Certa manhã, o céu ficou coberto de nuvens e delas começaram a cair umas bolinhas brancas, era neve !



Baixar 52.41 Kb.
Encontro27.07.2016
Tamanho52.41 Kb.
A formiga e a neve
Certa manhã, o céu ficou coberto de nuvens e delas começaram a cair umas bolinhas brancas , era neve !

As montanhas ficaram brancas , estava tanto frio que nem se podia andar na rua .

O vento corria que nem um louco, vergando as árvores nuas , que já não tinham as folhinhas para as proteger do frio!

A formiguinha trabalhadora, como habitual, foi buscar uma semente para o seu celeiro de Inverno, mas hoje foi apanhada pelo nevão e o seu pezinho ficou preso na neve . Muito aflita, ela pediu á neve:

- Ó neve , tu és tão forte que o meu pé prendes!

- Mais forte do que eu é o sol que me derrete! Respondeu a neve!

- Oh sol , tu és tão forte que derretes a neve , que o meu pé prende! - disse a formiga, virando-se para o sol.

- Mais forte do que eu é a nuvem que me tapa! - respondeu o sol.

- Oh nuvem , tu és tão forte que tapas o sol , que derrete a neve , que o meu pé prende!

- Mais forte que eu é o vento que me empurra! - respondeu a nuvem.

- Oh vento , tu és tão forte que empurras a nuvem , que tapa o sol, que derrete a neve , que o meu pé prende!

- Mais forte do que eu é a parede que não me deixa passar! – disse o vento.

- Oh parede , tu és tão forte que não deixas passar o vento , que empurra a nuvem , que tapa o sol , que derrete a neve , que o meu pé prende!

- Mais forte do que eu é o rato que me fura! – respondeu a parede

- Oh rato , tu és tão forte que furas a parede, que não deixa passar o vento, que empurra a nuvem que tapa o sol , que derrete a neve , que o meu pé prende!

- Mais forte que eu é o gato que me come! – disse o rato

- Oh gato , tu és tão forte que comes o rato , que fura a parede, que não deixa passar o vento , que empurra a nuvem , que tapa o sol , que derrete a neve , que o meu pé prende!

- Mais forte que eu é a mulher que me trata! – respondeu o gato.



- Oh mulher , tu és tão forte, que tratas do gato, que come o rato, que fura a parede, que não deixa passar o vento , que empurra a nuvem, que tapa o sol , que derrete a neve que o meu pé prende!

Então a mulher retirou cuidadosamente a patinha da formiga da neve e, assim ela pôde ir para casa !


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal