Caixa econômica federal concurso público edital de abertura de inscriçÕES



Baixar 0.83 Mb.
Página1/5
Encontro23.07.2016
Tamanho0.83 Mb.
  1   2   3   4   5




CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

CONCURSO PÚBLICO

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES
A Caixa Econômica Federal, por intermédio da DIREH – Diretoria de Recursos Humanos, faz saber que fará realizar, sob a responsabilidade da Fundação Carlos Chagas, Concurso Público para preenchimento de vagas para o nível inicial do cargo de Técnico Bancário Superior, da Carreira Administrativa e Formação de Cadastro de Reserva para o nível inicial dos cargos de Técnico Bancário, da Carreira Administrativa, e dos cargos de Advogado Júnior, Arquiteto Júnior, Engenheiro Júnior, Engenheiro de Segurança no Trabalho Júnior, Médico do Trabalho Júnior, da Carreira Profissional, mediante condições estabelecidas neste Edital.
1. CARACTERÍSTICAS DO CONCURSO

1.1 A seleção de candidatos para os cargos de Técnico Bancário (Ensino Médio), Advogado Júnior, Arquiteto Júnior, Engenheiro Júnior, Engenheiro de Segurança no Trabalho Júnior e Médico do Trabalho Júnior será realizada em 2 (duas) etapas distintas e sucessivas, consistindo em:

– 1ª Etapa - Prova Objetiva, de caráter classificatório e eliminatório, sob a responsabilidade da Fundação Carlos Chagas.

– 2ª Etapa - Exame Médico Admissional, de caráter eliminatório, sob a responsabilidade da CAIXA.

1.2 A seleção de candidatos para o cargo de Técnico Bancário Superior será realizada em 3 (três) etapas distintas e sucessivas, consistindo em:

– 1ª Etapa - Prova Objetiva, de caráter classificatório e eliminatório, sob a responsabilidade da Fundação Carlos Chagas.

– 2ª Etapa - Prova de Títulos, de caráter classificatório, sob a responsabilidade da Fundação Carlos Chagas.

– 3ª Etapa - Exame Médico Admissional, de caráter eliminatório, sob a responsabilidade da CAIXA.


2. CARACTERÍSTICAS DOS CARGOS

2.1 Carreira Administrativa




CARGO – TÉCNICO BANCÁRIO (ENSINO MÉDIO)




REMUNERAÇÃO MENSAL

R$ 956,00

(referência inicial – 101)

JORNADA DE TRABALHO

30 horas semanais

VAGAS*

Cadastro de Reserva

PÓLOS DE CLASSIFICAÇÃO

Anexo I




Participação em plano de saúde




(optativo); Participação em

VANTAGENS

plano de previdência




complementar (optativo);




Auxílio Refeição/Alimentação

REQUISITOS BÁSICOS

Ensino Médio Completo (antigo

2º Grau) ou equivalente




Atividade administrativa




destinada a prestar atendimento




aos clientes e ao público em




geral, efetuando operações




diversas, executando atividades

MISSÃO DO CARGO

bancárias e administrativas, de




forma a contribuir para a




realização de negócios,




possibilitando o alcance das




metas, o bom desempenho da




Unidade e a satisfação dos




clientes

* Ficam asseguradas as admissões, conforme necessidade de provimento, dos candidatos inscritos e habilitados no concurso realizado em 2000, até o término de sua vigência.


CARGO – TÉCNICO BANCÁRIO SUPERIOR




REMUNERAÇÃO MENSAL

R$ 2.185,00

(referência inicial – 150)

JORNADA DE TRABALHO

30 horas semanais




146* vagas em unidades da




Matriz, localizadas em:

VAGAS

– Brasília/DF – 129 vagas




– São Paulo/SP – 17 vagas




e constituição de Cadastro de




Reserva

PÓLOS DE CLASSIFICAÇÃO

Brasília/DF, São Paulo/SP

Anexo I




Participação em plano de saúde




(optativo); Participação em

VANTAGENS

plano de previdência




complementar (optativo);




Auxílio Refeição/Alimentação




Diploma de curso superior

REQUISITOS BÁSICOS

registrado no MEC, em qualquer




área de formação acadêmica




Atividade administrativa de




assessoramento e apoio à




gerência, visando a cumprir metas, otimizar a redução de

MISSÃO DO CARGO

custos, promover a qualidade




dos serviços e incrementar o




relacionamento com clientes, de




forma a gerar resultados para a




CAIXA

* Para o cargo de Técnico Bancário Superior, das 146 vagas existentes, 08 vagas são destinadas aos candidatos portadores de deficiência.
2.2 Carreira Profissional

CARGO – ADVOGADO JÚNIOR




REMUNERAÇÃO MENSAL

R$ 3.374,00

(referência inicial – 1301)



JORNADA DE TRABALHO

40 horas semanais

VAGAS

Cadastro de Reserva

PÓLOS DE CLASSIFICAÇÃO

Anexo I




Participação em plano de saúde




(optativo); Participação em

VANTAGENS

plano de previdência




complementar (optativo);




Auxílio Refeição/Alimentação




Diploma, devidamente




registrado, de conclusão de

REQUISITOS BÁSICOS

curso de graduação em Direito,




reconhecido pelo MEC e registro na Ordem dos Advogados do




Brasil (OAB)




Atividade profissional destinada




a defesa dos interesses da




CAIXA, atuando em juízo e fora




dele, propondo alternativas

MISSÃO DO CARGO

jurídico-legais para a consecução de resultados desejados,




preservando os interesses




e a imagem da Empresa.




CARGO – ARQUITETO JÚNIOR




REMUNERAÇÃO MENSAL

R$ 3.374,00

(referência inicial – 1301)

JORNADA DE TRABALHO

40 horas semanais

VAGAS

Cadastro de Reserva

PÓLOS DE CLASSIFICAÇÃO

Região: Norte, Nordeste,

Centro-Oeste, Sudeste, Sul






Anexo I




Participação em plano de saúde




(optativo); Participação em

VANTAGENS

plano de previdência




complementar (optativo);




Auxílio Refeição/Alimentação




Diploma, devidamente

REQUISITOS BÁSICOS

registrado, de conclusão de curso de graduação em Arquitetura,




reconhecido pelo MEC e registro no CREA




Atividade profissional destinada




a subsidiar a aplicação dos




recursos destinados às operações




de fomento e a criteriosa

MISSÃO DO CARGO

contratação e acompanhamento




de obras e serviços correlatos,




visando a garantir a




homogeneidade e segurança nas




instalações físicas e funcionais




da CAIXA




CARGO – ENGENHEIRO JÚNIOR




REMUNERAÇÃO MENSAL

R$ 3.374,00

(referência inicial – 1301)

JORNADA DE TRABALHO

40 horas semanais

VAGAS

Cadastro de Reserva




Região: Norte, Nordeste,

PÓLOS DE CLASSIFICAÇÃO

Centro-Oeste, Sudeste, Sul




Anexo I




Participação em plano de saúde




(optativo); Participação em

VANTAGENS

plano de previdência




complementar (optativo);




Auxílio Refeição/Alimentação




Diploma, devidamente




registrado, de conclusão de

REQUISITOS BÁSICOS

curso de graduação em




Engenharia Civil, reconhecido




pelo MEC e registro no CREA




Atividade profissional destinada




a elaborar projetos de engenharia em geral, subsidiar a tomada

MISSÃO DO CARGO

decisão em relação aos projetos,




obras e financiamentos, visando a garantir a eficácia e o retorno




das operações realizadas pela CAIXA




CARGO – ENGENHEIRO DE SEGURANÇA NO TRABALHO JÚNIOR




REMUNERAÇÃO MENSAL

R$ 3.374,00

(referência inicial – 1301)

JORNADA DE TRABALHO

40 horas semanais

VAGAS

Cadastro de Reserva




Belém, Belo Horizonte, Brasília,




Bauru, Campinas, Curitiba,

PÓLOS DE CLASSIFICAÇÃO

Florianópolis, Fortaleza,




Goiânia, Porto Alegre, Recife,




Rio de Janeiro, Salvador, São




Paulo, Vitória

Anexo I





Participação em plano de saúde




(optativo); Participação em

VANTAGENS

plano de previdência




complementar (optativo);




Auxílio Refeição/Alimentação




Diploma, devidamente




registrado, de conclusão de




curso de graduação em

REQUISITOS BÁSICOS

Engenharia ou Arquitetura, com




registro no CREA e registro de




habilitação em segurança do




trabalho, reconhecido pelo MEC




Atividade profissional destinada




a realizar estudo dos riscos,




atuando em conjunto com os




demais integrantes dos Serviços

MISSÃO DO CARGO

Especializados em Engenharia




de Segurança e em Medicina do




Trabalho – SESMT, visando à




melhoria das condições de




trabalho nas Unidades da




CAIXA




CARGO – MÉDICO DO TRABALHO JÚNIOR




REMUNERAÇÃO MENSAL

R$ 1.688,00

(referência inicial – 1201)

JORNADA DE TRABALHO

20 horas semanais

VAGAS

Cadastro de Reserva




Belém, Belo Horizonte, Brasília,




Bauru, Campinas, Curitiba,




Florianópolis, Fortaleza,

PÓLOS DE CLASSIFICAÇÃO

Goiânia, Porto Alegre, Recife,




Rio de Janeiro, Salvador, São




Paulo, Vitória

Anexo I





Participação em plano de saúde




(optativo); Participação em

VANTAGENS

plano de previdência




complementar (optativo);




Auxílio Refeição/Alimentação




Diploma, devidamente




registrado, de conclusão de




curso de graduação em

REQUISITOS BÁSICOS

Medicina, com registro no CRM




e registro de habilitação em




medicina do trabalho,




reconhecido pelo MEC




Atividade profissional destinada




a desenvolver programas de




segurança e medicina no




trabalho, mediante atuação




conjunta com os demais

MISSÃO DO CARGO

integrantes dos Serviços




Especializados em Engenharia




de Segurança e em Medicina do




Trabalho – SESMT visando a




preservar a saúde e a integridade




física e mental do corpo




funcional

3. RECRUTAMENTO

3.1 O recrutamento será externo, para lotação no pólo de classificação de opção do candidato, especificado por cargo, conforme Anexo I deste Edital.

3.1.1 Os pólos de classificação estão definidos por cargo, podendo a admissão ocorrer em qualquer município pertencente ao pólo de opção do candidato.

3.2 A divulgação do concurso dar-se-á através de publicação de Edital no Diário Oficial da União e através dos endereços eletrônicos www.concursosfcc.com.br, caixa.concursosfcc.com.br e www.caixa.gov.br
4. INSCRIÇÕES

4.1 A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento.

4.1.1 Objetivando evitar ônus desnecessário, o candidato deverá orientar-se no sentido de recolher o valor de inscrição somente após tomar conhecimento de todos os requisitos exigidos para o Concurso.

4.1.2 O interessado poderá concorrer com uma ou duas inscrições no presente Concurso Público, desde que observado o Anexo I quanto às cidades de realização das provas que deverão ser as mesmas para ambas as opções.

4.1.3 O candidato que tiver interesse em concorrer com duas inscrições deverá obrigatoriamente, na primeira opção, indicar o cargo de Técnico Bancário (Ensino Médio) ou Técnico Bancário Superior, ficando a segunda inscrição restrita aos cargos de Advogado Júnior, Arquiteto Júnior, Engenheiro Júnior, Engenheiro de Segurança no Trabalho Júnior e Médico do Trabalho Júnior.

4.1.4 O candidato que efetuar duas inscrições e que não atender ao disposto nos itens 4.1.2 e 4.1.3 terá as duas inscrições canceladas.

4.1.5 O candidato que realizar mais de 2 (duas) inscrições terá todas canceladas.

4.1.6 As informações prestadas na ficha/formulário de inscrição serão de inteira responsabilidade do candidato, reservando-se a CAIXA o direito de excluir do Concurso Público aquele que não preencher esse documento oficial de forma completa, correta e legível e/ou fornecer dados comprovadamente inverídicos ou falsos.

4.1.7 Não serão aceitos pedidos de isenção de pagamento do valor da inscrição, seja qual for o motivo alegado, bem como não haverá devolução da importância paga em hipótese alguma.

4.1.8 Não serão deferidas inscrições por depósito em caixa eletrônico, via postal, fac-símile (fax), transferência ou depósito em conta corrente, DOC, ordem de pagamento, condicionais e/ou extemporâneas ou por qualquer outra via que não as especificadas neste Edital.

4.2 PERÍODO/LOCAL DAS INSCRIÇÕES

4.2.1 As inscrições serão recebidas, através da Internet, de acordo com o item 4.5 deste Capítulo, no período de 10 a 18/05/2004, até às 20h30min (horário de Brasília), e em todas as agências da CAIXA, de acordo com o item 4.4 deste Capítulo, no período de 10 a 21/05/2004, no horário de atendimento bancário.

4.3 REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO

4.3.1 Ser brasileiro, nato ou naturalizado, ou cidadão português que tenha adquirido a igualdade de direitos e obrigações civis e o gozo dos direitos políticos (Decreto nº 70.436, de 18/04/72 e Constituição Federal – parágrafo 1º, artigo 12).

4.3.2 Estar em dia com as obrigações eleitorais.

4.3.3 Estar em dia com o serviço militar, quando do sexo masculino.

4.3.4 Estar em gozo dos direitos civis e políticos.

4.3.5 Não ter sido demitido da CAIXA por justa causa.

4.3.6 Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo objeto de provimento.

4.3.7 Comprovar os requisitos básicos, especificados no Capítulo 2 conforme a opção de cargo a que concorre, por ocasião da convocação para os procedimentos pré-admissionais, no ato da admissão. Não será considerado como curso concluído a hipótese de o candidato estar cumprindo período de recuperação ou dependência, fato que implicará sua desclassificação.

4.3.8 Contar, no mínimo, 18 anos completos à data de admissão;

4.3.9 Pagar o valor de inscrição de R$ 24,00 (vinte e quatro reais), em espécie.

4.3.10 Conhecer e estar de acordo com as exigências contidas neste Edital.

4.3.11 No ato da inscrição não serão solicitados comprovantes das exigências contidas nos subitens anteriores, no entanto, o candidato que não as satisfaça no ato da convocação para admissão, mesmo que tenha sido aprovado, será automaticamente eliminado do concurso.

4.4 DA INSCRIÇÃO NAS AGÊNCIAS DA CAIXA

4.4.1 Para inscrever-se nas agências da CAIXA, o candidato deverá, no período de 10 a 21/05/2004:

4.4.1.1 apresentar-se nas agências da CAIXA e:

a) solicitar o boletim informativo contendo o Edital de Abertura de Inscrições, Programas e a Ficha de Inscrição, referentes ao Concurso Público, fornecidos GRATUITAMENTE; b) ler as informações relativas ao Concurso Público, preencher a Ficha de Inscrição e assinar o requerimento; c) apresentar-se munido de documento de identidade – são considerados documentos de identidade: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança, pelas Forças Armadas, pelo Ministério das Relações Exteriores e pela Polícia Militar; Identidade para Estrangeiros; Carteiras Profissionais expedidas por Órgãos ou Conselhos de Classe que, por Lei Federal, valem como documento de identidade, como por exemplo, as Carteiras do CREA, OAB, CRC, CRM etc.; Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia na forma da Lei Nº 9.503/97); d) entregar a Ficha de Inscrição devidamente preenchida e assinada, frente e verso; e) pagar o valor de inscrição de R$ 24,00 (vinte e quatro reais), em espécie a título de ressarcimento de despesas com material e serviços.

4.4.1.1.1 A Ficha de Inscrição será retida pela agência inscritora após sua autenticação.

4.4.1.2 No valor da inscrição estão incluídas as despesas relativas ao concurso.

4.4.2 DA INSCRIÇÃO POR PROCURAÇÃO

4.4.2.1 Será permitida a inscrição por procuração nas agências da CAIXA, mediante entrega do respectivo mandato acompanhado de cópia do documento de identidade do candidato e apresentação da identidade do procurador.

4.4.2.1.1 Deverá ser apresentada uma procuração para cada candidato, que ficará retida.

4.4.2.1.2 Na procuração particular não há necessidade de reconhecimento de firma.

4.4.2.2 O candidato ou seu procurador é responsável pelas informações prestadas na Ficha de Inscrição, arcando o candidato com as conseqüências de eventuais erros no preenchimento daquele documento.

4.5 DA INSCRIÇÃO VIA INTERNET

4.5.1 As inscrições via Internet serão recebidas de 10 a 18/05/2004 até as 20h30min (horário de Brasília), nos endereços eletrônicos www.concursosfcc.com.br e caixa.concursosfcc.com.br, devendo o candidato efetuar sua inscrição através dos links referentes ao Concurso Público, conforme os procedimentos estabelecidos abaixo:

4.5.1.1 Ler e aceitar o Requerimento de Inscrição, preencher o Formulário de Inscrição e transmitir os dados pela Internet;

4.5.1.2 Efetuar o pagamento da inscrição a título de ressarcimento de despesas com material e serviços e da Internet relativas ao concurso, de acordo com as instruções constantes nos endereços eletrônicos, no período de 10 a 21/05/2004, no valor de R$ 24,00 (vinte e quatro reais), em espécie

4.5.1.3 O candidato que realizar sua inscrição via Internet deverá efetuar o pagamento do valor da inscrição por meio de documento de arrecadação, em qualquer agência da CAIXA ou unidade lotérica.

4.5.1.4 O documento de arrecadação disponível nos endereços eletrônicos www.concursosfcc.com.br e caixa.concursosfcc.com.br deverá ser impresso para o pagamento do valor da inscrição, após a conclusão do preenchimento do Formulário de Inscrição.

4.5.1.5 A partir de 27/05/2004, o candidato deverá conferir nos endereços eletrônicos da Fundação Carlos Chagas se os dados da inscrição efetuada pela Internet foram recebidos e se o valor da inscrição foi pago. Em caso negativo, o candidato deverá entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Candidato - SAC da Fundação Carlos Chagas, (0XX11) 3721-4888, de segunda a sexta-feira, úteis, das 9 às 17 horas (horário de Brasília), para verificar o ocorrido.

4.5.1.6 As inscrições efetuadas via Internet somente serão confirmadas após a comprovação do pagamento do valor da inscrição, em espécie.

4.5.1.7 As solicitações de inscrição via Internet, cujos pagamentos forem efetuados após o vencimento do documento de arrecadação não serão aceitas.

4.5.1.8 O candidato inscrito via Internet não deverá enviar cópia do documento de identidade, sendo de sua exclusiva responsabilidade a informação dos dados cadastrais no ato de inscrição, sob as penas da lei.

4.5.1.9 A Fundação Carlos Chagas e a CAIXA não se responsabilizam por solicitações de inscrições via Internet não recebidas por motivo de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados.

4.5.1.10 O descumprimento das instruções para inscrição via Internet implicará a não efetivação da inscrição.

4.6 CIDADE DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS E PÓLO DE CLASSIFICAÇÃO

4.6.1 Ao inscrever-se o candidato deverá indicar, na ficha de inscrição ou no formulário de inscrição via Internet, o código de sua opção de cargo/pólo de classificação para o qual pretende concorrer, conforme tabelas de opções constantes do Anexo I deste Edital.

4.6.1.1 Para o cargo de Técnico Bancário (Ensino Médio), Técnico Bancário Superior, Engenheiro de Segurança no Trabalho Júnior e Médico do Trabalho Júnior, o candidato, ao optar pelo pólo de classificação, estará automaticamente fazendo opção pela cidade onde realizará a prova conforme estipulado nas tabelas constantes no Anexo I, sendo vedada realização de prova em cidade diversa à da sua opção.

4.6.1.2 Para os demais cargos em concurso, o candidato deverá optar pelo pólo de classificação e pela cidade de prova, dentre as opções oferecidas para o cargo/pólo de classificação de sua escolha.

4.6.1.3 O candidato que deixar de indicar na ficha de inscrição ou no formulário de inscrição via Internet os códigos de suas opções de cargo/pólo de classificação e de cidade de prova (quando for o caso) ou fizer indicação de código inexistente ou incompleto terá sua inscrição cancelada.

4.6.1.4 O candidato que desejar realizar mais de uma inscrição deverá atender ao estipulado nos itens 4.1.2 e 4.1.3 deste Edital, em especial no que concerne a cidade de prova.

4.6.2 A opção pelo pólo de classificação importará a aceitação do candidato em vir a ser admitido em qualquer uma das unidades vinculadas àquele pólo.

4.6.3 Efetivada a inscrição, não serão aceitos pedidos de alteração de opção de cargo/pólo de classificação e de cidade de prova.

4.6.4 A CAIXA e a Fundação Carlos Chagas se eximem das despesas com viagens e estadas dos candidatos em quaisquer das etapas do concurso público.

4.7 CANDIDATO PORTADOR DE DEFICIÊNCIA E NECESSITADO DE CONDIÇÃO ESPECIAL

4.7.1 Às pessoas portadoras de deficiência, que pretendam fazer uso das prerrogativas que lhes são facultadas no inciso VIII do artigo 37 da Constituição Federal, é assegurado o direito de inscrição para os cargos no presente Concurso Público cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são portadoras.

4.7.1.1 Para os cargos de Técnico Bancário (Ensino Médio), Advogado Júnior, Arquiteto Júnior, Engenheiro Júnior, Engenheiro de Segurança no Trabalho Júnior, Médico do Trabalho Júnior, com constituição de cadastro de reserva, a cada grupo de 20 (vinte) candidatos admitidos, 1 (um) será candidato portador de deficiência considerado habilitado, observada a ordem de classificação geral ou específica final do cargo ao qual concorre, conforme subitem 4.7.1 alcançada no pólo de opção e o resultado dos Exames Médicos Admissionais.

4.7.1.2 Para o cargo de Técnico Bancário Superior, das 146 vagas existentes, 08 vagas são destinadas aos candidatos portadores de deficiência.

4.7.2 Não havendo candidatos aprovados para as vagas reservadas a portadores de deficiência, estas serão preenchidas pelos demais concursados, com estrita observância da ordem classificatória do cargo, nos respectivos pólos de classificação.

4.7.3 Consideram-se pessoas portadoras de deficiência aquelas que se enquadrarem nas categorias discriminadas no artigo 4º do Decreto 3.298, de 20/12/1999.

4.7.4 A qualificação do candidato aprovado como portador de deficiência e a compatibilidade dessa deficiência com as atribuições do cargo serão avaliadas por equipe multiprofissional, constituída pela CAIXA, durante o exame médico admissonal.

4.7.5 As pessoas portadoras de deficiência, resguardadas as condições especiais previstas no Decreto 3.298/99, particularmente em seu artigo de nº 40, participarão do Concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere a conteúdo das provas, à avaliação e aos critérios de aprovação, ao dia, horário e local de aplicação das provas e à nota mínima exigida para todos os demais candidatos. Os benefícios previstos no referido artigo, §§ 1º e 2º, deverão ser requeridos por escrito, até o término das inscrições, via SEDEX, à Fundação Carlos Chagas ou na ficha/formulário de inscrição. O atendimento aos benefícios previstos ficará sujeito à análise de viabilidade e razoabilidade do pedido.

4.7.5.1 Aos deficientes visuais (cegos), serão oferecidas provas no sistema Braile e suas respostas deverão ser transcritas também em Braile. Os referidos candidatos deverão levar para esse fim, no dia da aplicação da prova, reglete e punção, podendo, ainda, utilizar-se do Soroban.

4.7.5.2 Aos deficientes visuais (amblíopes) serão oferecidas provas ampliadas, com tamanho de letra correspondente a corpo 24.

4.7.5.3 Não serão aceitos pedidos por outras vias que não as especificadas neste Edital. O candidato que não solicitar a condição necessária/prova especial não terá a condição/prova preparada sejam quais forem os motivos alegados.

4.7.6 Nos termos estabelecidos pelo Decreto de nº 3.298/99, o candidato portador de deficiência deverá declarar, quando da inscrição, ser portador de deficiência, especificando-a na ficha/formulário de inscrição, e deverá, ainda, encaminhar, no período das inscrições, via Sedex ou Aviso de Recebimento (AR), à Fundação Carlos Chagas (Núcleo de Execução de Projetos – Ref.: Laudo Médico/CAIXA - Av. Prof. Francisco Morato, 1565, Jardim Guedala – São Paulo – SP – CEP 05513-900): a) Laudo Médico atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID, bem como a provável causa da deficiência; b) No caso específico disposto no art. 40, § 2º, justificativa acompanhada de parecer emitido por especialista da área da deficiência declarada.

4.7.6.1 Os candidatos que não atenderem, dentro do prazo do período das inscrições, aos dispositivos mencionados no:

– subitem 4.7.6 – letra "a" – serão considerados como não portadores de deficiência;

– subitem 4.7.6 – letra “b” – não terão a solicitação atendida.

4.7.7 O candidato portador de deficiência que não realizar a inscrição, conforme instruções constantes neste Edital, não poderá interpor recurso em favor de sua situação.

4.7.8 A divulgação do resultado final do concurso será feita por cargo e pólo de classificação, em duas listas, contendo a primeira, a pontuação de todos os candidatos, inclusive a dos portadores de deficiência, e a segunda, somente a pontuação destes últimos.

4.7.9 Será eliminado da lista de candidatos portadores de deficiência o candidato cuja deficiência declarada na ficha de inscrição ou formulário de inscrição não se constate, devendo o mesmo constar apenas na lista de classificação geral, observada a rigorosa ordem de classificação, não cabendo recurso dessa decisão.

4.7.10 Após a admissão do candidato, a deficiência não poderá ser alegada para justificar a concessão de aposentadoria.

4.7.11 O candidato não portador de deficiência que necessitar de condição especial para realização da prova deverá solicitá-la até o término das inscrições, na ficha/formulário de inscrição ou via Sedex ou Aviso de Recebimento (AR), à Fundação Carlos Chagas (Núcleo de Execução de Projetos – Ref.: Solicitação/CAIXA – Av. Prof. Francisco Morato, 1565, Jardim Guedala – São Paulo – SP – CEP 05513-900). O candidato que não o fizer até o término das inscrições seja qual for o motivo alegado, poderá não ter a condição atendida. O atendimento às condições solicitadas ficará sujeito à análise de viabilidade e razoabilidade do pedido.

4.7.12 A candidata que tiver necessidade de amamentar, durante a realização da prova, deverá levar um acompanhante que ficará em sala reservada para essa finalidade e que será responsável pela guarda da criança. Não haverá compensação do tempo de amamentação ao tempo de prova da candidata.

4.8 CONFIRMAÇÃO DA INSCRIÇÃO

4.8.1 O CARTÃO INFORMATIVO será enviado pela Fundação Carlos Chagas através dos Correios, para o endereço indicado, pelo candidato, na ficha/formulário de inscrição. Para tanto, é fundamental que o endereço esteja completo e correto, inclusive com indicação do CEP.

4.8.1.1 Não serão postados Cartões Informativos de candidatos cujo endereço indicado esteja incompleto ou sem indicação do CEP.

4.8.2 O candidato que desejar receber as informações sobre local de prova apenas por e-mail, deverá assinalar o campo específico, na ficha de inscrição ou formulário de inscrição via Internet e informar corretamente o endereço eletrônico.

4.8.3 O Cartão tem por objetivo informar o candidato quanto a dados pessoais que constam no cadastro de inscritos, número de inscrição, data, horário e local de realização da Prova Objetiva.

4.8.4 É obrigação do candidato conferir todos os dados pessoais constantes no Cartão Informativo, cargo, pólo de classificação e cidade de realização das provas.

4.8.5 Eventuais erros de digitação verificados no Cartão Informativo quanto a nome, número do documento de identidade, data de nascimento, sexo etc. deverão ser corrigidos somente no dia da prova, em formulário específico.

4.8.6 Caso haja inexatidão na informação relativa a opção de cargo, pólo de classificação e/ou cidade de realização de prova, o candidato deverá entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Candidato – SAC, da Fundação Carlos Chagas, através do telefone (0XX11) 3721-4888, de segunda a sexta-feira, úteis, das 9 às 17 horas (horário de Brasília), com antecedência mínima de 48 (quarenta e oito) horas da realização das provas.

4.8.6.1 A correção de opção de cargo, de pólo de classificação e/ou cidade de prova somente será procedida na hipótese de o dado expresso pelo candidato em sua ficha de inscrição ter sido transcrito erroneamente para o Cartão Informativo.

4.8.6.2 Não será admitida troca de opção de cargo, de pólo de classificação e/ou cidade de prova.

4.8.6.3 O candidato que não entrar em contato com o SAC, no prazo mencionado, deverá arcar exclusivamente com as conseqüências advindas de sua omissão.

4.8.7 Caso o CARTÃO INFORMATIVO não seja recebido até a data determinada no Edital de Convocação para as Provas, o candidato deverá entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Candidato – SAC, da Fundação Carlos Chagas, através do telefone (0XX11) 3721-4888, de segunda a sexta-feira, úteis, das 9 às 17 horas (horário de Brasília) ou consultar os sites da Fundação Carlos Chagas: www.concursosfcc.com.br e caixa.concursosfcc.com.br, a fim de inteirar-se do seu número de inscrição, da data, horário e local de realização da prova.

4.8.8 A comunicação feita por intermédio dos Correios ou de e-mail não tem caráter oficial, sendo meramente informativa. O candidato deverá acompanhar pelo Diário Oficial da União a publicação do Edital de Convocação para realização das provas.

4.8.8.1 O envio de comunicação pessoal dirigida ao candidato ainda que extraviada ou por qualquer motivo não recebida, não desobriga o candidato do dever de consultar o Edital de Convocação para Prova.

4.8.9 O candidato deverá utilizar-se dos meios indicados no presente Edital para informar-se sobre as datas, locais e horários da realização das provas.


5. DA PROVA OBJETIVA

5.1 As provas constarão de questões objetivas de múltipla escolha e versarão sobre conteúdos programáticos constantes do Anexo II deste Edital.












QUADROS DE PROVA










CARGOS

PROVA

ÁREA DE CONHECIMENTO

Nº DE QUESTÕES

DURAÇÃO

PESO

CARÁTER







Conhecimentos Gerais:













Técnico Bancário




– Língua Portuguesa

10







Eliminatório

(Ensino Médio)

Objetiva

– Matemática

10

3h30min.

1

e







– Microinformática

10







Classificatório







Conhecimentos Específicos

30




2










Conhecimentos Gerais:



















– Língua Portuguesa

10







Eliminatório e

Técnico Bancário

Objetiva

– Língua Estrangeira

05

3h30min.

1

Classificatório

Superior




– Microinformática

05
















Conhecimentos Específicos

50




3







Títulos









Classificatório







Conhecimentos Gerais:













Advogado Júnior

Objetiva

– Língua Portuguesa

20

3h30min.

1

Eliminatório e







– Microinformática

10







Classificatório







Conhecimentos Específicos

50




3










Conhecimentos Gerais:



















– Língua Portuguesa

05




1

Eliminatório e

Arquiteto Júnior

Objetiva

– Noções de Administração

05

3h30min.




Classificatório







– Matemática Financeira

10
















Conhecimentos Específicos

40




3










Conhecimentos Gerais:



















– Língua Portuguesa

05







Eliminatório e

Engenheiro Júnior

Objetiva

– Noções de Administração

05

3h30min.

1

Classificatório







– Matemática Financeira e
Estatística

10
















Conhecimentos Específicos

40




3










Conhecimentos Gerais:













Engenheiro de Segurança no

Objetiva

– Língua Portuguesa

10

3h30min.

1

Eliminatório e

Trabalho Júnior




– Noções de Administração

10







Classificatório







Conhecimentos Específicos

40




3










Conhecimentos Gerais:













Médico do

Objetiva

– Língua Portuguesa

10

3h30min.

1

Eliminatório e

Trabalho Júnior




– Conhecimentos Médicos Gerais

10







Classificatório







Conhecimentos Específicos

40




3



6. DA PRESTAÇÃO DAS PROVAS

6.1 As datas de aplicação das provas serão divulgadas por meio de publicação no Diário Oficial da União.

6.1.1 As provas para os cargos de Técnico Bancário (Ensino Médio) e Técnico Bancário Superior ocorrerão no período da manhã e as dos demais cargos no período da tarde.

6.1.2 Caso o número de candidatos inscritos exceda à oferta de lugares adequados existentes nos colégios localizados nas cidades de prova, a Fundação Carlos Chagas reserva-se o direito de alocá-los em cidades próximas às determinadas para aplicação das provas, não assumindo, entretanto, qualquer responsabilidade quanto ao transporte e alojamento desses candidatos.

6.1.3 Eventuais despesas com deslocamento para participar da prova correrão por conta do candidato.

6.2 Ao candidato só será permitida a realização das provas na respectiva data, horário e local constantes do Cartão Informativo e dos sites da Fundação Carlos Chagas.

6.3 Somente será admitido à sala de provas o candidato que apresentar documento original que bem o identifique como: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores; Cédula de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por Órgãos ou Conselhos de Classe que, por força de Lei Federal, valem como documento de identidade, como por exemplo, as da OAB, CREA, CRC etc.; Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia na forma da Lei Nº 9.503/97).

6.3.1 Os documentos deverão estar em perfeitas condições, de forma a permitir, com clareza, a identificação do candidato.

6.3.2 Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas, documento de identidade original, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá apresentar documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, 30 dias, ocasião em que será submetido a identificação especial, compreendendo coleta de dados, assinatura e impressão digital em formulário próprio.

6.4 A Fundação Carlos Chagas, objetivando garantir a lisura e a idoneidade do Concurso Público – o que é de interesse público e, em especial, dos próprios candidatos – bem como a sua autenticidade, solicitará aos candidatos, quando da aplicação das provas, a autenticação digital das Folhas de Respostas personalizadas. Na hipótese de o candidato não autenticá-la digitalmente, deverá registrar sua assinatura em campo específico, por três vezes.

6.5 Nas Provas Objetivas, o candidato deverá assinalar o tipo de gabarito de sua prova e as suas respostas na Folha de Respostas personalizada, que será o único documento válido para a correção da prova. O preenchimento da Folha de Respostas será de inteira responsabilidade do candidato que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas na capa do Caderno de Questões. Em hipótese alguma haverá substituição da Folha de Respostas por erro do candidato.

6.5.1 A correção da prova ocorrerá em conformidade com o tipo de gabarito assinalado pelo candidato na sua Folha de Respostas. O candidato que deixar de assinalar o tipo de gabarito, assinalar mais de uma opção, ou cuja marcação possuir emenda ou rasura, ainda que legível, não terá a prova corrigida, estando automaticamente eliminado do concurso, em caráter irrecorrível.

6.5.2 Os prejuízos advindos de marcações feitas incorretamente na Folha de Respostas serão de inteira responsabilidade do candidato.

6.6 O candidato deverá comparecer ao local designado munido de caneta esferográfica de tinta preta, lápis preto nº 2 e borracha, além da documentação exigida.

6.6.1 O candidato deverá preencher os alvéolos, na Folha de Respostas, com caneta esferográfica de tinta preta ou reforçá-los com grafite na cor preta, se necessário.

6.6.2 Não serão computadas questões não assinaladas ou que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legível.

6.7 Motivará a eliminação do candidato do Concurso, sem prejuízo das sanções penais cabíveis, a burla ou a tentativa de burla a quaisquer das normas definidas neste Edital e/ou em outros relativos ao Concurso Público, nos comunicados, nas Instruções ao Candidato e/ou nas Instruções constantes da prova, bem como o tratamento incorreto e/ou descortês a qualquer pessoa envolvida na aplicação das provas.

6.8 Será excluído do Concurso Público o candidato que:

a) apresentar-se após o horário estabelecido; b) não comparecer às provas seja qual for o motivo alegado; c) não apresentar documento que bem o identifique; d) ausentar-se da sala de provas sem o acompanhamento do fiscal; e) ausentar-se da sala de provas levando Folha de Respostas, Caderno de Questões ou outros materiais não permitidos ou sem autorização; f) retirar-se do local de prova antes de decorridas duas horas do início das provas; g) estiver portando ou fazendo uso de qualquer tipo de equipamento eletrônico de comunicação (agendas eletrônicas, relógios digitais, telefones celulares, pagers, walkman, receptor, gravador, laptop e outros equipamentos similares), bem como protetores auriculares; h) for surpreendido em comunicação com outras pessoas ou utilizando-se de livros, notas ou impressos não permitidos ou calculadora; i) fizer anotação de informações relativas às suas respostas no comprovante de inscrição e/ou em qualquer outro meio, que não o fornecido pela Fundação Carlos Chagas no dia da aplicação das provas; j) estiver portando armas; k) lançar mão de meios ilícitos para a execução das provas; l) não devolver a Folha de Respostas; m) sair do local de realização de provas com o Caderno de Questões, antes do horário permitido; n) perturbar de qualquer modo a ordem dos trabalhos incorrendo em comportamento indevido ou descortês para com qualquer dos aplicadores, seus auxiliares ou autoridades.

6.9 A Fundação Carlos Chagas não se responsabiliza por perda ou extravio de objetos ocorridos durante a realização da prova, nem por danos neles causados.

6.10 No dia da realização das Provas Objetivas, na hipótese de o nome do candidato não constar nas listagens oficiais relativas aos locais de prova estabelecidos no Edital de Convocação, a Fundação Carlos Chagas procederá à inclusão do candidato, mediante a apresentação do comprovante de inscrição autenticado pela CAIXA ou documento de arrecadação com comprovação de pagamento, com o preenchimento de formulário específico.

6.10.1 A inclusão de que trata o item 6.10 será realizada de forma condicional, e será analisada pela Fundação Carlos Chagas, na fase do Julgamento das Provas Objetivas, com o intuito de se verificar a efetividade da referida inscrição.

6.10.2 Constatada a improcedência da inscrição de que trata o item 6.10, esta será automaticamente cancelada sem direito a reclamação, independentemente de qualquer formalidade, considerados nulos todos os atos dela decorrentes.

6.11 Quando, após a prova, for constatado, por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafológico, ter o candidato utilizado processos ilícitos, sua prova será anulada e ele será automaticamente eliminado do concurso.

6.12 Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas em virtude de afastamento de candidato da sala de prova.

6.13 Não haverá segunda chamada ou repetição de prova. O candidato não poderá alegar qualquer desconhecimento sobre a realização da prova como justificativa de sua ausência. O não comparecimento à prova, qualquer que seja o motivo, caracterizará desistência do candidato e resultará na sua eliminação do Concurso Público.

6.14 Em hipótese alguma haverá vista ou revisão de prova em qualquer uma das formas de avaliação, seja qual for o motivo alegado.

6.15 Os candidatos poderão levar seu Caderno de Questões somente após decorridas 3 (três) horas de prova. Em hipótese alguma o candidato poderá levar o Caderno de Questões antes do horário permitido. Os gabaritos preliminares serão divulgados em data e locais a serem comunicados no dia da aplicação das provas.

7. JULGAMENTO DAS PROVAS OBJETIVAS

7.1 Cada uma das provas (Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos) será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem).

7.2 Cada uma das provas será estatisticamente avaliada de acordo com desempenho do grupo a ela submetido.

7.3 Considera-se grupo o total de candidatos presentes à prova, por cargo e por pólo de classificação.

7.4 Na avaliação de cada prova será utilizado o escore padronizado, com média igual a 50 (cinqüenta) e desvio padrão igual a 10 (dez).

7.5 Esta padronização das notas de cada prova tem por finalidade avaliar o desempenho do candidato em relação aos demais, permitindo que a posição relativa de cada candidato reflita sua classificação em cada prova. Na avaliação das provas do Concurso, o programa de Computação Eletrônica:

7.5.1 conta o total de acertos de cada candidato em cada prova (Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos);

7.5.2 calcula a média e o desvio padrão dos acertos de todos os candidatos de cada prova;

7.5.3 transforma o total de acertos de cada candidato em nota padronizada (NP); para isso calcula a diferença entre o total de acertos do candidato na prova e a média de acertos da prova, divide essa diferença pelo desvio padrão da prova, multiplica o resultado por 10 (dez) e soma 50 (cinqüenta):

  1   2   3   4   5


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal