da ultra-sonografia na avaliação das complicações das pneumonias na infância, qual das seguintes alternativas é INCORRETA?


  1. A ultra-sonografia é um excelente método para avaliar derrame pleural;

  2. Quando se suspeita de pneumomediastino a ultra-sonografia é o método de escolha;

  3. A tomografia computadorizada é um método mais sensível do que o estudo convencional para detectar complicações como abscedação e encrose;

  4. A tomografia computadorizada pode ser útil na orientação da drenagem de pneumatorax septado;

  5. O hemitorax opaco é ima das indicações da utilização da ultra-sonografia.


48) Com relação a necrose asséptica em geral, qual das seguintes alternativas é INCORRETA?


  1. Na doença de Khöler o segmento afetado é o navicular do tarso;

  2. Na doença de Scheurmann-Schmorl o segmento afetado é o platô dos corpos vertebrais;

  3. Na doença de Legg-Perthes Calve o colo femural também apresenta alterações morfológicas e texturais;

  4. A doença Legg-Perthes Calve é bilateral em tomo de 10% dos casos;

  5. A causa de epifisiólise é necrose asséptica.


49) Qual dos seguintes sinais radiológicos não têm sido descritos no hipotireoidismo congênito?


  1. Ossos Wormiamos;

  2. Hipoplasia do corpo vertebral de L1.

  3. Macroglossia;

  4. Pseudoartrose congênita;

  5. Retardo na idade óssea.


50) A região metafisária dos ossos longos é um segmento freqüentemente afetado nas doenças osteoarticulares da infância. Qual das seguintes entidades não costuma comprometer esta região?


  1. Hipotireoidismo congênito;

  2. Metástase de Neuroblastoma;

  3. Escorbuto;

  4. Raquitismo;

  5. Sífilis.


Catálogo: groups
groups -> Tae 06 – Financiamento da Seguridade Social
groups -> 14-1 Ciclo de conversão de caixa
groups -> Gerência 5 recursos humanos 7 comercial 9 contábil/fiscal/financeira 20 tele(marketing) 27 atendente 29 design/publicidade/comunicaçÃO 30 informática 31 comércio exterior 36 logística / almoxarifado / expediçÃO 36 engenharia 41 projetos
groups -> Formado ou cursando Contábeis, Administração, Economia, Direito. Rotinas e experiência de constituição de Empresas, conhecimento de órgãos públicos. Salário à combinar + vr +VT, horário comercial. Bairro São Francisco
groups -> 1 Para o trabalhador avulso, pode ser considerado como salário de contribuição: a as gorjetas
groups -> Logo correta é a letra "C"
groups -> Pedagogia waldorf (Diversos textos retirados de sites diferentes) Introdução V. W. Setzer
groups -> Introdução
groups -> O conceito, a doutrina e as origens do cooperativismo
groups -> Marshall berman tudo que é SÓlido desmancha no ar a aventura da modernidade


Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal