Capítulo Seis: Leia a Palavra de Deus (o mar de Fundição)



Baixar 22.14 Kb.
Encontro31.07.2016
Tamanho22.14 Kb.



A Chave



Capítulo Seis:
Leia a Palavra de Deus

(O Mar de Fundição)


Por Nancy Missler
Traduzido por Marco Antonio Cunha Galhardi

O quarto passo essencial para se lidar com nosso pecado e nosso "eu" é que, depois de havermos entregado nossos pensamentos e emoções para Deus, nós temos que ler a Sua Palavra. Deus é o único que pode limpar, santificar e curar nossas almas completamente pela Sua Palavra e o único que pode substituir as mentiras do inimigo com a Verdade.

Lembre-se, era no Mar de Fundição que os sacerdotes se banhavam fisicamente para receber uma limpeza completa. Eles haviam ficado todos "manchados de sangue" no Altar dos Holocaustos onde eles sacrificaram suas ofertas. Agora, eles precisavam de um banho completo para ficarem limpos. O Mar de Fundição era como uma grande banheira que podia suportar 2000 banhos.

De igual forma, depois que confessamos, nos arrependemos e sacrificamos tudo para Deus, nós, também, ficamos "ensangüentados" e "arrasados" e numa desesperada necessidade do completo poder de cura de Deus. Apenas a Palavra de Deus pode nos restaurar totalmente. Deus é o único que pode nos lavar "com a lavagem da água, pela palavra." (Efésios 5:26)

Quando eu leio a Palavra de Deus, eu literalmente me imagino sendo banhada no Amor de Deus. Uma de minhas favoritas Escrituras para ler em momentos como estes é Salmos 18: "Na minha angústia invoquei o Senhor... do seu templo ouviu ele a minha voz... Ele abaixou os céus e desceu." (18:6, 9)

O que poderia nos dar mais conforto do que saber que Deus cuida de cada detalhe de nossas vidas e quer intervir por nós a qualquer hora que escolhermos.



Memorize Passagens

Uma sugestão importante é que deveríamos memorizar algumas Escrituras apropriadas. Freqüentemente, algo irá acontecer quando estivermos longe de casa e longe de nossas Bíblias e nossas notas. Se houvermos memorizado algumas passagens, então, podemos nos banhar na Palavra de Deus seja como for.

Muitas pessoas me perguntam que Escrituras eu recito ou leio nestes momentos. Minha resposta é sempre, "Qualquer passagem que ministrar à você." Verifique o Kit de Sobrevivência de Oração no final deste livro e veja quais Escrituras você mais gosta. Use-as. É muito importante, seja como for, que a verdade seja colocada de volta de onde as mentiras foram removidas, para que mais mentiras não voltem. Leia Lucas 11:24-26.

Juntando Tudo

Depois que tivermos feito todos os quatro passos, identificar e reconhecer nossos pecados, confessá-los e nos arrepender deles, entregá-los para Deus e ler a Palavra de Deus, podemos prosseguir em fé. Podemos estar confiantes que Deus irá ser fiel e alinhar nossos sentimentos com nossas escolhas, nos tornar genuínos e realizar a Sua vontade através de nós - liberar o Seu Amor de nossos corações para dentro de nossas vidas.

Anos atrás, depois de uma de minhas classes, uma mulher chamada Julie veio até a mim e disse: "Muito bem Nan, este material é realmente ótimo. Estou adorando a lição. Mas, eu preciso de um último simples exemplo de como todos estes passos funcionam juntos. Você poderia, por favor, me fornecer um exemplo hipotético que ilustre como este procedimento de limpeza funciona?"

Aqui está, então, uma história imaginada que mostra o Ritual do Átrio Interior em ação: (Seja qual for a pessoa e a situação que você quiser, os passos serão sempre os mesmos.)

A sua sogra não salva vem para o jantar. Você está sentada em frente a ela na mesa quando de repente, na frente de todos, ela faz alguns comentários bastante depreciativos sobre o seu jantar, sua casa, seus filhos e assim por diante.

No início você fica muito nervosa, depois humilhada, depois ferida e então apenas com raiva. Neste ponto, o que você deveria fazer? Você continua sentada lá e hipocritamente sorri para ela quando na verdade você gostaria de socá-la e escurraçá-la para fora?

Lembre-se, não somos responsáveis pelos primeiros pensamentos pecaminosos assim que eles aparecem. É o que escolhemos fazer com eles que produz o pecado ou não. Porém, se não fizermos alguma coisa com nossos pensamentos negativos, eles irão automaticamente produzir amargura e ressentimento, os quais irão definitivamente afetar nossas escolhas e, finalmente, nossas ações.

Se eu estivesse nesta delicada situação, eu lidaria com meus pensamentos raivosos imediatamente. Eu pediria licença e sairia da mesa, e então iria a qualquer lugar onde eu pudesse estar a sós com o Senhor (meu quarto, o banheiro, meu carro). Eu procuraria agarrar aqueles pensamentos negativos e feridas antes que eles se programassem em mim e antes que eu começasse a agir como decorrência deles!

O primeiro passo, então, é identificar e reconhecer os pensamentos e sentimentos negativos que eu estou experimentando, para poder lidar com eles. Lembre-se, eu não posso lidar com eles a menos que eu saiba o que eles são.

Em meu "lugar de oração" (seja onde for), eu diria à Deus que os comentários de minha sogra realmente me magoaram. "É humilhante e embaraçoso todo vez que ela me desvaloriza na frente das pessoas." Eu prosseguiria e expressaria todos os meus sentimentos genuínos sobre ela. Eu até mesmo choraria se preciso fosse. Em outras palavras, eu experimentaria as minhas reais emoções.

Ao mesmo tempo, eu também perguntaria à Deus se existem quaisquer causas enraizadas do porque eu estou reagindo desta forma. Talvez minha sogra tenha feito esta mesma coisa numerosas vezes antes, mas eu nunca lidei realmente com isto. Talvez eu simplesmente tenha enterrado os meus verdadeiros sentimentos. Eu pediria à Deus para expor tudo o que Ele quisesse da parte secreta de minha alma com relação a esta situação.

Se Deus me mostrar que eu tenho me sentido assim por anos sobre os insultos de minha sogra, mas nunca lidei apropriadamente com o meu pecado, seja por desobediência ou ignorância, eu obviamente iria precisar confessar que os meus pensamentos e sentimentos eram pecado.

Neste ponto, eu precisaria mudar minha mentalidade (dar meia volta ou retroceder) e me arrepender de ter seguido estes pensamentos e emoções auto-centrados, mesmo se eles forem justificados pelos padrões do mundo.

Ao mesmo tempo, eu precisaria perdoar incondicionalmente minha sogra para eu poder ser reconciliada com Deus e para Ele poder ser liberado para trabalhar na vida dela assim como na minha.

Então, eu entregaria toda mágoa, amargura, ressentimento, raiva (justificada ou não), e qualquer outra coisa que Deus me tiver mostrado, para Ele, pedindo à Ele para eliminar estas coisas de mim "quanto o oriente está longe do ocidente." (Salmos 103:12)

Finalmente, eu me apegaria a Sua Palavra, lendo algumas de minhas passagens favoritas, para que a Sua suave verdade pudesse retornar às câmaras secretas onde as mentiras estiveram.

Porém, mesmo que eu não estivesse sentindo qualquer diferença no momento, eu saberia pela fé que eu agora sou um vaso limpo e a Vida de Deus foi liberada para fluir através de mim novamente. Então, eu retornaria para a mesa, esperando Deus amar minha sogra através de mim.

Hebreus 10:22 afirma, "Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé; tendo o coração purificado da má consciência, e o corpo lavado com água limpa."



"Esta é a Minha História"

O exemplo acima esteve em vários de meus livros (O Caminho ao Ágape e Transformai-vos) pelos últimos anos. No entanto, no mês passado eu recebi uma linda carta de uma mulher que dizia, "Esta é a minha história!" Em outras palavras, o exemplo acima encaixa com a sua situação perfeitamente e por causa dele, ela aprendeu como realmente amar a sua mãe. Escute:

"O seu exemplo da seção 'Juntando Tudo' me tocou imensamente. Eu tenho brigado com minha mãe que mora conosco. Ela é uma velha amarga e deficiente física e tem muita raiva não resolvida. Diariamente eu entregava estas questões para Deus, apenas para ver tudo desmoronado no final do dia quando ela dizia algo cruel. Recentemente, isto tem se tornado muito difícil para mim e eu tenho gasto muito tempo conversando com Deus sobre esta situação.

Quando eu li a sua 'história hipotética,' ela era tão real como a vida para mim. A única coisa que é diferente é que se trata de minha mãe, e não minha sogra.

Deus falou com Letras Maiúsculas para mim através daquela história! Eu consegui me colocar de joelhos e seguir aqueles passos muito especificamente. Pela primeira vez, Deus me encheu com uma paz que eu nunca havia experimentado antes. Eu sorri e chorei e gargalhei e louvei à Deus por todo o dia. Eu realmente me senti e agi diferente quando desci as escadas e falei com minha mãe.

Eu reconheço, entretanto, quão importante é repetir estes passos várias vezes diariamente. E com a graça de Deus e Sua infinita paciência, eu irei aprender a sempre aplicar esta maravilhosa verdade."



Louve-O (Altar do Incenso)

Assim como os sacerdotes no Templo de Salomão - depois de terem lavado suas mãos nas Pias, sacrificado no Altar dos Holocaustos e se banhado de corpo inteiro no Mar de Fundição - voltavam ao Lugar Santo para mudar suas roupas e corajosamente se aproximar do Altar do Incenso para louvar e apresentar as suas ofertas, nós também temos que seguir este padrão ao nos aproximarmos de Deus da mesma forma. Depois de havermos passado pelo Ritual do Átrio Interior, nós, também, podemos mudar nossas roupas (nos despirmos de nós mesmos e vestirmos à Cristo) e irmos corajosamente ao Lugar Santo para adorar e cultuar à Deus no altar de nossos corações, apresentando nossas ofertas de louvor.

Neste ponto, nós também podemos encher nossos corações com louvor. Uma vez que tenhamos trocado nossa vida com Deus - nós demos nossa vida à Ele, e Ele nos deu a Sua - podemos continuar e louvá-Lo e adorá-Lo na "beleza da Sua Santidade." Podemos louvá-Lo por quem Ele é e saber que Ele "irá concorrer todas as coisas" para o nosso bem.

A propósito, quando Romanos 8:28 fala sobre "...todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus...," isto significa que Deus faz todas as coisas concorrerem para "nos conformar mais à Sua imagem." (Romanos 8:29) Ser conformado à imagem de Deus é o "bem" a que Paulo está se referindo no versículo 28. Romanos 8:28 diz também que Deus "concorre todas as coisas para o bem," mas somente para um grupo bastante seleto de pessoas - apenas para aqueles que se entregam totalmente à Ele - apenas para aqueles que agapao Ele. Somente aqueles que se rendem completamente são os mesmos para os quais Deus opera circunstâncias para o bem.



Exemplo: "Rejeitada"

Eu recebi uma carta linda de Barbara, que passou por uma experiência muito traumática. O homem que ela amava e com quem estava noiva se apaixonou por outra mulher. Ele não contou para Barbara sobre este relacionamento até que rompeu o noivado e anunciou que ele iria se casar com outra mulher.

Barbara, é claro, ficou arrasada. Ela escreveu sobre a tremenda luta pela qual ela passou naquelas primeiras noites depois de saber a verdade. Ela disse que as emoções e pensamentos dolorosos queriam esmagá-la e destruí-la, mas ela estava determinada a ficar forte e fazer exatamente o que Deus desejava.

Ela disse que ela continuou escolhendo, pela fé, entregar seu coração machucado para Deus, ler a Sua Palavra e continuar a louvá-Lo vezes e mais vezes, apesar de como se sentia. Ela louvou à Deus porque sabia que Ele a amava e Ele não iria retirar qualquer "coisa boa" dela. Pela fé, ela perseverou e continuou a se purificar, amando-O e louvando-O, e finalmente, ela conseguiu. Os seus pensamentos e sentimentos haviam finalmente se alinhado com o que ela havia escolhido e ela teve paz.

Porque Barbara se entregou totalmente para Deus e continuou a louvá-Lo, Deus foi fiel em concorrer todas as coisas e libertá-la de uma experiência devastadora.

Salmos 18: "Na minha angústia invoquei o Senhor ...; do seu templo ouviu ele a minha voz... Ele abaixou os céus e desceu." (18:6,9)



Resumo

Portanto, resumindo, os quatro passos essenciais do Ritual do Átrio Interior são:

Nós temos que...


  1. Identificar e reconhecer os pensamentos, emoções e desejos negativos que acabaram de acontecer em nossas vidas. Não devemos deixar vazar estes pensamentos e sentimentos, nem enterrá-los, mas simplesmente ficar a sós com Deus e reconhecer nossos verdadeiros pensamentos e emoções. Nomeando exatamente como nos sentimos e o que pensamos, também temos que pedir à Deus para expor as causas principais (as raízes) destas coisas.

  2. Confessar e se arrepender de quaisquer pensamentos e emoções negativos que "não provenham da fé" ou que nós tenhamos entretido. Nós temos que escolher "parar" de seguir o que estas coisas estão nos dizendo e escolher, ao invés, seguir o que Deus quer. Ao mesmo tempo, nós temos que incondicionalmente perdoar qualquer um envolvido na situação. Então Deus irá nos perdoar.

  3. Entregar para Deus tudo o que Ele nos mostrou, não apenas nossos pensamentos e emoções negativos conscientes, mas também as suas causas principais (raízes). Ele, então, irá apagar nosso pecado e nosso eu e nos reconciliar com Ele.

  4. Ler a Palavra de Deus. É imperativo que nós substituamos as mentiras em nossas câmaras secretas com a Verdade - a verdade de Sua Palavra. Deus, então, irá limpar e curar nossa alma com "a lavagem da água, pela palavra."

É assim que o Ritual do Átrio Interior funciona. Estes passos podem parecer muito para se lembrar agora porque eles estão muito recentes. Mas, eu prometo a você, que se você for fiel em confessar, se arrepender e entregar tudo para Deus, você logo verá, que não existe outro caminho que funcione e estes passos se tornarão naturais para você!

Deus, então, no Seu tempo e do Seu jeito irá alinhar os seus sentimentos com as escolhas que você fez e tornar você genuíno. Novamente, não somos nós que mudamos nossos sentimentos, Deus é que muda. Nós apenas temos que ter certeza que nós demos permissão à Ele para fazer isso, realizando os quatro passos acima.

O Ritual do Átrio Interior, então, é a "prontidão para vingar toda desobediência," que 2 Coríntios 10:6 fala; e também como nós "resistimos ao Diabo" que Tiago 4:7 nos exorta.


A Chave

©2011 The King’s High Way Ministries, reservados todos los derechos.



www.kingshighway.org


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal