Carta 389 Estado/Cidade



Baixar 0.5 Mb.
Página6/35
Encontro18.07.2016
Tamanho0.5 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   35

Carta 405



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Redator

Título do Jornal: Farol Paulistano

Data/Edição: São Paulo, quarta-feira, 25 de abril de 1827/nº 12

Fonte/Cota: Biblioteca do Museu Paulista/nº 222

Aviso || As assignaturas para o Farol Paulistano, e a venda do mesmo, farse hão d’ora em diante na mesma casa, onde trabalha a typographia, rua de São José número 33 e ahi acharáõ os Senhores que quizerem subscrever ou tractar de qualquer objecto relativo a esta folha, as pessôas que estão para isso autorisadas.




Carta 406



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Redator

Título do Jornal: Farol Paulistano

Data/Edição: São Paulo, quarta-feira, 02 de maio de 1827/nº 13

Fonte/Cota: Biblioteca do Museu Paulista/nº 222

A questão suscitada pela primeira carta do Senhor = Inimigo da policia militar = parece feita para continuar. Nòs porêm que entendemos, que da ulterior ventilação d’ella nenhum proveito virá ao publico, para quem unicamente escrevemos, e que alias temos satisfeito ao que de nós exige a mais austera imparcialidade, inserindo em a nossa folha duas correspondencias em sentido contrario, damos fim a ella pela nossa parte. E com effeito, já não està em poder de ninguem sobre a terra o restituir á vida a victima innocente, o homem pacifico, que soubera apprender virtudes, nascendo em uma estação, onde raras vezes apparecem mestres que as ensinem: já não está em poder de ninguem o arrancar do peito de seo assassino, quem quer que elle seja, os remorsos que o ralão: a redacção do Farol não s’interrompeo, antes continuará, em quanto nos durar o alento, e mesmo depois não faltará quem se incumba d’ella, porque ha hi centenares d’homens, que possuem a verdadeira coragem. Para que è pois o insistir mais com uma questão, que não remedeia nada, e que sò serve para encher de lucto os corações sensiveis com a recordação do desastroso facto, que nos tem ainda como pasmados? || São estas as razões em que nos fundamos para declarar em tom que se oiça, que estamos firmemente determinados a não admittir mais em a nossa folha correspondencia alguma relativa a este objecto; e no caso que os Senhores empenhados n’esta questão, queirão continuar com ella, a imprensa está prompta para trabalhar nas horas (que na verdade não são muitas) em que estiver desimpedida da impressão d’esta folha; e o mais que podemos fazer, é recommendar aos incumbidos da distribuição dos números d’ella, que não re [[re]]cusem a ajunctar lhes essas correspondencias, a fim de que cheguem à mão dos nossos subscriptores. || Restão duas palavras para nos justificarmos das increpações que nos faz o Senhor = Inimigo da Policia Militar = por causa da suppressão da parenthese. O motivo porque fizemos aquella declaração, foi o não termos tempo de consultar o nosso illustre Correspondente o Senhor = Sentinella = sobre o nosso escrupulo ácerca da dita parenthese. Em quanto ao que ella continha, talvez serião palavras picantes, talvez serião indecentes, talvez serião sòmente ambiguas, talvez serião as mais innocentes do mundo, talvez serião expressões incorrectas, talvez semelhante parenthese nem existio. Nada d’isto com tudo asseveramos, pois o que é certo sómente, é que desde que o dicto Senhor Correspondente com o seo silencio approvou a suppressão que fizemos, foi o mesmo que se não tivesse escripto taes palavras, e se elle as não escreveo, não é preciso que ninguem as saiba. || Em outra occasião não tomaremos tanto tempo com a nossa justificação, da qual pouco o nenhum proveito resulta ao publico. || O Redactor.




Carta 407



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Redator

Título do Jornal: Farol Paulistano

Data/Edição: São Paulo, quarta-feira, 02 de maio de 1827/nº 13

Fonte/Cota: Biblioteca do Museu Paulista/nº 222

Chegou às nossas mãos remettida do Rio de Janeiro uma Correspondencia do Senhor = Espreitador = que não inserimos por não trazer os requesitos necessarios para nos desonerarem da responsabilidade.




Carta 408



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Redator

Título do Jornal: Farol Paulistano

Data/Edição: São Paulo, quarta-feira, 13 de junho de 1827/nº 19

Fonte/Cota: Biblioteca do Museu Paulista/nº 222

Pára em nosso podêr uma correspondencia assignada pelo Senhor — O que não muda nomes — na qual o dicto Senhor expôem o empenho com que em uma companhia vio ajuizar-se sobre quem sería o nosso illustre correspondente o Senhor Antiquario. Bem que n’esta correspondencia naõ se designe por seo proprio nome pessôa alguma d’aquellas, sobre quem recahiaõ suspeitas, todavía as allusões e emphases com que taes pessôas eraõ designadas, poderiaõ dal-as a conhecer: e assim, naõ inserimos a correspondencia, por ser contra o nosso plano o admittir personalidades sempre odiosas por menos que sejaõ aggravantes.




Carta 409



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Redator

Título do Jornal: Farol Paulistano

Data/Edição: São Paulo, sábado, 30 de junho de 1827/nº 24

Fonte/Cota: Biblioteca do Museu Paulista/nº 222

ANNUNCIO || Com este Número finda-se a subscripção do 1º. trimestre. Os Senhores que quizerem honrar-nos com a sua assignatura d’aqui por diante, faraõ saber isto mesmo na Officina de Typographia, a fim de que se lhes continue a remessa dos Números seguintes.




Carta 410



Estado/Cidade: SP/São Paulo

Tipo de Texto: Carta de Redator

Título do Jornal: Farol Paulistano

Data/Edição: São Paulo, quarta-feira, 04 de julho de 1827/nº 25

Fonte/Cota: Biblioteca do Museu Paulista/nº 222

A immensa distancia, que ha d’esta Cidade á de Meca é sem duvida o motivo de não ter ainda chegado á mão do nosso illustre Correspondente o Senhor Popoia o Número 21 do Farol Paulistano, que sahio á luz no dia 20 de Junho. Se elle o tivesse lido, seria facil em convencer-se, de que coisa nenhuma esteve jamais tam longe de nossas intenções, como o empregar, tractando da Camara dos Augustos e Dignissimos Senhores Deputados, o tom sarcastico e epigrammatico. || Alli veria o Senhor Popoia, que nos conformamos com quasi todas as suas opiniões divergindo comtudo em algumas, que ainda mesmo depois de recebermos a sua correspondencia não podemos adoptar. || O Redactor.




1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   35


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal