Competitividade de empresas capixabas será premiada



Baixar 11.7 Kb.
Encontro23.07.2016
Tamanho11.7 Kb.
Competitividade de empresas capixabas será premiada
Prêmio Qualidade Espírito Santo e Prêmio Master Empresarial

reconhecem práticas de gestão que se destacam no mercado.
As empresas capixabas que apresentaram boas práticas no seu modelo de gestão da Qualidade, baseado nos critérios de excelência da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) serão reconhecidas no dia 22 de outubro, às 19 horas, em premiação no Centro de Convenções de Vitória. A iniciativa faz parte do Programa para Incremento da Competitividade Sistêmica do Estado de Espírito Santo (Compete-ES), do Governo do Estado, juntamente com o Espírito Santo em Ação e o Sebrae-ES.

Dividido em duas premiações, o Prêmio Qualidade Espírito Santo (PQES) e Prêmio Master Empresarial (PME), o Programa atua desde 2004 construindo uma rede de competitividade capixaba. O Programa incentiva as empresas a adotarem um modelo de gestão mais consistente e sustentável. De acordo com a secretária-executiva do Compete-ES, Sônia Coelho, “os prêmios propiciam um ambiente competitivo ao setor empresarial e materializa a busca contínua das empresas capixabas pela melhoria da gestão”.

As empresas inscritas e classificadas nos prêmios são visitadas e avaliadas, por consultores especializados em gestão, de acordo com a sua liderança, posicionamento com os clientes e sociedade, estratégias e planos, processos e resultados.
O PQES é direcionado a micro, pequenas, médias e grandes empresas, sediadas no Espírito Santo, que já estejam em fase madura de gestão. Já o PME é voltado para microempresas e empresas de pequeno porte em fase inicial de gestão, dando a elas início ao caminho para excelência. Este último possui as categorias Indústria, Comércio, Serviços, Agronegócios e Empresas Franqueadas. Há ainda, o reconhecimento social e econômico, concedido às candidatas aos Prêmios Especiais de Destaque Responsabilidade Social, Conservação e Uso de Energia, Uso Racional de Água e Exportação.

Participação

Desde 2004, o Prêmio Master Empresarial já recebeu 5.380 empresas inscritas, de 59 municípios capixabas. Somente em 2007, 3.400 micro e pequenas empresas se inscreveram no PME. Nos últimos três ciclos, o Prêmio Qualidade Espírito Santo contou com 24 participantes, 309 avaliadores treinados e 120 avaliadores atuantes.

Neste ano foi lançado pelo Sebrae-ES o Programa de Competitividade Empresarial. Ele oferece acompanhamento às empresas candidatas ao Prêmio Master Empresarial para direcioná-las sobre como melhorar sua gestão e fortalecer seus negócios. “Hoje,  42 empresas já recebem consultoria e acompanhamento”, conta Andréa Gama de Oliveira, gestora do MPME, e gestora de Empreendedorismo e Qualidade do Sebrae-ES.
Com a palavra, os vencedores
Francisco Nuno Pontes Correia Neves
Diretoria Executiva de Logística da CVRD, vencedora do PQES em 2006 na categoria Ouro.
“O prêmio estimula a equipe a ir atrás do que é melhor para a empresa e para as pessoas. Trabalhamos a disciplina, a qualidade e um bom sistema de gestão baseado em metas para motivação e redução de custos. Também buscamos o comprometimento social com a cidade que nos rodeia. Desta forma, procuramos ter nossos processos funcionando bem e cada vez melhor”.
Rogério Cabral Ferreira

Quality Lavanderia, vencedora em 2006 do PME, na categoria Serviços, e do PQES, na categoria Bronze.
“O grande benefício do prêmio é poder avaliar a nossa empresa em comparação com outras, aperfeiçoar a nossa gestão, e fazer uma introspecção do que podemos melhorar, porque, afinal, nós ganhamos a categoria bronze, mas o objetivo é a categoria ouro no PQES. O Compete é o órgão que melhor expressa a questão da competitividade dentro do Espírito Santo. E se a empresa está sendo bem avaliada dentro destes dois prêmios – PQES e PME – automaticamente haverá um reconhecimento por parte dos clientes, do mercado em si e da sociedade. O prêmio vai nos incentivar a melhorar cada dia mais”.

Márcia Martins André Pinto

Angraex Angramar Exportadora, vencedora do PME em 2006 na categoria Responsabilidade Social.

“O Prêmio Master serve como um termômetro em relação ao mercado, é um parâmetro de observação de como estão as outras empresas lá fora. Como, durante a inscrição, é realizada uma avaliação da empresa, o diagnóstico de suas deficiências é feito naturalmente. As empresas vencedoras também ganham mídia espontânea, reconhecimento e podem usar a premiação como política de marketing. Acredito que conquistamos o prêmio porque na Angraex, a  responsabilidade social e ambiental  fazem parte da cultura de seus gestores”.




Obs: O Boticario é a empresa Vô Mario Bazar de Colatina (Franqueada).

PQES



©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal