Carta 389 Estado/Cidade



Baixar 0.5 Mb.
Página16/35
Encontro18.07.2016
Tamanho0.5 Mb.
1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   35

Carta 453



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Leitor

Título do Jornal: Correio Paulistano

Data/Edição: São Paulo, 16 de janeiro de 1862 / seção: A pedido

Fonte/Cota: Arquivo do Estado de São Paulo

Tem por ahi corrido, – e consta, estar já en- | tregue ao excelentíssimo presidente, – um assignado do povo, para que se faça correr a nossa agua do | chafariz. Vimos esse assignado; e com gosto lhe | prestamos tambem a nossa assignatura. Acha- | mol-o mui bem deduzido, em linguagem clara, | e chãã, como de Paulistas. A obra, que ahi se | indica, se aos senhores engenheiros, parecer de | difficil execução á nós Paulistas, e ao povo, não parecerá assim. A agua do chafariz, assim como | lhe foi arrancada, assim lhe pode, ser restituida. || A causa é facilima. Basta ir ver, como sahe | da torneira da caixa d’agua, aquella agua tão | esguichada, para conhecer-se, quanta violencia | se lhe faz, para ser assim reprimida... Desça | ella um pouco mais abaixo: – e ahi cahe no seu | natural, e surdirá clara, bella, e saudavel como | d’antes, no não menos bello chafariz – que pa- | parece que vandalos devastarão, deixando | lhe só subsistir a forma, e a figura, ou esque- | leto, – com pouco conhecimento da nossa terra. || Nem se diga, que então as bicas – as famo- | sas bicas – ficaráõ sem agua. Sem agua andão | ellas a muito tempo! || Valle mais ir alli ao rio buscal-a; pois essa | mesquinha, e (como dizem por ahi) envena- | da, das bicas, não serve mesmo, senão para a | lavagem, e até ganhar-se-ha n’isso tempo, e | paciencia de Job, por que pingos raros de um | esguicho indocil levão muito tempo até encher | algum pequeno balde. E estamos em tempos | d’agua! Por tanto, sem muitas considerações, | a obra pode fazer-se; e sua execução não é | muito difficil, aplique-se-lhe boa vontade. || Não venha a camara com as suas; nem se | desculpe com engenheiros: e o povo terá, como d’antes, a agua para beber. || O sequioso.




Carta 454



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Leitor

Título do Jornal: Correio Paulistano

Data/Edição: São Paulo, 22 de agosto de 1862 / seção: A pedido

Fonte/Cota: Arquivo do Estado de São Paulo

A Ordem e seu novo vocabu- | lario. || A Ordem em seu ultimo numero, fallando da | administração do senhor Cardoso na provincia do | Paraná, expressa-se desta maneira: “O presi- | dente Cardoso deixava a provincia do Paraná | cheia de interessos chocados e angustias extre- | mas, a descrença tinha-se incutido no amago da | população, era preciso que o seu antecessor | fosse corajoso e dedicado para de algum modo | restabelecer a confiança entre a administração | e os administrados.” || O doutor Maneco de Coritiba, author do trecho | citado, teve autorisação da academia das zebras | de Guarapuava para reformar a lingua portu- | gueza. || De hoje em diante o senhor conselheiro Henri- | ques é tido como antecessor do senhor Lopes de | Leão na administração de São Paulo. Maneco da | Coritiba é o segundo presidente do instituto do | Lavapés. || O feroz antagonista do conselheiro Zacharias | é um vulto as direitas e que declarou guerra ao | senso comum. || O que não é sandeu.




Carta 455



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Leitor

Título do Jornal: Correio Paulistano

Data/Edição: São Paulo, 12 de junho de 1863 / seção: A pedido

Fonte/Cota: Arquivo do Estado de São Paulo

Senhor redactor. – Passei, hoje, por casa do senhor Miguel, | para comprar um pouco de vinagre para pôr devinha- | dalho uns bagres, agora para a vespera de Santo Anto- | nio, e vi um grande deposito de fogos. Fiquei admi- | rado, porque não sei quem me disse que isso era pro- | hibido por uma postura da nossa caimbra, salvo aonde | ella marcasse; mas depois me disseram que isso cahiu | em exercicios findos. || Fiquei meio ressabiada, e vou perguntar ao senhor Tho- | mas; já que elle agora anda meio ingrato, e com seus | amores novos despresou os velhos. |

Sua veneradora || Miquelina do Amor Divino.


Carta 456



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Leitor

Título do Jornal: Correio Paulistano

Data/Edição: São Paulo, 03 de julho de 1863 / seção: A pedido

Fonte/Cota: Arquivo do Estado de São Paulo

Senhor Redactor. || Está um bexiguento na populosa rua da Quitanda que | se mudou de uma casa de sobrado. || E’ captivo de homem rico, podia ir para uma cha- | cara, e não se largar ali em um quarto, em uma rua tão | caminhada. Eu senhor Redactor já fui vacinada, e muito | vacinada, não pelas vacinas de agora, que negão fogo, | mas pelas do tempo do Horta: não é por mim que re- | clamo, por ir fazer compras nessa rua para os meus es- | tudantes, que não relaxão a mimosa manteiga da casa | do senhor Miguel, e vinagre tambem; mas como me acom- | panha sempre uma pequenina, que me carrega o balai- | nho, peço que vejão isso, a bem das nossas leis, e inde- | pendencia da nossa constituição, e pacto fundamental, | que os ditos meus estudantes tanto fallão quando estão | fazendo o quilo. || Miquelina do Amor Divino.




Carta 457



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Leitor

Título do Jornal: Correio Paulistano

Data/Edição: São Paulo, 16 de junho de 1863 / seção: A pedido

Fonte/Cota: Arquivo do Estado de São Paulo

Senhor redactor. – Será melhor que a Senhora Miquelina do | Amor Divino, cuide na sua vida; porque, do contrario; | temos o mundo ás avessas. Quando as cosinheiras sa- | bem das cosinhas, para tratar de posturas municipaes, | ficará tudo reduzido a cebola, tomates, alhos, e pimen- | tas. || Se mora, como diz na rua do Matafome, é bom que | saiba que nem todos querem matar a fome; e que quem | já foi 3 vezes a cadêa, por 24 horas cada uma deve | sempre andar munida de limão azedo. || Cuidado minha rica lambisgoia; no seu officio não | gaste tanto vinagre, porque elle se acabará, e então | quando for preciso, talvez muito breve, aplicar-lhe pa- | nos de vinagre, ha de lamentar a falta delle. Para o bom entendedor meia palavra. || Um que a conhece.




1   ...   12   13   14   15   16   17   18   19   ...   35


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal