Chão de giz Zé Ramalho Intro: g d/F# Em c d d4 d g eu desço dessa solidão, Bm7 Em disparo coisas sobre um chão de gizcdg em



Baixar 2.17 Mb.
Página1/17
Encontro05.08.2016
Tamanho2.17 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   17
Chão de giz

Zé Ramalho

Intro: G D/F# Em C D D4 D

G

Eu desço dessa solidão,

Bm7 Em

disparo coisas sobre um chão de giz

C D G Em

Há meros devaneios tolos a me torturar

C D

Fotografias recortadas

G Em

de jornais de folhas amiúde

Am Bm7 Am D

Eu vou te jogar num pano de guardar confetes

Am Bm7 Am D

Eu vou te jogar num pano de guardar confetes

G

Disparo balas de canhão,

Bm7 Em

é inútil pois existe um grão vizir

C D G Em

Há tantas violetas velhas sem um colibri

C D

Queria usar quem sabe

G Em

uma camisa de força ou de vênus

Am Bm7 Am D

Mas não vão gozar de nós apenas um cigarro

Am Bm7

Nem vou lhe beijar

Am D D4

gastando assim o meu batom
Introdução
G Bm7

Agora pego um caminhão, na lona vou a nocaute

Em

outra vez

C D G Em

Pra sempre fui acorrentado no seu calcanhar

C D G

Meus vinte anos de "boy, that's over, baby",

Em

Froid explica

Am Bm7 Am D

Não vou me sujar fumando apenas um cigarro

Am Bm7

Nem vou lhe beijar

Am D

gastando assim o meu batom

Am Bm7

Quanto ao pano dos confetes já passou meu

Am D

carnaval

Am Bm7

E isso explica porque o sexo

Am D

é assunto popular

Am Bm7

no mais estou indo embora 3x

Am D D4 D

No mais...
Intro.

Final: G Am Bm C Bm Am G

Cowboy fora-da-lei

Raul Seixas

Intro: C D G Em C D G

G

Mamãe não quero ser prefeito

Bm

Pode ser que eu seja eleito

G Em D

E alguém pode querer me assassinar

C D

Eu não preciso ler jornais

G Em

Mentir sozinho eu sou capaz

C D G

Não quero ir de encontro ao azar

Papai não quero provar nada

Bm

Eu já servi a Pátria amada

G Em D

E todo mundo cobra a minha luz

C D

Oh, coitado, foi tão cedo

G Em

Deus me livre, eu tenho medo

C D G

Morrer dependurado numa cruz

C D G

Eu não sou besta pra tirar onda de herói

Em C

Sou vacinado, sou cowboy

D G

cowboy fora-da-lei

C D G

Durango kid só existe no gibi

Em C

E quem quiser que fique aqui

D G

entrar pra história é com vocês

G

Mamãe não quero ser prefeito

Bm

Pode ser que eu seja eleito

G Em D

E alguém pode querer me assassinar

C D

Eu não preciso ler jornais

G Em

Mentir sozinho eu sou capaz

C D G

Não quero ir de encontro ao azar

Papai não quero provar nada

Bm

Eu já servi à Pátria amada

G Em D

E todo mundo cobra minha luz, minha luz

C D

Oh, coitado, foi tão cedo

G Em

Deus me livre eu tenho medo

C D G

Morrer dependurado numa cruz

C D

Eu não sou besta pra tirar onda

G

de herói

Em C

sou vacinado, sou cowboy

D G

Cowboy fora-da-lei

C D G

Durango kid só existe no gibi

Em C

E quem quiser que fique aqui

D G

Entrar pra história é com vocês

C D

Eu não sou besta pra tirar onda

G

de herói

Em C

Sou vacinado, sou cowboy

D G

cowboy fora-da-lei

C D G

Durango kid só existe no gibi

Em C

E quem quiser que fique aqui

D G

Entrar pra história é com vocês
Exagerado

Cazuza

Intro: (G D C)
G D C

Amor da minha vida

G D C

Daqui até a eternidade

Em D

Nossos destinos foram traçados

C Am Bm D

Na maternidade

G D C

Paixão cruel, desenfreada

G D C

Te trago mil rosas roubadas

Em D

Pra desculpar minhas mentiras

B

e minhas mancadas

C

Exagerado

D

Jogado aos teus pés

G D C

Eu sou mesmo exagerado

Em D C Am Bm D

Adoro um amor inventado

G D C

Eu nunca mais vou respirar

G D C

Se você não me notar

Em D

Eu posso até morrer de fome

C Am Bm D

Se você não me amar

Em Bm

E por você eu largo tudo

F F#m5-/7

Vou mendigar, roubar, matar

Em Bm

Até nas coisas mais banais

F F#m5-/7 B7

Pra mim é tudo ou nunca mais

C

Exagerado

D

Jogado aos teus pés

G D C

Eu sou mesmo exagerado

Em D C Am Bm D

Adoro um amor inventado
Em Bm

E por você eu largo tudo

F F#m5-/7

Carreira, dinheiro, canudo

Em Bm

Até nas coisas mais banais

F F#m5-/7 B7

Pra mim é tudo ou nunca mais

C

Exagerado

D

Jogado aos teus pés

G D C

Eu sou mesmo exagerado

Em D C Am Bm D

Adoro um amor inventado

G D

Jogado aos teus pés

C G

Com mil rosas roubadas

D C

Exagerado

Em D C Am Bm D

Eu adoro um amor inventado

G D C

Jogado aos seus pés, bem melhor

G D C

Eu sou mesmo exagerado

Em D C Am Bm D

Adoro um amor inventado.
Na Rua, na chuva e na fazenda

Kid Abelha

Intro: A C D A 2x
Dm7

Não estou disposto

A7+

a esquecer seu rosto de vez

e acho que é tão normal

Dm7

Dizem que sou louco

A7+

por eu ter um gosto assim

Gostar de quem não gosta de mim

Dm7 G Dm7

Jogue suas mãos para o céu

G C7+

e agradeça se acaso tiver

F7+ C7+

Alguém que você gostaria que

F7+ Bm7

Estivesse sempre com você

E Bm7 E

Na rua, na chuva, na fazenda, ou numa casinha

A C D A

de sapê.
Jardins da Babilonia

Rita Lee

C F

Suspenderam os jardins da Babilônia

C

E eu prá não ficar por baixo

G F G

Resolvi botar as asas prá fora, porque

C

Quem não chora dali,

F

não mama daqui, diz o ditado

C G

Quem pode, pode, deixa os acomodados

F G

que se incomodem
Am F

Minha saúde não é de ferro não

Am D

Mas meus nervos são de aço

C G/B Am

Prá pedir silêncio eu berro,

Am/G F G

prá fazer barulho eu mesma faço, ou não
C F

Mas pegar fogo nunca foi atração de circo

C

Mas de qualquer maneira

G F G

Pode ser um caloroso espetáculo, então

C

O palhaço ri dali, o povo chora daqui,

F

e o show não pára

C G

E apesar dos pesares do mundo

F G

Vou segurar esta barra
Refrão
Me chama

Lobão

Intro: D D7+ D7 G7+ Bm A G7+
D D7+ D7 G7+

Chove lá fora e aqui, faz tanto frio

Bm A G7+

Me dá vontade de saber

D D7+ D7

Aonde está você

G7+

Me telefona

Bm A G7+

Me chama, me chama, me chama

Bm

Nem sempre se vê

A Bm A Bm

Lágrimas no escuro, lágrimas no escuro

A G7+

Lágrimas, cadê você
D D7+ D7

Tá tudo cinza sem você

G7+

Tá tão vazio

Bm A G7+

E a noite fica assim porque

D D7+ D7 G7+

Aonde está você, me telefona

Bm A G7+

Me chama, me chama, me chama

Bm

Nem sempre se vê

A Bm A Bm

Mágicas no absurdo, mágicas no absurdo

A G7+

Mágicas, cadê você
Óculos

Paralamas do Sucesso

Intro: (E A B) (C#M A) B
E A

Se as meninas do Leblon

B

Não olham mais pra mim

Eu uso óculos

E

E volta e meia

A B

Eu entro com meu carro pela contramão

Eu tô sem óculos

E

Se eu tô alegre

A B

Eu ponho os óculos e vejo tudo bem

E A

Mas se eu tô triste eu tiro os óculos

B

Eu não vejo ninguém
C#m A C#m

Por que você não olha pra mim?

C#m A

Me diz o que é que eu tenho de mal

C#m A

Por que você não olha pra mim?

B (E A B)

Por trás dessa lente tem um cara legal

Oi Oi Oi
E A B

Eu decidi dizer que eu nunca fui o tal

E A

Era mais fácil se eu tentasse

B

fazer charme de intelectual

E

Se eu te disser

A B

Periga você não acreditar em mim

E A

Eu não nasci de óculos

B

Eu não era assim
C#m A

Por que você não olha pra mim?

C#m A

Me diz o que é que eu tenho de mal

C#m A

Por que você não olha pra mim?

B

Por trás dessa lente tem um cara legal

C#m A

Por que você não olha pra mim?

C#m A

Por que você diz sempre que não?

C#m A

Por que você não olha pra mim?

B

Por trás dessa lente também bate um coração
Bete Balanço

Barão Vermelho

Intro: (Em D) (B A)
(Em D)

Pode seguir a tua estrela

O teu brinquedo de 'star'

(Am C)

Fantasiando em segredos

(Em D)

O ponto aonde quer chegar

O Teu futuro é duvidoso

Eu vejo grana eu vejo dor

(Am C)

No paraíso perigoso

(Em D)

Que a palma da tua mão mostrou
B

Quem vem com tudo não cansa

C B

Bete balanço, meu amor

C G (Em D)

Me avise quando for a hora
Bm4 F#m

Não ligue pra essas caras tristes

Bm4 E D C

Fingindo que a gente não existe

Bm4 F#m

Sentadas são tão engraçadas

Bm4 Am

Dona das suas salas.
Solo
(Em D)

Pode seguir a tua estrela

O teu brinquedo de 'star'

(Am C)

Fantasiando em segredos

(Em D)

O ponto aonde quer chegar

O Teu futuro é duvidoso

Eu vejo grana eu vejo dor

(Am C)

No paraíso perigoso

(Em D)

Que a palma da tua mão mostrou
B

Quem vem com tudo não cansa

C B

Bete balanço, meu amor

C G (Em D)

Me avise quando for a hora

B

Quem tem um sonho não dança

C B

Bete balanço, Por Favor

C G (Em D)

Me avise se ela for embora
A sombra da maldade

Cidade Negra

Gm Cm

Eu sei que ela nunca mais apareceu

Na minha vida

Dm

Minha mente

Gm

Novamente

Eu sei que o que ficou

Cm

Não desapareceu

A minha vida

Dm

Muda sempre

Gm

Lentamente

Como a lua,

Cm

Que da voltas pelo céu

E mexe,

Dm

Tanto com o presente

Gm

Quanto o ausente

Eu sei, eu sei, eu sei,

Cm

Eu sei, eu sei, eu sei,

Não sou vidente

Dm

Mas sei o rumo

Gm

Do seu coração
Dm

Permita

Cm

Que o amor

Invada sua casa,

Dm

Coração

Cm

Que o amor

Invada sua casa,

Dm

Coração

Cm

Que o amor invada sua casa,

Gm

Saia, não vaia,

Cm

Não caia na navalha

Dm

Que corta a tua carne

Gm

E sangra tudo o que você precisa

Cm Dm (Gm Cm Dm)

Descobrir

Onde você mora

Cidade negra

Intro: G D C Am
G D |

Amor igual ao teu |

C Am |

Eu nunca mais terei |

G D |

Amor que eu nunca vi igual |

C Am |

Que eu nunca mais verei |

G | 2

Amor que não se pede |

D | Vezes

Amor que não se mede |

C Am |

Que não se repete |

G |

Amor que não se pede |

D |

Amor que não se mede |

C Am |

Que não se repete |

|

D

Você vai chegar em casa

Eu quero abrir a porta

Aonde você mora

C Bm Am

Aonde você foi morar

Aonde foi

D

Não quero estar de fora

Aonde esta você

Eu tive que ir embora

C Bm Am

Mesmo querendo ficar

Agora eu sei

E

Eu sei que eu fui embora

Eb D

Agora eu quero você

G

De volta pra mim

D

Amor igual ao teu

C Am

Eu nunca mais terei

G D

Amor que eu nunca vi igual

C Am

Que eu nunca mais verei

G

Amor que não se pede

D

Amor que não se mede

C Am

Que não se repete

G

Amor que não se pede

D

Amor que não se mede

C Am

Que não se repete

G D

Amor igual ao teu

C Am

Eu nunca mais terei

G D

Amor que eu nunca vi igual

C Am

Que eu nunca mais verei

G

Amor que não se pede, amor

D

Amor que não se mede

C Am

Que não se repete

D

Você vai chegar em casa

Eu quero abrir a porta

Aonde você mora

C Bm Am

Aonde você foi morar Aonde foi

D

Não quero estar de fora

Aonde esta você

Eu tive que ir embora

C Bm Am

Mesmo querendo ficar

Agora eu sei

E

Eu sei que eu fui embora

Eb D

Agora eu quero você

G

De volta pra mim

D

Amor igual ao teu

C Am

Eu nunca mais terei

G D

Amor que eu nunca vi igual

C Am

Que eu nunca mais verei

( G D C Am )

Nunca, nunca.....
O beco

Paralamas do sucesso

(Bm A)

No beco escuro explode a violência

Eu tava preparado

Descobri mil maneiras de dizer o teu nome

Com amor, ódio, urgência

Ou como se não fosse nada
No beco escuro explode a violência

Eu tava acordado

Ruinas de igrejas, seitas sem nome

Paixão, insônia, crença, liberdade vigiada
No beco escuro explode a violência

No meio da madrugada

Com amor, com ódio, urgência

Ou como se não fosse nada
Mas nada perturba o meu sono pesado

Nada levanta aquele corpo jogado

Nada atrapalha aquele bar ali na esquina

Aquela fila de cinema

Nada mais me deixa chocado

Nada

Faz parte do meu show

Cazuza

Intro: C7+ F7+
C7+ Bb7+

Te pego na escola e encho tua bola com todo meu amor

C7+ Bb7+

Te levo prá festa e testo teu sexo com ar de professor

Ab7+

Faço promessas malucas

Db7+

tão curtas quanto um sonho bom

Ab7+

Se eu te escondo a verdade,

Db7+

baby, é prá te proteger da solidão
C7+

Faz parte do meu show,

Ab7+ C7+ F7+

faz parte do meu show, meu amor
C7+
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   17


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal