Colégio pedro II campus são cristóVÃo III aprofundamento de matemática – E. Q. Uerj – 2014 professores: maria helena baccar / walter tadeu aluno (A)



Baixar 33.89 Kb.
Encontro27.07.2016
Tamanho33.89 Kb.



COLÉGIO PEDRO II - CAMPUS SÃO CRISTÓVÃO III

APROFUNDAMENTO DE MATEMÁTICA – E.Q. UERJ – 2014

PROFESSORES: MARIA HELENA BACCAR / WALTER TADEU

ALUNO (A): ________________________________________________




AULA 5: PROGRESSÕES ARITMÉTICAS, GEOMETRICAS – MAT. FINANCEIRA - GABARITO
1. (UERJ) Um soldado fez n séries de flexões de braço, cada uma delas com 20 repetições. No entanto, como consequência das alterações da contração muscular devidas ao acúmulo de ácido lático, o tempo de duração de cada série, a partir da segunda, foi sempre 28% maior do que o tempo gasto para fazer a série imediatamente anterior. A primeira série foi realizada em 25 segundos e a última em 1 minuto e 40 segundos. Considerando log2 = 0,3, a soma do número de repetições realizadas nas n séries é igual a:

a) 100 b) 120 c) 140 d) 160


Solução. De acordo com os dados, temos: . Como o tempo de duração de cada série, a partir da segunda, é sempre 28% maior do que o tempo gasto para fazer a série imediatamente anterior, temos uma PG de razão 1,28.
.

Temos a PG: , em que . Sabemos que .
Logo: . (*) Como, log2= 0,3, temos:
i) .
ii) .
Substituindo em (*), vem: .
Como cada série tem 20 repetições, o total será 7 x 20 = 140.
2. (UERJ) Observe as guias para pagamento em cota única do IPTU-2010 mostradas abaixo.


Em uma delas, com o desconto de 15%, será pago o valor de R$ 1.530,00; na outra, com o desconto de 7%, será pago o valor de R$ 2.790,00. O desconto percentual médio total obtido com o pagamento desses valores é igual a:


a) 6% b) 10% c) 11% d) 22%
Solução. Considere X1 o valor integral do IPTU da bela cidade de Mangaratiba com 15% de desconto. Temos: 0,85.X1 = 1530 → X1 = R$1800,00

Considere X2 o valor integral do IPTU do Rio com 7% de desconto.

Temos: 0,93X2 = 2790→ X2 = R$3000,00.

Pagamento total com desconto: R$1530,00 + R$2790,00 = R$4320,00.

Pagamento integral: R$1800,00 + R$3000,00 = R$4800,00.

Economia para quem pagar as duas com descontos: R$4800,00 – R$4320,00 = R$480,00.

Desconto: .

3. (UERJ) Geraldo contraiu uma dívida que deveria ser paga em prestações mensais e iguais de R$500,00 cada uma, sem incidência de juros ou qualquer outro tipo de correção monetária. Um mês após contrair essa dívida, Geraldo pagou a 1ª prestação e decidiu que o valor de cada uma das demais prestações seria sempre igual ao da anterior acrescido de uma parcela constante de K reais, sendo K um número natural. Assim, a dívida poderia ser liquidada na metade do tempo inicialmente previsto. Se a dívida de Geraldo for de R$9000,00 o valor de K será de:


a) 450 b) 125 c) 200 d) 300
Solução. Como a dívida é de R$9000,00 e seria paga em prestações de R$500,00 mensais, o tempo para quitação seria de (9000 ÷ 500) = 18 meses. Com o acréscimo de K em cada prestação a dívida será quitada em 9 meses (metade do tempo previsto). Aplicando a fórmula da progressão aritmética, já que a razão K é constante, temos:
.
4. (UERJ) Observe a representação do trecho de um circuito elétrico entre os pontos X e Y, contendo três resistores cujas resistências medem, em ohms, a, b e c.

Admita que a sequência (a, b, c) é uma progressão geométrica de razão e que a resistência equivalente entre X e Y mede 2,0 Ω. O valor, em ohms, de (a + b + c) é igual a:


a) 21,0 b) 22,5
c) 24,0 d) 24,5
Solução. Como as resistências estão em paralelo, a resistência equivalente será:
. (I)

Como (a,b,c) é uma PG de razão , então: c = x; b = 2x e a= 4x (II)

Logo, substituindo (II) em (I), temos: .
Logo, .
5. (UERJ) Maurren Maggi foi a primeira brasileira a ganhar uma medalha olímpica de ouro na modalidade salto a distância. Em um treino, no qual saltou n vezes, a atleta obteve o seguinte desempenho:

- todos os saltos de ordem ímpar foram válidos e os de ordem par, inválidos;

- O primeiro salto atingiu a marca de 7,04m, o terceiro a marca de 7,07m e assim sucessivamente cada salto aumentou sua medida em 3cm.
O último salto foi de ordem ímpar e atingiu a marca de 7,22m Calcule n.
(A) 10 (B) 11 (C) 12 (D) 13
Solução. Os saltos validados foram a1, a3, a5, .... Escrevendo a expressão do termo geral para a razão 3cm e considerando n’ o número de saltos de ordem ímpar, temos:
.
Como houve 7 saltos de ordem ímpar iniciando com a1 e finalizando com a13. Houve 6 saltos de ordem par. Logo n = 7 + 6 = 13.

6. (UERJ) Um cliente, ao chegar a uma agência bancária, retirou a última senha de atendimento do dia, com o número 49. Verificou que havia 12 pessoas à sua frente na fila, cujas senhas representavam uma progressão aritmética de números naturais consecutivos, começando em 37. Algum tempo depois, mais de 4 pessoas desistiram do atendimento e saíram do banco. Com isso, os números das senhas daquelas que permaneceram na fila passaram a formar uma nova progressão aritmética. Se os clientes com as senhas de números 37 e 49 não saíram do banco, o número máximo de pessoas que pode ter permanecido na fila é:


(A) 6 (B) 7 (C) 9 (D) 12
Solução. A Progressão Aritmética inicial era: (37; 38; 39; 40;...; 49). Sequência dos naturais consecutivos começando em 37 e terminando em 49. Como mais de 4 pessoas desistiram e os clientes das senhas 37 e 49 não saíram do Banco, temos uma PA em que, com certeza, 37 é o primeiro termo e 49 é o último: (37; .......; 49).

Como o termo geral da PA é temos .

Daí, temos: . Como “n” é um número inteiro (o número de termos é um número inteiro positivo), “r” é divisor de 12. Logo o número máximo de pessoas implica que r deva ser mínimo.
Como r = 1 é a razão da PA inicial (dos naturais consecutivos), logo r só pode ser dois. Daí:
.
7. (UERJ) Uma bola de boliche de 2kg é arremessada em uma pista plana. A tabela registra a velocidade e a energia cinética da bola ao passar por três pontos dessa pista: A, B e C.


Se (E1, E2, E3) é uma progressão geométrica de razão , a razão da progressão geométrica (V1, V2, V3) está indicada em:


a) 1 b) c) d)

Solução. A fórmula da energia cinética é . Como as energias indicadas estão em progressão geométrica e m = 2k, temos:
.
8. (UERJ) Leia com atenção a história em quadrinhos.


Considere que o leão da história acima tenha repetido o convite por várias semanas. Na primeira, convidou a Lana para sair 19 vezes; na segunda semana, convidou 23 vezes; na terceira, 27 vezes e assim sucessivamente, sempre aumentando em 4 unidades o número de convites feitos na semana anterior. Imediatamente após ter sido feito o último dos 492 convites, o número de semanas já decorridas desde o primeiro convite era igual a:


a) 10 b) 12 c) 14 d) 16

Solução. A soma dos convites é de 492. Os convites semanais formam uma progressão aritmética de razão 4 com primeiro termo igual a 19. Encontrando o número de semanas com a fórmula do termo geral e da soma da PA, temos:
.
9. (UERJ) João recorta um círculo de papel com 10 cm de raio. Em seguida, dobra esse recorte ao meio várias vezes, conforme ilustrado na figura 1. Depois de fazer diversas dobras, abre o papel e coloca o número 1 nas duas extremidades da primeira dobra. Sucessivamente, no meio de cada um dos arcos formados pelas dobras anteriores, João escreve a soma dos números que estão nas extremidades de cada arco.

A figura 2 a seguir ilustra as quatro etapas iniciais desse processo.


João continuou o processo de dobradura, escrevendo os números, conforme a descrição anterior até concluir dez etapas.
Calcule a soma de todos os números que estarão escritos na etapa 10.
a) 38669 b) 39336 c) 38996 d) 39366
Solução. Encontrando as primeiras somas, temos: (2, 6, 18, 54,...) formando uma progressão geométrica de razão q = 3. Calculando a décima etapa, temos:
.
10. (UERJ) Uma fábrica de doces vende caixas com 50 unidades de bombons recheados com dois sabores, morango e caramelo. O custo de produção dos bombons de morango é de 10 centavos por unidade, enquanto o dos bombons de caramelo é de 20 centavos por unidade. Os demais custos de produção são desprezíveis. Sabe-se que cada caixa é vendida por R$ 7,20 e que o valor de venda fornece um lucro de 20% sobre o custo de produção de cada bombom.

O número de bombons de morango e caramelo contidos em uma caixa. São respectivamente:


a) 30 e 20 b) 40 e 10 c) 25 e 25 d) 35 e 15
Solução. Considerando “x” o número de bombons de morango e “y” o de bombons de caramelo, temos que x + y = 50 => x = 50 – y. O custo da caixa será C = 0,1x + 0,2y = 0,1(50 – y) + 0,2y e se a caixa é vendida por R$7,20 com 20%, então 7,20 = 1,2C => 7,20 = 1,2 x [0,1(50 – y) + 0,2y]. Resolvendo, vem:
.



©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal