Carinhanha-ba



Baixar 1.27 Mb.
Página13/17
Encontro29.07.2016
Tamanho1.27 Mb.
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   17

CONTEÚDOS BÁSICOS DA DISCIPLINA EDUCAÇÃO FÍSICA
Este é um conjunto de conteúdos básicos que a Secretaria Municipal de Educação sistematizou a partir das Diretrizes Nacionais para o Ensino Fundamental. Entende-se por conteúdos básicos os conhecimentos fundamentais e necessários para cada série da etapa final do Ensino Fundamental.
O acesso a esses conhecimentos é direito do aluno na fase de escolarização em que se encontra e imprescindível para sua formação. O trabalho pedagógico com tais conteúdos é responsabilidade do professor que poderá acrescentar outros conteúdos, pois a tabela não deve ser tomada como um instrumento que engesse o trabalho docente.
Não se trata de uma simples lista de conteúdos a serem trabalhados por série. Os conjuntos indicam como esses conteúdos se articulam com os conteúdos estruturantes da disciplina, que tipo de abordagem teórico-metodológica devem receber e, finalmente, a que expectativas de aprendizagem estão atrelados.

Portanto, as Diretrizes Curriculares fundamentam essa proposta de seriação/ sequenciação de conteúdos básicos e, sem uma leitura atenta e aprofundada das DCE, a compreensão desses conjuntos estará comprometida.


Além disso, os quadros de conteúdos básicos por série não substituem a proposta pedagógica curricular, nem devem ser confundidos com uma concepção curricular conteudista e imobilizadora.
Eles complementam e dão concretude às diretrizes curriculares Nacionais, pois focam o trabalho pedagógico das disciplinas naquilo que as constitui como conhecimento especializado e sistematizado, para que fique garantido, ao aluno, uma formação conceitual de qualidade. O conjunto de conteúdos básicos auxiliará a implementação da nossa proposta e a organização do Projeto Político Pedagógico (PPP) das Instituições de Ensino.
No Plano de Trabalho Docente tais conteúdos serão abordados e, quando necessário, desdobrados, considerando-se o necessário aprofundamento para a série e nível. O plano é o lugar da criação pedagógica do professor, onde os conteúdos receberão abordagens contextualizadas histórica, social e politicamente, de modo que façam sentido para os alunos nas diversas realidades regionais, culturais e econômicas, contribuindo com sua formação cidadã.
O plano de trabalho docente é, portanto, o currículo em ação. Nele estará a expressão singular e de autoria, de cada professor, da concepção curricular construída nas discussões coletivas.
6º ANO / 5ª SÉRIE

CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Esporte


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Coletivos

  • Individuais


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA



  • Pesquisar e discutir questões históricas dos esportes, como: sua origem, sua evolução, seu contexto atual.

  • Propor a vivência de atividades pré desportivas no intuito de possibilitar o aprendizado dos fundamentos básicos dos esportes e possíveis adaptações às regras.


AVALIAÇÃO
Espera-se que o aluno conheça dos esportes:

• o surgimento de cada esporte com suas primeiras regras;

• sua relação com jogos populares.

• seus movimentos básicos, ou seja, seus fundamentos.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES




CONTEÚDOS BÁSICOS




ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA



  • Abordar e discutir a origem e histórico dos jogos, brinquedos e brincadeiras.

  • Possibilitar a vivência e confecção de brinquedos, jogos e brincadeiras com e sem materiais alternativos.

  • Ensinar a disposição e movimentação básica dos jogos de tabuleiro


AVALIAÇÃO



  • Conhecer o contexto histórico em que foram criados os diferentes jogos, brinquedos e brincadeiras, bem como apropriar-se efetivamente das diferentes formas de jogar;

  • Reconhecer as possibilidades de vivenciar o lúdico a partir da construção de brinquedos com materiais alternativos



CONTEUDOS ESTRUTURANTES



  • Dança


CONTEÚDOS BÁSICOS



  • Danças folclóricas

  • Danças de rua

  • Danças criativas


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA



  • Pesquisar e discutir a origem e histórico das danças.

  • Contextualizar a dança.

  • Vivenciar movimentos em que envolvam a expressão corporal e o ritmo


AVALIAÇÃO



  • Conhecimento sobre a origem e alguns significados (místicos, religiosos, entre outros) das diferentes danças;

  • Criação e adaptação tanto das cantigas de rodas quanto de diferentes seqüencias de movimentos.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES



  • Ginástica


CONTEÚDOS BÁSICOS



  • Ginástica rítmica

  • Ginástica circense

  • Ginástica geral


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Estudar a origem e histórico da ginástica e suas diferentes manifestações.

  • Aprender e vivenciar os Movimentos Básicos da ginástica (ex: saltos, rolamento, parada de mão, roda)

  • Construção e experimentação de materiais utilizados nas diferentes modalidades ginásticas.

  • Pesquisar a Cultura do Circo.

  • Estimular a ampliação da Consciência Corporal.


AVALIAÇÃO


  • Conhecer os aspectos históricos da ginástica e das práticas corporais circenses;

  • Aprendizado dos fundamentos básicos da ginástica:

  • Saltar;

  • Equilibrar;

  • Rolar/Girar;

  • Trepar;

  • Balançar/Embalar;

  • Malabares.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Lutas


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Lutas de aproximação

  • Capoeira



ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Pesquisar a origem e histórico das lutas.

  • Vivenciar atividades que utilizem materiais alternativos relacionados as lutas.

  • Experimentar a vivência de jogos de oposição.

  • Apresentação e experimentação da música e sua relação com a luta.

  • Vivenciar movimentos característicos da luta como: a ginga, esquiva e golpes.


AVALIAÇÃO

  • Conhecer os aspectos históricos, filosóficos, as características das diferentes manifestações das lutas, assim como alguns de seus movimentos característicos.

  • Reconhecer as possibilidades de vivenciar o lúdico a partir da utilização de materiais alternativos e dos jogos de oposição.


7º ANO / 6ª SÉRIE
CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Esporte


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Coletivos

  • Individuais


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Estudar a origem dos diferentes esportes e mudanças ocorridas com os mesmos, no decorrer da história.

  • Aprender as regras e os elementos básicos do esporte.

  • Vivência dos fundamentos das diversas modalidades esportivas.

  • Compreender, por meio de discussões que provoquem a reflexão, o sentido da competição esportiva.


AVALIAÇÃO


  • Espera-se que o aluno possa conhecer a difusão e diferença de cada esporte, relacionando-as com as mudanças do contexto histórico brasileiro.

  • Reconhecer e se apropriar dos fundamentos básicos dos diferentes esportes.

  • Conhecimento das noções básicas das regras das diferentes manifestações esportivas.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Jogos e brincadeiras


CONTEÚDOS BÁSICOS


  • Jogos e brincadeiras populares

  • Brincadeiras e cantigas de roda

  • Jogos de tabuleiro

  • Jogos cooperativos


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Recorte histórico delimitando tempos e espaços nos jogos, brinquedos e brincadeiras.

  • Reflexão e discussão acerca da diferença entre brincadeira, jogo e esporte.

  • Construção coletiva dos jogos, brincadeiras e brinquedos.

  • Estudar os Jogos, as brincadeiras e suas diferenças regionais.


AVALIAÇÃO

  • Conhecer difusão dos jogos e brincadeiras populares e tradicionais no contexto brasileiro.

  • Reconhecer as diferenças e as possíveis relações existentes entre os jogos, brincadeiras e brinquedos.

  • Construir individualmente ou coletivamente diferentes jogos e brinquedos.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Dança


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Danças folclóricas

  • Danças de rua

  • Danças criativas

  • Danças circulares


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Recorte histórico delimitando tempos e espaços, na dança.

  • Experimentação de movimentos corporais rítmico/expressivos.

  • Criação e adaptação de coreografias.

  • Construção de instrumentos musicais


AVALIAÇÃO

  • Conhecer a origem e o contexto em que se desenvolveram o Break, Frevo e Maracatu;

  • Criação e adaptação de coreografia rítmica e expressiva.

  • Reconhecer as possibilidades de vivenciar o lúdico a partir da construção de instrumentos musicais como, por exemplo, o pandeiro e o chocalho.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Ginástica


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Ginástica rítmica

  • Ginástica circense

  • Ginástica geral


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Estudar os aspectos históricos e culturais da ginástica rítmica e geral.

  • Aprender sobre as posturas e elementos ginásticos.

  • Pesquisar e aprofundar os conhecimentos acerca da Cultura Circense.


AVALIAÇÃO

  • Conhecer os aspectos históricos da ginástica rítmica (GR);

    1. Aprendizado dos movimentos e elementos da GR como:

    2. saltos;

    3. piruetas;

    4. equilíbrios.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Lutas


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Lutas de aproximação

  • Capoeira


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Pesquisar e analisar a origem das lutas de aproximação e da capoeira, assim como suas mudanças no decorrer da história.

  • Vivenciar jogos adaptados no intuito de aprender alguns movimentos característicos da luta, como: ginga, esquiva, golpes, rolamentos e quedas


AVALIAÇÃO

  • Apropriação dos aspectos históricos, filosóficos e as características das diferentes manifestações das lutas de aproximação e da capoeira.

  • Conhecer a história do judô, karatê, taekwondo e alguns de seus movimentos básicos como: as quedas, rolamentos e outros movimentos.

  • Reconhecer as possibilidades de vivenciar o lúdico a partir da utilização de materiais alternativos e dos jogos de oposição.


8º ANO / 7ª SÉRIE
CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  1. Esporte


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Coletivos

  • Individuais



ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA


  • Recorte histórico delimitando tempos e espaços, no esporte.

  • Estudar as diversas possibilidades do esporte enquanto uma atividade corporal, como: lazer, esporte de rendimento, condicionamento físico, assim como os benefícios e os malefícios do mesmo à saúde.

  • Analisar o contexto do Esporte e a interferência da mídia sobre o mesmo.

  • Vivência prática dos fundamentos das diversas modalidades esportivas.

  • Discutir e refletir sobre noções de ética nas competições esportivas


AVALIAÇÃO

  • Entender que as práticas esportivas podem ser vivenciadas no tempo/ espaço de lazer, como esporte de rendimento ou como meio para melhorar a aptidão física e saúde.

  • Compreender a influência da mídia no desenvolvimento dos diferentes esportes.

  • Reconhecer os aspectos positivos e negativos das práticas esportivas.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Jogos e brincadeiras


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Jogos e brincadeiras populares

  • Jogos de tabuleiro

  • Jogos dramáticos

  • Jogos cooperativos


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Recorte histórico delimitando tempos e espaços, nos jogos, brincadeiras e brinquedos.

  • Organização de Festivais.

  • Elaboração de estratégias de jogo.


AVALIAÇÃO

  • Desenvolver atividades coletivas a partir de diferentes jogos, conhecidos, adaptados ou criados, sejam eles cooperativos, competitivos ou de tabuleiro.

  • Conhecer o contexto histórico em que foram criados os diferentes jogos, brincadeiras e brinquedos.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Dança


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Danças criativas

  • Danças circulares


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Recorte histórico delimitando tempos e espaços, na dança.

  • Análise dos elementos e técnicas de dança

  • Vivência e elaboração de Esquetes (que são pequenas seqüências cômicas).


AVALIAÇÃO

  • Conhecer os diferentes ritmos, passos, posturas, conduções, formas de deslocamento, entre outros elementos que identificam as diferentes danças.

  • Montar pequenas composições coreográficas.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Ginástica


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Ginástica rítmica

  • Ginástica circense

  • Ginástica geral


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Recorte histórico delimitando tempos e espaços, na ginástica.

  • Vivência prática das posturas e elementos ginásticos.

  • Estudar a origem da Ginástica com enfoque específico nas diferentes modalidades, pensando suas mudanças ao longo dos anos.

  • Manuseio dos elementos da Ginástica Rítmica.

  • Vivência de movimentos acrobáticos


AVALIAÇÃO

  • Manusear os diferentes elementos da GR como:

    1. corda;

    2. fita;

    3. bola;

    4. maças;

    5. arco.

  • Reconhecer as possibilidades de vivenciar o lúdico a partir das atividades circenses como acrobacias de solo e equilíbrios em grupo.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Lutas


CONTEÚDOS BÁSICOS



ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA


  • Organização de Roda de capoeira

  • Vivenciar jogos de oposição no intuito de aprender movimentos direcionados à projeção e imobilização.


AVALIAÇÃO

  • Conhecer os aspectos históricos, filosóficos e as características das diferentes formas de lutas.

  • Aprofundar alguns elementos da capoeira procurando compreender a constituição, os ritos e os significados da roda.

  • Conhecer as diferentes projeções e imobilizações das lutas.



9º ANO / 8ª SÉRIE
CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Esporte


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Coletivos

  • Radicais


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Recorte histórico delimitando tempos e espaços.

  • Organização de festivais esportivos.

  • Analise dos diferentes esportes no contexto social e econômico.

  • Pesquisar e estudar as regras oficiais e sistemas táticos.

  • Vivência prática dos fundamentos das diversas modalidades esportivas.

  • Elaboração de tabelas e súmulas de competições esportivas.


AVALIAÇÃO

  • Apropriação acerca das regras de arbitragem, preenchimento de súmulas e confecção de diferentes tipos de tabelas.

  • Reconhecer o contexto social e econômico em que os diferentes esportes se desenvolveram.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Jogos e brincadeiras


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Jogos de tabuleiro

  • Jogos dramáticos

  • Jogos cooperativos


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA


  • Organização e criação de gincanas e RPG (Role-Playing Game, Jogo de Interpretação de Personagem), compreendendo que é um jogo de estratégia e imaginação, em que os alunos interpretam diferentes personagens, vivendo aventuras e superando desafios.

  • Diferenciação dos jogos cooperativos e competitivos.


AVALIAÇÃO

  • Reconhecer a importância da organização coletiva na elaboração de gincanas e R.P.G.

  • Diferenciar os jogos cooperativos e os jogos competitivos a partir dos seguintes elementos:

  1. Visão do jogo;

  2. Objetivo;

  3. O outro;

  4. Relação;

  5. Resultado;

  6. Conseqüência;

  7. Motivação.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Dança


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Danças criativas

  • Danças circulares


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Recorte histórico delimitando tempos e espaços na dança.

  • Organização de festivais de dança.

  • Elementos e técnicas constituintes da dança.


AVALIAÇÃO

  • Reconhecer a importância das diferentes manifestações presentes nas danças e seu contexto histórico.

  • Conhecer os diferentes ritmos, passos, posturas, conduções, formas de deslocamento, entre outros elementos presentes no forró, vanerão e nas danças de origem africana.

  • Criar e vivenciar atividades de dança, nas quais sejam apresentadas as diferentes criações coreográficas realizadas pelos alunos.



CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Ginástica


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Ginástica rítmica

  • Ginástica geral

  • Ginástica geral


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Estudar a origem da Ginástica: trajetória até o surgimento da Educação Física.

  • Construção de coreografias.

  • Pesquisar sobre a Ginástica e a cultura de rua (circo, malabares e acrobacias).

  • Análise sobre o modismo relacionado à ginástica.

  • Vivência das técnicas específicas das ginásticas desportivas.

  • Analisar a interferência de recursos ergogênicos (doping).


AVALIAÇÃO

  • Conhecer e vivenciar as técnicas da ginásticas ocidentais e orientais.

  • Compreender a relação existente entre a ginástica artística e os elementos presentes no circo, assim como, a influência da ginástica na busca pelo corpo perfeito.


CONTEUDOS ESTRUTURANTES

  • Lutas


CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Lutas com instrumento mediador

  • Capoeira


ABORDAGEM TEORICO METODOLOGICA

  • Pesquisar a Origem e os aspectos históricos das lutas.


AVALIAÇÃO

  • Conhecer os aspectos históricos, filosóficos e as características das diferentes formas de lutas.

ARTES
As pessoas sem imaginação estão sempre querendo que a arte sirva para alguma coisa.

Servir. Prestar. [...] Dar lucro. Não enxergam que a arte [...] é a única chance que o homem tem de vivenciar a experiência de um mundo da liberdade, além da necessidade. (Paulo Leminski)
Por meio da arte o homem pode conseguir apreender a realidade, não só para suportá-la, mas, principalmente, para transformá-la, ou seja, para humanizá-la e, dialeticamente, humanizar-se.

(Maria Inês Hamann Peixoto)
A arte, em sentido lato, está presente desde os primórdios da humanidade, é uma forma de trabalho criador. Pelo trabalho o ser humano transforma a natureza e a si, pois, ao produzir a própria existência retirando da natureza o seu sustento, gradativamente transforma os objetos naturais em ferramentas que lhe possibilitam acelerar o processo de transformação do natural em humano. (FISCHER, 2002, p. 23).
Ao produzir os seus próprios objetos, o Homem teve que criar meios de expressão e comunicação, palavras articuladas e diferenciadas para atender as necessidades de organização e produção. Assim, o pensamento e a linguagem foram criados e desenvolvidos no processo de trabalho, pelo qual os seres humanos passaram a ter muito que dizer uns aos outros (FISCHER, 2002, p. 30). O homem transformou o mundo e a si próprio pelo trabalho e, por ele, tornou-se capaz de abstrair, simbolizar e criar arte. Assim, em todas as culturas, constata-se a presença de maneiras diferentes daquilo que hoje se denomina arte, tanto em objetos utilitários quanto nos ritualísticos, muitos dos quais vieram a ser considerados objetos artísticos.
O ser humano produz, então, maneiras de ver e sentir, diferentes em cada tempo histórico e em cada sociedade. Por isso, é fundamental considerar as influências sociais, políticas e econômicas sobre as relações entre os Homens e destes com os objetos, para compreender a relatividade do valor estético, as diversas funções que a Arte tem cumprido ao longo da história, bem como o modo de organização das sociedades (PARANÁ, 1992, p. 149).
As diferentes formas de pensar a Arte e o seu ensino são constituídas nas relações socioculturais, econômicas e políticas do momento histórico em que se desenvolveram. Nesse sentido, as diversas teorias sobre a arte estabelecem referências sobre sua função social, tais como: da arte poder servir à ética, à política, à religião, à ideologia; ser utilitária ou mágica; transformar-se em mercadoria ou simplesmente proporcionar prazer.
Nessa proposta serão abordadas as formas como a arte é compreendida no cotidiano dos estabelecimentos de ensino e como as pessoas se defrontam com o problema de conceituá-la. Tal abordagem conceitua que o ensino de Arte deve basear-se num processo de reflexão sobre a finalidade da Educação, os objetivos específicos dessa disciplina e a coerência entre tais objetivos, os conteúdos programados (os aspectos teóricos) e a metodologia proposta.
Pretende-se que os alunos adquiram conhecimentos sobre a diversidade de pensamento e de criação artística para expandir sua capacidade de criação e desenvolver o pensamento crítico a construção do conhecimento em Arte se efetiva na relação entre o estético e o artístico, materializada nas representações artísticas. Apesar de suas especificidades, esses campos conceituais são interdependentes e articulados entre si, abrangendo todos os aspectos do conhecimento em Arte Nas aulas de Arte, os conteúdos devem ser selecionados a partir de uma análise histórica, abordados por meio. do conhecimento estético e da produção artística, de maneira crítica, o que permitirá ao aluno uma percepção da arte em suas múltiplas dimensões cognitivas e possibilitará a construção de uma sociedade sem desigualdades e injustiças. O sentido de cognição implica, não apenas o aspecto inteligível e racional, mas também o emocional e o valorativo, de maneira a permitir a apreensão plena da realidade (FARACO apud KUENZER, 2000).
Para que o processo de ensino e aprendizagem se efetive é necessário, ainda, que o professor trabalhe a partir de sua área de formação (Artes Visuais, Música, Teatro e Dança), de suas pesquisas e experiências artísticas, estabelecendo relações com os conteúdos e saberes das outras áreas da disciplina de Arte, nas quais tiver algum domínio. Pretende-se que está Proposta para a disciplina de Arte apontem aos professores da área, formas efetivas de levar o aluno a apropriar-se do conhecimento em arte, que produza novas maneiras de perceber e interpretar tanto os produtos artísticos quanto o próprio mundo. Nesse sentido, educar os alunos em arte é possibilitar-lhes um novo olhar, um ouvir mais crítico, um interpretar da realidade além das aparências, com a criação de uma nova realidade, bem como a ampliação das possibilidades de fruição.
Sugere-se para a prática pedagógica, que o professor aborde, além da produção pictórica de conhecimento universal e artistas consagrados, também formas e imagens de diferentes aspectos presentes nas sociedades contemporâneas. Os conteúdos devem estar relacionados com a realidade do aluno e do seu entorno. Nessa seleção, o professor pode considerar artistas, produções artísticas e bens culturais da região, bem como outras produções de caráter universal.
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   17


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal