CitaçÕes (nbr 10520/2002)



Baixar 22.26 Kb.
Encontro07.08.2016
Tamanho22.26 Kb.

Precomex

Guia para Elaboração de Citações em Trabalhos Acadêmicos e Artigos Científicos






CITAÇÕES (NBR 10520/2002)

Citação - “Menção no texto, de uma informação colhida em outra fonte (escrita ou oral), para esclarecimento do assunto em discussão ou para ilustrar ou sustentar o que se afirma” (UFPR, 1992, p.1).


É importante ressaltar que todas as obras citadas em um trabalho, obrigatoriamente, devem constar nas referências, e preferencialmente em ordem alfabética. Nas citações a autoria deve ser feita apenas com a inicial maiúscula ou toda em maiúscula quando estiver entre parênteses.
Para fins de padronização dos trabalhos acadêmicos produzidos no curso, deverá ser utilizado o sistema de chamada baseado em AUTOR – DATA, ou seja, a indicação das citações no texto se dá utilizando-se o sobrenome de cada autor ou pelo nome de cada entidade responsável, seguidos da data de publicação do documento e da(s) página(s) da citação, separados por vírgula e entre parênteses.
A localização da citação deverá ser no corpo do texto, antes do texto referenciado ou imediatamente após a ele. Por exemplo:
No corpo do texto:

“O Congresso será conduzido estritamente dentro de suas Normas e procedimentos. ”(CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO, 2000, p.33).


Na lista de referências:

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO. Regras oficiais de atletismo: 2000-2001. Rio de Janeiro: Sprint, 2000.


Observar que toda citação deve ser acompanhada da respectiva referência bibliográfica ao final do trabalho acadêmico.


1. CITAÇÃO DIRETA
a) - Citação Direta Curta (com menos de 3 linhas) : Deve ser feita na continuação do texto, entre aspas. Ex.:
Maria Ortiz, moradora da Ladeira do Pelourinho, em Salvador, que de sua janela jogou água fervendo nos invasores holandeses, incentivando os homens a continuarem a luta. Detalhe pitoresco é que na hora do almoço, enquanto os maridos comiam, as mulheres lutavam em seu lugar. Este fato levou os europeus a acreditarem que "o baiano ao meio dia vira mulher" (MOTT, 1988, p. 13).
Obs.:

MOTT = autor que faz a citação.

1988 = o ano de publicação da obra deste autor na bibliografia.

p. 13 = refere-se ao número da página onde o autor fez a citação



b) - Citação Direta Longa (com 3 linhas ou mais) : As margens são recuadas à direita em 4 cm, em espaço simples, com a letra menor que a utilizada no texto e sem aspas. Ex.:

A Filosofia é uma atividade resultante da inquietação cognitiva do ser humano. E por, esta razão, a Filosofia é inerente ao Ser Humano como ser racional, mesmo quando o filosofar ocorre inconscientemente. Nisto consiste a razão e não se pode ensinar a Filosofia. Só é possível se ensinar o método filosófico de pensar, ou seja, só possível se ensinar a filosofar. (SANTOS, 2000, p.13).


ou
Segundo Santos (2000, p. 13),

A Filosofia é uma atividade resultante da inquietação cognitiva do ser humano. E por, esta razão, a Filosofia é inerente ao Ser Humano como ser racional, mesmo quando o filosofar ocorre inconscientemente. Nisto consiste a razão e não se pode ensinar a Filosofia. Só é possível se ensinar o método filosófico de pensar, ou seja, só é possível se ensinar a filosofar.




2. CITAÇÃO DE CITAÇÃO
É a citação feita por outro pesquisador. Informação colhida de um autor que mencionou outro (não teve acesso ao documento original).

Utiliza a expressão “apud” e do nome do autor da obra lida (citado por, conforme, segundo). Por exemplo:


Le Clerc apud Rosa (1999, p. 130) afirma que “Quando se escala uma montanha, quando se chega ao topo, não se encontra mais que pedra e neve, mas dali a vista é magnífica.”
ou
“Quando se escala uma montanha, quando se chega ao topo, não se encontra mais que pedra e neve, mas dali a vista é magnífica.” (LE CLERC apud ROSA, 1999, p. 130).
Observações:

a) Na lista de referências (referências bibliográficas) faz-se a referência do documento consultado, ou seja, neste caso, o autor Rosa.

b) apud = citado por.

3. CITAÇÕES INDIRETAS CONCEITUAIS OU LIVRES


Modalidade mais utilizada no meio acadêmico atual, em trabalhos de graduação e pós-graduação, por sua simplicidade e facilidade de uso. É a citação de um texto, escrito por outros autores, sem alterar as idéias originais deste. Admite duas hipóteses:
a) no caso do autor do trabalho copiar integralmente ou parcialmente o texto original, deve apresentá-lo entre aspas duplas e em itálico ou com letra reduzida, em parágrafo destacado do resto do trabalho e com margens estreitas:
Mas a globalização não significa apenas fazer negócios além das fronteiras nacionais, Significa também aumento da competição para quase todo tipo de organização. Os gerentes de hoje — agentes operacionalizadores das filosofias, princípios e determinações da administração de uma organização — devem estar atentos para o fato de que enfrentam concorrentes estrangeiros, assim como locais e nacionais” (Robbins, 2000 : 6).
b) Quando o autor do trabalho utiliza suas próprias palavras sem porém modificar as idéias desenvolvidas pelo autor original (chamado também de paráfrase), basta indicar a referência do autor original, que pode se dar antes do texto ou após este, entre parênteses – vide exemplos a seguir:.
Postai (1997) menciona que ter uma vida organizada não é estar preso a leis, horários, atribuições ou mesmo ligado a pessoas dominadoras e autoritárias. O importante é fazer um planejamento, uma listagem de compromissos e não viver de improvisos, ou preocupações inúteis.
Somente em 15 de outubro de 1827, depois de longa luta, foi concedido às mulheres o direito à educação primária, mas mesmo assim, o ensino da aritmética nas escolas de meninas ficou restrito às quatro operações. Note-se que o ensino da geometria era limitado às escolas de meninos, caracterizando uma diferenciação curricular (COSENZA, 1993, p. 6).


4. CITAÇÕES DE TEXTOS OBTIDOS EM MEIO ELETRÔNICO
No caso de documentos retirados de meios eletrônicos, as regras de citação são as mesmas citadas anteriormente. Se deve lembrar que um sitio de internet sempre possui um responsável pelas informações ali contidas. Cabe ao pesquisador avaliar a veracidade e pertinência do uso dessas informações, e sua autoria.
Por exemplo, o pesquisador coleta parte de um texto encontrado no sitio da Folha On line, assinado por um determinado repórter. Nesse caso, a autoria da matéria é atribuída ao repórter. Já nos casos em que o responsável pelo sítio da internet não declara o autor específico do texto, a ele será atribuída a autoria (ex.: Folha On LIne).
No final do trabalho, colocam-se as referências bibliográficas respectivas de acordo com as normas específicas de referências bibliográficas.

5. SINAIS E CONVENÇÕES
a) Omissões ou supressões em citação:

São permitidas em citações quando não alteram o sentido do texto ou frase. São indicadas pelo uso de reticências, entre colchetes [...], no início, meio ou final da citação, para o caso de texto muito longo onde a supressão de partes não altera a idéia central. Por exemplo:


Quando as forças de ocupação desembarcaram no Japão, vieram-se imediatamente com um grande obstáculo: as falhas no serviço telefônico eram demasiadamente comuns. O sistema Japonês de telefones não era uma ferramenta confiável de comunicação. O problema não era meramente devido à guerra que apenas acabara; a qualidade do equipamento era instável e baixa. Conhecendo esses defeitos, às forças americanas ordenaram à indústria de telecomunicações do Japão que começasse a usar o moderno controle de qualidade e tomasse providências para educar o pessoal das empresas desse ramo. Foi este o começo do controle estatístico da qualidade no Japão, em maio de 1945 [...]. (MAXIMINIANO, 2000, p. 179).

b) Acréscimo e explicações em citação:

Deve ser apresentadas no início, meio ou final da citação entre colchetes [ ]. Usado pelo autor do trabalho para explicar o sentido da citação, facilitando a sua compreensão. Por exemplo:


As organizações humanas [empresas, escolas, hospitais] são meios [causas] destinados a se atingir determinados fins [efeitos]. Controlar uma “organização humana” significa detectar quais foram os fins, efeitos ou resultados não alcançados (que são problemas da organização) [...] (FALCONI, 1992, p. 13)


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal