Catalogação



Baixar 70.65 Kb.
Encontro06.08.2016
Tamanho70.65 Kb.

Catalogação




UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

JÚLIO DE MESQUITA FILHO”



Ano

2013





PROGRAMA DE DISCIPLINA


Unidade universitária: Faculdade de Filosofia e Ciências

Curso: Biblioteconomia

Habilitação:

Opção: Bacharelado

Departamento responsável: Ciência da Informação



IDENTIFICAÇÃO

Código

Disciplina ou Estágio

Seriação ideal




CATALOGAÇÃO

1ª série

Obrig./Opt./Est.

Pré/Co/Requisitos

Anual/Sem.

Obrigatória

-

1º período

Crédito

Carga horária total

Distribuição da carga horária

04

60

Teórica

Prática

Teor./Pr.

Outras

25

15

20

-




NÚMERO DE ALUNOS POR TURMA

Aulas teóricas

Aulas práticas

Aulas teórico-práticas

Outras

35

35

35

-



EMENTA

Estudo das teorias, princípios, esquemas, estruturas e formatos de descrição de recursos informacionais e acesso. Análise de sistemas e práticas que atendam às necessidades do usuário, de forma prática e ética. Experiência, em nível inicial, com instrumentos e códigos de catalogação para a descrição de metadados e esquemas de codificação, escolha de pontos de acesso e controle de autoridade.

OBJETIVOS

- Proceder a catalogação descritiva padronizada de recursos informacionais;

- Reconhecer os requisitos de um determinado catálogo e a utilização dos itens descritos conhecendo a lógica descritiva.



CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1 Introdução à Catalogação

1.1 Fluxo documental

1.2 Processamento técnico

1.3 Formas de Representação na Biblioteconomia

1.4 Tipos de documentos e suporte

1.5 Papel da catalogação no processo de geração e uso da informação

1.6 Contexto histórico

1.7 Catálogo como instrumento de informação

1.8 Modalidades e tipos de catálogos

2 O Controle Bibliográfico Universal (CBU)

2.1 Padrões internacionais do CBU

2.2 Depósito Legal

2.3 ISBN, ISSN e DOI

3 Formas de Representação de Dados Bibliográficos e Catalográficos

3.1 O registro catalográfico

3.2 Esquemas, padrões e códigos

4 Organização dos Dados Catalográficos

4.1 Representação descritiva segundo o AACR2

4.2 Pontos de acesso segundo o AACR2

5 Sistemas de Alimentação de Catálogos e Bases de Dados

5.1 Catalogação na publicação

5.2 Catalogação centralizada

5.3 Catalogação cooperativa

6 Formatos de Intercâmbio de Dados Bibliográficos e Catalográficos

6.1 História e desenvolvimento

6.2 Estrutura do registro bibliográfico

6.3 MARC21

METODOLOGIA DO ENSINO

- Aulas expositivas;

- Aulas teórico/práticas;

- Aulas práticas;

- Exercícios individuais e em grupos para a construção de registros bibliográficos;

- Atividades extraclasse.

BIBLIOGRAFIA

BÁSICA

AMERICAN LIBRARY ASSOCIATION; LIBRARY OF CONGRESS. The MARC 21 formats: background and principles. 1996. Disponível em: . Acesso em: 22 fev. 2004.

BACCA, M. (Ed.) Introducción a los metadatos: vías a la información digital. [s.l.]: GETTY, 1999.

CÓDIGO DE CATALOGAÇÃO ANGLO AMERICANO. 2.ed.rev.amp.São Paulo: FEBAB/IOESP, 2004.

DECLARAÇÃO de princípios internacionais de catalogação. In: IFLA MEETING ON AN INTERNATIONAL CALAGUING CODE, 1, 2003, Frankfurt. Papers... [s.l.]: Die Deutsche Bibliothek, 2005. Disponível em: .

FOULONNEAU, M.; RILEY, J. Metadata for digital resources: implementations, systems design and interoperability. Oxford: CP, 2008.

MEY, E. S. A. Catalogação e descrição bibliográfica: contribuições a uma teoria. Brasília: ABDF, 1987.

______. Introdução à catalogação. Rio de Janeiro: Briquet de Lemos, 1995.

SANTOS, P.L.V.A.C. ; CORREA, R.M.R. Catalogação: trajetória para um código internacional. Niterói: Intertexto, 2009.

ZENG, M. L.; QIN, J. Metadata. New York: Neal-Schuman Publishers, 2008.



COMPLEMENTAR

ALVES, R. C. V. Web Semântica: uma análise focada no uso de metadados. 2005. 180 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação)-Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2005.

ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE BIBLIOTECÁRIOS. Grupos de Bibliotecários Biomédico. Norma para catalogação de publicações seriadas nas bibliotecas especializadas. São Paulo: Polígono, 1972.

ATTIG, J. Dublin Core metadata and the cataloguing rules. Disponível em: . Acesso em: 09 dez. 2002.

ATTIG, J. Metadata and cataloging: supporting common user tasks. Disponível em: . Acesso em: 09 dez. 2002.

AVRAM, H. D. International standard for the interchanging of bibliographic records in machine-readable from. Library Resources and Technical Services, Chicago, v. 20, n. 1, p. 25-34, 1976.

BALBY, C. N. Formatos de intercâmbio de registros bibliográficos: conceitos básicos. Cadernos da FFC, Marília, v. 4, n. 1, p. 29-35, 1995.

BANERJEE, K. Challengs of using metadata in a library setting: the collection and management of electronic link (CAMEL) project at Oregon State University. Library Collections, Acquisitions & Technical Services, Chicago, v. 24, n. 2, p. 217-227, summer 2000. Disponível em: . Acesso em: 14 mar. 2003.

BARBOSA, A. P. Novos rumos da catalogação. Rio de Janeiro: BNG/ Brasilart, 1978.

BRITISH LIBRARY. What is MARC? Disponível em: . Acesso em: 13 jul. 2003.

CAMPELO, B. S.; MAGALHÃES, M. H. A. Introdução ao controle bibliográfico. Brasília: Briquet de Lemos, 1997.

CARNEIRO, Regina. Catalogação na fonte. Boletim Bibliográfico da Biblioteca Municipal Mário de Andrade, v. 28, p. 77, 1971.

CARPENTER, M.; SVENONIUS, E. Foundations of cataloging: a sourcebook. Litleton, Libraries Unlimited, 1985.

CASTRO, F. F.; SANTOS, P.L.V.A.C. . Os metadados como instrumentos tecnológicos na padronização e potencialização dos recursos informacionais no âmbito das bibliotecas digitais na era da web semântica. Informação & Sociedade: Estudos, v. 17, p. 13-19, 2007.

CATALOGING government documents: a manual of interpretations for AACR2. Chicago: ALA, 1986.

CHAN, L. M. Cataloguing and classification: an introduction. 3.ed. Lanham: The Scarecrow Press, 2007.

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE PRINCÍPIOS DE CATALOGAÇÃO. Paris, 1961. Relatório oficial preliminar. São Paulo: USP, 1962. 17f. (Mimeografado)

COYLE, K. ; HILLMANN, D. Resource Description and Access (RDA) : Cataloging Rules for the 20th Century. D-Lib Magazine, v. 13, n. 1/2, 2007.

CRUZ, A. C. Representação descritiva de documentos: estudos de iniciação. Rio de Janeiro: FEBAB, 1994.

CUNHA, M. L. ISBD: origem, evolução e aceitação. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 12, n. 1/2, p. 7-14, 1979.

CUTTER, C. A. Rules for a dictionary catalog. 4.ed.rev. Washington, DC: Government Printing Office, 1904.

DAY, M. Metadata: mapping between metadata formats. 2002. UKOLN: the UK office for library information networking. Disponível em: . Acesso em: 06 mar. 2004.

DIAS, M. R. I. Catalogação e qualidade: breve estudo. Marília: UNESP/CGB, 1999.

DUVAL, E. et al. Metadata principles and practicalities. D-Lib Magazine, Reston, VI, USA, v. 8, n. 4, apr. 2002. Disponível em: http://www.dlib.org/dlib/april02/weibel.html. Acesso em: 01 jan. 2004.

EDEN, B. Metadata and its application. Chicago: Ex-libris, 2002. Disponível em: . Acesso em: 28 jan. 2004.

FALDINI, G. (Comp.). Manual de catalogação: exemplos ilustrativos do AACR2. São Paulo: Nobel/APB, 1987.

FIUZA, M. M. A catalogação bibliográfica até o advento das novas tecnologias. Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, Belo Horizonte, 1997, v. 16, n. 1, p. 43-53, 1987.

FIUZA, M. M. Funções e desenvolvimento do catálogo: uma visão retrospectiva. Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, Belo Horizonte, v. 9, n. 2, p. 139-158, set. 1980.

FLEISCHER, E.; GOODMAN, H. Cataloging audiovisual materials: a manual based on the Anglo-American Cataloguing Rules II. New York: Neal-Schuman, ©1980.

FOUNDATIONS of cataloging: a sourcebook. Littleton: Libraries Unlimeytd, 1988.

FRÍAS MONTOYA, J. A. El control de autoridades y el acceso a la información. In: PINTO MOLINA, M. (Ed.). Catalogación de documentos: teoría y práctica. 2. ed. rev. y actual. Madrid: Sintesis, 2001. p. 419-172.

FURRIE, B. Understanding MARC (machine readable cataloging). 4.ed. Washington: Library of Congress, 1994. Disponível em inglês: . Disponível em espanhol: .

GODBY, C. J.; DEVON, S. CHILDRESS, E. Two paths to interoperable metadata. 2003. Disponível em: . Acesso em: 22 fev. 2004.

GONÇALVES, N. A. R. Catalogação: esquema e exercícios. Brasília: ABDF, 1975.

GORMAN, M. Authority control in the context of bibliographic control in the electronic environment. Cataloging & Classification Quarterly, New York, v. 38, n. 3/4, p. 11-22, 2004.

GORMAN, M. The corruption of cataloging. Library Journal, New York, v. 120, n. 15, p. 32-34, sep. 1995.

GRADMANN, S. Cataloguing vs. metadata: old wine in new bottles. 1998. Disponível em: . Acesso em: fev. 2004.

HAAS, S. C. et al. Darwin and MARC: a voyage of metadata discovery. Library Collections, Acquisitions & Technical Services, Chicago, v. 27, p. 291-304, 2003.

HAGLER, R. The bibliographic record and information technology. 3.ed. Chicago: American Library Association; Otawa: Canadian Library Association, 1997

HICHEY, D. J. A procura da uniformidade na catalogação, centralização e padronização. Library Trends (Artigos Selecionados), v. 1, p. 41-61, 1976-1977.

HOPKINSON, A. O common communication format desenvolvido pela Unesco. Ciência da Informação, Brasília, v. 14, n. 1, p. 51-54, jan./jun. 1985.

HOWARTH, L. AACR2: decisions & rules interpretations. 5.ed. Chicago, USA: ALA , 1991. 2v.

IFLA STUDY GROUP ON THE FUNCTIONAL REQUIREMENTS FOR BIBLIOGRAPHIC RECORDS. Functional Requirements for Bibliographic Records: final report. München: K. G. Saur, 1998. Disponível em: . Acesso em: 5 abr. 2010.

IFLA WORKING GROUP ON FUNCTIONAL REQUIREMENTS AND NUMBERING OF AUTHORITY RECORDS. Requisitos funcionales de los datos de autoridad (FRAD): un modelo conceptual. [S.l.], 2009. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2010. Tradução espanhola de: Functional requirements of authority data: a conceptual model: final report, December 2008. München: K. G. Saur, 2009.

IFLA. ISDB(S). International standard bibliographic description for serials. Descrição bibliográfica internacional normalizada das publicações seriadas. São Paulo: CODAC/USP, 1975. 43p.

IKEMATU, R.S. Gestão de metadados: sua evolução na tecnologia da informação. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 2., n. 6, dez. 2001. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2003.

INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Formato IBICT: formato de intercâmbio bibliográfico e catalográfico. Brasília: IBICT, 1987.

ISBD (G): Descrição bibliográfica internacional normalizada geral: texto arrolado. São Paulo: Associação Paulista de Bibliotecários, 1980.

JOINT STEERING COMMITTEE FOR REVISION OF AACR. Histórico AACR. Chicago, USA, 2003. Disponível em: . Acesso em: 12 jul. 2007.

JOINT STEERING COMMITTEE OF RDA. RDA- Resource Description and Access. Chicago, USA, 2010. Disponível em: http://www.rda-jsc.org/rda.html Acesso em: 12 dec. 2010.

JONES, W.; AHRONHEIN, J. R.; CRAWFORD, J. Cataloging the web: metadata, AACR, and MARC 21. Lanham, MD, USA: Scarecrow Press, 2002.

KALTWASSER, F. G. Universal bibliographic control (UBC). UNESCO Bulletin for Libraries, Paris, v. 25, n. 5, p. 252-59, sep./oct. 1971.

KOHL, D. F. Cataloging and catalogs: a handbook for library management. Santa Barbara: ABC-CLIO, 1986.

LEHNUS, D. J. Catalogação descritiva. Brasília: VIPA, 1971.

LIBRARY OF CONGRESS. The MARC 21 formats: background and principles. 2002. Disponível em: . Acesso em: 22 fev. 2004.

LIFER, E. Gregory Leazer the new face of cataloging. Library Journal, v. 124, n. 8, p. 42-4, may 1999.

LOURENÇO, C. A. Análise do padrão brasileiro de metadados de teses e dissertações segundo o modelo entidade-relacionamento. 2005. 164f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação)-Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2005.

MANN, M. Catalogação e classificação de livros. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1962.

MANNING, R. W. The Anglo-American Cataloguing Rules and their future. 1998. Disponível em: . Acesso em: 16 maio 2004.

MAPS and related cartographic materials: cataloging, classification and bibliographic control – part I. Cataloging & Classification Quarterly, New York, v. 27, n. 1/2, 1999.

MAPS and related cartographic materials: cataloging, classification and bibliographic control – part II. Cataloging & Classification Quarterly, New York, v. 27, n. 3/4, 1999.

MAXWELL, M. F. Handbook for AACR2 1988 revision: explaining and illustrating the Anglo-American Cataloging Rules. Chicago, USA: ALA, 1993.

MCCAIN, C.; SHORTEN, J. Cataloging efficiency and effectiveness. Library Resources and Technical Services, Chicago, v. 46, n. 1, p. 23-33, 2002.

MCCALLUM, S. H. Library of Congress metadata landscape. 2003. p.183-187. Disponível em: . Acesso em: 26 jun. 2004.

MÉNDEZ RODRÍGUEZ, E. M. Metadatos y recuperación de información: estándares, problemas y aplicabilidad en bibliotecas digitales. Gijón: Trea, 2002.

MEY, E. S. A.; SILVEIRA, N. C. Catalogação no plural. Brasília: Briquet de Lemos / Livros, 2009.

MILSTEAD, J.; FELDMAN, S. Metadata: cataloging by any other name. Online Information Today, 1999. Disponível em: . Acesso em: 02 jan. 2004.

NORDINFO. Projeto de metadados nórdico. Disponível em: . Acesso em: 01 abr. 2003.

OCLC. Prism service: concise input standards. 2.ed. Dublin, OH, USA: OCLC, [s.d.].

OSBORNE, A. D. Serial publications: their place and treatment in libraries. 2.ed. Chicago: ALA, 1973.

PEIXOTO, J. ISBD (M e S): a descrição bibliográfica internacional normalizada das monografias e das publicações em série. Coimbra, Portugal, 1974. 2v.

PEREIRA, A. M.; SANTOS, P. L. V. A. C. O uso estratégico das tecnologias em catalogação. Cadernos da F.F.C., Marília, v. 7, n. 1/2, p. 121-131, 1998.

REITZ, J. M. Online dictionary for library and information science. Last updated March 9, 2010. Santa Barbara: Libraries Unlimited, 2010. Disponível em: . Acesso em: 10 nov. 2010.

REYNOLDS, R. R. Back to the future of AACR2: retooling former cataloging practices to solve problems old and new. Library Collections, Acquisitions & Technical Services, Chicago, v. 24, p. 21-31, 2000.

ROBREDO, J.; CUNHA, M. B. Documentação de hoje e de amanhã: uma abordagem informatizada da Biblioteconomia e dos sistemas de informação. São Paulo: Global, 1994.

ROWLEY, J.; FARROW, J. Organizing knowledge: an introduction to managing access to information. 3.ed. Aldershot: Ashgate, ©2000.

SAYE, J. D.; VELLUCCI, S. L. Notes in the catalog record: based on AACR2 and LC Rule Interpretations. Chicago: ALA, ©1989.

SEELY, P. A. ALA rules for filing catalog cards. 2.ed. Chicago: ALA, ©1968.

SEN. A. Metadata management: past, present and future. Decision Support Systems. Disponível em: . Acesso em: 01 abr. 2003.

SENSO, J. A.; ROSA PIÑERO. El concepto de metadato: algo más que descripción de recursos electrónicos. Ciência da Informação, Brasília, v. 32, n. 2, p. 95-106, maio/ago. 2003.

SILVA, J. F. M. Utilidades bibliográficas e outras utilidades domésticas para o ambiente da informação. Londrina: Infohome, 2004. 2p. Disponível em: .

SILVA, S. A. F. Formatos de intercâmbio de informações bibliográficas: uma revisão da literatura nacional. São Paulo, 1991. (Trabalho de Conclusão de Curso – TCC). Escola de Comunicação e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP).

SIMMONS, P.; HOPKINSON, A. CCF: the Common Communication Format. Paris: UNESP, 1984. (PGI-84/WS/4).

SOUZA, M. I. F.; VENDRUSCULO, L. G.; MELO, G. C. Metadados para a descrição de recursos de informação eletrônica: utilização do padrão Dublin Core. Ciência da Informação, Brasília, v. 29, n. 1, p. 93-102, 2000. Disponível em: . Acesso em: 19 jul. 2006.

SOUZA, T. B.; CATARINO, M. E.; SANTOS, P. C.. Metadados: catalogando dados na Internet. Transinformação, Campinas, v. 9, n. 2, 1997. Disponível em: . Acesso em: 19 jul. 2006.

STATEMENT of International Cataloguing Principles. [S.l.]: IFLA, 2009. Disponível em: . Acesso em: 5 abr. 2010.

STATEMENT of principles adopted by the International Conference on Cataloguing Principles. Paris, 1961. Disponível em: . Acesso em: 5 abr. 2010.

SVENONIUS, E. The intellectual foundation of information organization. Cambridge: MIT Press, 2000.

TAYLOR, A. G. Introduction to cataloging and classification. 10.ed. Westport: Libraries Unlimited, 2006.

TENNANT, R. A. A metadata infrastructure for the twenty first century. Library Hi Tech, Ipswich, MA,USA, v. 22, n. 2, p. 175-181, 2004. Disponível em: . Acesso em: 21 jul. 2004.

TYCKOSON, D. A. The twenty-first century limited: designing catalogs for the next century. Cataloging and Classification Quarterly, New York, v. 13, n. 3-4, p. 3-28, 1991.

WOOD, A. Metadata: the ghosts of data past, present, and future. 1997. Disponível em: . Acesso em: 22 fev. 2004.

WORKSHOP em tecnologia de redes para a América Latina e Caribe. GT Bibliotecas Virtuais. Metadata: ferramenta para a recuperação de informação na Internet. Disponível em: . Acesso em: 13 jul. 2000.

YEE, M. M. What is a work? Part 1: the user and the objects of the catalog. Cataloging and Classification Quarterly, New York, v. 19, n. 1., p. 9-28, 1994.

______. What is a work? Part 2: the Anglo-American Cataloging Codes. Cataloging and Classification Quarterly, New York, v. 19, n. 2, p. 5-21, 1994.

______. What is a work? Part 3: the Anglo-American Cataloging Codes. Cataloging and Classification Quarterly, New York, v. 20, n. 1, p. 9-28, 1995.

______. What is a work? Part 4: Cataloging theorists and definition abstract. Cataloging and Classification Quarterly, New York, v. 20, n. 2, p. 3-23, 1995.

Sites:

Descriptive Cataloging of Rare Books. 2.ed. Disponível em: .

Dublin Core Metadata Initiative. Disponível em: http://dublincore.org/

Formatos bibliográficos e normas. Disponível em: .

GOMES, Hagar Espanha. BITI – Biblioteconomia, Informação & Tecnologia da Informação. Disponível em: .

GORMAN, Michael. What is the future of cataloguing and cataloguing and cataloguers? Disponível em: .

ISBD(ER) International Standard Bibliographic Description for Electronic Resources. Disponível em: .

ISDB(G): General International Standard Bibliographic Description. Disponível em: http://archive.ifla.org/VI/3/nd1/isbdlist.htm

Joint Steering Committee for Development of RDA (JSC). Disponível em: < http://www.rda-jsc.org/>

MARC Formats. Disponível em: http://www.loc.gov/marc/

MARTINEZ-ARELLANO, F.F. LATINCAT. Disponível em: .

ODLIS: Online Dictionary of Library and Information Science. Disponível em : .

Portais das áreas de Arquivologia, Biblioteconomia e Ciência da Informação. Disponível em: http://www.ndc.uff.br/portal/index.php?page=forms.diretorios_abci .

RDA: Resource Description & Access http://www.rdatoolkit.org/home

RDA. Disponível em: http://sites.google.com/site/infsassumpcao/rda

Reglas para la descripción de documentos audiovisuales: cooperación y proyectos internacionales. Disponível em: http://archive.ifla.org/IV/ifla63/63pilm.htm .



CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE APRENDIZAGEM

- Pontualidade, frequência e participação em aula;

- Desenvolvimento e apresentação de trabalho escrito;

- Desenvolvimento e apresentação de trabalho oral;

- Prova teórica;

- Prova prática.

REGIME DE RECUPERAÇÃO

A recuperação será realizada nos termos da Resolução Unesp nº 106, de 7 de agosto de 2012.

ASSINATURA DO RESPONSÁVEL

Profa. Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa Santos




APROVAÇÃO

Departamento

Conselho de Curso de Graduação

Comissão Permanente de Ensino

_____/ _____/ _____




_____/ _____/ _____

_____/ _____/ _____

Carimbo e assinatura do Chefe de Departamento



Carimbo e assinatura do Coordenador do Conselho de Curso de Graduação



Carimbo e assinatura do Presidente da Comissão Permanente de Ensino




©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal