CIÊncia moral teórica positiva



Baixar 1.76 Mb.
Página1/23
Encontro08.08.2016
Tamanho1.76 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   23


CIÊNCIA MORAL TEÓRICA POSITIVA


OU

SINTESE SUBJETIVA DA MORAL CIENTÍFICA.

ou

//A Bíblia Científica //



// O Testamento Moderno Científico //

// O Futuro Testamento //


SISTEMA UNIVERSAL DAS CONCEPÇÕES, PRÓPRIAS AO ESTADO NORMAL DA HUMANIDADE.

Segundo Augusto Comte
Por P. A . Lacaz

INDICE


Assunto Pagina
Dedicatória / Agradecimento

Resumo sobre a Doutrina Positivista

Prefácio

Filosofia Primeira

Filosofia Segunda

Resumo da Ciência Moral Teórica Positiva


Primeiro Capítulo – Teoria Cerebral

Funções Interiores

Funções Exteriores

Enervação


Segundo Capítulo – Teoria do Gran Ser

Família


Pátria

Humanidade


Terceiro Capítulo – Teoria da Unidade

União


Unidade

Continuidade


Quarto Capítulo – Teoria da Vida

Existência

Saúde

Enfermidade


Quinto Capítulo – Teoria do Sentimento

Individualidade

Sociabilidade

Moralidade


Sexto Capítulo – Teoria da Inteligência

Razão Abstrata

Razão Concreta

Harmonia Mental


Sétimo Capítulo – Teoria da Atividade

Atividade Prática

Atividade Filosófica

Atividade Poética


Oitavo Capítulo – Conclusão

Síntese


Simpatia

Religião
Nono Capítulo – Lista das Referências, com as Obras de Augusto Comte,

indicadas no texto.
Décimo Capítulo – Moral Tecnológica – Moralcracia – Sugestão à ONU.
Décimo Primeiro Capítulo - Anexos

Anexo I A : Tópicos do Curso sobre Moral Positiva deixado por Augusto Comte, Instituindo o Conhecimento da Natureza Humana.– Introdução à Filosofia Primeira; Moral Prática – Instituindo o Aperfeiçoamento da Natureza Humana.
Anexo I B : Resumo do Programa sobre a Filosofia Segunda.( Augusto Pernetta)
Anexo II : Bibliografia.
Anexo III : Sistema Nervoso Central - Parte Fisiológica – Aspecto

Funcional – Dinâmico Morfofuncional – Sistema Límbico


Anexo IV : Química dos Seres Vivos.
Anexo V : Hormônios .- Fonte : Enciclopédica Encarta.

DEDICATÓRIA
Este livro é dedicado aos Jovens Civis, Militares e Sacerdotes, que tenham a intenção de libertar o Mundo das quatro pragas Humanas: As Guerras, as Doenças, as Misérias e as Corrupções, colocando o interesse da Pátria subordinado à Humanidade: Incorporando o Proletariado à Sociedade e subordinando o egoísmo ao Altruísmo.
Este livro não tem a intenção de ter elaborado a Moral Teórica, que Augusto Comte, referira em sua Obra Síntese Subjetiva, cuja redação foi impedida, pelo seu fatal falecimento, em 5 de setembro de 1857.
No entanto, este trabalho só foi possível, devido a competência, a capacidade, o Altruísmo e a situação, isto é, o Mérito do Chileno Luis Lagarrigue, que nasceu em 16/05/1864, por ter editado, o seu livro Síntese Subjetiva sobre a Moral, em 1943, que serviu de roteiro, para atingirmos este estágio de desenvolvimento, sobre esta Ciência, a Moral Teórica Positiva. Bem como Piérre Laffitte, discípolo direto do Mestre dos Mestres.
No texto encontramos referência às Obras de Augusto Comte.
O Dogma da Doutrina Positivista, pode produzir a convicção na Inteligência, mas não a conversão dos Sentimentos; se a Inteligência não tiver sido influenciada, pelo sentimento Altruísta – Apego, Veneração e Bondade – para com a Família, para com a Pátria e para com a Humanidade, respectivamente, nada se construiria.
Ainda é uma frágil esperança para aqueles que deixam a Vida, pensar na Futura Juventude, que saberá Amar, Conhecer e Servir melhor que nós, a Família, a Pátria e a Humanidade – isto é, o Gran Ser, assunto este, que nos foi revelado por Augusto Comte, sob a “Santa” inspiração de Clotilde de Vaux.
Esta Juventude não só deverá cumprir o Dever Social e Moral Positivo, procurando pôr em prática os conhecimentos aqui registrados, para alcançar a verdadeira Felicidade Humana, com a plenitude do AMOR, da FÉ demonstrável e da Esperança no Progresso Humano.
Rendo também homenagem à Minha Mulher, Alfonsa Ana Orlando, por estar sempre ao meu lado, mesmo muitas vezes não compreendendo bem os fundamentos Positivistas, mas percebendo que a Doutrina Positiva quer o Bem, para construir um Paraíso aqui na Terra.

Saúde, Respeito e Fraternidade,


P. A . Lacaz / Moisés de 212 // Janeiro de 2001



AGRADECIMENTOS

Quero render minhas homenagens, à Academia Militar das Agulhas Negras – AMAN, na pessoa dos Militares Professores da Cadeira de Filosofia, que por estarem presentes no ano 212/2001, foram simpáticos às Idéias de Augusto Comte, como o foi, o Cel. Benjamin Constant Botelho de Magalhães, nosso Patrono da República Sociocrática Brasileira; e que me proporcionaram momentos de alegria, bem como por terem colaborado com sugestões no campo da informática, para finalização deste livro.



RESUMO SOBRE A DOUTRINA POSITIVISTA

PREFÁCIO DA MORAL

Filosofia Primeira – Filosofia Segunda

Resumo da Ciência Moral Teórica Positiva



RESUMO SOBRE A DOUTRINA POSITIVISTA

O

Positivismo

é

Uma Sã Política, Uma Filosofia e finalmente Uma

Doutrina da Humanidade,

Altruísta, Cientifica, Industrial e Pacífica; que tem por objetivo Incrementar o Progresso do Bem-Estar, Moral, Intelectual e Material de todas as sociedades humanas, que habitam este planeta Terra, e em todas as incursões interplanetárias, (desde que não se destrua esta atual morada), a serem executadas pelo Homem, sempre mantendo o equilíbrio ecológico, fruto direto do Amor ao Espaço, à Terra e à Humanidade, do contrário não haverá sobreviventes.
O Positivismo tem por finalidade colaborar para estabelecer uma Educação & uma Instrução, de cunho Altruístico, Científico, Industrial e Pacífico, a fim de criar uma ÚNICA Civilização Positiva.
O Ideal, é unir Todas as Culturas, até agora separadas do Ocidente e do Oriente, e quiçá Interplanetárias, sem que nada se perca e tudo se some. Os Pontos conflitantes, se moldarão e se entrosarão no Conjunto Positivo.
O Positivismo compreende três partes, que se Complementam e se Entrelaçam

1) Uma Doutrina e uma Moral Cientifica - Na Doutrina da Humanidade, é substituída a crença na Existência objetiva de todos os seres e fenômenos sobrenaturais, pela adoração e o entendimento da Trindade: Humanidade, Terra e Espaço, os três Seres Supremos - A Moral Positiva, pode ser resumida, como sendo, o conjunto das melhoras psíquicas ou seja, dos aperfeiçoamentos Afetivos, Intelectuais e das Ações Práticas; com sua respectiva influência sobre as outras partes e funções do Organismo Individual Humano, de maneira, a se pôr, cada vez melhor, no estado de ser útil a um outro Ser - Organismo Social .


Aqui subentende-se por outro, os laços de entendimento de três Seres Coletivos, dos mais e cada vez mais Grandiosos , que são :
A FAMÍLIA, A PÁTRIA e A HUMANIDADE
Esta MORAL regula também, as relações dos povos entre si, donde :
2) Uma Filosofia das Ciências - na qual concluímos que o Homem deve contar não só com ele próprio, para melhorar a sua sorte; não ser Individualista, e levar em conta a totalidade dos ensinamentos dos Seres Convergentes, passados, futuros e presentes, ou seja, com a Humanidade, donde, por sua vez:


  1. Uma Política Positiva - Sã Política - Esta Política, neste momento, já orienta espontaneamente a eliminação da guerra, e a formação de uma República dos Estados Unidos da Europa - apenas esboçado, como Comunidade Européia, União Européia, ou como Augusto Comte preconizou, de República Ocidental. Esta Política convida as Nações, a uma ação Fraternal, em vista da utilização em comum, dos recursos de todas as naturezas, que representam o Globo Terrestre e os seus Habitantes. Pretende-se hoje realizar A GLOBALIZAÇÃO, por vias da Economia; mas ela só existirá de fato quando a nossa espécie iniciá-la pela Via FRATERNAL !


O Positivismo repudia toda via de ação violenta para a transformação da Sociedade; ele entende, que devemos agir por meios de demonstração, persuasão, e sobretudo calcado na Moral Positiva.
Sem nada Impor, e também não mentir; isto é, Viver às Claras .

O Positivismo tem por Máxima, ou por Formula Sagrada :
O Amor por Princípio, e a Ordem por Base; o Progresso por Fim.

Sua formula Moral é:
VIVER PARA OUTREM,
sem Privilégios, sem Preconceitos, sem Vantagens; sem Reis e sem Sobrenatural; pelo Engrandecimento do Amor Universal; e Tendo Somente o Mérito ( a capacidade, a competência, a situação e o altruísmo) como Fator de Promoção; não deixando nunca, o excesso de ambição sobrepujar o fator mérito, para não se envergonhar; todos tem que possuir uma autocrítica, auxiliados pelos Futuros Sacerdotes da Humanidade, para conhecer o seu Nível de Competência, afim de não almejar algo, além de suas reais possibilidades; eliminando desta forma a Petulância, a Pretenciosidade e a Inveja .
Nenhuma profissão tem demérito, pois a Igualdade de Oportunidades deverá ser dada à Todos, Sem Exceção; e a Competência, será a Escala da Temperatura do Mérito .
O Positivismo, confirma que é a desigualdade, que provoca a união.
A Vergonha de ocupar uma posição por demérito, ou incompetência, será o fator de freio sobre as pretensões; e por conseguinte, ocorrerá mudança do rumo da Conduta; jamais, deixando que não haja Entusiasmo, seja lá por qualquer razão, principalmente com vista ao Bem Estar Social de Todos .
Tem que ocorrer, pela educação, o maior respeito para com os demais Seres Cultos, Inteligentes, Altruístas e com Moral Positiva, que para com os meramente Ricos ou para com os Políticos de hoje .
A Competência de saber gerar Lucro, é necessário, no entanto não é Tudo.

O Lucro, terá Destino Social .



O Capital, tem a sua origem e destino, no Social - Aristóteles



Desta forma, heis um Atalho, que pode ser reaberto, como um aceiro, para termos uma saída pacífica para o problema individual e social do Homem aqui na Terra.

Nem tudo, que aqui for dito, pode ser plenamente aplicado nos dias de hoje; no entanto, muita coisa pode ser planejada, como uma orientação de cunho Moral Positivo, para que possamos projetar, à Longuíssimo Prazo. Isto é, termos uma meta Social e Moral, à atingir.



O Positivismo, regulamenta e coordena os sentimentos, os pensamentos e as ações humanas, em torno do Gran Ser Social :

Família, Pátria e Humanidade,
por Meio de Uma Trindade:
A Sociocracia; que é o Regimen desta Doutrina ;
A Logosocia; que é o Dogma e A Sociolatria; que é o Culto .

Sociocracia :



A Sociocracia, disciplina o indivíduo , subordinando-o à Família;

disciplina a Família , subordinado-a à Pátria ;

e disciplina a Pátria ,subordinando-a à Humanidade .



*Se a Pátria não se subordina a Humanidade , desconhece

seus deveres, e se dedica a explorar as outras Pátrias, na Humanidade .

É dai , que se gera o Nacionalismo e as Guerras .
*Se a Família não se subordina a Pátria , desconhece seus deveres ,

e se dedica a explorar as outras Famílias na mesma Pátria, e na Humanidade. Assim se gera, o Capitalismo e a Miséria .
*Se o Indivíduo não se subordina a Família, desconhece seus deveres , invoca seus direitos e se dedica a explorar a outros indivíduos na Família, na Pátria e na Humanidade . Assim gera-se, o Individualismo e a Maldade .
* Preserva o Patrimônio Individual.
* Preserva as Classes Patronais e Proletárias
* Incorpora na Sociedade, sem conflito de Classes, o Trabalhador, que ainda hoje, nela está ancorado.
* Cria o Trabalhismo, em substituição ao capitalismo. Todos os Capitais : Intelectual, Moral e Material, têm suas origens no Social e aplicação no Social.


Logosocia:

A Logosocia coordena nossa vida de Pensamento Teórico e de Estudo Teórico, em torno de um Dogma Cientifico, ligado ao Gran-Ser : Família, Pátria e Humanidade.



Sociolatria :



* Desenvolve nossa vida afetiva de sentimento e de emoção, em torno do Culto ao Gran Ser : Família Pátria e Humanidade, por meio do sentimento de Veneração.( Venerar, é uma formar de amar; Amar o Superior, pela sua competência, capacidade, situação e altruísmo, isto é, pelo seu Mérito. Venerar, ou em menor escala, é Admirar, com respeito.

.
Amar, Conhecer e Servir ao Gran Ser Social, é o Destino da vida Humana.


(Humanidade, é o conjunto dos Seres convergentes, do passado do futuro e do presente, que concorreram, concorrerão e concorrem, para a melhoria do Bem Estar Social do Homem, na Terra. Entende-se por Ser, todas as imagens que chegam ao nosso cérebro, por meio, dos 8 sentidos ( tato, paladar, olfato, visão, audição, caloração, musculação, eletrição).


O Homem que percebeu, pela evolução humana, dos fatos objetivos ocorridos dentro da relatividade; e nada inventando subjetivamente; somente descobrindo e interligando fatos, registrados pela história, com o seu cérebro, privilegiadíssimo, de memória plena, e de elevadíssima inteligência e de grandíssimo altruísmo, foi o Senhor Augusto Comte, Mestre dos Mestres.
Isto tudo, que resumidamente foi apresentado, surgiu, no ainda maior centro de cultura do Mundo, na Europa, precisamente na França, em Paris, na segunda metade do século XIX.
Nove anos após a Revolução Francesa, nascia Augusto Comte, na Cidade de Montpellier, em uma época de grande conturbação e desordem mental e material, onde acabava de terminar na França, o regimen Monárquico Absolutista, onde 40 mil franceses, haviam sido guilhotinados, pelas suas ações, principalmente Imorais; e por outro lado, os Republicanos Municipalistas, não planejaram adequadamente, e também, não tiveram tempo para operacionalizar as Excelentes Idéias Revolucionárias. A balbúrdia e a anarquia reinavam; foi ai, que apareceu Napoleão Bonaparte, por meio do Imperialismo, colocou parte dos problemas franceses em ordem, e por outro lado, promoveu a desgraça da inflação, nos outros países europeus; Augusto Comte, com pouca idade, tomava conhecimento destas anomalias, benéficas e maléficas, para a melhoria da sociabilidade. Aos 16 anos, em 1814, entrava na Politécnica de Paris, no auge do regimen Imperialista Napoliônico.

Este jovem Prodígio, tinha a capacidade de ao ler um livro, e brincar com os seus colegas, em dizer, de traz para a frente, palavra por palavra, da última folha que acabara de ler. Além de memorizar, por longos períodos, tudo que lia, e ligar os fatos comuns, aos assuntos diversos, tirando as suas conclusões; era exponencialmente Hiperdotado, e com um sentimento altamente Altruísta, vernáculo este, criado por ele; que indica o inverso do egoísmo.


Na Praça da Sorbone, em Paris, existe uma estátua com um Busto de Augusto Comte, em homenagem, ao Maior Filósofo Positivo, ou Científico, que a Humanidade já possuiu.

No decorrer de sua vida, após ele ter criado a Ciência Sociologia, conheceu uma encantadora, dócil e hiper inteligente, senhora separada, CLOTILDE DE VAUX , que foi sua musa Inspiradora, que lhe mostrou as virtudes e defeitos da Mulher, e com isto, Augusto Comte definiu e delineou a Moral Positiva - Teórica e Prática; que expressam com muito mais profundidade, o que hoje é conhecido de uma forma muito confusa e superficial, como Psicologia e Pedagogia, respectivamente.


Além de ter concebido as 15 Leis Universais, isto é, a Filosofia Primeira ou Fatalidade Suprema, que são comuns as sete ciências básicas ou Filosofia Segunda,( Matemática, Astronomia, Física, Química, Biologia, Sociologia Positiva e Moral Positiva), completou com a Filosofia Terceira ,isto é, a Tecnologia, as Leis Naturais, do Dogma Positivo.


Exemplo :

Filosofia Segunda Filosofia Terceira ou Tecnologia



( Abstrata) (Concreta)

Ciência Matemática ------------Topografia
Ciência Sociologia ------------ Economia
Ciência Moral Positiva --------Disciplinas
Como ilustração, vamos às Disciplinas, que são as aplicações Tecnológicas da Ciência Moral Positiva; disciplinas estas, que não bloqueiam a criatividade , e por isso, não atrapalham o desenvolvimento, tanto Sentimental, Intelectual e como o Material, do Ser Humano. :
1)Disciplina Individual Positiva - Ética

2)Disciplina Doméstica Positiva

3)Disciplina Cívica Positiva

3..1 A Disciplina Moral Positiva Propriamente Dita

3..2 A Disciplina Intelectual

3..3 A Disciplina Prática

4)Disciplina Positiva do Ocidente

5)Disciplina Planetária Positiva

PARA QUE HAJA PROGRESSO, NÃO BASTA SOMENTE NOS PREOCUPARMOS COM O CRESCIMENTO ECONÔMICO, TEM0S A NECESSIDADE DE CRIAR O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, PARA PROVOCARMOS A MELHOR DISTRIBUIÇÃO DE RENDA; E PARA ISSO, TEMOS QUE COLOCAR EM PRÁTICA, OS CONHECIMENTOS DA CIÊNCIA SOCIOLOGIA POSITIVA, UTILIZANDO UMA DAS SUAS APLICACOES TECNOLÓGICAS; ISTO É, A TECNOLOGIA ECONOMIA, COM BASE EM SENTIMENTOS ALTRUÍSTAS; COMPLEMENTADO POR UM REGIMEN, NÃO DEMODRÁTICO, E SIM O SOCIOCRÁTICO, COMO FORMA DE GOVERNO; E EM VEZ DE DEMOCRACIA CAPITALISTA, QUE PERTENCE A FASE METAFÍSICA DOS REGIMENS DE GOVERNO, DEVEMOS SIM, EVOLUIR PARA UM REGIMEN, A SOCIOCRACIA TRABALHISTA, QUE ESPRESSA, UMA FASE FINAL, CIENTIFICA E PACÍFICA, DE GOVERNO. Pois a forma Teologia de Regime, a Católico Feudal, já se extinguir, a muito tempo.
Por outro lado, para que haja Progresso, tem que haver Ordem; e para que haja Ordem, tem que haver Progresso; e o Progresso, tem que estar subordinado à Ordem; pois, se não, somente ocorrerá desordem e retrogradação.
Assim sendo, o Progresso é o Desenvolvimento da Ordem.
E também devemos não nos esquecer, de que o egoísmo, deve ficar subordinado ao Altruísmo; os direitos devem ficar subordinados aos Deveres; e a personalidade deve ficar subordinada à Sociabilidade, bem como o detalhes devem ficar subordinados ao geral, isto é; a analise subordinada à Síntese.
Para que isto tudo possa ocorrer, é necessário, por meio da Educação dos Sentimentos, pelo governo Espiritual, e não inicialmente, pela Política Temporal, isto é, pelo Governo Temporal; mesmo que esta seja uma Sã Política, virmos a modificar pouco a pouco, o nosso modo de sentir, pensar e agir.
Tudo isto, pode ser dito ainda, Utópico, mas jamais quimérico.
Depois desta noção sintética sobre o Positivismo, vamos detalhadamente, estudar, a Ciência Moral Positiva, e nos deter somente na Moral Teórica, deixando para outra oportunidade, para abordar em detalhe, a Moral Prática ou Tratado de Educação

  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   23


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal