Cindi Cinderela. Personagens: Cinderela



Baixar 28.55 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho28.55 Kb.
Cindi Cinderela.
Personagens:


  1. Cinderela: Jovem sofrida, que serve a ODETTE e sua filha como empregada. Seu maior sonho é conhecer a festa do reino das terras do Jaguari e poder nela dançar até altas horas...

  2. Odette Roitmann: Madrasta cruel, tirana. Maltrata Cinderela e quer que sua filha seja famosa se case com o príncipe Zorro.

  3. Belatrix: Filha mais velha da ODETTE. Trata muito mal Cinderela. Usa maquiagens exageradas e roupas estranhas.

  4. Chapeuzinho vermelho: Aparecerá para ajudar Cinderela em seu sonho...

  5. Príncipe Zorro: Jovem rico e herdeiro das terras do Jaguari e afins... Todas as moças o querem para marido... É bondoso, gentil e honesto.


Gênero:
Comédia/Infanto-juvenil.
Sinopse:
A peça é baseada da história Cinderela, mas com algumas misturas de outros contos infantis. Fala sobre sonhos, luta pela liberdade e da bondade.
(Cinderela está limpando o chão. Aparece Belatrix com roupas nas mãos)

BELATRIX:Ai, Cindi! Finalmente econtrarei o jardineiro real... Ele é tão lindo! Parece o P. Lanza! Aí faço igual aquela moça que entrou na Globo, viro atriz Global...

(Aparece ODETTE)



BELATRIX: Cinderela, passe minhas roupas! Hoje haverá o baile real e eu não posso perder. Além de dançar um funk gostoso, dessa vez tiro o pé da lama e me caso com o príncipe Zorro!

ODETTE: Cinderela! Anda logo com isso! Deve limpar a sala de cima, a sala de baixo, a cozinha da esquerda, a cozinha da direita, os dois banheiros, o porão e o quintal... Tudo isso em meia hora... Meia hora? Não... Dez minutos! E vou passar meu dedinho indicador para conferir!

BELATRIX: Não sabe qual é o indicador? Eu te mostro: Dedão, dedo grande, dedo maior que o grande, dedo pequeno que pode por anel de casamento e dedinho! Dedo indicador é... é... Qualé, mamili?

CINDERELA: Eu te ensino o correto, Belatrix: polegar, indicador, dedo médio, anelar e mindinho...

ODETTE: Mindinho, pequenininho... Igual você, Cinderela!

(Cinderela vai até as duas, perguntando)



CINDERELA: Escute, dona ODETTE... Se eu terminar a tempo, posso ir ao baile?

(ODETTE para Cinderela)



ODETTE: Claro, querida! Se você limpar tudo e passar nossas roupas pro baile, você pode ir, sim...

(Ela olha para sua filha e diz, debochando)



ODETTE: Se você tiver roupas...

(E elas saem rindo de Cinderela, que se entristece e ajoelha no chão)



CINDERELA: Ai, papai... Por que foi morrer tão jovem...? Queria tanto que estivesse aqui! Tenho certeza de que não estaria sofrendo... Com fome, trabalhando tanto... Elas jogam papel no chão, espalham comida por tudo aqui... E eu, sozinha, tenho que limpar... Sou como gente que nem comida tem... Muitas vezes pego os restos que sobram na panela para comer e não passar fome!

(Ela levanta e começa a dançar, logo pára)


CINDERELA: Devia ir a esse baile real. Querem arrumar uma noiva para o príncipe Zorro... Nenhuma princesa quer saber dele porque não sabe dançar junto! Imaginem... Eu casava com ele e pediam pra decretar a lei: a partir de hoje toda a madrasta chamada Odette Roitman devia tratar sua enteada Cindi Cinderela como filha, amando e respeitando... Queria tanto ir ao baile! Usar os passos de dança que meu pai me ensinou...
(E Cinderela começa a dançar pelo palco, parando pouco depois)
CINDERELA: Se eu tivesse uma roupa... Ai, podia alguém me ajudar! Meu padrinho, Sirius, sim, ele podia me ajudar... Se ao menos conseguisse falar com ele!

(Súbito, aparece a chapeuzinho vermelho diante de Cinderela)



CINDERELA: Quem é você?!

CHAPEUZINHO: Ai, menina... Vi a porta aberta e fui entrando, desculpe-me! Acho que me perdi...

CINDERELA (para o público): Alguém conhece essa garotinha?

CHAPEUZINHO: Meu apelido é Chapeuzinho vermelho, prazer! Eu ouvi você dizendo que quer ir ao baile real, né? Eu tenho um dom: sei montar looks como ninguém! Olha essa minha roupa? Muito style... Entendo de moda!

CINDERELA: Não sei, não... Eu... É bobeira eu querer ir ao baile! Não tenho roupas... Sou pobre... Meu pai mal me deixou dinheiro... Minha madrasta, ODETTE, ficou com tudo, e gasta somente com sua filhinha... E eu? Sou a empregada da casa! É um sonho besta, como querer ser livre dessa vida!

CHAPEUZINHO: Você não acredita em sonhos? Todos podem se realizar! Isso é simples de se conseguir, e nem precisamos de mágica para fazer essas coisas! Às vezes, a melhor mágica é usar o cérebro e fazer o bem! E, claro, uma estilista como eu do seu lado, hehehe.

CINDERELA: Ah, é?!

CHAPEUZINHO: Sim, Cinderela! Venha comigo... Olha só! Com ALGUNS RETALHOS te arrumo roupas legais e você ficará linda! Agora vamos! Depois eu levo os doces pra minha avó! (Para o público) E se vocês virem o lobo, fala que eu já volto, ta?

(E as duas saem do palco)


(Cinderela volta)

CINDERELA: Ai! Será que eu vou? Não sei! Tenho medo! Ah... E se eu for só um pouquinho? Não terá problemas, não. Já sei! Vou usar uma máscara que fiz na escola, assim ninguém me reconhecerá! Onde está mesmo...?
(Cinderela procura pela máscara até encontrá-la)
CINDERELA: É isso! Assim nem minha madrasta ODETTE ROITMANN nem a filha dela, a BELATRIX vão me reconhecer... Deixa eu correr que a Chapeuzinho está me esperando lá fora!
(E Cinderela sai)
(Aparece o príncipe, preocupado)

PRINCIPE: Ai! Meu pai quer que eu case... Mas todas meninas são tão interesseiras, viu? Queria uma garota especial... Alguém simples, de bom coração, e que saiba o nome de todos os dedos das mãos! Bom, preciso ir que logo começa o baile do reino do Jaguari.
(Aparece ODETTE)

ODETTE: Como é lindo esse lugar! Grande! E pensam que tudo isso será da minha filhinha Belatrix... Aliás, aonde ela foi se meter? Nossa! O bom é que paguei o carteiro real para não entregar os convites, além do nosso... Assim será menos concorrência!

(Belatrix aparece ofegante e falando)



BELATRIX: Ai, gente! Aquele jardineiro real... Que sonho de homem!

ODETTE (para Belatrix): BELATRIX APARECIDA MADONNA LADY GAGA RIHANNA DA SILVA! VIU NOSSO FUTURO LAR? VOCÊ VAI CASAR COM O PRINCIPE, TORNAR-SE DONA DESSE LUGAR! QUERO MORAR NESSE PALÁCIO! VIU QUE LINDO, GRANDE...?

BELATRIX (falsa): ADORO! E pensar que isso tudo será meu, um dia desses!
(Aparece o príncipe)

ODETTE: VAI BEBÊ! MOSTRE DO QUE É CAPAZ E DÊ ORGULHO PARA A MAMÃE...
(BELATRIX pede funk e começa a dançar)
(Aparece Cinderela muito bem vestida com uma máscara. ODETTE e a filha ficam com raiva)
(O príncipe a chama para dançar, indo até ela)

PRINCIPE: CONCEDE-ME A HONRA? SÓ QUE, DESCULPE-ME, MAS NÃO SEI DANÇAR MUITO BEM... SÓ SEI DANÇAR ASSIM, Ó!
(O príncipe dança. A madrasta e Belatrix ficam assustadas. Já Cinderela dança também)
PRINCIPE: Viu só? Dançar junto, nem pensar!

CINDERELA: Tudo bem, eu lhe ensino! Você tem uns movimentos legais!
(Os dois se olham, ficam com vergonha. Logo dançam felizes pelo palco)
ODETTE: CONHEÇO AQUELA MOÇA...

BELATRIX: QUE HORA VÃO SERVIR COMIDA, MAMILI?
(Um relógio começa a tocar e Cinderela diz)

CINDERELA: Eu... Eu não posso me atrasar! Preciso me retirar, senhor!

PRÍNCIPE: Mas já vai? Por acaso é algum feitiço que não pode ficar até meia-noite fora de casa?

CINDERELA: Não! Está tarde! Até mais!

(O príncipe segura o braço da jovem)



PRÍNCIPE: Espere! Eu... Eu preciso saber onde vive! Diga-me, ao menos, seu nome?

(ODETTE vai até Cinderela e tira sua máscara)



BELATRIX: CINDI...?!

ODETTE (interrompendo): É UMA FORASTEIRA! VEIO PASSAR UNS DIAS EM MINHA CASA E JÁ VAI VOLTAR PARA SUA CIDADE...

PRÍNCIPE (interrompendo): ONDE FICA?

ODETTE: MUITO LONGE... PRECISO LEVÁ-LA, NÃO É?!

(Ela sai puxando Cinderela e sua filha a acompanha)


(O sapato de Cinderela fica no chão e o príncipe o pega. Ele cheira, feliz)
PRÍNCIPE: E não tem chulé! Preciso saber quem é a dona desse calçado! Guardas! Papai! Encontrei minha futura esposa!

(Ele sai pela platéia, procurando a dona)


(Entram Cinderela, a ODETTE e a filha)

ODETTE: POR ACASO ROUBOU DINHEIRO, CINDERELA? ONDE CONSEGUIU ESSAS ROUPAS?

CINDERELA: Uma menina chamada Chapeuzinho vermelho me ajudou a fazer, com alguns retalhos, alfinetes e imaginação!
(A madrasta e a filha começam a rir)
ODETTE: Não seja boba! Acha que acreditaríamos nessa história ridícula? Volte a limpar... E com essas roupas novas, será seu novo uniforme! BELATRIX, meu anjo, traga o balde e um pano para a nossa querida Cindi limpar o chão.
(Belatrix sai triste)
(Alguém entrega uma carta na casa. ODETTE lê.)
ODETTE: HUM... PARECE QUE O PRINCÍPE PROCURA QUEM DANÇOU COM ELE NA FESTA ONTEM! A PESSOA ESQUECEU O SAPATINHO E ELE VAI SE CASAR COM QUEM FOR A DONA!

(A madrasta e a filha começam a rir, olhando para Cinderela)



BELATRIX: E por que não? (Odette fica feio para ela) Digo, com ela?! Nem sabe dançar funk como eu!

ODETTE (para Belatrix): Chega! Você vai ao palácio do príncipe, vestir o sapato! Com certeza você será a prometida ao reinado!

(A ODETTE chama sua filha em um canto)



ODETTE: Não permitirei que Cinderela vista o sapato... Vai que ela sai escondido daqui e segue ao palácio? Vou fazer algo...

(A ODETTE tira de suas roupas uma agulha)



ODETTE: Vou dar a ela esta agulha envenenada pra dormir! Ela dormirá para sempre... (risadas) Depois vamos escondê-la em algum lugar para que o príncipe não ache! Já sei, no seu quarto!
(As duas se aproximam novamente de Cinderela)
ODETTE: QUERIDA Cinderela! Como você é a dona do sapato, eu não quero que fique com raiva de mim e sua irmã... Não precisa sequer fazer o café da manhã... Para mostrar que mudei, vou lhe dar essa roupa para você costurar pra mim e você pode ir ao palácio...

CINDERELA: Sério? Posso te dar um abraço? Que bom que está mudada, madrasta... Vou costurar rapidinho seu vestido... Se o príncipe gostou de mim, caso com ele e levo vocês duas para morar comigo no castelo.
(Cinderela vai costurar a roupa, espeta o dedo e fica meio que paralisada)
ODETTE: Belatrix, leve a Cinderela e vá ao castelo experimentar o calçado!

(Belatrix leva Cinderela para fora do palco)


(ODETTE PEGA UM ESPELHO)

ODETTE: ESPELHO, ESPELHO MEU! EXISTE ALGUÉM MAIS MALVADA E ESPERTA DO QUE EU?

(Belatrix aparece atrás de ODETTE, que se assusta ao ver o reflexo da filha)



ODETTE: E ENTÃO? DIGA ALGO DE UTIL!

BELATRIX: EU MATEI SIRYUS BLACK!

ODETTE (para si): MALVADA, TUDO BEM... MAS INTELIGENTE, ESPELHO? (para Belatrix) SOBRE O SAPATO, O PALÁCIO...

BELATRIX: O sapato não serviu em mim! Ficou pequeno demais... E foi estranho ele ficar cheirando meu pé... Que nojo!

ODETTE: Também, se comesse menos! Nem pra isso!

BELATRIX: Agora disseram que, como ele não achou a pretendente... Vai bater de casa em casa para saber da moça misteriosa de fora!
(Batem na porta. Aparece o príncipe)

AS DUAS: PRINCIPE?! (para Belatrix) Perfeito! Agora não estrague tudo! Em que posso ajudá-lo, príncipe Zorro?

PRÍNCIPE: Vim aqui par saber da jovem Cindi! Me disseram que ela vive aqui como uma escrava!

ODETTE: Imagine! A Cindi, minha amada enteada, foi viajar... Não está aqui, não! Não é, filhinha?

BELATRIX: É UMA FORASTEIRA! VEIO PASSAR UNS DIAS EM MINHA CASA E JÁ VAI VOLTAR PARA SUA CIDADE...

ODETTE (para Belatrix): Forasteira? Não precisa mentir assim! Que coisa!

BELATRIX: Ta certo! Príncipe: a Cinderela está ali no porão, minha mãe colocou um remédio pra dormir na agulha que deu pra Cinderela costurar uma roupa... Ela desmaiou e arrastei-a até o porão!
(O príncipe sai, desesperado, atrás de Cinderela)
ODETTE: BELATRIX, O QUE VOCÊ FEZ?!

BELATRIX: UÉ, O QUE VOCÊ MANDOU: PEDIU PRA EU NÃO MENTIR! COMO SOU MUITO OBEDIENTE, CONTEI A VERDADE!
(ODETTE fica indignada)
(O príncipe aparece com Cinderela)

CINDERELA: Obrigada! O seu beijo me libertou do sono! Achei que ia dormir por cem anos!

ODETTE: Você estragou tudo, Belatrix! Era para você estar no lugar de Cinderela...

PRÍNCIPE: Agora vou cuidar de você! Não será mais escrava de ninguém, Cinderela! Só do meu amor... E vocês duas, deviam ser presas!

CINDERELA: Não! Não faça isso... Apesar de tudo, são o que restaram de minha família...

PRINCIPE: Mas foram más com você! Isso está errado! Já sei: vamos fazer o seguinte...
(O príncipe cochicha no ouvido de Cinderela, que ri)
PRINCIPE: Vocês duas, a partir de agora, viverão no castelo! Mas não será de graça: terão que ser criadas... La tem 50 quartos, 100 salas, 10 cozinhas e 1000 banheiros... Boa sorte! Venha querida!
(O príncipe leva Cinderela)
BELATRIX: Ai, mamili! Pelo menos a gente vai viver no castelo, como a senhora queria, né? Um final feliz! Vou ao meu quarto arrumar as malas!
(Belatrix sai saltitante. Logo ela volta)
BELATRIX: Ah! Tinha até esquecido: o jardineiro real me pediu em namoro! Vou casar com ele!

ODETTE: JARDINEIRO?!
(Odette desmaia. Belatrix acode a mãe)
FIM.
Catálogo: arquivos
arquivos -> Edital de notificaçÃo de contribuiçÃo de melhoria edcm n.º 001/2010
arquivos -> A contribuição de Henri Lefebvre para reflexão do espaço urbano da Amazônia
arquivos -> Serviço público federal ministério da educaçÃo universidade federal do rio grande – furg
arquivos -> Ementa: contribuiçÃo previdenciária de agentes políticos – restituiçÃo procedimentos
arquivos -> Estado de santa catarina requerimento de certidão de tempo de contribuiçÃo ctc e declaraçÃo de tempo de contribuiçÃo dtc
arquivos -> Agricultura orgânica como contribuiçÃo para um meio ambiente sustentavel
arquivos -> Questões Possíveis
arquivos -> Estado de santa catarina requerimento de certidão de tempo de contribuiçÃo ctc e declaraçÃo de tempo de contribuiçÃo dtc
arquivos -> Encargos sociais: regime para empresas normais


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal