Catálogo institucional 2005



Baixar 136.86 Kb.
Encontro02.08.2016
Tamanho136.86 Kb.





CATÁLOGO INSTITUCIONAL 2005


(Portaria 2864 de 24 de agosto de 2005)

1. DADOS REFERENTES À ENTIDADE MANTENEDOR\
1.1. IDENTIFICAÇÃO
Denominação: CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE PINHAIS

Endereço: Rua Camilo Di Léllis 1151 - PINHAIS - PR


Telefone: – xx - 41 3667-6000
CNPJ - 03.059.298/0001-01

1.2. CONDIÇÕES JURÍDICAS
1.2.1 ATOS CONSTITUTIVOS

FORMA DE CONSTITUIÇÃO: Sociedade Civil.

PERSONALIDADE JURÍDICA: Pessoa Jurídica de Direito privado.

Registrada no Cartório de Títulos e Documentos do Município de Pinhais sob nº 40 do Livro “A “ de Registro Civil de Pessoas Jurídicas.


DEPENDÊNCIA ADMINISTRATIVA: Particular.

1.2.2.SITUAÇÃO FISCAL E PARAFISCAL: o Centro de Ensino Superior de Pinhais mantém escrituração de suas receitas e despesas em livros revestidos de formalidades regulamentares capazes de comprovar sua exatidão.
A escrituração das receitas e despesas, das Faculdades de Pinhais – FAPI - é efetuada através de processamento de dados de conformidade com as normas técnicas exigidas por lei, bem como as obrigações quanto aos recolhimentos de encargos , os mesmos são cumpridos regularmente.
1.3 - DIRIGENTES DA MANTENEDORA
Justina Bel Schmidt - Presidente

Brasileira, casada, Pedagoga com experiência em Cursos Profissionalizantes e Educação de Jovens e Adultos.


Aluir Schmidt - Vice Presidente

Brasileiro, casado, Economista, com experiência em ensino de 2º e 3º Graus desde 1983, consultor na área de administração de Instituição de Ensino e elaboração de projetos para implantação de cursos novos.


Fabiula Schmidt - Secretaria da Mantenedora

Brasileira, solteira, Bacharel em Direito e Licenciada em Letras Português/Inglês



2.0 CONSELHO DE ENSINO , PESQUISA E EXTENSÃO - CONSEPE
Órgão deliberador, composto por um representante da Mantenedora e dos Coordenadores de cada Curso, para tratar de todos os assuntos pedagógicos de interesse das Faculdades de Pinhais – FAPI :

3.0 ATIVIDADES PRINCIPAIS


Ensino Superior de Graduação, com 1º Vestibular ocorrido em agosto de 2000, com os seguintes Cursos:
3.1 ADMINISTRAÇÃO -
Autorização :com Conceito “ B “ pela Comissão de Especialistas do MEC/SESu e homologado pelo Parecer CES/CNE nº 526/200 de 07/06/2000 , autorizado pela Portaria Ministerial nº 882 de 23/06/2000 – DOU de 27/06/2000 , sendo :

100 vagas para Comércio Exterior ( 50/50) manhã e noite

100 vagas para Gestão de Informações ( 50/50) manhã e noite
Reconhecimento : Portaria 1404 de 28 de abril de 2005 –

DOU de 29 de abril de 2005
3.2 LETRAS
Autorização: com Conceito “B “ pela Comissão de Especialistas do MEC/SESu e homologado pelo Parecer CES/CNE nº 627/2000 de 05/07/2000, autorizado pela Portaria Ministerial nº 1028 de 21/07/2000 – DOU de 21/07/2000, sendo :

100 vagas para Inglês/Português ( 50/50) manhã e noite

100 vagas para Português/Espanhol ( 50/50) manhã e noite
Reconhecimento: Portaria 1300 de 19 de abril de 2005

DOU de 20 de abril de 2005
3.3 PEDAGOGIA
Autorização : com Conceito “ B “ pela Comissão de Especialistas do MEC/SESu e homologado pelo Parecer CES/CNE nº 640 de 05/07/2000 , autorizado pela Portaria Ministerial nº 1210 de 14/08/2000, sendo


  • 50 vagas para Licenciatura Plena para Ensino Fundamental e Séries Iniciais, com Especialização em Educação Especial no período da manhã

  • 50 vagas para Licenciatura Plena para Ensino Fundamental e Séries Iniciais, com Especialização em Educação Especial no período da noite .


Reconhecimento : Portaria 1299 de 19 de abril de 2005

DOU de 20 de abril de 2005

OBSERVAÇÕES:
1.- A Portaria determinou a continuidade do Curso de PEDAGOGIA, com Habilitação para as Séries Iniciais do Ensino Fundamental e Educação Especial, com 100 ( cem) vagas anuais nos turnos diurno e noturno.

2.- Transformou a Habilitação Magistério dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental em Curso Normal Superior com a mesma Habilitação e 100 (cem ) vagas anuais nos turnos diurno e noturno.
3.4 - SERVIÇO SOCIAL –
Autorização : Portaria 4.159 de 15 de dezembro de 2004

DOU de 16 de dezembro de 2004

  • 100vagas para Licenciatura Plena para Ensino Fundamental e Séries Iniciais, com Especialização em Educação Especial no período da manhã


3.5 - VALOR DA ANUIDADE/MENSALIDADE PRATICADA EM 2005

ADMINISTRAÇÃO ...................................R$ 4.884,00 = 12 x .R$ 407,00

LETRAS.....................................................R$ 3.696,00 = 12 x R$ 308,00

PEDAGOGIA ............................................R$ 3.696,00 = 12 x R$ 308,00

SERVIÇO SOCIAL.....................................R$ 3.600,00......= 12 x..R$ 300,00

NORMAL SUPERIOR – EAD -................R$ 2.640,00......= 12 X R$ 220,00

(DIREITO) aguardando publicação da Portaria........R$ 6.960,00......= 12 x R$ 580,00

..............

3.6 FORMAS DE REAJUSTE DOS ENCARGOS EDUCACIONAIS
Os reajustes dos encargos educacionais obedecem rigorosamente a legislação vigente, LEI Nº 9870/99 e Medida Provisória nº 19678-12/99 e suas alterações.

4.0 - SITUAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA DA MANTENEDORA

4.1. CAPACIDADE PATRIMONIAL:
O Patrimônio da Instituição é constituído pela aquisição de moveis e utensílios, imóveis, máquinas e equipamentos e veículos, necessários ao bom desempenho dos objetivos traçados, manutenção e desenvolvimento crescente da Instituição visando a criação de novos cursos, Extensão e Pós Graduação.

5.0 - RELACIONAMENTO DA MANTENEDORA COM AS UNIDADES

As regras do relacionamento Mantenedora e as futuras Unidades mantidas estão disciplinadas em seu Estatuto e no Regimento Unificado proposto.


O Regimento Unificado estabelece que compete principalmente à Mantenedora colocar à disposição das FAPI adequadas condições e os bens necessários, de seu patrimônio ou de terceiros a ela cedidos, assegurando os suficientes recursos financeiros de custeio. A Mantenedora reserva-se o direito ao controle orçamentário e financeiro das Faculdades, não interferindo nos assuntos didático-acadêmicos.


5.1 FORMA DE ESCOLHA DE DIRIGENTES

A Mantenedora, conforme o Regimento Unificado, nomeia o Diretor Geral das Faculdades de Pinhais – FAPI - .


Os chefes de Departamento são designados pelo Diretor Geral, dentre os nomes de uma lista tríplice, indicada pelo Colegiado do Departamento respectivo. O ato formal de admissão e demissão do pessoal docente e técnico-administrativo é de responsabilidade da Mantenedora, obedecida a legislação trabalhista.

5.2 - RELAÇÃO E COMPROMISSOS ESCOLA-COMUNIDADE:
A Instituição, como escola que atenderá a comunidade, manterá com as mesmas estreito inter-relacionamento, promovendo a estes a integração adequada para que as mesmas usufruam das Pesquisas e Extensão cientificamente elaborada por nossos integrantes (docente, discente e administração da FAPI.). Na região onde está se instalando as Faculdades ,

há um esforço integrado, que estimula a estruturação da Instituição no sentido de atender as necessidades da comunidade .



7.0 - QUADRO DEMONSTRATIVO DOS DOCENTES













NOME




TITULO

ADEMIR ANTONIO ENGELMANN




Mestre

ADRIANO ROSA SMANHOTO




Mestre

ALGACIR JOSE BAGGIO JUNIOR




Graduado

ALESSANDRA DEALTINA BAUER




Especialista

ANA SUELI VANDRESSEN (THIAGO RICARDO)




Mestre

ANELISE BERTUZZI MOTTA




Especialista

ANDRESSA SALLES




Mestre

ANGELA MARIA DE SOUZA




Especialista

CARLOS FREDERICO




Especialista

CLAUDIA M. P.MAINIERI-CARLOS RENATO




Especialista

CLAUDIO AP. DE OLIVEIRA




Especialista

DOUGLAS BENEDITO PEREIRA




Especialista

EDEMILTON LUIZ DEFÁCIO




Especialista

EDUARDO DE OLIVEIRA PACHECO




Mestre

ELAINE CRISTINA PAINI




Especialista

FABIANO RONSANI




Graduado

FABIO LUIZ DUARTE FILHO




Especialista

FRED CARLOS TREVISAN




Especialista

GRACIELA ª S. HOGAN




Especialista

GRACIETE B. MAZZO




Graduada

IZABELE DAQUINO C. RIBEIRO




Especialista

JOAO BATISTA.C.DIAS




Especialista

JONI TADEU BORGES




Especialista

JOSE HENRIQUE PAIVA (ALEXANDRE)




Especialista

KELLY CRISTINA M SILVA




Mestre

LAIS CORDEIRO




Especialista

LIDIA DA SILVA




Graduada

LUIZ ANIBAL CALDERARI JR.




Especialista

MARCOS AFONSO ZANON




Mestre

MARIA CRISTINA DURECK




Especialista

MARIA ILIANE B. MACUCO( HUMBERTO)




Mestre

MARIA ISABEL S.S BUCCIO




Especialista

MARIO KYOHI TAKAHASI




Mestre

MARIO SERGIO HAMPEL




Especialista

MARTA OUCHAR DE BRITO




Graduada

MIRIAM TOSHIKO SEWO




Mestre

REGINA CELIA PINHEIRO MORAES




Especialista

RONALD MARCIO DA SILVA




Especialista

ROSELI BITTENCOURT




Mestre

ROZANA RAMOS




Especialista

RUBENS MARTINS NETO




Especialista

RUI VALESE




Graduado

SERGIO KAZUO TSURU




Especialista

SONIA MARIA CARDOSO




Mestre

SHEILA CRHISTINE MINATTI




Mestre

SILVANA ESCORSIM




Mestre

SIVALDO FORTESKI (LOURDES)




Especialista

TAIS LISBOA




Mestre

VERA NICE PACCA




Especialista

VINICIUS TEODORO DE OLIVEIRA




Especialista

ADEMIR ANTONIO ENGELMANN




ANELISE LEONI BERTUZZI MOTA




CLAUDIO APARECIDO DE OLIVEIRA




DOUGLAS BENEDITO PEREIRA




FRED CARLOS TREVISAN




JANETE MAMEDIO BARK




LUIZ RENATO SCREMIM




LUIZ ANIBAL CALDERARI




MARIA DO SOCORRO S.BRITO




MARTA OUCHAR DE BRITO




MILTON MANOEL DOS SANTOS




REGINA CELIA P. MORAES




SIVALDO FORTESKI (LOURDES)




WELINGTON TAVARES DOS SANTOS




































































































ALGACIR BAGIIO JUUNIOR




ESTELAMARIS SANTOS




GISELE BIALE SILVEIRA




JEFERSON FELIPE JANKE




JUSSARA DAS GRAÇAS TRINDADE




 





8.0 - BIBLIOTECA E ACERVO
A Biblioteca é o instrumental da maior importância no que diz respeito à “Disseminação da Informação”, pois ela se faz de gente ativo no processo educacional, daí a necessidade de enriquecê-la progressivamente e em
correspondência mesmo com o próprio desenvolvimento da Instituição senão em velocidade maior.
A Biblioteca Universitária fornece infra-estrutura bibliográfica para os cursos e suas habilitações : periódicos, educação de jovens e adultos, educação infantil; espaço; sociedade e meio ambiente; ciências políticas; magistério superior; práticas interdisciplinares nas escolas de 1o e 2o graus; gestão de qualidade na educação; história e filosofia da ciência .
8.1 - Infra Estrutura Física
A Biblioteca ocupará uma área de 280 m2 de área administrativa , de serviços, para área de leitura e de área acervo.

A mesma funciona nos dois (2) turnos, sendo das l3:00h às 22:00h e aos sábados das 7:00h às ll:00h .


8.2 - Dependências e Capacidade
Da área reservada à leitura, 03 (três) salas de 12 m2 cada uma, destinadas para pesquisas em grupo, isoladas do restante, e outras para estudos com audio visual.
Em concordância com normas pré-estabelecidas, estão instaladas na área de leitura 35 mesas, tendo cada uma 04 cadeiras, para servir inicialmente uma clientela de 140 alunos.
Na área administrativa ou de serviços estarão localizados o balcão de empréstimos, os computadores para os serviços de pesquisa, localização e internet.
Na área de acervo geral (livros, periódicos etc..) está uma área para instalação de 21 estantes com prateleiras para o acervo e estantes laterais, usadas para arquivamento dos periódicos, videoteca e CDteca . Há um espaço reservado para o preparo técnico e depósito.


8.3 - Infra-Estrutura Técnica

A Biblioteca possui equipe constituída por (0l) um Bibliotecário graduado, registrado no Conselho Regional de Biblioteconomia exercendo ininterruptamente a profissão.

Dois auxiliares de biblioteca estão à disposição do alunos, com conhecimentos de informática e de todas as rotinas desenvolvidas em biblioteca de natureza universitária, como serviços de orientação a alunos e professores, indexação de periódicos, elaboração de listagens bibliográficas, etc...
O acervo geral que atende os cursos autorizados, está inicialmente com 3.300 títulos e aproximadamente 10.700 volumes , bem como assinaturas de um jornal local, 2 estaduais e dois nacionais .
A Biblioteca adota o Sistema de Classificação Decimal de Dewey e a Tabela Cutter - Sanborn para atribuição da notação do autor. A catalogação segue o “Código de Catalogação Anglo - Americano” e as “Normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) para elaboração de levantamentos bibliográficos.


8.4 - Seleção e Aquisição

Existem várias formas de seleção além de doações por Bibliotecas Universitárias e de particulares, ex-alunos, professores e pessoas da comunidade.


A forma da seleção por compra é feita por meio de catálogos de editoras, livrarias, etc.., sugestões de professores e alunos.
As aquisições são efetuadas pela Biblioteca com solicitação de prévia liberação de verba destinada à aquisição de livros e periódicos.

8.5 -Informatização

A Biblioteca dispõe de um sistema com um programa para padronização das entradas de assuntos, autores , livrarias e editoras.

Conta com 2 (dois) microcomputadores interligados em rede, com programa de biblioteca adaptado às suas necessidades o qual visa a recuperação por Autor, Título e Assuntos nos terminais instalados nos balcões de empréstimo.

O Sistema prevê também um programa de código de barras , para o registros da movimentação e registro dos livros .

As Faculdades de Pinhais – FAPI - tem instalado o Sistema WINDOWS/XP para elaboração de listagens de levantamentos bibliográficos.

Quanto as redes de informação, o processo de informatização oferece a Internet e a Intranet, para pesquisas e informações.



8.6 - Formas de Acesso

O Sistema de Consultas ao acervo tendo-se em conta que a Biblioteca tem “acesso aberto”, são efetuadas nos terminais de computador, com atendimento também a comunidade .


Posteriormente o material será conferido e registrado ao usuário no balcão de empréstimo para consultas locais e empréstimo pelos funcionários auxiliares.
Quando o material não encontra-se disponível na biblioteca, o usuário pode fazer a Reserva do mesmo permanecendo à sua disposição por 24 (vinte e quatro) horas após a devolução. Se o mesmo não for procurado neste prazo, o material será liberado para novos empréstimos.
Há também como forma de acesso às informações, “Levantamentos Bibliográficos” solicitados pelas coordenações e Direções de curs
9.0 - DESCRIÇÃO DAS INSTALAÇÕES FISÍCAS DISPONÍVEIS
O CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE PINHAIS dispõe de um imóvel comercial, com três pisos , construído em 1996 com a finalidade de atender às necessidades da FAPI , com contrato de locação para 06 anos, com opção de compra do imóvel.

Com as adequações realizadas, estão disponíveis as seguintes serventias:





Dependências/Serventias

Quantidade

M2

Sala de Direção

04 (quatro)

35

Salas de Coordenação

04 (quatro)

30

Sala de Professores

01 (uma)

35

Salas de Aula

10 (dez)

600

Sanitário Masculino.

05 (cinco)

20

Sanitários Femininos

05 (cinco)

20

Área de Lazer/Convivência

01 (uma)

300

Setor de Atendimento / Tesouraria

01 (um)

52

Sala de audio/Salas de Apoio

01 (uma)

34

Praça de Alimentação

01 (uma)

140

Auditórios

01(um)

220

Espaço Cultural

01 (um)

55

Laboratório de Informática

01 (um)

90

Sala de Leitura

04 (quatro)

60

Biblioteca

01 (uma)

280

Estacionamento – número de vagas

200 vagas

5.000

Área de convivência

01 (um)

900

C.P.D.

01

35

Sala para iniciação Científica

01

25

Sala para Empresa Junior

01

45

9.1 -Outros recursos materiais





Televisor 29 ´ com vídeo

08




Retroprojetor

08




T O T A L

16






9.2 - Plano de Expansão

O Centro de Ensino Superior de Pinhais, apresenta o Plano de Expansão, conforme planta baixa

com novas dependências para atender aos objetivos das Faculdades de Pinhais – FAPI.


PISO

DESCRIÇÃO DAS SERVENTIAS

ÁREA PREVISTA PARA EXPANSÃO

CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO




02 Conjuntos de sanitário sendo 10 masculinos e 10 femininos.

450m²

Fevereiro / 2001




01 Sala reprográfica p/ copiadoras, encadernadoras, scaner e plastificação.

25m²

Janeiro / Março / 2001

TÉRREO 1º PISO

01 Sala para professores

48m²

Fevereiro / 2001




01 Sala para secretaria geral e protocolo

55m²

FEVEREIRO/ 2001




Praça de alimentação

150m²

Março / 2001




05 Salas de aula c/ 70m² cada uma

350 m²

JANEIRO / 2001

3º PISO

02 conjuntos sanitários sendo 6 masculinos e 6 femininos, com 36m² cada um

32m²

JANEIRO/ 2001


10.- INFRA-ESTRUTURA TECNOLÓGICA

A Faculdades de Pinhais - FAPI - , conta com auxílio do LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA




Qtde.

Labs


Qtde.

Equip


Configurações

Softwares

01

22

Celeron 400

256 MB RAM, HD 10 GB

SVGA 15”


Windows 2000 Pro

Office 2003 Pro



01

33

Athlon XP 2.2, 256 MB RAM, HD 40GB SVGA 15”.

Windows XP Pro

Office 2003 Pro



As Faculdades de Pinhais - FAPI -, coloca a disposição do Corpo Docente e para a área administrativa, terminais de informática, passando pela recepção, secretaria, diretoria, contabilidade, protocolo, tesouraria e departamento de compras , a saber :


- 05 Pentium III 800

  • 01 Pentium III 500

  • 05 Athlon XP 1.8

  • 06 Athlon XP 2.0

  • 10 Impressoras HP 610/629/840/870/5550

  • 02 Scanner HP 2100

  • 06 SWITCH PLANET 24 portas com 100 Mbits

Rua Camilo Di Léllis, 1151 - Estância - fone/fax ( xx ) 41 3667-6000

e-mail: fapi@onda.com.br



http://fapi-pinhais


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal