Carlos Paião – Cinderela Conteúdos: Competências culturais



Baixar 44.48 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho44.48 Kb.
Carlos PaiãoCinderela

Conteúdos:

Competências culturais: Música ligeira dos anos 80; informações sobre o cantor Carlos Paião.

Competências linguísticas:

    • competência semântico-lexical: fraseologia – verbo “dar”;

    • competência gramatical: tempos do modo Indicativo.

Competências sociolinguísticas: exprimir opiniões

Competências pragmático-discursivas: narrar; descrever; argumentar; justificar.

Nível QECR: A2

Tempo aproximado: 120 minutos

Carlos Paião
Carlos Manuel de Marques Paião nasceu em Coimbra no dia 1 de novembro de 1957.

Em 1978 concorre ao Festival da Canção de Ílhavo onde obtém dois prémios, entre os quais o de melhor intérprete. Outro dos seus temas a concurso fica em 4º lugar.

Carlos Paião participou numa das meias-finais do Festival da Canção de 1980 com "Amigos, Eu Voltei" mas não consegue chegar à final.

Mário Martins leva a Amália Rodrigues uma cassete com canções de Carlos Paião. Amália gostou tanto que quis logo gravar algumas das canções. Escreve "Canção do Beijinho" para Herman José que se torna um dos grandes sucessos desse ano chegando a disco de Ouro.

Em 1981 concorre com três canções ao Festival RTP da Canção mas só "Play-Back" é que é apurada. Grava um single com os outros dois temas ("Souvenir de Portugal" e "Eu Não Sou Poeta") que é editado um mês antes do Festival. A canção "Play-Back" acaba por vencer o Festival da Canção mas fica em penúltimo lugar no Festival da Eurovisão.

O máxi-single “O Senhor Extraterrestre”, de Amália Rodrigues, (Unidade 19 do projeto FADO) com dois originais de Carlos Paião é editado em fevereiro de 1982.

Em dueto com Cândida Branca Flôr concorre ao Festival RTP da Canção de 1983 com o tema  "Vinho do Porto (Vinho de Portugal)". O tema fica em 4º lugar.

Acaba o curso de Medicina em novembro de 1983. Em 1984 colabora com Herman José no programa "Hermanias" onde escreve as canções da personagem "Serafim Saudade". Neste ano são lançados os singles "Discoteca" e "Cinderela".

No início de 1985 é editada a compilação "O Melhor de Carlos Paião". Em junho aparece um novo single com o tema "Versos de Amor".

O disco com as músicas e letras de Serafim Saudade é editado em 1985. Carlos Paião canta com o "verdadeiro artista" no tema "Prás Sogras que Encontrei na Vida".

Participa no World Popular Song Festival of Tokio, realizado entre 26 e 27 de outubro de 1985, com o tema "Lá Longe, Senhora".

Em 1986 escreve a canção "Bamos Lá Cambada", interpretada por José Estebes, que foi o hino não oficial da seleção portuguesa de futebol, no Mundial do México. Participa também na peça de teatro televisivo "O Carnaval Infernal".

Um novo single, com os temas "Cegonha" e "Lá Longe, Senhora", é editado em dezembro de 1986.

Carlos Paião morre a 26 de agosto de 1988 num trágico acidente de automóvel ocorrido na A1.

O disco que estava a preparar, "Intervalo", foi editado em setembro de 1988, na data prevista inicialmente para o seu lançamento. O tema em maior destaque foi "Quando as Nuvens Chorarem" em dueto com Dina.

José Alberto Reis participou no Festival da Canção de 1989 com "Palavras Cruzadas", uma composição da autoria de Carlos Paião. Com outra das canções deixadas por Carlos Paião, "Sol Maior", representou Portugal num certame realizado em Xangai.

A compilação "O Melhor de Carlos Paião" foi reeditada em 1991 no formato de duplo-álbum.

O álbum "Histórias" de António Sala, editado em 1993, inclui o tema "Pecado Capital" de Carlos Paião. Nesse ano é editada também a caixa "Carlos Paião" com os dois álbuns de originais e com um terceiro registo com "Os Singles".

O duplo CD "Letra e Música: 15 anos depois", editado em 2003, inclui 37 temas da autoria de Carlos Paião, entre eles o inédito "Caminhar".

Em 2006 é editada uma compilação com alguns dos temas escritos para outros artistas e algumas versões dos seus temas.

Carlos Paião escreveu para nomes tão diferentes como Herman José, Joel Branco, Cândida Branca Flôr, Amália Rodrigues, Nuno da Câmara Pereira, Peter Peterson, Trio Odemira, Octávio de Matos, Alexandra, Rodrigo, Lenita Gentil, António Mourão, Ana, Carlos Quintas ou Pedro Couceiro.
Adaptado de: http://anos80.no.sapo.pt/carlospaiao.htm [03/07/2013]


COMPREENSÃO DA LEITURA

Atividade 1: Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo transcritas. Justifique as afirmações falsas.


  1. A diva do fado português gravou canções de Carlos Paião. _____

  2. Com a canção "Eu Não Sou Poeta" Carlos Paião fica em penúltimo lugar no Festival da Eurovisão. _____

  3. No mesmo ano em que acaba o curso de Medicina lança o single “Cinderela”. _____

  4. Ainda em vida, Carlos Paião representa Portugal num certame realizado em Xangai. _____

  5. Carlos Paião foi letrista de vários cantores, muito diferentes entre si. _____











ÂMBITO LINGUÍSTICO GERAL

COMPREENSÃO DA LEITURA

Atividade 2: Coloque as estrofes dadas no lugar correto de forma a completar a letra da canção “Cinderela”.
Cinderela

_____


_____
(Refrão)

Então,
Bate, bate coração!


Louco, louco de ilusão!
A idade assim não tem valor.
Crescer,
Vai dar tempo p'ra aprender,
Vai dar jeito p'ra viver
O teu primeiro amor.

_____
Refrão

_____
Refrão
Cinderela
Refrão


Estrofes para completar a letra da canção “Cinderela”
1

Cinderela das histórias, a avivar memórias, a deixar mistério.


Já o fez andar na lua, no meio da rua e a chover a sério.
Ela, quando lá o viu, encharcado e frio, quase o abraçou.
Com a cara assim molhada, ninguém deu por nada, ele até chorou...
2

Eles são duas crianças a viver esperanças, a saber sorrir.


Ela tem cabelos louros, ele tem tesouros para repartir.
Numa ou outra brincadeira passam mesmo à beira, sempre sem falar.
Uns olhares envergonhados e são namorados sem ninguém pensar.
3

E agora, nos recreios, dão os seus passeios, fazem muitos planos.


E dividem a merenda, tal como uma prenda que se dá nos anos.
E, num desses bons momentos, houve sentimentos a falar por si.
Ele pegou na mão dela: "Sabes Cinderela, eu gosto de ti..."
4

Foram juntos outro dia, como por magia, no autocarro, em pé.


Ele lá lhe disse, a medo: "O meu nome é Pedro e o teu qual é?"
Ela corou um pouquinho e respondeu baixinho: "Sou a Cinderela".
Quando a noite o envolveu ele adormeceu e sonhou com ela...
COMPREENSÃO ORAL

Atividade 3: Depois de ouvir a canção uma vez, corrija a Atividade 2 - http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=LOieJMoGFFs#at=216 [03/07/2013]

COMPREENSÃO DA LEITURA

Exercício 1: Depois de ouvir uma segunda vez a canção, complete as frases. Cada espaço corresponde a uma letra.


  1. As duas crianças são __ __ __ __ __ __ __ de escola.

  2. Eles têm uma relação de __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __.

  3. O rapaz ganhou __ __ __ __ __ __ __ para meter conversa com a rapariga.

  4. Ela ficou um pouco __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ quando disse o nome dela.

  5. Eles estão __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ __ um pelo outro.

  6. As duas crianças __ __ __ __ __ __ __ __ __ coisas como a merenda.

  7. Quando o Pedro encontrou a Cinderela na rua e estava a chover, ele chorou porque ficou __ __ __ __ __ __ __ __.

  8. O rapaz __ __ __ __ __ __ __ __–__ __ à Cinderela ao dizer-lhe que gostava dela.


Exercício 2: O verbo “dar” combina-se com vários elementos assumindo significados diferentes, como “dar um passeio > passear” ou “dar uma prenda > oferecer”. Associe as alíneas da coluna A com as da coluna B e faça uma frase de exemplo para cada par. Essa frase deve ter o seu equivalente com o verbo correspondente da coluna B. Siga o exemplo.


A

B

  1. dar um passeio

  1. felicitar

  1. dar os parabéns

  1. opinar

  1. dar beijos

  1. informar

  1. dar informações

  1. ouvir

  1. dar ouvidos

  1. passear

  1. dar opiniões

  1. beijar




1.

e.

Habitualmente dou um passeio ao fim da tarde. = Habitualmente passeio ao fim da tarde.

2.







3.







4.







5.







6.









PRODUÇÃO ORAL

Atividade 4: Nesta canção vemos descrita a relação entre duas crianças e o seu amor de infância. Na sua infância observou / viveu algum amor assim? Como eram os comportamentos das crianças da sua cultura nesta situação de amor infantil?

INTERAÇÃO / PRODUÇÃO ORAL

Atividade 5: As duas crianças são descritas na letra da seguinte forma: “Eles são duas crianças a viver esperanças, a saber sorrir./ Ela tem cabelos louros, ele tem tesouros para repartir”. Escolha um retrato, que pode ser uma fotografia ou uma pintura, de uma pessoa sua conhecida ou de uma pessoa famosa. Os seus colegas vão fazer-lhe perguntas sobre a descrição física dessa figura às quais deve ir respondendo. No fim, deverá fazer a descrição desse retrato para a turma.

EXPRESSÃO ORAL

Atividade 6: Agora que já conhece bem a história do Pedro e da Cinderela, cante-a com os seus colegas a partir deste vídeo de karaoke - http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=8kdR7zOKKQQ#at=11 [03/07/2013].

INTERAÇÃO / PRODUÇÃO ORAL

Atividade 7: Provavelmente já conhecia a história da Cinderela, a tradicional, e outras do mesmo tipo. Relembre-as em conjunto com os seus colegas.

PRODUÇÃO ESCRITA

Atividade 8: Observe as imagens e imagine a história, discutindo com os seus colegas de grupo. Depois, escreva a história nos espaços em branco que acompanham as imagens. É possível que até já tenha ouvido esta história…

COMPREENSÃO DA LEITURA

INTERAÇÃO ORAL

Atividade 9: Leia a história e confronte-a com a versão que criou com os seus colegas.

Languages & Integration through Singing; http://www.languagesbysongs.eu 29/07/2016 07:47





Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal