Carta 389 Estado/Cidade



Baixar 0.5 Mb.
Página26/35
Encontro18.07.2016
Tamanho0.5 Mb.
1   ...   22   23   24   25   26   27   28   29   ...   35

Carta 496



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Redator

Título do Jornal: Correio Paulistano

Data/Edição: São Paulo, 1855

Fonte/Cota: Arquivo do Estado de São Paulo, nº 04.01.002

Ainda o correspondente do Jornal do Commercio nesta capital. || A mala do Catharinense trouxe-nos noticias e jornaes da corte até 1o. do corrente. || Na correspondencia de São Paulo encontramos o seguinte periodo: “- Vossamercê me tem recommendado verdade e moderação: eu quebraria seus conselhos se escrevesse respeitando prejuizos e conveniencias mal entendidas do lugar, principalmente da imprenssa abastarda do Correio.” || Não é nossa intenção instituir polemica com o autor das correspondencias do Jornal do Commercio, e muito menos offendel-o. Estamos mesmo convencidos de que a nossa desintelligencia actual tem sua origem só e unicamente no diverso modo de encarar as cousas, conforme as disposições do nosso organismo. O correspondente persiste em acoimar os paulistas de medrozos e incurios, fique com sua opinião, que nós jamais o acompanharemos. || Não podemos porém deixar de protestar ( e seja dito em homenagem a provincia e não ao correspondente) contra a despeitosa e offensiva- de que a nossa imprensa está abastardada. Dezejarmos que o correspondente demonstrasse com lealdade esta sua proposição, visto que hoje mais que nunca esta folha tem sobejas provas de que não recebe inspirações, de que nao respeita prejuizos e conveniencias mal entendidas. || Cremos que o correspondente, que é de São Paulo, e que provavelmente hade conhecer nos não poderá em consciencia avançar taes injurias contra nós. || E se até hoje ignora a nossa bandeira custa-nos pouco a desenrolal-a: -São Paulo e sua prosperidade; respeito à lei e as instituições juradas; guerra implacavel aos abusos, malversações, ao patronato e ao predominio dos interesses pessoais”. || Já vê pois o correspondente que repugnão com estes principios as proposições que nos atirou. || M. S.




Carta 497



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Redator

Título do Jornal: Correio Paulistano

Data/Edição: São Paulo, 1855

Fonte/Cota: Arquivo do Estado de São Paulo, nº 04.01.002

Rogamos aquelles dos nossos assignantes do interior que nos estão a dever suas assignaturas o obzequio de mandar satisfazel-as; assim como igualmente rogamos áquelles que estão com suas assignaturas findas, ou quasi a findar hajão de mandar renoval-as para não haver demora na remessa.




Carta 498



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Redator

Título do Jornal: Correio Paulistano

Data/Edição: São Paulo, 1855

Fonte/Cota: Arquivo do Estado de São Paulo, nº 04.01.002

Asseguramos ao communicante supra que publicaremos a exposição do facto a que allude, uma vez que seja escripta em linguagem decente embora energica, e que venha acompanhada da responsabilidade legal. || A Redação.




Carta 499



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Redator

Título do Jornal: Correio Paulistano

Data/Edição: São Paulo, 1855

Fonte/Cota: Arquivo do Estado de São Paulo, nº 04.01.002

CORREIO GERAL || A provincia de São Paulo tem ultimamente sido martyr, por algumas palavras inadvertidas traçadas pelos correspondentes dos jornaes da côrte nesta capital: já tivemos occasião de fazel-o sentir. Agora começamos a ver o resultado das impressoes que nos lugares distantes cauzão essas noticias; o Correio Mercantil de 15 deste mez publica uma carta do correspondente de Minas, em que lamenta a provincia de Mato Grosso por soffrer a dura contingencia de receber as suas malas depois de terem ellas tocado na administração do cerreio(sic) desta cidade, onde inveja-se o bom andamento da de Minas, que elle confessa pessimamente dirigida, asseverando pensar assim depois de ter lido as cartas de São Paulo. || Accusariamos immediatamente a inconsideração com que forão escriptas inexactidões de natureza semelhante, se não tivessemos de quixar-nos primeiramente da pouca reflexão com que tem se exprimido sobre esta materia as pessoas incubidas de deffender os nossos interesses perante o jornalismo da corte. || Voltaremos a questão.




Carta 500



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Redator

Título do Jornal: Correio Paulistano

Data/Edição: São Paulo, quinta-feira, 09 de fevereiro de 1855

Fonte/Cota: Arquivo do Estado de São Paulo, nº 04.01.002

Satisfazendo á pergunta do nosso correspondente – respondemos affirmativamente, não sendo neccessario mais que um simples requerimento ao inspector. || A Redacção.




Carta 501



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Redator

Título do Jornal: Correio Paulistano

Data/Edição: São Paulo, terça-feira, 22 de maio de 1855

Fonte/Cota: Arquivo do Estado de São Paulo, nº 04.01.002

Pedimos desculpa aos nossos assignantes pela irregularidade com que tem sido feita ultimamente a publicação deste jornal, e que tem succedido em consequencia de falta de papel, cuja encommenda se fez para o Rio há um mez. Podemos porem assegurar aos nossos assignantes, que d’hora avante haverá regularidade na publicação do Correio PAULISTANO.




Carta 502



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Redator

Título do Jornal: Correio Paulistano

Data/Edição: São Paulo, 1856

Fonte/Cota: Arquivo do Estado de São Paulo, nº 04.01.003

O ANO DE 1856 || Bem vindo seja o anno que hoje começa!.. Preza a deos que a lisongeira prespectiva com que o encaramos se torne uma realidade, e que livres e desassombrados caminhemos com passo firme para a realisação das esperanças que hoje concebemos. || Poupados como esperamos da bandade Providencial, por esse terrivel hospede denominado – cholera-morbus – o anno que hoje encetarmos se nos apresenta sob a mais lisongeira influencia para o desenvolvimento das forças vitaes desta provincia. || O estabellecimento da ciaxa filial do banco imprimido um novo e poderoso impulso à lavoura vai tiral-a desse estado estacionario em que definha, e reanimar essa mais importante arteria da nossa riqueza; e dahi, como é fácil de ver-se, influir poderosamente sobre o commercio, e em geral sobre todos os generos de industria. || Um estabelecimento de credito, a cuja testa se achão como garantia homens de fortuna, que tem prestado seus exforços pela prosperidade de seu paiz não pode deixar de ser muito vantajosos ao futuro desenvolvimento desta provincia, cujo fertil territorio só pede que o roteem. || Graças pois a todos esses patrioticos cidadões á cujos esforços se deve tal instituição, e cujos nomes são muito conhecidos e aos quaes teremos occasiões de lou[var] muitas vezes daqui em diante. || Exige porém a imparcialidade que especializemos desde já o Excelentíssimo Senhor Barrão d’Iguape como o que mais sollicitude tem desenvolvido pela installação da caixa filial, que datar de hoje começa as suas operações. || É pois com tão felizes auspicios que começa o anno de 1856, e o Correio Paulistano que hoje transpõe o limiar do terceiro de sua publicação não póde deixar de congratular-se com a provincia á cujos melhoramentos foi especialmente dedicado, e de assegurar que se exforçará quanto fôr possivel por acompanhar a faze de progresso em que vamos entrar, não poupando sacrificio algum para corresponder á sua missão. Neste proposito acabamos de fazer acquisição de dous collegas em cujo peito pulsa com energia o amor patrio; elles nos auxiliarão na gloriosa empreza de elevar-nos nossa folha á um gráo de progresso compativel com o futuro que se nos antolha. || Assim pois a par da discussão franca e desinteressada sobre os melhoramentos de nossa terra, a par dos debates de nossa assembléia provincial encontrarão sempre os leitores o extracto fiel e prompto de todos os acontecimentos externos que constituem uma das mais importantes missões da imprensa – isto é, a parte noticiosa. || M. S.




1   ...   22   23   24   25   26   27   28   29   ...   35


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal