Cep. 44. 460. 000. Tel.:( 71) 3682-1552, 8789-2376, 9107-1216



Baixar 0.56 Mb.
Página4/8
Encontro28.07.2016
Tamanho0.56 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8

QUEM SÃO OS DEMÔNIOS

A palavra demônio é de origem grega e significa "falsa deidade" (I Coríntios 10:20).

Qualquer deidade que não seja o Deus verdadeiro é um espírito que se opõe a Ele, logo é um espírito do mal ou um demônio.

Há só um diabo, que é conhecido por uma variedade de nomes e títulos na Bíblia.

O diabo governa sobre todos os outros demônios, que lhe são sujeitos.

Muitas vezes na Bíblia a palavra "espírito" é usada por demônio, com um descritivo.

Por ex. a Bíblia menciona "espírito do mal" (Atos 19:12-13), "espírito imundo" (Mateus 10:1, Marcos 1:23, 26; Atos 5:16), "espírito de enfermidade" (Lucas 13:11) e "espírito mudo e surdo" (Marcos 9:25).

Alguns demônios possuem o espírito de assassinato, suicídio, medo ou mentira, o que os associa com vários pecados ou atitudes contrários à vontade de Deus.

Demônios são seres criados.

São imortais e não podem voltar a ter seu relacionamento anterior com Deus.

Têm grandes poderes quando comparados a humanos, mas seus poderes não se comparam com o poder de Deus.

Deus nos deu autoridade sobre eles e os cristãos que crêem no poder de Jesus não podem ser conquistados pelo poder dos demônios.


O QUE FAZEM OS DEMÔNIOS

Os anjos foram criados para adorar e louvar a Deus, servi-lO e agir como seus mensageiros. A Bíblia afirma que eles são "espíritos enviados por Deus para cuidar daqueles que receberão salvação"(Hebreus 1:14).

Os demônios têm função similar, mas servem a um mestre diferente. São governados por Satanás, a quem servem sem temor.

Atuam nas vidas dos seres humanos, mas seu propósito é cumprir os esquemas de Satanás e fazer oposição a Deus.

Tentam, enganam e iludem as pessoas com a intenção de trazê-las para a condenação eterna.

Constantemente atacam, oprimem e acusam o povo de Deus.

Uma vez que Satanás não pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo, usa os demônios para executarem diferentes tarefas.

Por ex., na parábola do semeador (Mateus 13:3-9, Marcos 4:1-20, Lucas 8:4-15) os demônios arrancam fora a palavra antes que ela possa enraizar (Marcos 4:15).

Muitas vezes, Satanás promove o afastamento de algumas pessoas de Deus antes que façam um genuíno compromisso (Marcos 4:17).

Basicamente, os demônios trabalham de acordo com o padrão estabelecido por Satanás na sua tentação de Eva no Jardim do Éden.

Primeiro, negam a verdade da Palavra de Deus e contestam as afirmações que faz.

Em seguida, negam a realidade da morte.

Finalmente, apelam para a vaidade e orgulho humanos dizendo que homens e mulheres podem ser iguais a Deus ou mesmo serem deuses (Gênesis 3:1-5).

Esses são os métodos e ensinos básicos que estão por trás da maioria dos cultos e das falsas religiões.



O DESTINO FINAL DOS DEMÔNIOS

A Bíblia nos conta que Deus tomou os anjos que pecaram contra Ele e os "precipitou no inferno e os entregou a abismos de trevas, reservando-os para juízo" (II Pedro 2:4).

Jesus falou sobre o fogo eterno preparado para o diabo e seus demônios. Também descreveu como as pessoas que não crerem nEle terão da mesma forma esse horrível destino na eternidade (Mateus 25:41).

Eventualmente Satanás e seus demônios serão lançados no lago de fogo (Apocalipse 20:10), que é o lugar de tormenta eterna para todas as pessoas cujos nomes não estão escritos no Livro da Vida (Apocalipse 20: 12-15).

01. A existência dos anjos
O vocábulo “anjo” tal qual aparece nas versões correntes vem de uma raiz hebraica “mal akh”. No grego da septuaginta porém os tradutores traduziram por “angellos” e com tal sentido aparece em ambos os testamentos.

No Antigo Testamento eles são mencionados cerca 108 vezes e no Novo Testamento cerca de 175 vezes.

No Apocalipse existe apenas 3 capítulos (4,6,13) onde o vocábulo está ausente, mas nos outros ele ocorre por 71 vezes. Na esfera celeste, porém este número angelical é elevado a um grau supremo. A Bíblia afirma existir “...milhares de milhares” e milhões de milhões” (Ap.5.11). Existem muitas outras citações assimilares com outros apelativos que expressam o significado do pensamento, a saber: “arcanjo” (Jd. 9). “Varões” (Gn. 18.2), “homens” (Js. 5.13), “intérpretes” (Jó. 33.23), etc.
1) QUEM SÃO OS ANJOS?
R______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
02. A origem dos anjos
Os anjos são filhos de Deus numa condição original, visto que Deus os criou (Gn. 1.31; 2.1; Ne.9.6; Jó. 1.6.). Os anjos no Antigo Testamento é chamados filhos de Deus, e os homens servos de Deus, porém no Novo Testamento a situação se inverte, os homens são chamados filhos de Deus e os anjos de “servos ou conservos” dependendo do contexto ( Jó. 1.6; 2.1; 38.7; Jo. 3.1-2 ). Houve tempo em que os anjos não existiam, de Colossenses 1.16-17 deduzimos que os anjos foram criados simultaneamente. Eles não são sujeitos à morte ou qualquer forma de extinção, não diminuem, nem aumentam, também não se cansam – Lc. 20.34-36.
03. O nome dos anjos
No que tange o nome dos anjos a Escrituras nos fornecem poucos detalhes, talvez na esfera celeste seja bem variados. Os nomes que as Escrituras apresentam são estes:
• Gabriel – Dn. 8.16; Lc. 1.26

• Miguel – Dn. 8.13

• Maravilhoso – Jz. 13.6; 17.18
2) SITE ALGUNS NOMES DE ANJOS?
R_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
A tarefa dos anjos
• Eles guardam o crente – Sl. 91.11

• Eles prestam cultos inteligentes a Deus – Sl. 148.2

• Eles ministram a favor do crente – Hb. 1.14

• Eles transmitem a vontade de Deus – Dn. 8.15-17

• Eles confortam o crente – Dn. 10.19; Lc. 22.43
3) QUAIS SÃO AS TAREFAS DOS ANJOS?
R_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

10. A categoria dos anjos


No que tange a seus ofícios, as Escrituras apresenta-nos assim:
• Anjo – Lc. 2.9-15

• Arcanjo – Jd. V. 6

• Querubim – Gn. 3.24

• Serafins – Is. 6.2-6

• Hoste – Ef. 6.12

• principado – Ef. 6.12

• potestade – Ef. 6.12

• princípe – Ef.6 12


4) SITE ALGUMAS DAS CATEGORIAS DOS ANJOS:
R______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

11. A hierarquia angelical


O anjo do Senhor
“E o anjo do Senhor a achou junto à uma fonte de água no deserto, junto à fonte no caminho de Sur” Gn. 16.7 . a maneira pela qual este anjo é descrito nas Escrituras, o distingüe de qualquer outro anjo.

• Ele tem poder de reter pecados – Êx. 23.20-21

• Ele é chamado de o anjo da sua face – Is. 63.9

• Ele leva o nome de Deus – Êx. 23.20-23

• Ele é Deus – Jz. 13.22

• Este anjo apareceu para Josué e se identificou como um Capitão – Js. 5.13

• Jacó lutou com este anjo no Vau de Jaboque e foi transformado por ele – Gn. 32.24-30.

• Este anjo apareceu para o pai de Sansão e se identificou como Maravilhoso – Jz. 13.18.

• Portanto este anjo é o próprio Senhor Jesus, numa teofania angelical, pois assim como ele apareceu para Josué e se identificou como um Capitão, o Senhor Jesus também é o Capitão da nossa salvação – Ef. Hb. 2.10.

• Assim como ele apareceu para Jacó e teve poder de transformar sua vida, dessa mesma maneira o Senhor Jesus transforma todos que o aceitam como seu Salvador – At. 9.1-8.


12. O arcanjo Miguel
• Seu nome significa ( Quem é semelhante a Deus )

• Ele é um princípe – Dn.10.13

• O prefixo “arc” sugere um anjo chefe, principal, poderoso, ele é representado como um anjo chefe, o capitão dos exércitos celestiais – ap. 12.7

• este anjo é identificado com o povo eleito – Dn. 12.1

• sua missão é guardar e proteger a nação israelita – Dn. 10.13-21; 12.1

• No arrebatamento da igreja, este anjo dará o brado, acompanhando Jesus em sua vinda, para levar os seus à glória – I Ts. 4.16.

Na concepção judaica a respeito dos anjos, os judeus dão nomes de 4 anjos que supostamente rodeiam o trono de Deus e que são dotados de poderes especiais: Miguel, Gabriel, Uriel e Rafael. Miquel segundo eles, põe a sua mão á direita de Deus, e Uriel á sua mão esquerda; Gabriel está em sua presença – cf. Lc. 1.19b.
5) QUEM É O ARCANJO MIGUEL NA HIERARQUIA ANGELICAL
R_________________________________________________________________________________________________________________________________________
13. O anjo Gabriel ( o embaixador divino )
• Seu nome significa “herói de Deus”, ele aparece 4 vezes nas Escrituras Sagradas, e sempre em missões específicas. Primeira menção – Dn. 8.15,16

• Ele apareceu ao profeta Daniel, para revelar a este as setentas semanas e o seu significado – Dn. 9.21

• Ele apareceu a Zacarias para anunciar o nascimento de João Batista – Lc. 1.11

• E também apareceu a virgem Maria, para anunciar o nascimento do nosso Senhor Jesus - Lc. 1.26. ( Segundo a Tradição judaica, Gabriel era o guardião do tesouro sagrado – E Miguel era o destruidor do mal, agente de Deus contra qualquer força contrária à vontade divina.


5) QUAL O MINISTÉRIO DO ANJO GABRIEL?
R_________________________________________________________________________________________________________________________________________

13. OS querubins


O vocábulo querubim ( singular ) os querubins ( plural ) acha-se pela primeira vez na Bíblia em Gn. 3.24, a palavra tem sua raiz no verbo “querub” que significa “guardar ou cobrir”. ( Os querubins são guardiões do trono de Deus – Cf. I Rs. 6.22-28 )

• Eles guardaram a entrada do Éden – Gn. 3.24

• Eles glorificam a Deus – Ap. 4.8 – os querubins são velozes – Sl. 18.10; II Sm. 22.11 sua aparência – Ez. 1.6 –11

• Deus se assenta entre os querubins – Sl. 80.1

• Deus está entronizado entre os querubins – Sl. 99.1

• São chamados querubins da glória – Hb. 9.5

• e criaturas viventes – Ap. 4.6-8

O escritor norte-americano J.G. Baldweu, diz: os querubins associam-se especificamente com o trono de Deus, seja no que está no céu, seja no seu equivalente terrestre. Ficam de guarda, sustentam o trono, e agem como velozes mensageiros do Senhor dos exércitos a quem adoram.


6) QUAL A FUNÇÃO DOS QUERUBINS
R_________________________________________________________________________________________________________________________________________

14. OS serafins


Os serafins são mencionados apenas uma vez nas escrituras, o título serafins “fala de adoração incessante”.

• Seu louvor sempre é dirigido à Santíssima Trindade – Is. 6.3

• Possuem seis asas – Is. 6.2

• Como os demais anjos estão sujeitos a autoridade de Jesus – Hb. 1.6

• Os serafins são elevados seres do mundo angelical, quando chegarmos no céu, nós iremos conhecê-los melhor, Aleluia!.
7) QUAL O MINISTÉRIO DOS SERAFINS?
R_________________________________________________________________________________________________________________________________________

15. Outros anjos em funções especiais


• O anjo das águas – Ap. 16.5

• O anjo do Altar – Ap. 16.7

• O anjo destruidor – I Cr. 21.15

• O anjo da igreja – Ap. 2.1


16. Os anjos na história de Israel
Durante o tempo que se seguiu a monarquia judaica, os anjos tornam-se também eminentes na história do povo escolhido, algumas vezes livrando-os e outras castigando-os.

Os anjos sempre estiveram presente na história de Israel, para transmitir a vontade de Deus para eles. Vejamos:

• Um anjo impediu que Abraão matasse Isaque – Gn.22.11-12

• Um anjo guiou Israel no deserto. Êx. 23.20-33

• Um anjo comissionou Gideão a libertar Israel do jugo dos midianitas – Jz. 6.11-14

• Um anjo feriu 70 mil escolhidos de Israel no tempo de Davi –II Sm. 24.14-17

• Um anjo acudiu Elias quando este fugia da fúria de Jezabel – I Rs. 19.5-7

• Durante o cativeiro babilônico um anjo livrou o profeta Daniel da Cova dos leões – Dn. 6.22

• Eliseu certa manhã viu-se cercado de anjos invisíveis aos olhos de seu criado, mas visíveis aos seus – II Rs. 6.14-17

• Um anjo ajudou ao profeta Zacarias na redação do seu livro – Zc. 1.9; 2.3; 4.5

• Um anjo subiu de Boquim e repreendeu os israelitas – Jz. 2.1-5

• Um anjo falou a Josué, quando este se encontrava ao pé de Jericó – Js. 5.13

• Um anjo apareceu ao Moisés do meio de uma sarça ardente – Êx. 3.2

A Bíblia ainda nos fornece vários exemplos em que os anjos estiveram presente na vida do povo eleito, seu ministério é vasto por todo o Antigo Testamento, eles afloram por toda Bíblia!

Estas aparições ou intervenções angelicais na história de Israel, são apenas manifestações tópicas, pois em outras ocasiões os anjos estiveram presentes, porém invisíveis aos olhos humanos. GLÓRIA DEUS!

8) ANJOS PODEM SER ADORADOS?


R________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
9) QUEM É SATANÁS?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

10) QUAL O SEU PROPÓSITO NA TERRA?


R_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

11) QUEM SÃO OS DEMÔNIOS?


R________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

12) O QUE FAZEM OS DEMÔNIOS?


R________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

13) QUAL O DESTINO DOS DEMÔNIOS?


R________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
14) QUAIS OS PROCEDIMENTOS QUE SE DEVE TOMAR CONTRA OS DEMÔNIOS?
R________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
15) COMO DEVEMOS EXPULSA-LOS?
R________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

10º ECLESIOLOGIA - ESTUDO DA IGREJA:

2) ECLESIOLOGIA: DOUTRINA DA IGREJA: ekklhsia ekklesia:

Não é o judaísmo ampliado, mas o “sinal” do Reino Divino.

A verdadeira Igreja de Jesus Cristo são os corações humildes dos servos fiéis e adoradores, que aguardam sua vinda.
3) NATUREZA DE IGREJA: Projeto de Jesus para a sociedade;parte do Reino de Deus e não é organização ou governo,mas viva e espiritual.
4) A INSTITUIÇAO E OS CRISTAOS:

QUANTO À INSTITUIÇÃO:

Palavra grega: “EKKLESIA”, significa uma assembléia de chamados para fora. Este termo se aplica a:

a) todo o corpo de cristãos de uma sociedade (At.11:22;13:1);

b) uma congregação (1Co.1:2; 1Co.14:19,35;Rm.16:5);

c) todo o corpo de crentes na terra (Ef.5:32);

d) A assembléia do povo de Israel (At.7:38);



OBSERVAÇÃO: O Templo (LOCAL),difere de denominação (Política), que difere de membrezia (humana), que é diferente de Corpo de Cristo (espintual), que é o grupo dos regenerados desde Pentecostes ao arrebatamento.
QUANTO AOS SEGUIDORES: Outros nomes:

a)Irmãos:A igreja é uma fraternidade ou comunhão espiritual, devendo ser abolidas as divisões que separam a humanidade.

Ex: ”Nem grego nem judeu”-mais profunda das divisôes religiosas;

“Nem grego nem bárbaro”-mais profunda das divisões culturais;

“Nem servo nem livre”-mais profunda das divisões socio-econômicas;

“Nem macho nem fêmea”-mais profunda de todas as divisões humanas vencidas”,conforme (1Co.14:26; Cl.3:11; Gl.3:28).

b)Crentes-Porque na sua doutrina a característica é a fé no Senhor Jesus, conforme (1 Co.1:21; Gl.3:22; 1Tm.6:2);

c) Santos-(consagrados ou piedosos) porque estão separados do mundo e dedicados a Deus, conforme (Rm.1:7;1Co.7:14; Ef.3:8);

d)Os eleitos ou escolhidos porque Deus os escolheu para um ministério importante e um destino glorioso, conforme (Cl.3:21; Rm.11:7;Mc.13:20);

e)Discípulos-Aprendizes-sob preparação espiritual com instrutores inspirados por Cristo, conforme(Mt.5:1;At.21:4;Jo.21:8);

f)Cristãos-porque a sua religião gira em torno da Pessoa de Cristo, conforme (At.11:26);

g) Os do Caminho: Nos dias primitivos porque viviam de acordo com uma maneira especial de viver(At.9:2).

h) Da seita(dos nazarenos)- porque somos seguidores de Jesus Cristo de Nazaré, conforme (At.24:5).
OBS :Nome “Católico” é uma transliteração do termo grego Kathólicos, que significa universal ou geral.

No século II D.C., essa palavra tornou-se sinônimo de ortodoxo, ou seja, a igreja que mantinha a doutrina verdadeira, em contraste com heresias da época.

Durante a Reforma Protestante, a palavra veio a designar as igrejas que aderiram ao papado.

Foi durante a cristianização do império romano, quando surgiu um clero formal e oficial, que a igreja se institucionalizou.

Conforme Cipriano (258 D.C.)

A igreja era uma “instituição salvadora”.

A Igreja Cristã é espiritual e fiel.


5) ILUSTRAÇÕES DA IGREJA:

a)Corpo de Cristo:Cristo: Está presente no mundo por meio da igreja, o qual é seu corpo tomado da raça humana em geral.

A vida de Jesus continua a ter expressão por meio dos seus discípulos como se evidencia no livro de Atos dos Apóstolos e pela subsequente história da lgreja.(Jo.20:21). Cristo prometeu assumisse novo corpo (Jo.15:5).

Jesus é conhecido no mundo mediante os que tomam o seu nome e participam de sua vida. Na medida em que a igreja tem contato com Crista, sua cabeça, assim tem participado de sua vida e experiências.

Tal qual Jesus, a igreja foi ungida, ameaçada, perseguida, mas ressuscita indestrutivelmente (Cl.1:24).

O corpo de Cristo é composto de almas nascidas de novo (1Co.12:13). O cristão não é meramente seguidor de Cristo, mas membro de Cristo e membros uns dos outros.

b) Templo de Deus: (1Pe.2:5-6): Templo é um lugar em que Deus, que habita em toda parte, se localiza a sim mesmo em determinado lugar, onde o seu povo o possa achar “em casa, referencial de fé.”

Assim como Deus morou no tabernáculo e no templo, assim vive, por seu Espírito na lgreja (Pessoas transformadas e não na denominação).

Neste templo espiritual, os cristãos, como sacerdotes oferecem sacrifícios espirituais, sacrifícios de oração, louvor e boas obras cristãs.(Ef.2:21,22; 1Co.3:16,17).

c) Noiva de Cristo: llustração usada tanto no Antigo Testamento quanto no Novo testamento, descrevendo a união e comunhão de Deus com seu povo. (2Co.11:2; Ef.5:25-27; Ap.19:7; 21:2; 22:17).
1) O QUE É A IGREJA?
R_________________________________________________________________________________________________________________________________________

2) QUAL A FINALIDADE DA IGREJA NA TERRA?


R_________________________________________________________________________________________________________________________________________

3) A IGREJA TAMBÉM É ILUSTRADA NA BÍBLIA SAGRADA COMO:


R______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
6) FUNDAÇÃO DA IGREJA:

a)Profeticamente: Assim como Israel foi uma nação chamada dentre outras para servir a Deus, na tradução do Antigo testamento para o Grego, a palavra congregação (de israel) foi traduzida para “ekklesia”(igreja), que continuaria sua obra na terra (Mt.16:18).

b)Historicamente: Surgida no dia de Pentecostes pela unção do Espírito Santo, como retorno da shekinah, a Glória manifestada no tabernáculo, onde a obra foi feita pelo Espírito, operando mediante os apóstolos, que lançaram os fundamentos e edificaram a igreja por sua pregação, ensino e organização. (Ef.2:20).
4) QUANDO A IGREJA FOI FUNDADA?
R_________________________________________________________________________________________________________________________________________
7) MEMBROS DA IGREJA: Condições:

a)Fé implícita no Evangelho e confiança sincera e de coração em Cristo como único e divino salvador (At.16:31);

b)submeter-se ao batismo nas águas como testemunho simbólico da fé em Cristo (Cl.2:12;1Pe.3:21);

c)confessar verbalmente esta fé (Rm.10:9,10; Mt.3:6;1 Jo.1:9).

Entrar na Igreja não é questão de unir-se à organização, mas tornar-se membro de Cristo.

Atualmente, a igreja tem aumentado em número e popularidade, com batismo e catequese (ensino),mas poucos se convertem, ou seja, poucas pessoas são verdadeiramente cristãs de coração, assim, existem cristãos verdadeiros em meio a cristãos de nome.

Devemos distinguir a igreja invisível (composta dos verdadeiros cristãos de todas as denominações, cujos nomes estão escritos no livro da vida (Fl.4:3;Ap.3:5), da igreja visível (composta de todos os que professam ser cristãos, cujos nomes estão escritos no rol de membros (Mt.13:36-43; 47-49; 2Tm.2:19-21).

lgreja é uma fase do Reino de Deus, fato este descrito por:a) ensino (Mt.16:18-19); b)parábolas (Mt.13) e c)descrição de Paulo da obra cristã como parte do Reino de Deus (CoI.4:11).

A igreja pode ser considerada como arte do reino de Deus porque prega a mensagem que trata do novo nascimento do homem, pelo qual se obtêm entrada nesse Reino. (Jo.3:3-5;1 Pe.1:23).

5) QUAIS OS REQUISITOS PRINCIPAIS PARA SER UM MEMBRO DA IGREJA DE JESUS CRISTO?


R_________________________________________________________________________________________________________________________________________
8) OBRAS DA IGREJA:

a) Pregar a Salvação a toda criatura (mat.28:19,20) e explanar o plano de salvação tal qual é ensinado nas escrituras. Cristo tornou acessível a salvação para provê-Ia; a igreja deve torná-la real por proclamá-Ia.

b)Prover meios de adoração Assim como Israel possuia um sistema de adoração divinamente estabelecido, a igreja deve ser uma casa de oração para todos os povos, onde Deus é cultuado em adoração, oração e testemunho.

c)Prover comunhão religiosa:O homem é um ser social e anela por comunhão e amizade, por isso precisa se congregar com os que participam da mesma realidade espiritual.

A igreja provê uma comunhão baseada na paternidade de Deus e no fato de ser Jesus o Senhor de todos, nesta fraternidade de experiência espiritual comum, livrando-os da solidão e desamparo pela solidariedade, no calor do amor da comunhão.



d)Sustentar uma norma de conduta moral:A igreja é a “luz do mundo”, significando afastar a falta de entendimento da ignorância moral; é o “sal da terra”, que preserva podridão da corrupção moral. A igreja deve ensinaras homens a viverem bem e se prepararem para a morte.

e)Deve proclamar o plano de Deus para regulamentar todas as esferas da vida e sua atividade, contra as tendências de corrupção social, admoestando contra os perigos malignos.

6) QUAIS SÃO AS OBRAS OU DEVERES DA IGREJA NA TERRA?

R_________________________________________________________________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________



9) ORDENANÇAS DA IGREJA:O Cristianismo não é uma religião baseada somente em ritos (normas religiosas de culto).

O Espírito Santo nos dá liberdade para o adorarmos. Sacramento é a participação direta da graça ao que participa da ordenança. Há duas cerimônias essenciais e divinamente ordenadas: O Batismo e a Ceia.


7) HA DUAS CERIMÔNIAS ESSENCIAIS NA IGREJA, TIDA COMO ORDENANÇAS, DIGAM-NOS, QUAIS SÃO ELAS?
R_________________________________________________________________________________________________________________________________________
a) O BATlSMO NAS AGUAS:

O batismo de Jesus foi o principal evento de sua vida porque marcou o início de seu ministério.

Muito poucos estudiosos discutem hoje o fato de que João Batista batizou Jesus, mas o exato propósito e importância do seu batismo ainda são matéria controversa.

Os relatos dos Evangelhos concordam que quando João batizava outras pessoas esse ato era um sinal do arrependimento delas (Mateus 3:6-10; Marcos 1:4-5 e Lucas 3:3-14).

Ele proclamava que o reino dos céus estava próximo e que o povo de Deus deveria se prepara para a vinda do Senhor pela renovação da fé em Deus.

Para João, isso significava arrependimento, confissão de pecados e vida de retidão. Se era assim, por que Jesus precisaria ser batizado?

Se Jesus não era pecador, como o Novo Testamento diz (II Coríntios 5:21); Hebreus 4:15 e I Pedro 2:22), por que Ele se submeteu ao batismo de arrependimento para perdão de pecados?

Os Evangelhos respondem.



Catálogo: data -> documents
documents -> Convenio fenipe/asgo/fatefina promoção dos 300. 000 Cursos 90% Grátis Pelo Sistema de Ensino a Distancia – sed cnpj º 21. 221. 528/0001-60 Registro Civil das Pessoas Jurídicas nº 333 do Livro a-l das Fls
data -> A importância da família na escola para o desenvolvimento do ensino aprendizagem
data -> Regulamento do concurso escolar
documents -> Entidade Educacional Com Jurisdição Nacional
documents -> Escrever não é nenhum bicho de sete cabeças, é um bicho de pelo menos umas quatorze cabeças
documents -> Ficha de marcaçÃo nº  
documents -> A igreja Em Sua Casa!
documents -> Convenio fenipe e fatefina promoção dos 300. 000 Cursos Grátis Pelo Sistema de Ensino a Distancia – sed cnpj º 21. 221. 528/0001-60 Registro Civil das Pessoas Jurídicas nº 333 do Livro a-l das Fls
documents -> Convenio fenipe e fatefina promoção dos 300. 000 Cursos Grátis Pelo Sistema de Ensino a Distancia – sed cnpj º 21. 221. 528/0001-60 Registro Civil das Pessoas Jurídicas nº 333 do Livro a-l das Fls
documents -> Convenio fenipe e fatefina promoção dos 300. 000 Cursos Grátis Pelo Sistema de Ensino a Distancia sed


Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal