Cep. 44. 460. 000. Tel.:( 71) 3682-1552, 8789-2376, 9107-1216


Algumas observações importantes



Baixar 0.56 Mb.
Página7/8
Encontro28.07.2016
Tamanho0.56 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8

Algumas observações importantes

acerca desse ministério.

O ministério apostólico não foi instituído em vão, ou por acaso, é necessário termos uma compreensão mais profunda acerca do apostolado.


Precisamos observar que Jesus veio cumprir uma importante missão, esperada desde a queda do homem, (Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. (Isaías 9 : 6)
Jesus nos foi enviado para proporcionar novamente uma obra de reconciliação entre o homem e Deus, conforme estava escrito:
Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; (Romanos 3 : 23),
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3 : 16),
Eis que dias vêm, diz o SENHOR, em que farei uma aliança nova com a casa de Israel e com a casa de Judá. (Jeremias 31 : 31)

32 Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a minha aliança apesar de eu os haver desposado, diz o SENHOR.

33 Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o SENHOR: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.

34 E não ensinará mais cada um a seu próximo, nem cada um a seu irmão, dizendo: Conhecei ao SENHOR; porque todos me conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz o SENHOR; porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei dos seus pecados.
E a Jesus, o Mediador de uma nova aliança, e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o de Abel. (Hebreus 12 : 24)
Porque isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados. (Mateus 26 : 28)
O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica. (II Coríntios 3 : 6)
E por isso é Mediador de um novo testamento, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia debaixo do primeiro testamento, os chamados recebam a promessa da herança eterna. (Hebreus 9 : 15)
Pelo qual recebemos a graça e o apostolado, para a obediência da fé entre todas as gentes pelo seu nome, (Romanos 1 : 5)
Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça. (Romanos 6 : 14)
Jesus conquistou para nós a graça da nova Aliança, ou novo Testamento, sabemos que no Velho Testamento Deus estabeleceu aliança com as Doze Tribos de Israel, não havia 13, ou 14 tribos e sim apenas 12.

Jesus ao iniciar a sua missão aqui na terra ele também segue o modelo de governo estabelecido por Deus.

Deus firma e estabelece conforme havia prometido a Abraão, Isaque e Jacó, uma aliança com as Doze Tribos de Israel, Jesus por sua vez chama 12 Discípulos e também estabelece aliança com eles, no velho Testamento Israel era o povo escolhido, era o povo que lhe representava oficialmente aqui na terra, as nações tremiam e temiam diante de Israel, porque sabiam que era um povo que tinha a proteção de um Deus todo Poderoso. O povo buscava adorava eram fieis a Deus, mais chegou um tempo em que esse mesmo povo se afastam de um Deus que sempre lhe amou, quebrando assim a aliança que havia sido estabelecida.

Jesus ao iniciar o seu ministério busca retomar o que se havia perdido, (ide primeiro as ovelhas perdida da casa de Israel). E preserva a figura das doze Tribos na pessoa dos 12 apóstolos, ou seja, no velho testamento Deus chama as doze tribo para lhe representar no novo Testamento Cristo chama os doze apóstolos, vemos que isso é um fato de concreto, e tem seu significado e sua importância nas regiões celestial, Por isso Jesus não chamou 13 ou 14 apostolo, não podemos mudar isso, tinha que ser exatamente os 12 apostolo, representando assim as 12 tribo.

1º) VELHO TESTAMENTO: 12 TRIBOS = VELHA ALIANÇA

2º) NOVO TESTAMENTO: 12 APOSTOLO = NOVA ALIANÇA

Outra observação:

EM APOCALIPSE OBSERVAMOS NA REVELAÇÃO DA NOVA JERUSALÉM


AP.21.12 E tinha um grande e alto muro com doze portas, e nas portas doze anjos, e nomes escritos sobre elas, que são os nomes das doze tribos dos filhos de Israel.
AS DOZE PORTAS REPRESENTANDO AS DOZE TRIBOS, E EM CADA PORTA ESTAVA ESCRITO OS NOMES DAS DOZE TRIBOS.
NOTE QUE NÃO ENTRA TREZE PORTAS OU TREZE MUROS, NEM NOMES DE OUTRAS TRIBOS
14 E o muro da cidade tinha doze fundamentos, e neles os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro.
OS DOZE FUNDAMENTOS REPRESENTANDO OS DOZE APÓSTOLOS,

E EM CADA FUNDAMENTO ESTAVA ESCRITO OS NOMES DOS DOZE APÓSTOLOS, VEJA QUE NÃO HÁ ESPAÇO PARA NENHUM OUTRO APOSTOLO, QUEM QUER QUE SE OUSE EM SE INTITULAR APOSTOLO, SERÁ APENAS PARA ALIMENTAR O SEU EGO, MAIS SEGUNDO A PALAVRA NÃO SERÁ ACEITO POR DEUS MAIS DE DOZE, POIS HÁ RAZOES E FUNDAMENTOS PARA ISSO.


NOTE AINDA QUE NÃO TINHA TREZE PORTAS OU TREZE MUROS
AP. 22

2 No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a saúde das nações.

OBSERVAMOS QUE NO INICIO DA IGREJA PRIMITIVA JÁ HAVIA MUITOS QUE SE INTITULAVAM COMO APOSTOLO, E A IGREJA DE ÉFESO É LOUVADA PELA VIGILÂNCIA.

Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes sofrer os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos, e o não são, e tu os achaste mentirosos. (Apocalipse 2 : 2)

QUANTOS HOJE TEM DADO OUVIDA A VOZ DO DIABO E TEM SE APOSSADO DESSE TITULO QUE NÃO TERÁ NUNHUM RECONHECIMENTO DIANTE DE DEUS! (ISSO É MUITO SÉRIO).

HOJE SEPARAMOS/CONSAGRAMOS, BISPOS, PRESBÍTEROS, PASTORES, MAIS NÃO TEMOS O PODER OU PERMISSÃO DE SEPARA E/OU CONSAGRAR APÓSTOLOS. (PARTICULARMENTE NÃO ME OUSO), JAMAIS QUERO RESPONDER DIANTE DE DEUS POR UMA TRANSGRESSÃO DESSE PORTE.

SÓ QUEM SEPAROU E/OU CONSAGROU APOSTOLO FOI O PRÓPRIO SENHOR JESUS CRISTO.



MAT.10

1 E, CHAMANDO os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo o mal.

2 Ora, os nomes dos doze apóstolos são estes: O primeiro, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão;

3 Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Lebeu, apelidado Tadeu;

4 Simão o Zelote, e Judas Iscariotes, aquele que o traiu.

VEJA A EXPRESSÃO (OS SEUS DOZE) SE TIVER OUTRO TEMOS QUE PERGUNTAR AO SENHOR JESUS SE REALMENTE ESSE É DELE!

OBSERVE QUE OS APÓSTOLOS NÃO LEVANTARAM NENHUM OUTRO APOSTOLO E OS COLOCOU SOB A IGREJA,
UM OUTRO FATOR IMPORTANTE E MERECE NOSSA ATENÇÃO É QUE O APOSTOLADO DE PAULO, TROUXE UMA SITUAÇÃO MUITO COMPLEXA PARA ELE, POR QUE MUITOS DOS APÓSTOLOS NÃO ACEITAVA A SUA POSIÇÃO COMO APOSTOLO, TANTO É QUE VEMOS POR DIVERSAS VEZES ELE TENDO QUE JUSTIFICAR O SEU CHAMADO, MAIS NO CASO DE PAULO FICA ENTRE ELE E DEUS.
Tendo tido Paulo e Barnabé não pequena discussão e contenda contra eles, resolveu-se que Paulo e Barnabé, e alguns dentre eles, subissem a Jerusalém, aos apóstolos e aos anciãos, sobre aquela questão. (Atos 15 : 2)
OBSERVE QUE NESSA PASSAGEM NEM PAULO NEM BARNABÉ É CHAMADO DE APOSTOLO, MAIS ELES FORAM TER COM OS APÓSTOLOS EM JERUSALÉM.
PAULO (chamado apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus), e o irmão Sóstenes, (I Coríntios 1 : 1)
A IGREJA DE CORINTIOS 1

OBSERVE QUE NESSE CASO ELE SE IDENTIFICA APOSTOLO SOMENTE PELA VONTADE DE DEUS E DO IRMÃO SÓSTENES (OU SEJA OS APÓSTOLOS NÃO RECONHECIA O SEU CHAMADO).

PAULO, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, e o irmão Timóteo, à igreja de Deus, que está em Corinto, com todos os santos que estão em toda a Acaia. (II Coríntios 1 : 1)

A IGREJA DE CORINTIOS 2

OBSERVE QUE NESSE CASO ELE SE IDENTIFICA APOSTOLO SOMENTE PELA VONTADE DE DEUS E DO IRMÃO TIMÓTEO (OU SEJA OS APÓSTOLOS NÃO RECONHECIAM O SEU CHAMADO COMO APOSTOLO).

PAULO, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, aos santos que estão em Éfeso, e fiéis em Cristo Jesus: (Efésios 1 : 1)


A IGREJA DE ÉFESO

OBSERVE QUE NESSE CASO ELE SE IDENTIFICA APOSTOLO SOMENTE PELA VONTADE DE DEUS.

PAULO, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, e o irmão Timóteo, (Colossenses 1 : 1)

A IGREJA DE COLOSSENSES

OBSERVE QUE NESSE CASO ELE SE IDENTIFICA APOSTOLO SOMENTE PELA VONTADE DE DEUS E DO IRMÃO TIMÓTEO (OU SEJA OS APÓSTOLOS NÃO RECONHECIAM O SEU CHAMADO COMO APOSTOLO).

UMA OUTRA OBSERVAÇÃO:


E ao redor do trono havia vinte e quatro tronos; e vi assentados sobre os tronos vinte e quatro anciãos vestidos de vestes brancas; e tinham sobre suas cabeças coroas de ouro. (Apocalipse 4 : 4) veja também: Ap. 4.10, 5.8
OBSERVE QUE NESSE CASO HÁ VINTE QUATRO TRONOS E VINTE E QUATRO ANCIÕES PROVAVELMENTE TEM UMA FORTE LIGAÇÃO COM OS APÓSTOLOS E OS PATRIARCAS DAS DOZE TRIBOS.
12 TRIBOS = REPRESENTADA PELOS SEUS PATRIARCAS

12 APÓSTOLOS

TOTAL 24
PROVAVELMENTE OS VINTE E QUATROS ANCIÕES ESTÁ LIGADO AOS PAIS OU PATRIARCAS DO VELHO TESTAMENTO E AOS PATRIARCAS DO NOVO TESTAMENTO ELES SERÃO HONRADOS.

O PRÓPRIO JESUS CRISTO DISSE:



Lucas 22.

29 E eu vos destino o reino, como meu Pai mo destinou,

30 Para que comais e bebais à minha mesa no meu reino, e vos assenteis sobre tronos, julgando as doze tribos de Israel.
Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono. (Apocalipse 3 : 21)
OBSERVAMOS AINDA QUE MUITOS ALMEJEM ESSA HONRA MAIS NÃO É COMO O HOMEM INTENTA, OS DOZE APOSTOLO JÁ TINHAM SIDO ESCOLHIDO E OS SEUS LUGARES JÁ ESTAVAM DESTINADO AO LADO DO PAI.
MAT.20.

21 E ele diz-lhe: Que queres? Ela respondeu: Dize que estes meus dois filhos se assentem, um à tua direita e outro à tua esquerda, no teu reino.

22 Jesus, porém, respondendo, disse: Não sabeis o que pedis. Podeis vós beber o cálice que eu hei de beber, e ser batizados com o batismo com que eu sou batizado? Dizem-lhe eles: Podemos.

23 E diz-lhes ele: Na verdade bebereis o meu cálice e sereis batizados com o batismo com que eu sou batizado, mas o assentar-se à minha direita ou à minha esquerda não me pertence dá-lo, mas é para aqueles para quem meu Pai o tem preparado.

d)Obreiro: Todo cristão que realiza a obra de Deus; Trabalhador; operário (1Cr 4.21; 2Tm 2.15). 2) Pessoa que pratica ou planeja (Sl 14.4).
FIGURAS DA IGREJA:
a)Pastor e ovelhas (Jo.10);

b)Videira e ramos (Jo.15);

c)Pedra Angular e as pedras do edifício (Ef.2:19-21);

d)Sumo-sacerdote e reino de sacerdotes(1 Pe 2);

e)Ultimo Adão e a nova Criação (Rm.5);

f)Cabeça e corpo (1Co.12;

g) Noivo e noiva; marido e esposa (Ef.5;Ap.19);

Fim de sua Época: Arrebatamento-(2 Ts.2; Ap.3:10-q1;1Ts.1:10).



12º ESCATOLOGIA: A DOUTRINA DA ULTIMAS COISAS
Escatologia significa Doutrina das Últimas Coisas e, portanto, tem como escopo o estudo das profecias concernentes ao fim desta era e a volta de Cristo.
I. A SEGUNDA VINDA DE CRISTO
A) Sua Realidade: Já no tempo dos apóstolos a segunda vinda de Cristo era

negada (IIPe.3:4), e ainda hoje encontramos pessoas que negam a realidade

desta doutrina. Por isso é necessário demonstrar, pelas Escrituras, a sua

realidade. Ela é estabelecida por vários testemunhos bíblicos:


1) Pelo Testemunho dos Profetas (Zc.14:3-5; Ml.3:1; Ez.21:26,27).
2) Pelo Testemunho de João Batista (Lc.3:3-6).
3) Pelo Testemunho de Cristo (Jo.14:2,3).
4) Pelo Testemunho dos Anjos (At.1:11).
5) Pelo Testemunho dos Apóstolos (Mc.13:26; Lc.21:27; IJo.3:1-3; Tg.5:7;

I Pe.1:7,13; ITs.4:13-18; Hb.9:27).


B) A Natureza da Segunda Vinda:
1) Não é Espiritual:
a) Como a vinda do Espirito Santo no Pentecostes.
b) Como na conversão do pecador.
c) Como na conversão do mundo, pela expansão do cristianismo

(Lc.18:8; IITs.2:13-12; ITm.4:1; Lc.17:26-30).


2) É Literal:
a) Pessoal e Corporal: A parousia indica presença pessoal (At.1:11; ITs.4:14-17). A palavra parousia é usada nas seguintes passagens: (Mt.24:3,27,37,39;

ICo.1:8;15:23; ITs.2:19; ITs.3:13;4:15;5:23; IITs.2:1; Tg.5:7; IIPe.1:16;3:4,12;

IJo.2:28; e nas seguintes passagens referindo-se a homens: (ICo.16:17; Fp.2:12;

IICo.10:10).


b) Visível: A apokalupsis indica a visibilidade da vinda do Senhor

(Ap.1:7,9-11; Mt.24:26,27,30; Lc.21:27; Tt.2:13; IJo.3:2,3; Is.52:8;

Os.5:15).

O termo apokalupsis é usado nas seguintes passagens: (Rm.8:19;

IITs.1:7; IPe.1:7,13;4:13).

Obs.: O termo epiphaneia (aparição, manifestação) é usado tanto

para o primeiro advento (IITm.1:10), como para o

segundo (IITs.2:8; ITm.6:14; IITm.4:1,8; Tt.2:13).


3) É Súbita (Ap.22:7,12,20; Mt.24:27).
4) É Iminente, do ponto de vista profético (Tt.2:13; Hb.9:28; ITs.1:9,10;

Rm.13:11).


5) É Próxima, do ponto de vista histórico (Lc.21:28; Mt.16:3;24:33;24:3).
6) Em duas Fases (Sf.2:3).

a) A primeira fase: O arrebatamento da igreja, nos ares (ITs.4:16,17;

Jo.14:3); a parousia..

b) A segunda fase: A revelação ao mundo, na terra (IITs.1:7-9;2:7,8;

Cl.3:4; Ap.1:7; Jl.3:11; ITs.3:11; Zc.14:4,5; Jd.14).
7) Analogias: Há na Bíblia algumas analogias interessantes a estes dois

aspectos da segunda vinda.

a) Davi: A volta de Davi da outra banda do Jordão depois de Abraão e seus

seguidores terem sido derrotados, a ida de Judá ao seu encontro, e a volta dos

dois juntos para Jesuralém (IISm.19:10-15,40; IISm.20:1-3).

b) Joiada: A revelação particular de Joiada aos capitães e aos cários, e sua

revelação pública um pouco mais tarde (IIRs.11:4-12).

c) Pedro: O encontro de Pedro com Jesus, andando sobre as águas. Pedro foi até

Ele, e os dois voltaram juntos para o barco (Mt.14:22-34).

d) Paulo: Quando Paulo aproximou-se de Roma, os irmãos foram ao seu

encontro e todos voltaram juntos para a capital (At.18:15,16).

e) Isaque: O encontro de Isaque com Rebeca (Gn.24). Neste trecho Abraão é um

tipo de um Rei que faria o casamento de seu Filho (Mt.22:2). O Servo anônimo

um tipo do Espirito Santo, que não fala de si mesmo mas das coisas do Noivo

para conquistar a noiva (Jo.16:13,14), e que enriquece a noiva com presentes do

Noivo (ICo.12:7-11; Gl.5:22-23), e que traz a noiva ao encontro do Noivo

(At.13:4;16:6-7; Rm.8:11; ITs.4:14-17). Rebeca é um tipo da igreja, a virgem noiva

de Cristo (Gn.24:16; IICo.11:2; Ef.5:25-32). Isaque, um tipo do Noivo, a quem não

havendo visto, a noiva ama através do testemunho do Servo anônimo (IPe.1:8), e

que sai ao encontro de Sua noiva para recebê-la (Gn.24:63; ITs.4:14-17). Estes

incidentes não provam a teoria, mas ilustram a dupla natureza da volta de Cristo.
8) Pré-Tribulacional: A primeira fase (Ap.3:10).
9) Pré-Milenista: A primeira e segunda fase (IITm.2:12).
C) Os Sinais Precedentes da Segunda Vinda:

1) Sinais nos Céus (Lc.21:25a).

2) Sinais na Terra (Lc.21:25b; Mt.19:28;24:6-8).

a) Terremotos (Mt.24:7).

b) Pestes (Mt.24:7).

c) Guerras e fome (Mt.24:7).

d) Progresso científico (Dn.12:4; Na.2:4).

e) Apostasia (ITm.4:1; IITm.4:1-4; IIPe.2:1,2).

f) Tempos difíceis (IITm.3:1-5; Tg.5:1-8).
II. A TRIBULAÇÃO - Imediatamente após o arrebatamento da igreja inicia-se um

período de tempo, na terra, que a Bíblia chama de tribulação.


A) Tipos de Tribulação: Os teólogos se dividem em três diferentes correntes
1) Mid-Tribulacionistas: Os defensores desta opinião acreditam que a igreja vai

passar pela primeira metade da tribulação, e será arrebatada no meio (mid) dos

dois períodos de três anos e meio cada. Seus defensores citam At.14:22 para

fundamentar esta opinião.


2) Pós-Tribulacionistas: Estes acreditam que a igreja passará por todo o período

da tribulação, e será arrebatada apenas após a tribulação, por ocasião da

segunda vinda de Cristo. Eles não distinguem a segunda vinda em duas fases.
3) Pré-Tribulacionistas: Os defensores desta doutrina acreditam que a igreja não

passará pela tribulação, pois será arrebatada antes que ela se inicie(Ap.3:10;

Rm.5:9; ITs.1:10;5:9)
B) O Período da Tribulação: Segundo as Escrituras o período da tribulação é de

sete anos, um período que será abreviado por causa dos eleitos (Mt.24:22).


1) Identificado com a 70 semana: A tribulação é também chamada de

septuagésima semana de Daniel. Deus revelou a Daniel que 70 semanas de anos

(Ez.4:5,6; Gn.29:27; Lv.25:8; Dn.9:2,24) estavam determinada sobre Israel. Estas

70 semanas inciaram-se com a volta de Neemias e com a reconstrução dos

muros e da cidade de Jerusalém (Dn.9:25; Ne.2:1-8). O sacrifício de Cristo na cruz

ocorreu depois da 69 semana (Dn.9:25), bem como a destruição de Jerusalém

em 70 d.C. A última semana, ou seja a septuagésima, mencionada em Dn.9:27,

ainda não se cumpriu, demonstrando que há uma quebra na sucessão das

semanas, por um período de tempo indeterminado, entre a 69 e a 70 semana,

período este reservado para os gentios (Lc.21:24).


2) Dividido em dois Períodos: Esta última semana divide-se em dois períodos de três anos e meio cada um.

a) Anos: A expressão "um tempo, tempos e metade de um tempo" (Dn.7:25;12:7;

Ap.12:14) se refere a "um ano, dois anos e metade de um ano", o que eqüivale a

"três anos e meio".

b) Meses: Este período de três anos e meio eqüivale ao período de "quarenta e

dois meses" mencionado na Bíblia (Ap.11:2;13:5).

c) Dias: O mesmo período também identificado na Bíblia por dias: "1.260 dias"

(Ap.11:3;12:6; Dn.12:11,12).


3) A Primeira Metade da Tribulação:

a) Aliança de Israel com o Anticristo (Dn.9:27; Jo.5:43; Is.28:14-18).

b) As duas testemunhas (Ap.11;3).

4) A Segunda Metade da Tribulação: Chamada de grande tribulação ou angústia

de Jacó (Mt.24:21; Jr.30:7; Dn.12:1).

a) Perseguição aos judeus (Ap.11:2;12:6,14).

b) Perseguição aos convertidos (Ap.7:13,14).

c) A besta política, o Anticristo (Ap.13:1-10).

d) A besta religiosa, o Falso Profeta (Ap.13:11-18).

e) Os 144.000 judeus (Ap.7:4-8;14:1-5).

f) Abominação desoladora (Dn.9:27;12:11; Mt.24:15; Ap.13:14,15; IITs.2:9).
III. O MILÊNIO

Depois da tribulação Cristo voltará à terra com Seus santos e inaugurará o reino

milenial (Ap.20:2-7). A palavra millennium vem do latim mille e annus que

significa mil anos. O termo grego usado na Bíblia é chiliasm (quiliasmo).


A) Tipos de Milênio:
1) Amilenistas: Os que defendem esta posição não crêem na literalidade do reino

milenial. Para eles o milênio é uma realidade puramente espiritual, que se

estende do primeiro advento ao segundo advento de Cristo, período este que já

se completou quase 2.000 anos, e que culminará na grande tribulação para

restauração da igreja e o progresso do testemunho do evangelho.
2) Pós-Milenistas: Tal como os amilenistas, os pós-milenistas colocam a segunda

vinda e o arrebatamento da igreja depois do milênio e da tribulação. eles

identificam a tribulação com a revolta de Gogue e Magogue (Ap.20:8,9). Os

pós-milenistas acreditam que a história avança em direção à cristianização do

mundo pela igreja, e que haverá um milênio futuro de duração indeterminada.
3) Pré-Milenistas: Para estes o milênio é futuro e literal de mil anos na terra, que

vem precedido pela tribulação, e é posterior a segunda vinda. Há dois tipos de

pré-milenismo, a saber:
a) Pré-Milenismo Histórico: Colocam o milênio depois da tribulação, mas crêem

que a tribulação será um período breve e indeterminado de aflição.


b) Pré-Milenismo Dispensacionalista: Estes vinculam a tribulação à 70 semana de

Daniel, e, assim, baseado nela, consideram a sua duração por um período de sete

anos.
B) A Natureza do Milênio:

1) Cristo Reinará (Zc.14:9).

2) Davi Reinará (Ez.34:23,24;37:24; IICr.13:5; At.15:16).

3) Os Crentes Reinarão (Dn.7:18; Ap.5:10).

4) Haverá Justiça (Is.32:1; Sl.66:3;81:15; Zc.14:17-19).

5) Haverá Conhecimento de Deus (Is.11:9; Jr.31:34).

6) Haverá Paz (Is.2:4;9:6,7).

7) Haverá Prosperidade (Is.35:1,2;51:3; Am.9:13).

8) Haverá Longevidade de Vida (Is.65:20;33:24).
IV. AS RESSUREIÇÕES
A) Ensinada pelo Antigo Testamento (Jó 19:25-27; Sl.16:9-11;17:15; Is.26:19;

Os.13:14; IIRs.4:32-35;13:20,21 IRs.17:17-24; Dn.12:2).

B) Ensinada pelo Novo Testamento (Jo.5:21,28,29; IPe.1:3 At.26:8,22,23;23:6-8;

Jo.6:39,40,44,54; Lc.14:13,14;20:35,36; ICo.15:22,23; ITs.4:14-16; Fp.3:11;

Ap.20:4-6,13,14; Jo.11:41-44; Lc.7:12-15;8:41,42,49-56; Mt.27:52,53; Mt.28;

Jo.20).


C) A Natureza da Ressurreição:

1) Universal (Jo.5:28,29).

2) Dupla (Dn.12:2; Ap.20:4,5).

a) A primeira ressurreição: Em cinco etapas:

- Cristo: as primícias (ICo.15:23a; Mt.27:52,53).

- Igreja: pré-tribulacionista (talvez representada por Enoque Hb.11:5;ICo.15:23b;

ITs.4:13-15).

- Duas testemunhas: mid-tribulacionista (Ap.11:11).

- Mártires da grande tribulação e santos do Antigo Testamento: pós-

tribulacionista (Dn.12:1; Is.26:19; Ez.37:12-14; Ap.20:4).

- Salvos do milênio: pós-milenista.

b) A segunda ressurreição (Jo.5:29b; Ap.20:5a,12-14).

D) Características do Corpo Ressuscitado:

1) Do Crente:

a) Identificado com o corpo sepultado (Jó 19:25-27; Lc.24:31; At.7:55,56).

b) Semelhante ao de Cristo (IJo.3:2).

c) Real (Lc.24:39).

d) Livre de limitações terrenas (Jo.20:19).

2) Do Incrédulo: Mortal e corrupto (Mt.5:29;10:28; Ap.20:12,13;21:8; Gl.6:7,8).
V. OS JULGAMENTOS:

A) O Juiz:

1) Deus (Rm.1:32;2:2,3,5,6;14:12; Sl.9:7,8;96:13).

2) Cristo (Rm.2:16;14:10-12; At.17:31; Jo.5:22,23,27; IICo.5:10; At.10:42;

IITm.4:1).

3) Os Santos como Auxiliares (Sl.149:9; Ap.2:26;3:21; ICo.6:2,3).

B) Natureza do Julgamento:

1) Bema = Tribunal (ICo.4:5; Ap.22:12; ICo.3:13-15; Jo.5:24; IICo.5:10).

2) Israel (Sl.50:1-7; Is.1:2,24,26; Ez.20:30-44; Jl.3:2; Ml.3:1,17; Mt.25:31,32;

Zc.14:1,2).

3) Gentios (Sl.9:7,8;96:12,13; Zc.14:1,2; Mt.25:31,32).

4) Besta e Falso Profeta (Ap.19:20).

5) Anjos (Mt.25:41; ICo.6:3; Jd.6; IIPe.2:4).

6) Satanás (Ap.20:10).

7) Juízo Final = Trono branco (Ap.20:5a,11; At.24:14; Jo.5:29;

Ap.20:12,13,15;21:8; ICo.4:5;15:28; Hb.9:27; Rm.2:5,6; Mt.12:36; IICo.5:10).



AS SETE DISPENSAÇÕES


1a. Dispensação: INOCÊNCIA:

RESPONSABILIDADE: NÃO COMER

  E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.    E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.  (Genesis 1:27-28)

  Mas


Catálogo: data -> documents
documents -> Convenio fenipe/asgo/fatefina promoção dos 300. 000 Cursos 90% Grátis Pelo Sistema de Ensino a Distancia – sed cnpj º 21. 221. 528/0001-60 Registro Civil das Pessoas Jurídicas nº 333 do Livro a-l das Fls
data -> A importância da família na escola para o desenvolvimento do ensino aprendizagem
data -> Regulamento do concurso escolar
documents -> Entidade Educacional Com Jurisdição Nacional
documents -> Escrever não é nenhum bicho de sete cabeças, é um bicho de pelo menos umas quatorze cabeças
documents -> Ficha de marcaçÃo nº  
documents -> A igreja Em Sua Casa!
documents -> Convenio fenipe e fatefina promoção dos 300. 000 Cursos Grátis Pelo Sistema de Ensino a Distancia – sed cnpj º 21. 221. 528/0001-60 Registro Civil das Pessoas Jurídicas nº 333 do Livro a-l das Fls
documents -> Convenio fenipe e fatefina promoção dos 300. 000 Cursos Grátis Pelo Sistema de Ensino a Distancia – sed cnpj º 21. 221. 528/0001-60 Registro Civil das Pessoas Jurídicas nº 333 do Livro a-l das Fls
documents -> Convenio fenipe e fatefina promoção dos 300. 000 Cursos Grátis Pelo Sistema de Ensino a Distancia sed


Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal